Sexta-feira, 18 de Maio de 2012

Por ocasião do Dia Internacional contra a Homofobia, as organizações defensoras dos direitos das minorias sexuais alertam esta quinta-feira sobre a persistência da discriminação e da violência contra homossexuais pelo mundo, opção sexual ilegal em 78 países e punida com pena de morte em cinco.


A Associação Internacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Intersexuais (ILGA) divulgou esta semana em Genebra um relatório sobre a situação da homossexualidade que revela que dez países permitem o casamento entre pessoas do mesmo sexo e 12 admitem a adopção de filhos por parte de casais.

 

Irão, Arábia Saudita, Iémen, Mauritânia e Sudão penalizam a homossexualidade com pena de morte, o que ocorre também em algumas regiões do norte da Nigéria e do sul da Somália.

 

A Europa é a região onde os direitos dos homossexuais são mais atendidos, na América Latina o maior problema é a violência - pois a maioria de países não conta com legislação que proíba a homofobia -, enquanto metade dos países da Ásia ainda criminaliza a homossexualidade.

 

Nos Estados Unidos, onde os activistas consideraram um grande avanço o recente pronunciamento do presidente Barack Obama em favor de casamento homossexual, foram convocados actos de protesto. O apoio de Obama ao casamento gay levou o debate ao centro da campanha eleitoral no país, já que o seu provável rival republicano, Mitt Romney, opõe-se à união entre pessoas do mesmo sexo.

 

Em Cuba, o Dia contra a Homofobia é lembrado com actos que começaram no último dia 8 com actividades académicas, educativas, artísticas e eventos públicos e a já tradicional «conga» contra a homofobia realizada nas ruas de Havana no sábado passado.

 

A iniciativa é promovida desde 2007 pelo Centro Nacional de Educação Sexual (Cenesex), dirigido por Mariela Castro, filha do presidente cubano Raúl Castro, como parte da sua campanha para sensibilizar sobre o respeito à diversidade sexual.

 

A Sociedade de Integração Gay Lésbica Argentina (Sigla) manifestar-se-á em frente ao Ministério da Educação, em Buenos Aires, enquanto outros grupos como a Comunidade Homossexual Argentina (CHA) apoiará guias escolares - a Argentina foi o primeiro país da América a autorizar o casamento homossexual em 2010.

 

Na Europa, e especificamente no Reino Unido, foram convocados para hoje 150 actos para celebrar a data, nos quais se incluem protestos contra a situação dos homossexuais noutros países como o Irão e a Nigéria.

 

Em Paris, a associação Osez Le Féminisme pretendia organizar um «flash-mob Kiss-in» de mulheres contra a discriminação de lésbicas, numa praça próxima ao centro Pompidou. Com o beijo público entre mulheres, a associação pretende chamar a atenção sobre «a violência especificamente dirigida contra as mulheres por ocasião de sua homossexualidade».

 

Entre os eventos previstos na capital alemã, está uma maratona de beijos «Kiss.In» sob o lema «Homofobia, um perigo para a nossa juventude. Contra a banalização da violência contra homossexuais e transexuais».

 

Na Rússia, os índices de homofobia são alarmantes. Cerca de 45% dos russos dizem ter emoções negativas ao lidar com homossexuais, segundo uma pesquisa publicada esta quinta-feira por ocasião da data. A Câmara de Moscovo equaciona negar autorização para a realização de duas manifestações de orgulho gay no centro da capital russa nos próximos dias 26 e 27.

 

A África do Sul é a excepção africana no reconhecimento dos direitos da comunidade gay, num continente onde a homossexualidade é proibida em cerca de 30 países e punida com a prisão em muitos deles. A Constituição sul-africana de 1996 é uma das mais avançadas da África e reconhece o direito de união civil de casais do mesmo sexo.

 

Retirado de Diario Digital



publicado por olhar para o mundo às 22:42 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Morreu Eusébio

Unesco consagra Dieta Med...

Morreu Nelson Mandela: A ...

Alejandro Sanz: 'A música...

Dulce Félix vice-campeã e...

Teatro, Festival de Almad...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Curta portuguesa entre as...

ARRISCA DEZ ANOS DE PRISÃ...

Maioria das mulheres alem...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags



comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links


blogs SAPO
subscrever feeds