Domingo, 25 de Setembro de 2011


Companhia do Chapitô comemora 15 anos

 

Teresa Ricou e José Carlos Garcia acolhiam na entrada do Chapitô convidados e amigos que começavam a encher aquele espaço que se nos afigurou pequeno para tantos.


A ocasião foi também pretexto para a apresentação do Catálogo dos 15 anos da Companhia de Teatro do Cahpitô que contém declarações e testemunhos de muitos que passaram pelas escolas deste local de ensino da arte de Talma.

Para apresentar esta edição comemorativa estiveram  presentes a vereadora da Câmara Municipal de Lisboa, Catarina Vaz Pinto, a Presidente do Instituto Camões, Ana Paula Laborinho, e a crítica de artes Maria João Brilhante, que é também Presidente do Conselho de Administração do Teatro Nacional D. Maria II.

 

O Hardmusica recolheu a opinião de Ana Paula Laborinho e de Maria João Brilhante, relativamente ao Chapitt, uma opinião que foi semelhante nos dois casos, pois ambas vêem nesta organização uma escola de teatro que é mais do que isso pois também se dedica a uma vertente humanitária e social.
 
O Chapitô é uma casa suficientemente grande para nos receber a todos, ancorados na solidariedade da festa, e suficientemente pequena para abrigar cada um de nós, diz Teresa Ricou do seu projecto.
 
Mas o Hardmusica quis falar com o responsavel pela actividade teatral do Chapitô, José Carlos Garcia. Radiante, dizendo "estou muito feliz" José Carlos falou-nos do trabalho desenvolvido ao longo destes quinze anos, dos sucessos e também de alguns desaires, que foram poucos , afirmou seguro.


Lembramos que José Carlos Garcia representava o papel de Domingos na novela da SIC, “Laços de Sangue”,um alentejanito, que não tinha nada a ver comigo, garantiu.

 

Teresa Ricou com quem temos uma conversa projectada, também se mostrava satisfeita com a presença de tantos amigos.

Eunice Muñoz veio com Pedro Teixeira com quem contracena em “O Combóio da Madrugada”, São José Lapa, António Cordeiro, Luis Alberto, João Ricardo, Sandra Barata Belo, Teresa Tavares forma muitos dos presentes com quem o Hardmusica trocou impressões sobre o Chapitô, a sus actividade e a actual situação no mundo da cultura em Portugal.
 
Estava também disponivel uma visita à exposição de cartazes e museu da Companhia do Chapitt alusiva ao percurso desta quinzenária companhia, e que se encontra patente no Bartô do Chapitô.

 

Via Hard Música



publicado por olhar para o mundo às 21:34 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Morreu Eusébio

Unesco consagra Dieta Med...

Morreu Nelson Mandela: A ...

Alejandro Sanz: 'A música...

Dulce Félix vice-campeã e...

Teatro, Festival de Almad...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Curta portuguesa entre as...

ARRISCA DEZ ANOS DE PRISÃ...

Maioria das mulheres alem...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags



comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links


blogs SAPO
subscrever feeds