Quarta-feira, 31 de Agosto de 2011
Sexo na menopausa o encontro entre a paixão e a maturidade

 

Existe época apropriada para uma mulher se apaixonar? A maturidade vivida pelas mulheres no período da menopausa, traduzida por alterações de ciclos hormonais e modificações do corpo, são realmente fatores limitantes para o prazer, a vida sexual, o amor? Pois acredite, a resposta é não!

 

Foi-se o tempo em que a mulher pós 50 anos deveria simplesmente conformar-se com seu novo ciclo de vida a deixar de lado os prazeres sexuais. Muito pelo contrário.

Publicidade

Esta é a fase em que o sexo pode se transformar em uma atividade ainda mais satisfatória, uma vez que não existem mais transtornos como, por exemplo, uma gravidez indesejada. Normalmente bem-resolvidas em relação aos seus parceiros e com os deveres de mãe, esposa e profissional já cumpridos, elas podem, e devem, aproveitar os tratamentos médicos, como reposições hormonais, para viverem tórridas paixões na cama.

 

E mais: levando-se em consideração que a expectativa de vida das mulheres brasileiras gira em torno de 76 anos de idade (IBGE, 2008), e que a menopausa ocorre por volta dos 50 anos, conclui-se que o período pós-menopausa representa cerca de 30% da vida de uma mulher! Anos que podem, sim, representar verdadeira felicidade entre quatro paredes.


Médicos especialistas em sexualidade feminina são unânimes em afirmar que a busca pelo prazer não é uma característica definida por faixa etária. Criar ambientes românticos, eliminar preconceitos relacionados às fantasias sexuais e admirar a beleza ainda existente no corpo maduro são capazes, de fato, de reascender o desejo e restabelecer a satisfação plena sexual das mulheres. Que, diga-se de passagem, em muitos casos, não foi alcançada nem mesmo durante a juventude.

Por Adriana Cocco

 



publicado por olhar para o mundo às 21:31 | link do post | comentar

Cartas revelam lado mais íntimo de John Lennon
Cartas revelam lado mais íntimo de John Lennon (DR)

O conteúdo de mais de 250 cartas que John Lennon escreveu para a sua família e amigos vai ser dado a conhecer pela primeira vez. Hunter Davies, autor da única biografia oficial dos Beatles, é o responsável pela publicação das cartas em livro.

Hunter Davies reuniu os documentos pessoais de Lennon depois de uma longa pesquisa, não só juntos dos familiares e amigos próximos do músico, como também nos leilões de momorabilia de John Lennon. Yoko Ono, viuva de Lennon, permitiu, pela primeira vez, que o escritor britânico tivesse livre acesso à sua correspondência da altura trocada com o músico, autorizando a sua publicação.

“Eu encontrei muitas cartas que nunca ninguém viu”, disse Davies à BBC, explicando que não há nenhuma revelação dramática. As cartas mostram como John Lennon via o mundo, o que sentia e até o seu lado mais humorístico. 

Para Davies, esta será uma oportunidade única para conhecer o verdadeiro interior de John Lennon. "Conseguimos ver uma alma torturada, uma pessoa deprimida, mas também uma pessoa engraçada. Conseguimos ver os seus diferentes estados", explica. 

“A sua primeira reacção a qualquer emoção (fúria, ódio ou espanto), não era tocar piano ou guitarra. Ele gostava mais de pegar numa caneta e escrever. Ele escreveu cartas muito divertidas”, continuou o autor.

“Quando ele [Lennon] escrevia uma carta ou um postal a alguém, ele via nisso um verdadeiro desafio, era como se escrevesse uma peça única para eles [família e amigos], era para os divertir."

O livro, anunciado num encontro anual organizado por fãs dos Beatles em Liverpool (Inglaterra), ainda não tem uma data de lançamento definida.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 17:14 | link do post | comentar

Escapadas às vindimas

"Até ao lavar dos cestos é vindima!", já diz o provérbio. Chega o tempo da colheita e não faltam propostas, um pouco por todo o Portugal vinhateiro, para acompanhar e festejar as vindimas, para celebrar o vinho. Às uvas, cidadãos!

TEJO  

Palmela | Festa das Vindimas
De 1 a 6 de Setembro a cidade de Palmela comemora esta época com a Festa das Vindimas e várias actividades: cortejos alegóricos, largada de touros, concursos e provas de vinho, concertos de música e fogo-de-artifício. Os festejos, prestes a comemorar o meio século de existência - assinalam o encerramento de um ciclo de trabalho na terra e homenageiam a vinha, o vinho e os homens que se dedicam a esta actividade.
www.festadasvindimas.org

Portas Abertas 
Um grupo de 20 produtores da Região Vitivinícola do Tejo lança pelo segundo ano a iniciativa Portas Abertas do Tejo, para atrair turistas às vindimas. No fim-de-semana de 10 e 11 de Setembro os produtores convidam as famílias, turistas e fãs do vinho a participarem na apanha da uva, pisa a pé em lagar e provas de vinhos. O programa é enriquecido com actividades como passeios de charrete pela vinha, a cavalo e passeios fluviais. Mais infos: Tel. 225323550.
www.cvrtejo.pt

Azambuja | Vila Museu
Setembro é mês de vindimas na "Vila Museu do Vinho" em Aveiras de Cima, concelho de Azambuja. Nos dias 10, 11, 17, 18, 24 e 25 os vitivinicultores da região recebem os visitantes nas suas vinhas com várias actividades, desde a vindima, preparação do almoço tradicional, visita ao centro de Interpretação da Vila Museu do Vinho e prova de vinho conduzida por um enólogo. Preço: 25€ por pessoa, com chapéu, tesoura para vindimar, almoço, prova de vinho conduzida e uma garrafa de vinho. Tel.: 263400476.
www.cm-azambuja.pt

 
ALENTEJO

Montemor-o-Novo | Vindimas nocturnas no L'AND
"Vindima sob as Estrelas" é a proposta do luxuoso L'AND Vineyards Resort. E é literal: são vindimas "sob a luz da lua e das estrelas", seguidas de ceia e festa de vinhos. O programa, válido de 21 a 25 de Setembro, inclui duas noites de alojamento (em View Suites, com 1 a 3 quartos, pátio privado, jacuzzi exclusivo opcional, terraço com lareira e sala de estar), pequeno-almoço, a participação nas vindimas, degustação de vinhos L'AND, ceia com bebidas incluídas, as bebidas da wine party e outros mimos. Preço por pessoa em ocupação dupla: desde 290€ (single: 475€) - noite extra: 199€.
www.l-andvineyards.com

Arraiolos | Monte da Comenda Grande
Um dia de aprendizagem e diversão para toda a família é o que promete a Wine Academy para um dia nas vindimas no Monte da Comenda Grande, situado a 10 minutos de Arraiolos. Preço: 45€ para participar na vindima, lanche, piquenique e duche. Se optar pelo programa completo o valor a pagar é 90€ por pessoa e 120€ para uma criança e um adulto e inclui também o transporte de Arraiolos para o Monte da Comenda e vice-versa, um minicurso sob o tema "O vinho e os seus aromas" e jantar. www.wineacademyportugal.com

Beja | Vila Galé
Acompanhe todo o processo da vindima, da apanha da uva à prova de vinhos na companhia do Hotel Vila Galé Clube Campo e da Casa de Santa Vitória, a cerca de 25km de Beja. Preço 45€ por pessoa e desconto de 50% para crianças dos 4 aos 12 anos. Válido para um mínimo de seis pessoas, com visita à adega e zona de vinificação e à cave, corte e pisa da uva, almoço e brincadeiras para os mais pequenos. O eventual alojamento no Vila Galé Clube Campo é contratado à parte.
www.vilagale.pt

Vidigueira e Reguengos | Ervideira 
A operação Vindimas 2011 já arrancou na adega da Ervideira. As herdades do Monte da Ribeira e da Herdadinha, estendem-se por 160 hectares de vinhas, na região da Vidigueira e em Reguengos e convidam o público a testemunhar o processo de laboração da adega e apreciar os néctares que aqui se produzem. Preço: 10 euros por pessoa. 
www.ervideira.pt


DOURO

Até ao parar do Comboio é vindima
Nos fins-de-semana de 11, 18 e 24 de Setembro e 1 de Outubro a CP sugere um programa de lazer, com a duração de um dia, "Até ao parar do Comboio é vindima", para celebrar esta época, na Quinta de Campanhã, em Peso da Régua. Além de poder desfrutar de toda a tradição da vindima ainda vai poder apreciar nesta viagem de comboio pela Linha do Douro as belas paisagens do Douro Vinhateiro. Preço: 49€/adulto e 29€/crianças dos 4 aos 8 anos. Inclui a viagem de comboio especial, transfer de ida e volta de autocarro entre a estação e a quinta, cálice de vinho do Porto à chegada, almoço e animação.
www.cp.pt

Celeirós, Sabrosa | Quinta do Portal
Situada no coração da ímpar Região Demarcada do Douro, em Celeirós, Sabrosa, a Quinta do Portal, preparou o programa "Vindimas no Douro". Preço: entre os 220€ e os 275€ com alojamento numa das unidades de enoturismo da quinta (Casa das Pipas e Casa do Lagar). Inclui duas noites, pequeno-almoço, visita às vinhas e participação no corte da uva, visita à adega da quinta, prova de vinhos, jantar, uma almoço gourmet, um jantar vínico e participação nas tradicionais lagaradas. Caso não queira pernoitar o preço é 55€ por pessoa, com participação no corte da uva, almoço, visita à adega, prova de vinhos, jantar gourmet e a Lagarada. Informações: Tel. 222087421. 
www.quintadoportal.pt

Favaios | Quinta da Avessada
O pacote especial de Vindimas na Quinta da Avessada, em Favaios, inclui circuito em autocarro de turismo com partida do Porto, alojamento de uma noite em regime de pensão completa, guia, passeio pelos vinhedos, corte das uvas e o transporte para o lagar, provas de vinho assistida por enólogos, almoço, início da pisa das uvas ao ritmo de cânticos tradicionais e lanche. O passeio continua pela vila de Sabrosa, Foz do Tua, Alijó, Vila Flor e Mirandela. Preço: 185€por pessoa em quarto duplo. Dias 17 e 18 de Setembro.
www.pintolopesviagens.com

Favaios | Mais Quinta da Avessada
A empresa MuitAventura organiza também um programa para a Quinta da Avessada, em Favaios, mas só para um dia. Com visita aos jardins da Enoteca, participação na vindima, prova de vinhos assistida pelos enólogos da quinta e aperitivos, almoço tradicional com animação cultural, pisa da uva com grupo de cantares, prova documentada de vinhos licorosos e lanche típico. A realizar todos os dias de 11 de Setembro a 10 de Outubro. Preço: 60€ por pessoa.
www.muitaventura.com

Lamego | Quinta do Vale de Abraão
Visite o Aquapura Douro Valley, na Quinta do Vale de Abraão, em Lamego, durante as vindimas e conheça as tradições e as novas formas de viver a cultura do vinho. Preço: desde 400€ para duas noites de alojamento com pequeno-almoço, um tratamento SPA de 55 minutos, um jantar de cinco pratos acompanhado de vinho, oferta de duas garrafas de vinho e um dia de apanha e pisa de uva com almoço e prova. Válido até 9 de Outubro. 
www.soltropico.pt

Léguas no Douro Vinhateiro
Aqui fica uma sugestão um pouco diferente, para de alguma maneira participar nesta festa. A Papa-Léguas propõe um fim-de-semana para conhecer o Douro Vinhateiro com passeios pedestres através das suas encostas pelas aldeias emblemáticas do Douro, como Celeirós e Provosende, vinhas e miradouros. Ainda contempla visitas a adegas, ao Museu do Vinho e provas de vinhos. Preço: desde 195€ por pessoa, com duas noites de estada, pequeno-almoço, um jantar, dois piqueniques, passeios com guia, chá e café durante os percursos. Partida a 30 de Setembro em Sabrosa. 
www.papa-leguas.com


DÃO

Nelas | Feira do Vinho do Dão
Decorre de 2 a 4 de Setembro, com a XX Feira do Vinho a propor eventos vários, relacionados com a vinha, a gastronomia e o artesanato. Ao longo da Praça do Município. No programa: provas orientadas de queijo da Serra da Estrela e de vinho do Dão por conceituados escanções.
feiradovinhododao.cm-nelas.pt

Penalva | Casa da Ínsua

O Hotel Casa da Ínsua, em Penalva do Castelo, promove no fim-de-semana de 9 a 11 de Setembro um programa de enoturismo para dar a conhecer aos seus hóspedes um pouco da sua tradição centenária na produção de vinhos de excelência da região do Dão. Preço: desde 133 euros por pessoa, com duas noites de alojamento, pequeno-almoço, prova de vinhos e todas as actividades associadas às vindimas.
www.casadainsua.pt


MADEIRA  

Funchal | Festa do Vinho  
Está a decorrer até 4 de Setembro, a Festa do Vinho da Madeira, no Funchal, uma iniciativa integrada no cartaz de animação turística da ilha. Espectáculos de música e de teatro, recreações históricas sobre vários episódios marcantes da história deste vinho no mundo, prova de vinho e outros produtos regionais, Festival de Cocktails de Vinho da Madeira e a Quinta da Pinheira servirá de palco à festa da vindima, com a apanha e pisa da uva, seguida do tradicional cortejo etnográfico.
www.turismomadeira.pt 

 

Via Público

 



publicado por olhar para o mundo às 08:11 | link do post | comentar

Terça-feira, 30 de Agosto de 2011

Vida sexual da mulher madura: satisfatória

 

Ao contrário do estereótipo, um novo estudo mostra que as pessoas não se tornam insatisfeitas com sua vida sexual à medida que envelhecem.

A pesquisa afirma que cerca de dois terços das mulheres com 60 anos ou mais estão moderadamente a muito satisfeitas com sua atividade sexual, embora o nível dessa atividade tenha de fato diminuído com a idade.

 

Segundo o pesquisador e psiquiatra Wesley Thompson, sentir-se satisfeito com a vida sexual na velhice está intimamente relacionado à qualidade de vida global. “O que este estudo nos diz é que muitos adultos mais velhos mantêm a sua capacidade de desfrutar do sexo em idade avançada”, disse.

 

Pesquisas anteriores já haviam mostrado que os idosos têm uma vida sexual gratificante, embora os homens permaneçam sexualmente ativos por períodos mais longos do que as mulheres, o que, em grande parte, é devido às mulheres viverem mais do que os homens, e não terem um parceiro para serem sexualmente ativas.

 

O novo estudo pesquisou 1.235 mulheres. Como esperado, as taxas de atividade sexual caíram com a idade, assim como o funcionamento sexual. À medida que ficavam mais velhas, mais mulheres relatavam problemas em atingir o clímax e dificuldades com excitação e desejo.

 

Das mulheres com parceiros ou casadas, 70% entre 60 e 69 anos relataram atividade sexual nos últimos seis meses. Entre 70 a 79 anos e 80 a 89 anos, esse número foi de 57% e 31%, respectivamente.

 

No entanto, as mulheres geralmente não reclamaram da baixa na atividade. Cerca de 67% das mulheres entre 60 e 69 anos estavam moderadamente ou muito satisfeitas com suas vidas sexuais; do grupo entre 70 e 79 anos, 60% estavam satisfeitas, e entre 80 a 89 anos, 61% estavam satisfeitas.

 

Segundo os pesquisadores, as diferenças entre os grupos foram tão pequenas que não são estatisticamente significativas, e poderiam facilmente ter surgido devido ao acaso, em vez de idade. “Embora os níveis de atividade sexual e funcionamento variaram significativamente em função da idade da mulher, sua percepção de qualidade de vida, envelhecimento bem sucedido e satisfação sexual mantiveram-se positivos”, disse Thompson

 

Via HypeScience



publicado por olhar para o mundo às 21:05 | link do post | comentar

Próxima etapa da investigação será em Setembro
Próxima etapa da investigação será em Setembro (DR)

Nos jardins de “King’s Knot”, em Stirling Castle, na Escócia, foi encontrada uma fortaleza circular coberta com relva pelos arqueólogos da Universidade de Glasgow. Os investigadores suspeitam que por baixo daquele achado possa estar a Mesa Redonda do Rei Artur. Os jardins onde desde Maio estão a decorrer as investigações datam de 1620, embora se estime que a forma circular descoberta seja mais antiga.

 

O objectivo da investigação, que decorreu em conjunto com a Stirling Local History Society(SLHS) e a Stirling Field and Archaeological Society , é descobrir mais segredos sobre a história para além dos que já foram desvendados. A Mesa Redonda do Rei Artur era o local onde os cavaleiros se reuniam para debaterem os problemas de segurança do reino, mas ao contrário do que acontecia em outras reuniões da época, estes cavaleiros não se diferenciavam através de classes sociais. 

Esta não é a primeira vez que alguém tenta descobrir mais mistérios em torno da Mesa Redonda. Também Carlos I, no século XVII, tentou investigar mais segredos na mesma zona onde agora estão a decorrer as investigações. 

O historiador John Harrison, presidente da SLHS, revelou que “os arqueólogos estão a utilizar uma técnica de teledetecção geofísica e ao que parece localizaram uma vala circular por baixo de ‘King’s Knot’”, cita o jornal britânico The Daily Telegraph. Harrison que estudou o “King’s Knot” durante 20 anos acrescenta: “É um mistério que os documentos não podem resolver, mas a geofísica deu-nos novas perspectivas.” 

O coordenador do projecto, o arqueólogo Stephen Digney, defende que a área em torno do Stiling Castle “tem algumas das mais belas paisagens da Europa medieval”, e que por isso esta “investigação é um passo empolgante que conta com o esforço sério para explorar, explicar e interrogar”. 

Alguns escritores medievais fizeram referência ao local como sendo a principal localização para a famosa Mesa Redonda do Rei Artur. O poeta escocês John Basbour disse, em 1375, que a mesa redonda estava no sul de Stirling Castle, e em 1478, foi a vez de William de Worcester contar como é que o “Rei Artur manteve a Mesa Redonda em Stirling Castle”.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 17:33 | link do post | comentar

Nada  vem por estes dias mais a propósito do que meter uma rolha no senhor Américo Amorim, e não digo isto por se tratar do "rei da cortiça"  mas por este se ter auto-intitulado "simples trabalhador" quando confrontado com a hipótese da adopção de um imposto sobre as grandes fortunas, a exemplo do que se está a passar em França e na onda dos conselhos sábios de Warren Buffet, outro pobrezinho que vive do rendimento mínimo, como se sabe. Apesar de uma fortuna estimada em 2,6 mil milhões de euros, dinheiro mais do que suficiente para comprar alguns países e regiões do mundo, o senhor Amorim teve a distinta lata de, num desprendimento total dos bens materiais e terrenos, qual Jesus Christ da secção de enchidos do Jumbo, se dar como simples trabalhador: "não me considero rico" - disse. Devia ter acrescentado um: "sou da prol pá!" Coitadinho, parece que o estou a ver: sachola às costas e marmita na sacola com rancho e arroz branco, meia garrafinha de tinto e lá vai o Américo montado na Famel pronto a dar o litro durante 12 horas na herdade, debaixo de sol e chuva.

Américo Amorim tem tanto de simples trabalhador como Michael Jackson tinha de caucasiano. Mas se o segundo conseguiu disfarçar com pó de arroz na tromba e operações como quem mastiga Trident das azuis e acabou teso como um carapau, o primeiro por muito que queira dar um de humilde não conseguia iludir a madre Teresa de Calcutá, mesmo que a senhora não estivesse devidamente equipada com o sobretudo de madeira, e está mais rico a cada dia que o sol se põe.

Na verdade estou-me a marimbar se o senhor Amorim vai pagar impostos especiais, extra, do lombo, da perna, da pá ou não, para ser sincero até acho meio apatetada esta história de se inventar um imposto que taxa os mais afortunados só por o serem. Parece absurdo. Agora o que já gosto pouco de ver é pessoas que não passam qualquer dificuldade na vida equipararem-se a quem efectivamente as passa, os verdadeiramente afectados pelas medidas austeras tomadas pelo governo, cada dia em maior número e de forma mais cruel para os que menos têm. Pessoas como o senhor Amorim, cujos filhos, netos, primos, sobrinhos, enteados e afilhados jamais terão de andar a bater pé na rua à procura de emprego ou em manifestações a pedincharem direitos que jamais deveriam ter sido tocados ou alienados, alguns verdadeiramente inexistentes. Direitos, muitos deles, aniquilados por gerações de políticos sacanas e corruptos, verdadeiras bestas que engordaram meia dúzia e secaram tudo à passagem.

 

Esses sim, deviam ser taxados e de que maneira. Mas esses safam-se sempre. E os ricos? São sempre os mesmos. E vão ser sempre os mesmos.

Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 14:05 | link do post | comentar

<p>Oito passes intermodais em Lisboa vão beneficiar de tarifário social</p>

Oito passes intermodais em Lisboa vão beneficiar de tarifário social


O Ministério da Economia divulgou hoje a criação do "Passe Social+", com que, a partir do dia 1 de Setembro, passa a apoiar os agregados familiares de menores rendimentos. O título de transporte será disponibilizado após comprovativo de rendimentos, e abrangerá vários títulos das áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto

 

Uma família que viva em Lisboa, e cujo rendimento médio mensal por sujeito passivo não ultrapasse os 544 euros (isto é, 1,3 vezes o Indexante de Apoios Sociais IAS) passa a pagar 24,2 euros por um passe que custa, para os restantes utentes, 33,85 euros - no caso do passe Carris/Metro Urbano. No caso do Porto, um beneficiário do “Passe Social+” pagará 27,40 por um passe mensal do Andante Z3, enquanto os restantes utentes pagarão 36,50 euros pelo mesmo título de transporte.

Segundo a informação divulgada pelo Ministério da Economia, a partir da próxima quinta feira, "os passageiros elegíveis para beneficiar do «Passe Social+» poderão requerer a sua adesão a este título, válido por um período de 12 meses e renovável anualmente".

Numa primeira fase, acrescenta o ministério, a comprovação de elegibilidade (que deverá ser efectuada apenas no momento da adesão ou renovação do título) "será realizada através da declaração de rendimentos, em moldes semelhantes aos que são já utilizados há quase três décadas para os Passes Reformados/Pensionistas". "Numa segunda fase, a implementar até ao fim do ano, bastará obter um comprovativo no sítio de internet da DGCI, que permitirá, de forma mais simplificada, a adesão ao «Passe Social+»", garante o Governo.

A adesão ao «Passe Social+» estará disponível "apenas em bilheteiras específicas para o efeito, a divulgar pelos respectivos operadores de transporte público de passageiros".

Esta medida insere-se no âmbito do Plano de Emergência Social, com que o governo se comprometeu, segundo o Ministério da Economia, pelo esforço "na promoção da justiça e protecção social aos agregados
de menores rendimentos".

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 08:29 | link do post | comentar

Segunda-feira, 29 de Agosto de 2011

Há química no amor à primeira vista

Acontece com muita gente e talvez até você já tenha sido 'fisgado' por um amor à primeira vista. Quem já viveu essa situação não tem dúvida: depois de uns olhares furtivos e uma rápida checagem física, descobre que encontrou a pessoa certa para viver uma grande paixão. 

Por outro lado, se você é um cético, e acredita que isso é papo de gente romântica, saiba que a ciência já comprovou que o amor à primeira vista existe. Aliás, essa "estratégia" rápida de se encantar pelo outro é muito utilizada por várias espécies de animais, que têm muito pouco tempo na natureza para "escolher" seu parceiro, já que as fêmeas ficam receptivas para fazer sexo com os machos por curtos períodos, além do risco dos predadores e concorrentes. 

De acordo com pesquisadores, é possível que tenhamos herdado esse comportamento. Uma pesquisa norte-americana constatou em uma amostragem de 100 casais, que 11% dos homens e mulheres se apaixonaram no exato momento que olharam para o parceiro. 


Química cerebral 

Fisiologicamente, cérebro e corpo estão envolvidos nesse encantamento imediato, acionado pelo primeiro olhar. Estudos mostram que a atração e o desejo sexual são desencadeados por duas estruturas cerebrais: o hipotálamo e a amígdala - localizados na parte mais primitiva do cérebro, o sistema límbico, nossa "central das emoções". O hipotálamo é responsável pelos impulsos mais primordiais que temos como fome, sede e sexo. E a amígdala é o centro da excitação sexual.

 

Simultaneamente ao primeiro olhar, a química cerebral se altera e grandes quantidades de dopamina são liberadas provocando uma verdadeira onda de prazer, euforia e maior produção de testosterona, tanto no homem como na mulher. A testosterona é o hormônio responsável pela atração sexual. 

Tudo isso acontece velozmente quando uma pessoa sente uma atração irresistível e incontrolável, ou seja, tem desejo intenso por outra. E esta focalização (um tanto obsessiva) imediata, desencadeada pelo olhar, tem um sentido biológico bem pragmático: procriação e manutenção da espécie. E uma curiosidade: em situações de grande risco de vida para os indivíduos, como guerras e catástrofes naturais, as pessoas tendem a se atrair sexualmente mesmo sem se conhecer... 

Preferências físicas 

O que atrai o homem e a mulher quando se olham? Veja abaixo as listas de preferências deles e delas. 

Elas preferem homens com: 

Traços faciais simétricos; 

Juventude; 

Altura maior (que a da mulher); 

Peito e ombros largos; 

Braços fortes; 

Um pouco de barba; 

Mandíbula e queixo "quadrados e marcantes"; 

Coxas musculosas; 

Mãos grandes; 

Abdome sarado. 

Eles preferem mulheres com: 

Traços faciais simétricos e finos; 

Lábios carnudos; 

Juventude; 

Altura mediana (mas menor que a do homem) 

Ombros não muito largos; 

Seios grandes; 

Abdome sarado; 

Quadril largo; 

Nádegas salientes; 

Mãos finas; 

Pernas bem torneadas. 

 

Via Bonde



publicado por olhar para o mundo às 21:56 | link do post | comentar

 

A vida de saltos altos - Truque para crianças que não comem legumes
 
 

Incluir legumes na alimentação das nossas crianças, por vezes torna-se uma tarefa muito complicada, daí uma grande parte dos pais para não estarem permanentemente a negociar com os filhos acabam por desistir de tentar incutir estes hábitos.

 

Em julho de 2011, o American Journal of Nutrition , publicou um artigo onde os autores debruçaram o seu estudo em tentar "esconder" os legumes de modo a aumentar o consumo dos mesmos e, simultaneamente, reduzir o consumo energético diário das crianças.

 

Este estudo foi realizado a 40 crianças, dos 3 aos 5 anos, onde foram introduzidos diferentes purés de legumes em diferentes refeições, ao longo do dia.

 

No prato da criança continuava a existir os legumes na sua forma "natural" e não em puré, pois não queremos perder de vez a parte visual da criança em se habituar a incorporar sempre legumes na sua refeição.

 

Como resultado, os autores conseguiram um aumento bastante significativo no consumo de legumes (cerca de 85% das crianças triplicaram o seu consumo). E ainda alcançaram uma redução calórica de cerca de 142 kcal por dia.

 

Deste modo, por mais "dores de cabeça" que os pais estejam a ter com os seus filhos, temos que reinventar as receitas, e a ideia de transformar os legumes em puré até pode ser bastante divertido. Já se imaginou a fazer um puré azul (couve roxa), verde (espinafres ou grelos), branco (couve-flor), Verde-claro (curgete), cor-de-laranja (abóbora ou cenoura), ou rosa (beterraba).

 

Pode também utilizar estes purés coloridos e fazer um "Empadão de arco-íris" , com certeza que vai ser apelativo aos olhares desconfiados do seu filho.

Não se esqueça que estas dicas não excluem o prato de sopa nem os legumes no prato.

 

Mas isto, para vos dizer que as dores de cabeça irão sempre existir se não é pela alimentação é por outra preocupação, ser pai ou mãe é estar sempre em alerta, com ou sem dores de cabeça. E não se esqueçam, tal como Napoleão III citou "A imaginação governa o mundo"

 

DICA: Coza os legumes em pouca água e sem sal, e no final transforme-os em puré.


Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 17:16 | link do post | comentar

Preço dos medicamentos genéricos vai reduzir para 50%

 

O ministro da Saúde prepara-se para anunciar uma forte baixa do preço dos genéricos: vão passar a ser 50% mais baratos do que os medicamentos originais (de marca).

Trata-se de um ajuste de última hora entre a troika e o Governo, apurou o SOL junto de fonte governamental. No memorando de entendimento, estava previsto que os genéricos – que actualmente têm um preço inferior ao original em 35% – passassem a ser 40% mais baratos. «Houve uma revisão da medida porque havia margem para isso e agora têm de ser a metade do preço do original», explica fonte do sector.

Numa primeira fase, a medida será aplicada aos genéricos que entretanto entrem no mercado. Mas no próximo ano, quando se processar a revisão anual de preços, outros genéricos serão abrangidos por esta redução.

O presidente da Associação Portuguesa de Genéricos (APOGEN), Paulo Lilaia, diz ao SOL que desconhece a alteração: «Isso não faz sentido. O que estava previsto no memorando era que o primeiro genérico a entrar no mercado tivesse um preço 40% inferior ao do medicamento original».

Mas o ministro Paulo Macedo tem avisado, nos últimos dias, que vêm aí cortes elevados na área dos medicamentos, que segundo o Tribunal de Contas representam 21,8% dos gastos em Saúde. Aliás, fonte do gabinete do ministro refere que é com os genéricos que se irá «assistir ao maior valor de poupança».

E, na quarta-feira, numa visita ao Algarve, o governante alertou a indústria farmacêutica para o facto de ter de «participar no esforço de redução» de 500 milhões de euros na despesa com Saúde. E não só com a baixa dos preços dos genéricos. O ministro quer também, sabe o SOL, um novo sistema de determinação do preço da indústria, que equivale a rever as margens de lucro dos laboratórios.

Impedir juízes de suspender genéricos

Além disso, o Executivo está decidido a impedir que as farmacêuticas travem em tribunal a entrada de novos genéricos no mercado. Para isso, vai aprovar, em breve, legislação que impede os tribunais administrativos de suspenderem a autorização de introdução no mercado de genéricos. Isto na sequência de providências cautelares interpostas pelos laboratórios, que acusam as empresas de genéricos de violarem as patentes.

«Para nós, as patentes já expiraram. Mas, enquanto se discute essa questão em tribunal, não faz sentido que os juízes decretem a suspensão pois estão a tomar como verdadeira a versão de um dos lados», defende Paulo Lilaia, sublinhando que, neste momento, estão em tribunal mais de 800 genéricos referentes a 20 moléculas, o que equivale, assegura, a um prejuízo de 100 milhões de euros por ano para o Estado e os utentes.

Mas os laboratórios que produzem os originais alegam, explica fonte do sector, que «não faz sentido o Estado dar cobertura a ilegalidades». E garantem que a maioria dos genéricos «viola a patente, que impede a cópia dos originais».

Além de apostar nos genéricos – uma promessa feita por todos os ministros da Saúde nos últimos dez anos – , Paulo Macedo quer reduzir os gastos dos hospitais com medicamentos. O que será feito, revelou o ministro esta semana, através de «monitorização e orientações clínicas» para a prescrição de medicamentos no meio hospitalar.

«Há uma enorme anarquia. Na área dos antibióticos e na oncologia são precisas orientações clínicas mais concretas», explicou fonte médica ao SOL. Ou seja, a tutela, com a colaboração das entidades científicas e médicas, quer normas claras dos medicamentos a usar em cada situação, especialmente na área oncológica, sida e medicamentos biológicos. «Vão passar a dar os medicamentos mais baratos aos doentes», contrapõe um outro médico, preocupado com o efeito dos cortes na qualidade da saúde.

 

Via Sol



publicado por olhar para o mundo às 08:40 | link do post | comentar

Domingo, 28 de Agosto de 2011
Ter um PA ou amigo colorido é uma boa ideia

 

Amigo colorido ou P.A. Não importa como você se refere a ele, mas a verdade é que se algumas mulheres ainda acham estranho você ter alguém - um amigo ou quase isso - que você transa, muitas outras solteiras tem o seu e acham a melhor opção para os momentos de carência.

 

O Vila Dois conversou com algumas mulheres e reuniu algumas opiniões para escrever essa matéria.

A nossa conclusão? Não faltam vantagens: é bom ter alguém que você pode se divertir sem se preocupar, o seu amigo é alguém que você conhece e confia (muito melhor do que arrumar alguém na balada ou recorrer a um ex que faz você sofrer...), com ele não precisa de joguinho ou cerimônia, não precisa estar sempre disponível, você fica livre de crises de ciúmes e por aí vai.

 

Mas e as desvantagens? Elas podem nem aparecer, mas se aparecerem são bem definitivas e podem acabar com a amizade e o sexo. É que elas só dão as caras se você se apaixonar ou então se enganar e achar que o P.A pode virar namorado.

Homens sabem muito melhor do que as mulheres separar esse tipo de coisa, então se você pretende ter um saiba que esse é o tipo de coisa que não muda. Amigo colorido é amigo colorido - nada de depositar esperanças ou se chatear se ele resolver engatar um namoro sério. Começou a ficar um pouquinho mais difícil, né?

 

E você, tem ou já teve um P.A? Conte pra gente!

 

Via Vila Dois



publicado por olhar para o mundo às 21:26 | link do post | comentar

Professoras grávidas impedidas de progredir na carreira por não serem avaliadas

 

Muitas escolas negam avaliação de desempenho mesmo às docentes que a solicitam. Resultado: não avançam na carreira. Sindicato dos professores pede alterações a lei "discriminatória".

 

Há agrupamentos de escolas que se têm recusado a avaliar o desempenho de professoras e educadoras de infância que foram forçadas a interromper as aulas por estarem perante uma situação de gravidez de risco ou em gozo de licença de maternidade e que, deste modo, se vêem impedidas de progredir na carreira. O argumento é o de que as professoras não cumpriram o tempo mínimo de serviço com a entidade avaliadora (escola), que é de seis meses.

A denúncia partiu do Sindicato dos Professores do Norte (SPN), que garante ter vindo a deparar-se com "inúmeras situações de discriminação de professoras que, por razões de gravidez de risco e/ou gozo de licença de maternidade, estão a ser penalizadas, nomeadamente na sua posição na lista graduada para concurso, na progressão na carreira e na colocação em concursos de oferta de escola". 

Teresa Fernandes é uma das professoras que não viram o seu desempenho avaliado, apesar de o ter solicitado junto dos directores dos agrupamentos de escolas de Canelas e de Arouca, onde esteve colocada no ano lectivo de 2008/2009. "Entreguei relatórios de auto-avaliação, os objectivos mínimos nas datas estipuladas, mas nenhuma das escolas me avaliou", diz esta professora do ensino básico. "Sinto uma enorme revolta por não ter sido avaliada, apesar de ter cumprido mais de 11 meses de serviço naquele ano. Só que foram repartidos por duas escolas, não fazendo os seis meses obrigatórios em nenhuma delas", explicou ao PÚBLICO Teresa Fernandes. 

Dupla penalização

Esta professora, de 32 anos, falhou uma segunda avaliação, desta vez por causa de uma gravidez de risco. No ano lectivo de 2009/2010, Teresa Fernandes foi colocada nos Açores e, devido à sua gravidez de risco, só trabalhou até inícios de Janeiro de 2010. Depois teve de parar e a avaliação do seu desempenho ficou por fazer. "Fui prejudicada por causa de uma gravidez de risco e licença de maternidade e agora não posso avançar um valor na graduação", afirma, inconformada.

A professora revelou ainda que tentou reverter esta situação, propondo no início do ano lectivo 2010/2011 ao director do agrupamento de escolas de Arouca, onde foi colocada, que a nota de avaliação do desempenho que viesse a obter fosse extensiva ao ano anterior, mas a sua pretensão saiu gorada. "Ainda insisti, mas de nada valeu", adiantou, dizendo que se lhe tivesse sido concedida essa avaliação podia avançar um valor na graduação, tendo em conta que a sua classificação no último não lectivo foi de "muito bom".

Graça Pereira, professora de Educação Física e Desporto numa escola de Espinho, engrossa o grupo de docentes que não conseguiram subir de escalão porque não foi avaliada o ano passado pela escola onde fora colocada. A história desta professora, de 42 anos, cruza-se também com uma gravidez de risco que a impossibilitou de participar em duas aulas assistidas no primeiro período do ano lectivo 2010/2011, um requisito que é exigido no processo avaliativo. 

Um mês após o início das aulas, Graça Pereira sofreu um acidente de trabalho quando estava a dar uma aula e ficou de baixa médica, e foi na sequência desse acidente que descobriu que estava grávida. Tendo em conta o historial de abortos que sofrera antes, foi-lhe decretada gravidez de alto risco. Para progredir ao terceiro escalão da carreira docente, esta professora do ensino secundário tinha de apresentar um relatório intermédio de avaliação até ao dia 30 de Novembro de 2010, mas o seu estado não lhe permitiu participar nas duas aulas observadas que precisava de fazer. Perante o silêncio da escola, a professora tentou perceber o que se passava, tendo sido informada que não reunia todos os requisitos para poder ser avaliada. 

Mudar a lei

"Acho isto muito injusto, porque a minha situação não me permitia fazer as duas aulas", declarou ontem ao PÚBLICO, sustentando que ainda fez uma exposição do seu caso na tentativa de ascender ao terceiro escalão da carreira, mas sem qualquer sucesso.Estes e outros casos constam de um documento que o Sindicato dos Professores do Norte enviou ao Presidente da República, primeiro-ministro, ministro da Educação e Ciência, entre outras entidades, e no qual o SPN critica o "comportamento discriminatório" dos directores de escolas e agrupamentos. O sindicato apela, por isso, a que "sejam introduzidas alterações e adequações legais necessárias ao pleno exercício do direito ao trabalho e progressão na carreira em igualdade" e que "seja reforçada a fiscalização de actos praticados à margem da lei que possam inibir o exercício daqueles direitos". Um novo modelo de avaliação está neste momento a ser negociado entre os sindicatos e o Ministério da Educação e Ciência, que já fez saber que o quer ver aprovado ainda antes do início do próximo ano lectivo. 

José Manuel Costa, do SPN, explicou ao PÚBLICO que a legislação em vigor que regula a carreira e a avaliação de desempenho (Estatuto da Carreira Docente) "é insuficiente", porque não contempla excepções. "A legislação devia salvaguardar que não houvesse nenhum prejuízo para quem não fosse avaliado devido a uma situação de maternidade de risco", diz. Isto porque, frisa, "a legislação prevê que a avaliação seja considerada para efeitos de graduação em concursos".

Também o Bloco de Esquerda entregou esta semana no Parlamento uma pergunta dirigida ao Ministério da Economia e do Emprego onde relata estas situações.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 10:51 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sábado, 27 de Agosto de 2011

 

Descubra os melhores dias do mês para ter sexo  Ler mais: http://aeiou.activa.pt//sexo/sexualidade/2011/08/05/descubra-os-melhores-dias-do-mes-para-ter-sexo#ixzz1WGSU5jrQ

 

Por que é que em alguns dias do mês passa o tempo inteiro a pensar em momentos íntimos com o seu parceiro e noutros só quer é dormir? A culpa é das hormonas! Pegue na agenda e passe a usar o ciclo sexual a seu favor..


 

Dias mais propensos ao sexo? Não é absurdo, é hormonal. Obviamente que o desejo não é determinado unicamente por factores neuroquímicos mas estes influenciam o organismo e quanto melhor os conhecer, mais facilmente pode usar o ciclo sexual a seu favor.

 

O ciclo hormonal das mulheres influencia o seu estado de espírito ao longo do mês, nomeadamente o desejo sexual. Este facto parece estar relacionado com as necessidades de procriação da espécie já que o desejo aumenta por volta do 14.º dia, após o início do período menstrual (o meio do ciclo para as mulheres que têm um ciclo de 28 dias), que é exactamente quando ocorre a ovulação.

 

A explicação científica é que este fenómeno parece ocorrer para facilitar a gravidez, pois coincide com a altura em que a mulher está mais fértil. É nesse momento que a testosterona e o estrogénio aumentam contribuindo para intensificar o interesse sexual.

 

Mas não é só nesta altura que as hormonas têm o efeito de estimular o interesse pelo sexo oposto. Algumas mulheres podem ter um pico de desejo sexual no período pré-menstrual (imediatamente antes da menstruação) e outras durante a menstruação. Mesmo na menopausa, quando a actividade hormonal cessa, é possível sentir o desejo sexual aumentar, o que pode ser devido a factores psicológicos, por a mulher já não sentir receio de engravidar, por exemplo. Estas variantes tornam o tema complexo e nem sempre é fácil distinguir os factores biológicos dos psicológicos.

De manhã é que começa o dia

Se já acordou estremunhada com o seu parceiro cheio de vontade de ter sexo saiba que há razões biológicas para o fenómeno. Os níveis de testosterona (a hormona sexual masculina) são mais altos de manhã o que faz com que esta seja altura propícia para o sexo. Se homens e mulheres tivessem de coordenar horários biológicos, o ideal seria fazer amor pela manhã durante os dias da ovulação. Claro que isto iria limitar muito as respectivas agendas (além de ser restritivo e pouco espontâneo), e obviamente o desejo pode ser actualizado em alturas que não correspondam a picos hormonais. Afinal, o amor, como o Natal, é quando um homem e uma mulher quiserem. De qualquer modo, não custa apontar na agenda...

A (má) influência da pílula

É verdade que este anticoncepcional permite-nos desfrutar de uma vida sexual sem a preocupação de ficarmos grávidas, mas há um lado negativo (e perverso): podem afectar o desejo sexual.

 

Os efeitos da pílula na libido feminina são controversos e variam de pessoa para pessoa, mas é inegável que a acção das hormonas presentes nos anticoncepcionais tem, pelo menos teoricamente, o efeito de diminuir o impulso sexual nas mulheres devido à acção do estrogénio. Apesar desta hormona aumentar a lubrificação vaginal, é responsável pela produção de uma proteína denominada SHBG que reduz a quantidade de testosterona livre no sangue. E como esta é a hormona responsável pelo impulso sexual, a sua diminuição na corrente sanguínea significa que o desejo é menor.

 

E como se não bastasse, as pílulas costumam ainda ter a progesterona, uma hormona importante na gravidez mas que causa sonolência e perda de libido.

 

Mas nem tudo está perdido, algumas pílulas, no entanto, têm uma fórmula de progesterona que se assemelha à testosterona pelo que podem melhorar a libido.

ABC das hormonas

Eis algumas das hormonas que podem interferir na libido:

 

Estrogénio: é a hormona sexual feminina responsável pelas formas femininas, a pele brilhante e a lubrificação vaginal.

 

Endorfinas: são as chamadas hormonas do prazer que dão uma sensação de bem-estar e protegem da dor.


Testosterona: a hormona sexual predominante nos homens (mas também existente nas mulheres) aumenta o desejo sexual, influencia a agressividade e competitividade. 

Dopamina: aumenta o impulso sexual em ambos os sexos e pode facilitar o orgasmo, embora nos homens também possa provocar ejaculação precoce

 

Fenietilamina: estimula o nosso lado apaixonado e romântico

 

Progesterona: reduz a testosterona e portanto reduz o impulso sexual, a mulher tende a ficar mais maternal, menos sensual e mais companheira

 

Prolactina: hormona estimulada na gravidez e na amamentação, reduz o impulso sexual das mulheres. Homens que tenham níveis muito altos dessa hormona também podem perder o desejo e ter quadros de impotência


Via Activa



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

 

WikiLeaks:

 

Num telegrama de 2009, a embaixada dos EUA em Lisboa confirma que "a aceitação de um cão de água (pela Casa Branca) iria gerar enorme publicidade positiva" para a administração Obama em Portugal. Clique para visitar o dossiê WikiLeaks

Se queres um amigo em Washington, arranja um cão de água" português, aconselha a embaixada norte-americana em Lisboa, num telegrama de março de 2009 tornado público pela WikiLeaks, sobre o animal de estimação da família Obama. 

No telegrama, de 10 de março de 2009, a diplomacia norte-americana em Lisboa confirma que "a aceitação de um cão de água (pela Casa Branca) iria gerar enorme publicidade positiva" para a administração dos EUA em Portugal. 

 

Reportando que a imprensa está "animada" com o facto de "a família (presidencial) Obama poder estar interessada em adquirir um cão de água português", a embaixada refere que o Turismo do Algarve pretendia oferecer um animal daquela espécie à Casa Branca. 

Publicidade positiva para a raça

"Em 1981, o cão de água foi registado no Livro do Guinness como a raça mais rara do mundo. Atualmente, existem mais de quatro mil cães de água registados em Portugal. Os cães de água são bem-humorados, bons com as crianças, não se babam e são hipoalergénicos", explica a embaixada norte-americana em Lisboa. 

 

De acordo com o telegrama, com referência 09LISBON144, Nuno Aires, vice-presidente do Turismo do Algarve, disse que a instituição "tem enfrentado dificuldades orçamentais" e que "se a família presidencial aceitar este presente a publicidade e o interesse esperados 'ajudariam a proteger o cão de água português'".

 

A WikiLeaks divulgou na quinta-feira na Internet novos telegramas da diplomacia norte-americana em todo o mundo, relativos a Portugal, Angola, Moçambique e Timor-Leste, entre outros países. 


Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 17:03 | link do post | comentar

 

Descoberto planeta de diamante

 

Novo planeta encontra-se a uma distância de 4 mil anos-luz da Terra e tudo indica que é composto por diamante.

Ler mais: http://aeiou.expresso.pt/descoberto-planeta-de-diamante=f670105#ixzz1WAQLUmzo
O novo planeta foi descoberto na Via Láctea por uma equipa internacional de astrónomos liderada por Matthew Bailes, professor na Universidade de Tecnologia de Swinburne , em Melbourne, Austrália. 

Localizado a uma distância de 4 mil anos-luz, tudo indica que o planeta é composto por carbono cristalino, ou seja, diamante, e pode vir a chamar-se Lucy.

Aproximadamente cinco vezes maior do que a Terra, o planeta orbita em torno da estrela de neutrões J1719-1438, num movimento de translação com a duração de duas horas e dez minutos.
 
Foi a monitorização da estrela J1719-1438, efetuada por telescópios instalados na Áustrália, Reino Unido e Havai, que permitiu aos astrónomos detetarem a existência deste novo planeta.

 

Planeta feito de diamante

O novo planeta descoberto é composto por uma forma alotrópica de carbono, identificada como diamante, mas a sua aparência real é ainda um mistério. Segundo Ben Stappers, da Universidade de Manchester, "não acredito que a imagem de um objeto muito brilhante seja o que vamos encontrar". 

O planeta descoberto tem aproximadamente a mesma massa que Júpiter, mas esta é 20 vezes mais densa. 

Para além do carbono identificado, é provável que o planeta também contenha oxigénio à superfície, mas a sua densidade sugere que elementos como o hidrogénio e o hélio, que fazem parte de planetas como Júpiter, não estão presentes.


Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 10:00 | link do post | comentar

Sexta-feira, 26 de Agosto de 2011
Como dar um novo impulso à sua vida sexual

 

Uma psicoterapeuta fala-nos da razão pela qual nem os melhores casamentos escapam à falta de desejo sexual, arruma de vez alguns mitos que julgávamos verdades absolutas e aponta soluções para que o fogo da paixão regresse aos lençóis

A paixão tem prazo de validade, dizem os cientistas. Ano e meio a dois anos, na melhor das hipóteses, e a culpa é da nossa própria química cerebral. Então e o que resta depois disso? Companheirismo, intimidade, amizade, cumplicidade, amor maduro, dirá a maior parte. O facto é que não se encontram muitos casais que, ao fim de cinco, 10 ou 20 anos de vida em comum, se beijem nos transportes como adolescentes ou mal consigam esperar para fazer amor, arrancando selvaticamente a roupa um ao outro, ainda no patamar das escadas. Será que o preço a pagar pela intimidade, por partilhar alegrias e tristezas, é uma vida sexual mais morna?


Esther Perel é psicoterapeuta especializada em casais. É belga, está radicada nos EUA, é docente na Universidade de Columbia e já foi convidada de programas como o 'Oprah Winfrey Show' ou 'CBS News'. Ao longo de anos, trabalhou com centenas de homens e mulheres que se amavam profundamente, comunicavam de forma espantosa, se admiravam e respeitavam mutuamente, que criaram belas famílias e que, no entanto, perderam o fio à meada do erotismo. A culpa, diz, é de mitos que criámos à volta da figura do casamento. Foi por isso que escreveu 'Amor e Desejo na Relação Conjugal' (Editorial Presença), onde explora o tema da perda de desejo sexual no matrimónio e aponta soluções para fugir às suas armadilhas.


O MITO DA INTIMIDADE


Temos de conhecer tudo sobre o nosso companheiro de cama? E senão soubermos tudo, isso significa que ele não nos ama verdadeiramente? "Acho que nunca chegamos a conhecer, na totalidade, a pessoa que partilha a cama connosco. É um mito da psicologia moderna, achar que temos de saber de tudo, tudo contar e tudo partilhar com o parceiro, porque uma boa intimidade garante uma boa sexualidade. Faz-nos sentir mais seguros, darmos o parceiro por garantido e achar que não seremos surpreendidos por ele amanhã. E depois queixamo-nos de tédio na relação...", ironiza a terapeuta. "Nem sempre uma maior proximidade cria mais desejo. Se o amor floresce num ambiente de mutualidade e proximidade, o desejo necessita de espaço e diferença. Quando as pessoas se fundem - quando de dois fazem só um - a ligação deixa de ser possível porque deixa de haver com quem a estabelecer. Se nos mantivermos abertas a esse mistério que há na outra pessoa, temos mais possibilidade de manter o desejo."


 

 


Via Activa



publicado por olhar para o mundo às 21:30 | link do post | comentar

Miramax aluga filmes no Facebook por três dólares
Alguns filmes dos estúdios norte-americanos Miramax estão desde segunda-feira disponíveis para aluguer no portal da rede social Facebook, nos Estados Unidos, no Reino Unido e na Turquia.

Para já, a aplicação disponibiliza 20 títulos para alugar por 30 créditos do Facebook (o equivalente a três dólares) por 48 horas, mas a Miramax pretende disponibilizar os seus filmes também para venda para que os utilizadores possam armazená-los e vê-los quando quiserem.

 

A chegada deste novo serviço, Miramax eXperience, que deverá estender-se progressivamente a outros países, permite à rede social de Mark Zuckerberg afirmar-se como um fornecedor de entretenimento, além de ser um local de troca de informação entre amigos.

 

Uma primeira versão da aplicação permite visualizar filmes sem os descarregar, mas esta poderá evoluir em função dos comentários dos utilizadores, afirmou a Miramax, no seu blogue.

 

«O nosso objectivo final é oferecer aos clientes a possibilidade de comprar filmes e de os conservarem» com os seus próprios meios de armazenamento, «para que possam depois aceder a eles através de qualquer ferramenta», refere a Miramax.

 

Via Sol



publicado por olhar para o mundo às 19:19 | link do post | comentar

Quem é a mãe que não se sente culpada por ir trabalhar? Poucas, digo eu... No entanto, não há razões para isso. É altura de deixar cair essa culpa dos ombros. Um novo estudo da Universidade de Colúmbia, nos EUA, garante que as mães que trabalham fora de casa não prejudicam o desenvolvimento dos filhos, longe disso.

Segundo a investigação, o trabalho das mães nos primeiros anos de vida não afeta o desenvolvimento emocional ou intelectual das crianças.
Em média, o tempo de dedicação às crianças pelas mães que estão em casa são apenas mais 11 minutos diários. Só isso. Ora o segredo para quem trabalha é compensar a ausência pela qualidade do tempo com os filhos. 

Há que garantir um acompanhamento pleno com a ama, na creche ou com os avós e quando se chega a casa há que multiplicar o tempo "perdido". É fundamental a mãe envolver-se nas rotinas da alimentação, banho e brincadeiras. Quando as crianças já são mais crescidas é preciso também monitorar as trabalhos de casa, as leituras, os filmes ou as músicas infantis. É um percurso de aprendizagem e brincadeira a dois - onde ambos só têm a ganhar. 

Mulher realizada, mãe feliz


De acordo com o estudo há até mesmo vantagens em trabalhar fora de casa. As crianças encontram uma mãe realizada profissionalmente, logo mais feliz e por vezes até menos stressada.

No entanto, tão ou mais importante é o pai dividir as tarefas com a mãe e envolver-se nas rotinas diárias da criança. Por exemplo, quando as mães amamentam é importante o pai assumir tarefas como mudar a fralda ou dar banho ao bebé - para reforçar a ligação entre pai e filho. E mais tarde, são os jogos de futebol, a praia, ou o ballet. Além disso, não há supermulheres, óbvio...as funções devem ser partilhadas!

Mas infelizmente ainda há machismo na sociedade e na cultura empresarial portuguesa - e por vezes, quando "jóias raras" fazem questão de gozar a licença de paternidade ainda têm que ouvir bocas do género: "Vais tirar licença, porquê? Já sabes amamentar?". No mínimo é um comentário despropositado,  machista e infeliz - sobretudo quando se tratam de colegas mulheres a dizê-lo. (Isso mesmo, leu bem - este caso aconteceu há bem pouco tempo com um amigo meu.)

Mudar mentalidades e empresas


Por outro lado, há outro problema longe de ter a "morte anunciada" - as empresas não querem mulheres com filhos, como revelou outro estudo recente, que indicava que só 28% das empresas nacionais queriam contratar "mães".

Já era altura de mudar as mentalidades, mas como não acredito na evolução natural, talvez seja necessário estabelecer quotas para promover a contratação de mulheres. Será que ainda ninguém percebeu que a melhor política de natalidade é a criação de emprego e a não discriminação das mulheres?

 

Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 08:49 | link do post | comentar

Quinta-feira, 25 de Agosto de 2011
Dias Medievais de Castro Marim

Quem disse que as viagens apenas se podiam fazer no espaço? De 25 a 28 de Agosto viaje até à Idade Média, à descoberta da mais longa e fascinante época histórica da humanidade. Deixe o telemóvel, o computador e o stress da vida contemporânea em casa e entre na máquina do tempo, em direcção a Castro Marim. 

A história deste concelho, um dos mais antigos do Algarve, perde-se nas brumas do tempo e remonta à época em que romanos, celtas e árabes a ocuparam, tendo construído fortalezas e castelos para defender a terra. Lugar de indescritíveis encantos, beleza e histórias, o concelho de Castro Marim foi há muito eleito reino encantado.

O castelo de Castro Marim, guardião da paisagem, foi cenário de actos heróicos e trágicos. Erguido pela vontade de um rei, as suas pedras mudas resistiram ao olhar do tempo e as paredes silenciosas ainda guardam o eco de batalhas sangrentas. Classificado como monumento nacional, situa-se num ponto cimeiro da vila e todos os anos, na última semana de Agosto, é palco dos Dias Medievais, o­nde os mais de 50 mil visitantes podem conhecer a vida quotidiana de então, recriada com todo o rigor mas muita imaginação.

Neste evento, já na sua 14ª edição, o variado programa cultural, lúdico e gastronómico promete divertir miúdos e graúdos. Durante quatro dias e noites plenos de mistério e magia, o passado medieval da vila de Castro Marim vai ganhar vida e forma dentro e fora das paredes ancestrais do castelo. Temíveis guerreiros com armaduras reluzentes, misteriosos engolidores de fogo e encantadores de serpentes, bobos bem humorados, altivos reis e rainhas, belas princesas e poderosos nobres, inspirados trovadores e enigmáticos malabaristas vão desfilar por este sonho com tempo e lugar marcados.

Nesta verdadeira aula de História ao vivo, os emotivos torneios a cavalo e as provas de falcoaria vão deixar todos com os olhos abertos de espanto. A exibição dos instrumentos de punição e tortura no paiol do castelo vai provocar em todos um arrepio e uma sensação de conforto por se viver numa época civilizada. A animação de rua com almocreves, trovadores, cuspidores de fogo, espadachins e contorcionistas promete momentos de magia e os irresistíveis e longos banquetes servidos com iguarias da época, ao som de música, farão esquecer o fast food num instante.Na feira e mercado medievais, dezenas de artesãos vão recriar ao vivo os ofícios e profissões da época, como o de padeiro, farmacêutico, boticário, tosador, barbeiro, ferreiro, peleiro e tecedeira. 

Nesta fascinante viagem pela Idade Média, também conhecida como uma longa noite de mil anos, é de olhos bem abertos que se começa a sonhar. No último dia, todos os participantes despedem-se da Idade Média, para regressarem, com alguma pena, ao século XXI e à realidade.
Via CM de Castro de Marim


publicado por olhar para o mundo às 18:41 | link do post | comentar

Disco

Um exemplar muito raro do disco "Please, Please Me" dos Beatles, autografado em ambos os lados pelos quatro músicos britânicos, vai ser leiloado no fim de semana em Liverpool, na Inglaterra.

 

O leilão, que se realiza anualmente no Paul McCartney Auditorium daquela cidade emblemática onde o grupo se formou, em 1960, inclui 322 lotes, entre os quais figuram objetos que pertenceram a John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr, assim como o seu agente, Brian Epstein.

 

De acordo com Stephen Bailey, organizador do leilão dos Beatles em Liverpool, o valor da venda do disco autografado poderá alcançar entre 7.000 e 8.000 libras britânicas (cerca de nove mil euros).

 

Também serão leiloadas três fotografias pouco conhecidas da banda, captadas em concertos noNewcastle City Hall e no Sunderland Empire, quando o fenómeno da beatlemania começava a alastrar por todo o mundo, no final de 1963.

 

As fotos foram tiradas pelo fotógrafo freelance Keith Perry e os negativos permaneceram esquecidos durante 48 anos.

 

Entre outros objetos estarão também à venda um chapéu que pertenceu a John Lennon, uma parte de um cenário de um concerto e um telegrama enviado pelo ator Peter Sellers a Ringo Starr.

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 17:02 | link do post | comentar

 Merkel é a mulher mais poderosa do mundo

A chanceler alemã, Angela Merkel, é a mulher mais poderosa do mundo, à frente da secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, e da Presidente brasileira, Dilma Rouseff, segundo uma lista publicada hoje pela revista "Forbes".

 

No top 10 do 'ranking' das cem mulheres mais poderosas do mundo, Angela Merkel aparece na primeira posição, enquanto Hillary Clinton e Dilma Rouseff na segunda e terceira, respetivamente.

 

A primeira-dama norte-americana, Michelle Obama, caiu este ano sete lugares, para o oitavo, sendo imediatamente seguida pela diretora-geral do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde, na nona posição.

 

Melinda Gates, co-presidente da Fundação Bill e Melinda Gates, e Sónia Gandhi, presidente do Partido Indiano do Congresso, ocupam, respetivamente, o sexto e sétimo lugares.

 

Na lista das cem mulheres mais poderosas, a mais jovem, de 25 anos, é a cantora pop Lady Gaga, na 11.ª posição, e a mais velha a rainha Isabel II de Inglaterra, de 85 anos, no 49.º lugar.

 

Coletivamente, as cem mulheres controlam 30 mil milhões de dólares (20 mil milhões de euros).

 

'ranking' engloba, nomeadamente, responsáveis políticas e de organizações de caridade, presidentes de empresas, artistas e profissionais dos media. 

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 08:05 | link do post | comentar

Quarta-feira, 24 de Agosto de 2011
Afinal o que eles buscam em uma mulher


É bastante comum encontrarmos matérias e pesquisas sobre o que as mulheres esperam de um homem ou de um relacionamento. O contrário é pouco frequente, não sabemos o que os homens procuram. Será que eles preferem as tímidas ou as extrovertidas? E quais as prioridades deles ao iniciar uma relação?

 

A agência Par Ideal de Curitiba realizou uma pesquisa gigantesca com seus clientes.

 

Foram ouvidos cinco mil deles, de 24 a 78 anos. Os entrevistados responderam a seguinte pergunta: "O que você procura em umrelacionamento?". Todos eles, sem exceção, afirmaram que companheirismo é prioridade na hora de escolher uma parceira. Em segundo lugar houve empate entre carinho e respeito. Cumplicidade e amizade empataram em quarto lugar. Sexo e fidelidade são os últimos da lista.

 

Sheila Rigler, diretora da Par Ideal de Curitiba, afirma: "Sobretudo, os homens não gostam de mulheres vulgares, moças muito extrovertidas que falam alto e que dão gargalhadas". "Mulheres sem vaidade, infiéis e que contam vantagem não fazem sucesso entre os rapazes", completa. Ela garante que com o tempo observou que para os homens o sexo se banalizou, por isso aparece tão distante na lista de prioridades. "Quando ele quer casar e formar uma família ele procura companheirismo", revela a diretora.

 

Outra característica importante nos homens é o fato de que eles são totalmente visuais, não saem com uma pessoa que não achem bonita, segundo Sheila. "Bonita é aquilo que ele enxerga. Mesmo que eu diga que ela é compatível com o seu perfil, não sairá se não achá-la atraente", afirma. "O gosto masculino é o mais diferente possível", completa a diretora da agência.

 

Aquela história de que mulheres seguras e independentes assustam os homens para Sheila Rigler é papo furado: "Eles gostam de mulheres com essas características. Porém, eles não querem uma pessoa que ganhe mais do que eles. O homem ainda deseja ser o provedor", revela.

 

É fundamental que as mulheres enxerguem seus parceiros realmente como eles são, antes de decidirem se casar. "Homem não aceita uma mulher que queira mudá-lo. Isso ele não suporta. Se ele já não gostava de praia antes do casamento, não será depois que passará a curtir só para te agradar", afirma Sheila.

 

"Hoje, os casais se casam despreparados. Não falam como será o relacionamento. É antes de se unirem que eles devem estabelecer onde irão morar, se vão ou não ter filhos, etc.", recomenda a diretora. "Casamento é uma sociedade, crises e problemas não são eliminados com o tempo. O casal precisa se dedicar para que dê certo", finaliza.

 

Via Vila dois



publicado por olhar para o mundo às 21:04 | link do post | comentar

A nova espécie de levedura foi isolada nas florestas da Patagónia, na América do Sul

Durante cinco séculos, o segredo da fermentação das cervejas de tipo lager, geralmente claras, resistiu às investidas de quem que o tentava desvendar. Tudo o que se sabia até agora é que, nas caves e nos mosteiros da Baviera, na actual Alemanha, onde os mestres cervejeiros guardavam as bebidas, uma nova levedura se tinha fundido por acaso com a espécie utilizada há milhares de anos na produção de cerveja e daí resultou uma cerveja mais clara, leve e fermentada a temperaturas baixas

Que levedura era essa foi agora revelado por cientistas portugueses, argentinos e norte-americanos, na revista Proceedings of the National Academy of Sciences.

Ao fim de seis anos de investigação, a equipa descobriu que o antepassado selvagem da levedura da cerveja lager ainda vive nas florestas da Patagónia. Portanto, no século XV, quando os europeus começaram a transportar pessoas e mercadorias de um lado para o outro, através do Atlântico, uma espécie de levedura da América do Sul viajou milhares de quilómetros, quem sabe se num pedaço de madeira ou no estômago de uma mosca-da-fruta, e acabou por ir parar às caves e mosteiros da Europa Central. Ao fundir-se com a levedura até aí usada, numa feliz coincidência que muitos agradecem hoje, deu origem a um híbrido, que permitiu a fermentação da cerveja a temperaturas baixas.

“Os cientistas sabem, desde há muito, que a levedura cervejeira é um híbrido que resultou da fusão de duas espécies de levedura. No entanto, apenas uma delas era conhecida – aSaccharomyces cerevisiae, que há milhares de anos produz o vinho, leveda a massa de pão e fermenta a cerveja ale”, explicou o microbiólogo José Paulo Sampaio, do Centro de Recursos Microbiológicos da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, citado pela agência Lusa. “A segunda espécie, responsável por um conjunto de características que permitem a fermentação a baixas temperaturas, permaneceu durante décadas um enigma, porque aparentava ser claramente distinta das mais de mil espécies de leveduras conhecidas”, acrescentou o cientista.

“A fusão destas duas leveduras, evolutivamente estão tão separadas como o homem e a galinha, terá ocorrido nos fermentadores de cerveja lager, num processo de selecção artificial promovido pelos mestres cervejeiros”, referiu ainda José Paulo Sampaio, que liderou a equipa. 

“Ao longo da história fomos domesticando plantas, como o trigo e o milho, e animais, como o boi e o cavalo. O mesmo aconteceu com os micróbios: neste caso, se entendermos como decorreu o processo de domesticação, e avaliando as diferenças entre o micróbio selvagem e o micróbio domesticado, podemos perceber melhor a natureza das alterações associadas à domesticação e usar esse conhecimento para melhorar ou diversificar os alimentos produzidos por microrganismos”, acrescentou o investigador.

“A lager surgiu na Baviera no século XV, no final do século XIX já era muito apreciada e tornou-se, desde então, na técnica mais popular de produção de bebidas alcoólicas, com mais de 250 mil milhões de dólares [173 mil milhões de euros] de vendas globais em 2008”, refere o artigo que, entre os portugueses, é ainda assinado por Elisabete Valério e Carla Gonçalves, também do Centro de Recursos Microbiológicos. 

A nova espécie de levedura, que a equipa baptizou com o nome científico Saccharomyces eubayanus, nunca foi encontrada noutra região da Terra além da Patagónia. “Há décadas que se anda à procura desta coisa. E agora encontrámo-la”, realçou, por sua vez, um dos autores norte-americanos do estudo, o geneticista Chris Todd Hittinger, da Universidade Wisconsin-Madison. “É claramente a espécie perdida”, disse, citado num comunicado da universidade. 
Se esta levedura existe noutra região na natureza, ainda ninguém a encontrou. Agora, que se conhece a verdadeira identidade genética por detrás da cerveja saboreada por tantos, por cá com a alcunha de “loirinha”, os cientistas querem perceber o caminho feito por esta levedura há 500 anos. Vai uma cerveja fresquinha?

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 17:24 | link do post | comentar

Apple poderá lançar iPhone 4 de 8 GB e mais barato dentro de semanas

 

A Apple poderá estar prestes a lançar no mercado uma nova versão do iPhone 4, mais barata e com 8 GB de memória

A informação está a ser avançada pela agência Reuters, que cita duas fontes ligadas ao assunto, que indicam que a Apple encomendou memórias flash de 8 GB a uma fabricante asiática.

 

O objectivo desta encomenda é lançar uma versão do iPhone 4 com 8 GB e mais barata do que a actual versão do smartphone, lançado em Junho de 2010 incialmente em modelos de 16 e 32 GB.

 

As mesmas fontes da agência noticiosa acrescentam que o lançamento desta nova versão do iPhone 4 deverá ocorrer dentro de semanas.

 

Entretanto uma outra fonte da Reuters revelou que além desta versão do smartphone, a Apple poderá estar a preparar o lançamento do iPhone 5 até ao final do mês de Setembro.

 

A nova geração do smartphone da Apple deverá ter como principais características um ecrã maior, uma antena com melhor qualidade e uma câmara de 8 megapixéis.

 

Via Sol



publicado por olhar para o mundo às 15:04 | link do post | comentar

Performers na estação de São Bento
Performers na estação de São Bento (Ricardo Castelo/Nfactos)

Os passageiros da Linha Amarela do metro do Porto foram surpreendidos, ao final da tarde de ontem, pelas câmaras fotográficas dos telemóveis de quase uma dezena de performers que actuava nas estações.

Organizados em duplas, os colaboradores da organização Mezzanine improvisam situações de "encontros e despedidas", fotografadas pelo telemóvel da artista Iris Julian, responsável por De Passagem/Pass By (The Time of day), e utilizam depois os seus telemóveis para fotografar os espectadores que aguardam na estação. O resultado vai ser exposto, em Setembro, numa galeria que ainda não foi definida, no âmbito do evento Manobras no Porto.

Para já, explica a artista austríaca Iris Julian, ainda decorre a fase de "ensaios", mas os resultados estão a ser tão positivos que as fotografias destes últimos dias vão ser utilizadas na exposição. Esta tarde, os performers regressam às estações para "interpretar os movimentos do quotidiano do metro".

No final de Setembro, repete-se a performance, com uma ligação "em directo" para a galeria, onde vão ser exibidas as imagens que vão chegando das estações de metro. "A ideia principal é que o interior da galeria esteja ligado ao exterior da galeria", diz Iris Julian.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 14:55 | link do post | comentar

Em março conseguiram levar à rua mais de 200 mil pessoas, em Lisboa. Agora a luta contra a precariedade promete voltar com o protesto "15 de outubro a Democracia sai à Rua".

A 12 de março conseguiram juntar mais de 200 mil pessoas nas ruas de Lisboa, num protesto contra a precariedade laboral. Agora, o movimento da "Geração à Rasca" promete voltar à rua dentro de dois meses, numa manifestação que mais uma vez já tem página criada no Facebook, sob o nome "15 de Outubro a Democracia sai à Rua ".

 

O protesto coincide com um outro que terá lugar em Espanha, marcado pela plataforma "Democracia Real Já", responsável pela manifestação que aconteceu em Madrid no passado mês de maio. "O dia 15 de Outubro foi escolhido por ser uma manifestação internacional de solidariedade com Espanha, sendo que há questões transversais aos dois países", avançou ao "Público" Paula Gil, uma das fundadoras do protesto "Geração à Rasca", que deu entretanto origem ao Movimento 12 de Março (M12M).
A manifestação de 15 de outubro está marcada para as 15h, no Marquês de Pombal, seguindo até à Assembleia da República, em São Bento. Para a meia-noite está marcada uma vigília.Desta vez o protesto conta com mais mãos, numa organização conjunta entre vários movimentos como os Precários Inflexíveis ou a Acampada Lisboa , que deu origem ao acampamento que teve lugar durante vários dias no Rossio. "Num momento como este é preciso haver união para fazermos compreender que a inevitabilidade não é inevitável e que nas medidas que se tomam as pessoas não podem ser pensadas enquanto números", concluiu Paula Gil.

Até ao momento já se inscreveram mais de 700 pessoas, que aguardam pelo manifesto deste protesto que deverá ser publicado em breve pelos organizadores.


Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 08:06 | link do post | comentar

Terça-feira, 23 de Agosto de 2011
Faça amor mesmo que não lhe apeteça

Polémica e divertida, a ginecologista e obstetra Maria do Céu Santo, responsável pelo programa ‘Amor sem Limites’, na Sic Mulher, desmistifica tabus e lança muitas achas para a fogueira do amor. Dicas para mais e melhor sexo, os mistérios da paixão e os segredos de um casamento de 30 anos são apenas alguns dos tópicos de uma conversa incendiária.

 

Quais são os maiores tabus?


A dificuldade em assumir que não se consegue atingir o orgasmo ou que o parceiro não tem ereção ou perde-a facilmente. Costumo dizer que as pessoas só contam desgraças, exceto no que respeita ao sexo em que só contam sucessos.

 

Um inquérito recente concluía que uma grande percentagem de mulheres tem disfunções sexuais...


Não é verdade. Há uma pequena percentagem de mulheres que tem pequenos problemas sexuais fáceis de resolver e que não chegam a ser disfunções. Disfunções são coisas como problemas da libido, do orgasmo ou dores na relação sexual. Mas o que a maioria das mulheres tem são pequenos problemas transitórios que se resolvem muitas vezes com aconselhamento. Porque fazer amor tem técnica, aprendemos por tentativa e erro. Somos ensinados a seduzir mas não a fazer amor. Os media tiveram um efeito positivo, mas é importante não banalizar a sexualidade. Há muito desconhecimento e mitos relativamente a isto de fazer amor.

 

Quais são os mitos mais comuns?


Um é achar que se pode fazer amor em qualquer posição e atingir o orgasmo. No duche, por exemplo, atingir o orgasmo é difícil, apesar de a água ser relaxante o que é bom para os preliminares. No dia-a-dia, saber estas pequenas coisas ajuda muito.

 

E o problema mais comum?


A diminuição do desejo devido ao cansaço, principalmente. É por isso que fazer amor não pode ser só ao fim do dia, quando já nem se tem força para puxar um lençol. Há que sair da rotina.

 

O ponto G é outro mito?


Não há certezas. A parede anterior da vagina, onde se diz que está, é  mais vascularizada e tem muitas das terminações nervosas do clítoris, mas não existe propriamente um ponto, será mais uma zona com mais terminações nervosas... 

 

E a história do orgasmo vaginal e do clitoriano?


É verdade que o orgasmo é essencialmente clitoriano, mas não quer dizer que seja por toque direto, porque se movimentar a zona dos pelos púbicos ou outras áreas está a tocá-lo indiretamente. Mas também é vaginal porque as terminações nervosas do clítoris também estão na vagina. Um dos grandes problemas das mulheres em atingir o orgasmo tem a ver com deixarem de ficar excitadas com a penetração porque deixa de haver contacto com o clítoris. Mas há volta a dar: mudar de posição ou usar a mão.

 

O imaginário sexual ditado pelos media ou a pornografia condiciona a fantasia?


Todas as fantasias sexuais são positivas. As fantasias estão sempre  associadas às imagens que culturalmente nos metem na cabeça: os homens com mais de 60 anos gostam de mulheres com pelos púbicos porque os filmes que viam na altura mostravam mulheres assim, com os de 30 será o inverso. Não acho que a pornografia seja o principal modelo de aprendizagem masculino. O problema é que a sexualidade não devia ser desinserida do afeto, é boa é com afeto.

 

Os homens fazem mais essa dissociação sexo-afetos?


A sexualidade nos homens é diferente, apesar das diferenças estarem a diminuir. Começa logo com questões hormonais: a mulher que não toma a pílula ovula uma vez por mês e é nessa fase que lhe apetece mais fazer amor, já os homens produzem esperma todos os dias... Claro que há outros fatores a interferir no desejo, como as pílulas, as antiandrogénicas, que diminuem pelos e borbulhas, afetam mais a libido que as outras. Uma mulher que nunca teve filhos e está muito apaixonada aguenta qualquer pílula, uma que é mãe, esposa, doméstica, e toma uma pílula forte, chega à noite e vê-se aflita. Mas, em geral, as mulheres precisam mais de um romantismo não associado ao sexo. Por isso digo aos homens: deem beijinhos e sejam afetivos fora de casa, porque se fazem isso apenas em casa a mulher vai achar que é uma afetividade que tem como objetivo ir fazer amor.

 

Diz que a libido das mulheres diminui com a convivênciae a dos homens aumenta...


Em geral, o desejo aumenta sempre com a convivência, desde que não se caia na rotina. A principal causa de divórcio é a diminuição da atividade sexual e esta abranda cerca de 30% ao fim de três anos de coabitação. Muitas mulheres chegam ao consultório insatisfeitas porque o marido não faz isto ou aquilo. Mas se lhes perguntar ‘e ele do que gosta?’ não sabem, porque às vezes estamos demasiado centradas em nós. Mas se for ele a não querer o desejo da mulher aumenta logo. Por isso, aos homens digo: quando as mulheres nunca querem fazer amor, finjam que não vos apetece durante um tempo para ver o que acontece...

 

O desejo aumenta?


A insegurança aumenta o desejo assim como a memória. Se foi a uma tasquinha e a comida foi fantástica, está sempre a pensar lá voltar, mas se foi a um restaurante gourmet e saiu maldisposta, já não. Ou seja, quando a memória é boa, apetece sempre fazer mais.

 

Dizia que as mulheres estão muito centradas nelas. É uma inversão do cliché do homem que secundariza o prazer da parceira?

 

Hoje em dia, a maior parte dos homens está preocupadíssimo com o prazer das mulheres. Até porque a pessoa sente a autoestima em baixo se o outro não tiver prazer, acha é incompetente. Numa relação há sempre um que ama e outro que se deixa amar, embora esta dinâmica possa mudar com o tempo. Quando eu amo muito, a minha prioridade é dar prazer ao parceiro para obter a segurança que o amor recíproco representa. Uma mulher apaixonada não conquista ninguém. Só se consegue conquistar um homem se não se estiver apaixonada por ele.

 

Isto é, há que saber gerir a paixão, que é um cocktail de neurotransmissores associados a processos obsessivos. A paixão tem prazo de validade: seis meses a três anos. Depois vira amor ou pesadelo. Paixão toda a vida só se for platónica ou o parceiro der muita insegurança.

 

É casada há 30 anos. É impossível  não sentir segurança...


Claro que numa relação em que se investiu muitos anos há alguma segurança e é fundamental, é mais um laço que a relação constrói. Mas como tudo na vida, é até ao dia... Há uma coisa boa numa relação longa, é que o desejo pode até diminuir com o tempo mas a qualidade do orgasmo aumenta. Quando o parceiro é novo, o desejo é maior mas o orgasmo tende a ser pior, porque não conhecemos o mapa do prazer do outro.

 

Qual o segredo de uma rrelação tão longa?


Criar projetos em comum, ajudar o outro nos dele e levá-lo a ajudar-nos nos nossos. Na vida, passamos uma parte mínima do tempo a fazer amor, o resto é projetos em comum, crescer juntos. Por isso é preciso fazer um casting de alguém que tenha a ver com o nosso perfil e projeto de vida. Às vezes os projetos mudam e as pessoas separam-se, mas desde que consigam crescer em paralelo é possível manter uma relação feliz muito tempo. E numa relação não há duas, mas três pessoas: eu, tu e nós. É fundamental ter rituais a celebrar o ‘nós’.

 

As jovens têm queixas diferentes?


Não, apesar da liberalização de costumes, são as mesmas. Mas fala-se mais, as mulheres são capazes de vir às consultas por causa de problemas sexuais, o que dantes não acontecia.

 

Os problemas sexuais aumentaram com a crise?


Sim. Os homens estão preocupados, tem insónias, fazem menos amor. As mulheres também, mas muitas já estavam com alteração da libido antes, devido à rotina, ou porque, se têm filhos, transferem afetividade para eles. Digo sempre: se é mãe, não se esqueça de si como mulher senão o seu parceiro  vai esquecer-se da mulher por quem se apaixonou.

 

Qual é a principal dificuldade de entendimento entre os casais?


A intolerância. As pessoas andam  stressadas e como são economicamente mais independentes às vezes separam-se  por coisas ultrapassáveis. Mas a principal causa de divórcio é deixar de fazer amor, porque se estivermos bem-amados a relação fica mais tolerante. Quando os casais não fazem amor há muito tempo ficam mais agressivos.

 

O início da vida sexual é mais complicado para eles ou elas?


Para eles, porque o órgão do homem é mais visível, a ereção vê-se, por isso os homens têm mais complexos com o tamanho do pénis ou a ereção. Esta insegurança pode afetar a performance no início. Já na mulher depende do que lhe contaram. Se lhe disseram que fazer amor é fantástico, mais facilmente irá ter uma boa experiência. Mas a primeira vez nunca corresponde ao que se imagina.

 

Há muita preocupação quanto à frequência do sexo...


Cada pessoa tem a sua e depende  da idade, da fase da vida e do parceiro. O importante é estarem os dois em sintonia, se a frequência de um é quatro e a do outro é dois têm de fazer uma média. Não há necessidades normais ou anormais, nem limites, desde que o casal esteja bem.

 

Os homens fazem as pazes com sexo e as mulheres precisam das pazes para fazer sexo?


Concordo, mas insisto com as mulheres para ultrapassarem a inércia inicial porque depois de fazer amor os problemas são todos mais pequeninos. Faça amor mesmo que não lhe apeteça é o melhor conselho que posso dar. Porque se começar, depois vai ser ótimo.

 

Via Activa



publicado por olhar para o mundo às 21:58 | link do post | comentar

Estação de comboios de S. Bento considerada uma das 14 mais belas do mundo

 

A estação de comboios de São Bento, no Porto, foi considerada uma das 14 mais belas do mundo pela revista norte-americanaTravel+Leisure. Os painéis de azulejos azuis e brancos de Jorge Colaço, que enchem as paredes desta estação da Linha do Norte, colocaram o edifício na mesma lista de outras paragens ferroviárias como a neoclássica Gare du Nord, em Paris, ou Atocha, em Madrid.

 

Na lista das 14 estações de comboio mais belas, a de São Bento é destacada pela sua fachada em pedra e telhados de mansarda, bem como pelos “20 mil esplêndidos azulejos” criados por Jorge Colaço e produzidos pela Fábrica Cerâmica Lusitana, um trabalho que, segundo a Travel+Leisure, fará qualquer visitante “suspirar”.

O projecto chegou às mãos do artista em 1905 mas só dez anos depois era apresentado ao público, que nas paredes da estação pode ver alguns episódios da história de Portugal como a entrada de D. João I no Porto, para celebrar o casamento com D. Filipa de Lencastre, ou o torneio de Arcos de Valdevez.

Além de São Bento, a Travel+Leisure destaca ainda a beleza da estação de Maputo, em Moçambique, a única escolhida no continente africano, bem como os jardins interiores da estação de Atocha, em Madrid, ou ainda as estações de Kanazawa, no Japão, a Southern Cross Station, em Melbourne, na Austrália, de Sirkeci, em Istanbul, na Turquia, ou a neogótica S. Pancras International, em Londres.

Os Estados Unidos lideram a lista com três estações – a Union Station, em Los Angeles; a Union Station, em Washington; e a Grand Central Terminal, em Nova Iorque. 

Na Europa, destaque ainda para a estação central de Antuérpia, na Bélgica. A arquitectura e a decoração da estação Chhatrapati Shivaji, em Bombaim, na Índia, e da estação de Kuala Lumpur, na Malásia, também as colocaram na lista da revista.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 16:30 | link do post | comentar

Futre e o Falcão no atlético de Madrid

 

Via Henricartoon



publicado por olhar para o mundo às 16:23 | link do post | comentar

Festival do Crato 2011

 

O tango eletrónico dos Gotan Project e as atuações de Gabriel o Pensador e do fadista Marco Rodrigues são alguns dos destaques da edição deste ano do Festival do Crato, que arranca quarta-feira, naquela vila do norte alentejano.

 

O festival, que decorre até sábado, é promovido pelo município local e apresenta, além do "prato forte" da música, o melhor do artesanato e da gastronomia daquela região alentejana.

 

Em declarações à agência Lusa, o vice-presidente do município, Fernando Gorgulho, classificou a edição deste ano do certame como sendo "excelente" e "bastante equilibrada".

 

Da "banda sonora" do primeiro dia do festival, na quarta-feira, destacam-se o concerto dos Expensive Soul e a apresentação do novo álbum, "Tantas Lisboas", do fadista Marco Rodrigues, acompanhado pela fadista Alexandra Martins.

 

Os Homens da Luta e os Deolinda sobem ao palco na quinta-feira, sendo a vez, na noite seguinte, dos Clã e do brasileiro Gabriel o Pensador, que abre no Crato a sua nova digressão por Portugal.

 

A última noite do Festival do Crato, sábado, está reservada para o rock e os blues do Legendary Tigerman e para o regresso aos palcos nacionais do tango eletrónico dos Gotan Project, "um dos grupos mais aclamados pelo público de todo o mundo", segundo a organização.

 

Guitolão World Project, David Almeida "Grupe", Jominho e Filarmónica do Crato são outras das propostas musicais, distribuídas pelas várias noites do festival.

DJ's pelas madrugadas

As madrugadas também não foram esquecidas pela organização e vão ser animadas por "importantes" DJ's nacionais e internacionais: DJ Glue, que atua com o ex-Da Weasel MC Virgul, Marcelinho da Lua, o coletivo Bailarico Sofisticado e DJ Moreno.

 

O Festival do Crato inclui ainda vários momentos de animação de rua e, a pensar nos mais novos, programou também diversos ateliers.

 

De acordo com Fernando Gorgulho, o programa deste festival é "equilibrado", uma vez que reúne projetos musicais à escala regional, nacional e internacional.

 

Com o país a atravessar problemas financeiros, o autarca sublinhou que a realização do certame só é possível porque "se faz uma programação orçamental", a qual "não se pode exceder".

 

Ainda que sem mencionar o valor envolvido para montar o festival, o autarca assegurou que o relatório de contas do certame será apresentado publicamente no fim da iniciativa, à semelhança do que foi feito em 2010.

 

Retirado do Expresso



publicado por olhar para o mundo às 09:48 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Morreu Eusébio

Unesco consagra Dieta Med...

Morreu Nelson Mandela: A ...

Alejandro Sanz: 'A música...

Dulce Félix vice-campeã e...

Teatro, Festival de Almad...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Curta portuguesa entre as...

ARRISCA DEZ ANOS DE PRISÃ...

Maioria das mulheres alem...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags



comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links


blogs SAPO
subscrever feeds