Sexta-feira, 18.05.12

 

Letra

 

Skyscraper

 Demi Lovato

 

Skies are crying
I am watching
Catching teardrops in my hands
Only silence, has it's ending
Like we never had a chance
Do you have to make me feel like 
There's nothing left of me?

You can take everything I have
You can break everything I am
Like I'm made of glass
Like I'm made of paper
Go on and try to tear me down
I will be rising from the ground
Like a skyscraper
Like a skyscraper

As the smoke clears
I awaken and untangle you from me
Would it make you feel better
To watch me while I bleed
All my windows, still are broken
But I'm standing on my feet

You can take everything I have
You can break everything I am
Like I'm made of glass
Like I'm made of paper
Go on and try to tear me down
I will be rising from the ground
Like a skyscraper
Like a skyscraper

Go run, run, run
I'm gonna stay right here
Watch you disappear, yeah
Go run run run
Yeah its a long way down
But I'm closer to the clouds up here

You can take everything I have
You can break everything I am
Like I'm made of glass
Like I'm made of paper
Go on and try to tear me down
I will be rising from the ground
Like a skyscraper
Like a skyscraper
Like a skyscraper
Like a skyscraper
Like a skyscraper



publicado por olhar para o mundo às 12:25 | link do post | comentar

Quinta-feira, 17.05.12

Peter Gabriel é a mais recente confirmação no cartaz do Super Bock Super Bock.

 

O músico sobe ao palco principal do evento a 7 de julho, fazendo-se acompanhar pela New Blood Orchestra.

 

A 7 de julho, também marcam presença no certame Aloe Blacc, The Shins, Skrillex, Regina Spektor, St. Vincent, Little Dragon e Perfume Genius, entre outros.

 

O Super Bock Super Rock regressa à Herdade do cabeço da Flauta, junto à Praia do Meco, em Sesimbra, nos dias 5, 6 e 7 de julho.

 

Os bilhetes para o certame, que comemora este ano a sua 18ª edição, já se encontram à venda. O bilhete diário continua a custar €45, sendo que o passe de 3 dias mantém o preço de €80 (campismo incluído a partir de dia 4).

Confere o cartaz atualizado do Super Bock Super Rock:

5 de julho


Palco Super Bock


Incubus
Bloc Party
Hot Chip
Pete Doherty
Capitão Fausto

 

Palco EDP


Alabama Shakes
Bat for Lashes
Battles
Tono

 

@ Meco


Flying Lotus (Live)
Magnetic Man
Apparat Live Band
Dãm-Funk
Beatbombers
Rui Murka
Mary B

 

6 de julho


Palco Super Bock


Friendly Fires
Lana Del Rey
The Rapture
Supernada
M.I.A.

 

Palco EDP


The Horrors
Wraygunn
Oh Land
Hanni El Khatib

 

@ Meco


Kenny Larkin
Cosmin TRG
Linkwood
Rui Vargas & André Cascais
Freshkitos
Trikk

 

7 de julho


Palco Super Bock


Skrillex
The Shins
Aloe Blacc
Peter Gabriel

 

 

Palco EDP


Regina Spektor
St. Vincent
Little Dragon
Perfume Genius

 

@Meco


Ricardo Villalobos
Margaret Dygas
Joao Maria
Henriq
Jorge Caiado & Vahagn

Sara Novais

 

Retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:23 | link do post | comentar

Donna Summer a cantar na cerimónia do Nobel da Paz de 2009

Donna Summer a cantar na cerimónia do Nobel da Paz de 2009 (Bjorn Sigurdson/AFP)


A cantora norte-americana Donna Summer morreu esta quinta-feira de manhã na Florida, nos Estados Unidos, depois de uma longa luta contra um cancro. Donna Summer tinha 63 anos. A notícia foi avançada pelo TMZ e já foi entretanto confirmada pela família.

"Esta manhã perdemos Donna Summer Sudano, uma mulher com muitos dons. Estamos em paz e a celebrar a sua extraordinária vida e o seu legado", lê-se no comunicado assinado por Bruce Sodano, vocalista da banda Brooklyn Dreams e actual marido da cantora e pai das suas duas filhas, Brooklyn e Amanda. Donna Summer deixa ainda outra filha, de um casamento anterior. 

Segundo a imprensa norte-americana, Donna Summer terá tentado manter a sua doença em segredo e longe das atenções mediáticas. 

Com mais de 30 anos de carreira e mais de 130 milhões de discos vendidos, Donna Summer ganhou cinco Grammys, o último dos quais em 1998 com "Carry On". A “rainha da disco”, como ficou conhecida, foi uma das artistas mais bem-sucedidas dos anos 1970 e 1980. 

Músicas como “I Feel Love” ou “Love to Love You Baby”, “Last Dance”, “Bad Girls” e “Hot Stuff” , alguns dos seus maiores sucessos, chegaram aos tops e ainda hoje passam não só nas rádios como em discotecas.

Aos 18 anos, saiu de casa para tentar um papel no musical da Broadway "Hair" e acabou conseguindo viajar com a companhia de teatro para a Alemanha. Foi então que conheceu o produtor Giorgio Moroder, que acabou por ter um papel importante no lançamento da sua carreira. Ao lado de Moroder, Donna Summer lançou “Bad Girls”, “Last Dance” e “She Works Hard for the Money”. 

Donna Summer iniciou-se na música como Donna Gaines – o seu nome de nascimento é LaDonna Gaines –, tendo lançado o primeiro single “Sally Go 'Round the Roses” em 1971. Mas o nome artístico escolhido, tão próximo do seu nome, não a agradou e foi então que mudou para Donna Summer, quando em 1975 lançou o hit “Love to Love You Baby”.

Rapidamente, a norte-americana tornou-se num ícone das pistas de dança e do glamour, onde influenciou artistas também conhecidos pela extravagância como Madonna, Kylie Minogue e David Bowie.

No entanto, nos últimos anos à medida que o disco sound se tornou menos popular, Donna Summer procurou actualizar-se e adaptar-se à indústria ao aproximar-se também da pop-rock, sem nunca perder o título de "rainha da disco". Uma categorização que nunca terá apreciado muito. "Não gosto de ser categorizada porque eu penso em mim como um instrumento e, se tu me tocares, eu farei o som que é suposto fazer por muito especial que seja", disse a cantora numa entrevista à CNN em 2008. "Só estou a tentar ser fiel a mim mesma e ao que sinto que é a minha missão."

O seu último trabalho, "Crayons", chegou às lojas em 2008 e Donna Summer estaria já a trabalhar num novo álbum. 

Nas redes sociais as homenagens à cantora têm-se multiplicado. A cantora norte-americana Dionne Warwick, prima de Whitney Houston, escreveu que hoje o mundo perdou uma grande artista. “Vamos sentir terrivelmente a sua falta. Ela foi a verdadeira rainha da disco”, escreveu La Toya Jackson no Twitter. 

Também a apresentadora norte-americana Ellen DeGeneres deixou no Twitter uma mensagem: "Estou tão triste com a notícia, era uma grande fã. Até usei uma música dela no programa de hoje". E Kylie Minogue: "Uma das minhas primeiras inspirações musicais. Descansa em paz, Donna Summer".

Para a cantora Gloria Estefan, "poucos cantores tiveram um impacto na música e no mundo como Donna Summer". "É o fim de uma, terei saudades."



 

 

Retirado do Público



publicado por olhar para o mundo às 19:26 | link do post | comentar

 

letra

 

Blue Jeans

 Lana Del Rey

 

Blue jeans
White shirt
Walked into the room
You know you made my eyes burn
It was like, james dean, for sure
You so fresh to death and sick as ca-cancer
You were sorta punk rock, I grew up on hip hop
But you fit me better than my favourite sweater,
And I know
That love is mean, and love hurts
But I still remember that day
We met in december, oh, baby!

I will love you till the end of time
I would wait a million of years
Promise you'll remember that you're mine
Baby can you see through the tears?
Love you more, than those bitches before
Say you'll remember
Oh baby, say you'll remember
I will love you until the end of time

Big dreams
Gangster
Said you had to leave to start your life over
I was like, "no please, stay here"
We don't need no money we can make it all work
But he headed out on sunday,
Said he'd come home monday
I stayed up waitin', anticipatin' and pacin', but he was
Chasing paper
Caught up in the game, that was the last I heard

I will love you till the end of time
I would wait a million of years
Promise you'll remember that you're mine
Baby can you see through the tears?
Love you more, than those bitches before
Say you'll remember
Oh baby, say you'll remember
I will love you until the end of time

He went out every night
And baby that's alright
I told you that no matter what you did
I'd be by your side
'Cause I'm a ride or die
Whether you fail or fly
Well shit at least you tried
But when you walked out that door, a piece of me died
I told you I wanted more,
But that not what I had in mind
I just want it like before
We were dancin' all night
Then they took you away, stole you out of my life
You just need to remember...

I will love you till the end of time
I would wait a million of years
Promise you'll remember that you're mine
Baby can you see through the tears?
Love you more, than those bitches before
Say you'll remember
Oh baby, say you'll remember
I will love you until the end of time 


publicado por olhar para o mundo às 12:23 | link do post | comentar

Quarta-feira, 16.05.12

 

Letra

 

I feel You...
In every stone
In every leaf of every tree
you´re ever grown
(That you ever might have grown)

I feel you...
In every thing
In every river that might flow
In every seed you might have sown

I feel you...
In every rain
In every beating of my heart
Each breath i take
(In every breath i´ll ever take)

I feel you...
Anyway...
In every tear that i might shed
In every word i´ve never said

I feel you...



publicado por olhar para o mundo às 12:50 | link do post | comentar

Lady Gaga está em digressão no continente asiáticoLady Gaga está em digressão no continente asiático (Reuters)

Lady Gaga volta a estar no centro da controvérsia depois de a polícia indonésia ter cancelado o seu concerto agendado para 3 de Junho em Jacarta por questões de segurança. A cantora norte-americana tem sido acusada por grupos islamitas de ser “satânica”, garantindo que fariam de tudo para que o espectáculo não acontecesse.

 

As autoridades locais já tinham aconselhado Lady Gaga a cancelar o concerto, quase esgotado, mas a norte-americana manteve agendado o espectáculo da digressão “Born This Way Ball”. Esta terça-feira a polícia garantiu à imprensa: “O concerto não vai acontecer.”

O cancelamento é, segundo a polícia, a única forma de evitar um confronto entre os grupos islamitas e os fãs de Lady Gaga. Para estes grupos que se insurgiram contra o concerto, além de adorar o diabo, Lady Gaga veste-se de forma provocadora e obscena e tem um comportamento inapropriado, que vai contra os valores islâmicos.

Já no fim-de-semana, a Frente de Defensores do Islão (FPI, na sigla original) tinha garantido que se o concerto continuasse marcado iria juntar cerca de 30 mil pessoas para que se manifestassem contra, interceptando a cantora ainda no aeroporto. 

“Vamos impedir que ponha os pés na nossa terra. É melhor que ela não se atreva a espalhar a sua fé satânica neste país”, disse à AFP o presidente da FPI em Jacarta, Salim Alatas, considerando que Lady Gaga é uma influência perigosa para a juventude indonésia. “O seu estilo é vulgar, as roupas são sexuais e indecentes, vão destruir o sentido de moralidade das nossas crianças.”

A Indonésia, com mais de 240 milhões de habitantes, é o país com mais muçulmanos no mundo.

Para o Conselho Indónesia das Igrejas (PGI), uma organização cristã, o cancelamento do concerto é um atentado à liberdade de expressão. “As figuras religiosas é que têm o dever de guiar as pessoas a ter uma mente limpa e a manterem-se firmes contra as tentações pornográficas”, disse ao Jakarta Globe Gomar Gultom, secretário geral do PGI, explicando que essa função não compete nem à polícia nem aos artistas, como estão a fazer. 

Também os defensores dos direitos homossexuais na Indonésia têm saído em defesa da cantora, que tem uma grande legião de fãs naquele país. “A Lady Gaga não é um ser humano normal. Ela usa a sua popularidade para defender os grupos minoritários, em especial os gays e as lésbicas”, defendeu Hartoyo, que luta pelos direitos homossexuais na Indonésia.

Esta não é a primeira vez que Lady Gaga é censurada pelas suas músicas e pela sua postura. Ainda no passado, a cantora era a artista mais censurada na China, com seis músicas suas (“The Edge of Glory”, “Hair”, “Marry the Night”, “Americano”, “Judas” e “Bloody Mary”) eliminadas do país pelo Ministério da Cultura chinês.

Lady Gaga enfrenta ainda um boicote nas Filipinas, considerado o maior país católico da Ásia. A cantora tem um concerto agendado para o dia 21 de Maio mas uma organização juvenil católica defendeu que o espectáculo é uma ameaça aos valores morais do país.

A digressão de Lady Gaga no continente asiático começou no mês passado e a maior parte dos concertos tem esgotado. Na Coreia do Sul, os concertos tiveram de ser limitados a maiores de 18 anos, depois de os conservadores terem também levantado algumas objecções.

 

Retirado do Público



publicado por olhar para o mundo às 08:21 | link do post | comentar

Terça-feira, 15.05.12

O Maior espectáculo dos Pink Floyd em Lisboa e Porto

 

Depois de ter sido visto e apreciado por mais de 25 milhões de espectadores por toda a Europa, o maior espectáculo de Pink Floyd passa por Portugal em Dezembro.

 

Criado pelo director musical dos Brit Floyd - The World's Greatest Pink Floyd Show, Damian Darlington, para comemorar o lançamento do mais recente best of da lendária banda britânica, “A Foot In The Door” chega aos palcos do Campo Pequeno em Lisboa e do Palácio de Cristal no Porto, para encantar todos os que amam verdadeiramente esse murro na parede que foram os Pink Floyd.

 

Retirado de HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 21:29 | link do post | comentar

 

Letra

 

Sometimes I feel like 
Throwing my hands up in the air 
I know I can count on you 
Sometimes I feel like saying 
Lord I just don't care 
But you've got the love I need 
To see me through 

Sometimes it seems that 
The going is just too rough 
And things go wrong 
No matter what I do 
Now and then I feel 
That life is just too much 
But you've got the love 
I need to see me through 

Sometimes I feel like 
Throwing my hands up in the air 
I know I can count on you 
Sometimes I feel like saying 
Lord I just don't care 
But you've got the love I need 
To see me through 

Time after time 
I say oh Lord whats the use 
Time after time 
I say this just won't do, but 
Sooner or later in life the things you love you loose, 
Just like before i know i'll call on you 

Occasionally 
my thoughts are brave and friends are few 
Occasionally 
I cry out Lord what must I do 
Occasionally 
I call up Master make me new 
You've got the love 
I need to see me through 

Sometimes I feel like 
Throwing my hands up in the air 
I know I can count on you 
Sometimes I feel like saying 
Lord I just don't care 
But you've got the love I need 
To see me through 



publicado por olhar para o mundo às 12:48 | link do post | comentar

Segunda-feira, 14.05.12

 

Letra

 

A luz da manhã
Revela, anuncia
Ò terra, a esperança não é vã
Renasce a cada dia
E o sonho é lugar
Da criação

 

Vem, longe, um vento agreste
Trazendo outra vontade sem regresso

 

Sob o céu cinzento, a terra seca
Come é seco o sangue que a manchou
Dos corpos que tombaram, resta o esquecimento
Naqueles cuja razão os ceifou

 

Em quem lhes deu a vida, a mágoa imensa
O gesto mudo, que já nada alcança,
É o vazio agora, a única presença, e para sempre
O calor do abraço, uma lembrança

 

Eu posso dizer não
A "matar ou morrer"
A minha direcção é ser
Tenho a minha vontade
Exerço a liberdade
Bastaria começar
E cada um seria mais um
A defender a vida

 

Tema 1 do álbum "O Mistério" lançado em Maio de 2012



publicado por olhar para o mundo às 21:06 | link do post | comentar

 

Letra

 

Dia Luna... Dia Pena

 Manu Chao 

 

Hoy día luna día pena
Hoy me levanto sin razón
Hoy me levanto y no quiero
Hoy día luna día pena
Hoy día luna día pena
Hoy me levanto sin razón
Hoy me levanto y no veo
Por ahí cualquiera solución...
Arriba la luna Ohea...
Hoy día luna día pena
Hoy me levanto sin razón
Hoy me levanto y no quiero
Hoy día luna día muero...
Arriba la luna Ohea...



publicado por olhar para o mundo às 12:39 | link do post | comentar | ver comentários (1)

O corpo do pianista esteve durante uma hora em câmara ardente na Basílica da Estrela
O corpo do pianista esteve durante uma hora em câmara ardente na Basílica da Estrela (Pedro Cunha)

Todos lhe reconhecem a paixão, a beleza e a grandeza de alma, que punha em tudo quanto fazia. Uns conheciam-no melhor do que outros, mas para saber quem era Bernardo Sasseti bastava ouvi-lo. O piano falava por ele. Neste sábado à noite, centenas de pessoas - entre família, amigos, vultos da cultura e fãs - prestaram-lhe uma última homenagem na Basílica da Estrela, em Lisboa. Houve música, lágrimas e muitas palmas na despedida do Artista, assim, com “a” grande.

 

É das gargalhadas – “únicas, espontâneas e genuínas” -, que Vítor Carvalho vai sentir mais saudades. Vítor, de 46 anos, conhecia o Bernardo – ou melhor, o “Babá”, como era chamado em pequeno – desde os seis anos. Moravam perto, no Bairro Alto. Lembra-se de jogar caricas com ele e o irmão, Francisco. “Era divertidíssimo e um autodidata, em tudo”, recorda. O humor, coisa de família, era uma das suas melhores qualidades, sublinha, enquanto espera à porta da basílica pelo fim do velório.

Como ele, muitos deslocaram-se à Estrela para prestar a última homenagem ao pianista e compositor, de 41 anos, cujo corpo foi encontrado na quinta-feira numa falésia no Guincho, em Cascais. “Vim cá bater as palmas que não lhe dei enquanto era vivo”, diz João Gomes, 27 anos, cantor, designer e um dos muitos fãs do jazz de Sassetti presentes na cerimónia. O CD “Unreal: Sidewalk Cartoon”, que o pianista lançou em 2006, foi uma das poucas compras que João fez por impulso. “Ainda hoje é um dos meus favoritos”, afirma.

Outro fã, José Borges, ainda se lembra da primeira vez que ouviu o som do piano pelas mãos de Sassetti. Foi em 2007, num concerto nos Dias da Música do Centro Cultural de Belém. Quarenta e cinco minutos bastaram para o prender à sua melodia “alegre, bonita e transparente”. O estudante, de 23 anos, é apaixonado pela banda sonora do filme “Alice”, pelo álbum “Nocturno” e pelo projecto 3 pianos. “O valor da obra dele é imenso e não tem preço”, afirma.

“O Bernardo era insubstituível. Era uma luz para toda a gente, tinha uma inteligência brilhante”, diz Paulo Lourenço, maestro e amigo de longa data do músico. O importante agora, refere, é perpetuar o trabalho que deixou antes de uma morte “abrupta”, “chocante” e “injusta”, tal era o tamanho do que ainda tinha para dar.

O corpo do pianista esteve durante uma hora em câmara ardente perante o olhar emocionado de centenas de pessoas. Na cerimónia, que teve início às 22h, Mário Laginha e Pedro Burmester, que criaram com Sassetti o projecto 3 Pianos, tocaram piano em memória do amigo e do companheiro de palco. Juntou-se-lhes o grupo coral das Jovens Vozes de Lisboa, dirigido pelo irmão Francisco Sassetti, a orquestra Sinfonietta de Lisboa, e alguns alunos e professores da Escola Superior de Música da capital.

“Foi uma homenagem tristemente bonita”, descreve Laurent Filipe, músico, compositor e produtor, que foi à basílica prestar a última homenagem ao amigo de há mais de 20 anos. O “Babá” era, como diz, “um grande companheiro com demasiada alegria no coração para nos deixar”. Fez tudo com paixão, recorda Laurent. Desde a música, à imagem, à fotografia. “Era um artista com ‘a’ grande.”

Estiveram presentes também o secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, a ex-ministra da Educação Isabel Alçada, os cantores Luís Represas, Carlos do Carmo, Mafalda Veiga, Pedro Abrunhosa, Camané, o realizador João Botelho e o escritor Gonçalo M. Tavares, entre outros. 

À cerimónia assistiu também o maestro Vitorino de Almeida, com quem Sassetti nunca chegou a trabalhar. “Nunca fizemos um projecto juntos. Não tinha que ser”, diz o maestro de 72 anos. “Sentia -me bem por saber que ele existia”, admite. O conforto que sentia com a ideia da “continuidade” deu agora lugar ao “horror da tragédia” que envolveu a morte de Sassetti. Um fim – “ou um início, quem sabe” – que não esperava tão cedo.

Ainda assim, até na morte ele foi coerente, diz Vitorino de Almeida. E explica: ”Só um homem como ele é que poderia cometer um excesso como este [ao ir fotografar para uma arriba], e isso, de certa forma, conforta-me.” 

O funeral de Bernardo Sassetti realiza-se neste domingo numa cerimónia privada.

 

Retirado do Público



publicado por olhar para o mundo às 08:05 | link do post | comentar

Domingo, 13.05.12
Letra
Un Violinista En Tu Tejado
 Melendi
Eres tan dura
Como la piedra de mi mechero
Me asaltan dudas
De si te quiero
Eres tan fría como el agua
Que baja libre de la montaña.

Y no lo entiendo
Fue tan efímero
El caminar de tu dedo en mi espalda dibujando un corazón
Y pido al cielo que sepa comprender
Estos ataques de celos
Que me entran si yo no te vuelvo a ver.

Le pido a la luna
Que alumbre tu vida
Que la mía ya hace tiempo que ya está fundida.
Con lo que me cuesta
Querer sólo a ratos
Mejor no te quiero será más barato
Cansado de ser el triste violinista que está en tu tejado.
Tocando pa' inglés siempre desafinado.

Eres tan tenue
Como la luz que alumbra en mi vida
La más madura fruta prohibida
Tan diferente
Y parecida
A la tormenta que se llevó mi vida

Y no lo entiendo
Fue tan efímero
El caminar de tu dedo en mi espalda dibujando un corazón
Y pido al cielo que sepa comprender
Estos ataques de celos
Que me entran si yo no te vuelvo a ver.

Le pido a la luna
Que alumbre tu vida
Que la mía ya hace tiempo que ya está fundida.
Con lo que me cuesta
Querer sólo a ratos
Mejor no te quiero será más barato
Cansado de ser el triste violinista que está en tu tejado.
Tocando pa' inglés siempre desafinado. (bis)

Mientras rebusco en tu basura
Nos van creciendo los enanos
De este circo que un día montamos
Pero que no quepa duda
Muy pronto estaré liberado
Porque el tiempo todo lo cura
Porque un clavo saca otro clavo
Siempre desafinado
Mientras rebusco en tu basura
Nos van creciendo los enanos
De este circo que un día montamos.


publicado por olhar para o mundo às 12:27 | link do post | comentar

Sábado, 12.05.12
letra
Malo
 Bebe
Apareciste una noche fría, 
con olor a tabaco sucio y a ginebra, 
el miedo ya me recorría 
mientras cruzaba los deditos tras la puerta. 
Tu carita de niño guapo 
se la ha ido comiendo el tiempo por tus venas, 
y tu inseguridad machista 
se refleja cada día en mis lagrimitas. 

Una vez más no por favor 
que estoy cansá y no puedo con el corazón, 
una vez más no mi amor por favor 
no grites que los niños duermen.(x2) 
Voy a volverme como el fuego, 
voy a quemar tus puños de acero 
y del moraó de mis mejillas 
saldra el valor pa' cobrarme las heridas. 

ESTRIBILLO 
Malo, malo malo eres, 
no se daña a quién se quiere ¡no! 
Tonto, tonto tonto eres, 
no te pienses mejor que las mujeres.(x2) 

El día es gris cuando tu estás 
y el sol vuelve a salir cuando te vas, 
y la penita de mi corazón 
yo me la tengo que tragar con el fogón. 
Mi carita de niña linda 
se la ha ido envejeciendo en el silencio 
cada vez que me dices ¡puta! 
se hace tu cerebro más pequeño. 

Una vez más no por favor 
que estoy cansá y no puedo con el corazón, 
una vez más no mi amor por favor 
no grites que los niños duermen.(x2) 
Voy a volverme como el fuego, 
voy a quemar tus puños de acero 
y del moraó de mis mejillas 
saldrá el valor pa' cobrarme las heridas. 

ESTRIBILLO 
Malo, malo malo eres, 
no se daña a quién se quiere ¡no! 
Tonto, tonto tonto eres, 
no te pienses mejor que las mujeres.(x2) 

Voy a volverme como el fuego 
voy a quemar tus puños de acero 
y del moraó de mis mejillas 
saldrá el valor pa' cobrarme las heridas. 

ESTRIBILLO 
Malo, malo malo eres, 
no se daña a quién se quiere ¡no! 
Tonto, tonto tonto eres, 
no te pienses mejor que las mujeres.(x2) 

Malo, malo malo eres 
malo eres porque quieres 
Malo, malo malo eres 
no me chilles que me duele 
Eres débil y eres malo 
y no te pienses mejor que yo ni que nadie. 
Y ahora yo me fumo un cigarrito, 
y te hecho el humo en el corazoncito. Porque malo, malo malo eres ¡tú! 
Malo, malo malo eres ¡si! 
Malo, malo malo eres ¡siempre! 
Malo, malo malo eres.


publicado por olhar para o mundo às 12:24 | link do post | comentar

Freddie Mercury vai actuar novamente ao lado de Brian May e Roger TaylorFreddie Mercury vai actuar novamente ao lado de Brian May e Roger Taylor (DR)

 

O guitarrista dos Queen, Brian May, revelou esta quinta-feira à BBC que Freddie Mercury, o icónico vocalista da banda que morreu em 1991, vai ressuscitar e aparecer em palco num espectáculo especial de celebração dos dez anos do musical “We Will Rock You”.

 

Numa entrevista à BBC, Brian May contou que nos últimos tempos tem estado a trabalhar com a produção do musical, inspirado na obra dos Queen, numa forma de “trazer Freddie Mercury de volta para uma actuação”. O objectivo é celebrar com os fãs da banda os dez anos do musical, que se estreou a 14 de Maio de 2002 no Dominion Theatre, em Londres.

Apesar de a novidade surgir logo depois do rapper norte-americano Snoop Dog ter recorrido à tecnologia holográfica para actuar ao lado Tupac, que morreu há já 15 anos, no festival Coachella, May garante que a ideia de actuar novamente com Freddie Mercury já é antiga.

“É um pouco infeliz que tenham feito algo do género com o Tupac, uma vez que estamos a tentar que o Freddie apareça em palco há muito tempo”, disse o guitarrista, explicando que vão criar “um ilusão de óptica”, que não se resumirá apenas ao holograma.

“As pessoas vão sair a perguntarem-se se realmente tinha visto o Freddie”, continuo May, garantindo que a semelhança com a realidade será máxima.

Além de Brian May, também Roger Taylor, baterista dos Queen, e o elenco do musical, vão estar presentes no espectáculo de aniversário, que contará ainda com a presença de Robert De Niro, produtor do musical. 

Sempre carismático e extravagante, Mercury conheceu os colegas da banda quando se mudou para Inglaterra com os pais aos 17 anos. Na faculdade partilhou o quarto com Tim Staffell, que tinha uma banda com Brian May e Roger Taylor. Não imaginado Mercury que aqueles passariam a ser os seus companheiros e que, depois da saída de Tim Staffell, aquela banda, de nome Queen, formada sob os seus comandos, chegaria aos tops mundiais e tornar-se-ia numa das maiores da história da música, com mais de 300 milhões de discos vendidos em todo o mundo - superando os Beatles.

Considerado por muitos como a melhor voz de sempre do mundo da música, o vocalista dos Queen imortalizou temas como "Barcelona", "We are the champions", "Under Pressure”, “We Will Rock You”, “Love Of My Life”, “Somebody To Love” ou “Don’t Stop me now”.

Holograma de Tupac no Coachella

 

Retirado do Público



publicado por olhar para o mundo às 10:09 | link do post | comentar

Sexta-feira, 11.05.12
O último álbum publicado, em 2011, foi uma parceria com Carlos do CarmoO último álbum publicado, em 2011, foi uma parceria com Carlos do Carmo (Pedro Cunha)
Bernardo Sassetti sabia bem que havia um disco pelo qual a sua carreira havia de ser lembrada. Seria sempre aquele que o seu nome puxaria. Porque era um disco de viragem, porque era aquele que mais vendera, porque o que uma boca diz habitualmente outra repete. Chama-se Nocturno. Por isso, vamos começar por outro.

Em 2010, Sassetti lançou Motion, álbum que o voltava a juntar ao trio – Carlos Barretto no contrabaixo, Alexandre Frazão na bateria –, a formação que mais longe o levara em termos criativos, num caminho que se tornara progressivamente mais livre, recusando as habituais estruturas do jazz ao mesmo tempo que nunca perdia de vista o lirismo aprendido com Bill Evans. Era um entra-e-sai de melodias, de partes que regressavam circularmente e soavam ao melhor que a música pode querer soar: sem rumo, mas sem se perder. No entanto, a importância de Motion não se esgotava aí. O amor furioso que Sassetti tinha pela música correu sempre em paralelo com outras duas paixões: a fotografia e o cinema (estaria mesmo a trabalhar num filme). Motion vinha dessa ideia de encadeamento, de que cada música é parte de um movimento e de uma dinâmica total. Além da música trazia fotografias suas e foi apresentado em concerto acompanhado por curtas-metragens também por si realizadas.

Tudo isto, idealmente, seria lançado numa caixa chamada Motion Box. Um dos projectos que ficou em suspenso, longe de ser o único. Há a banda sonora de Como Desenhar Um Círculo Perfeito, suite de violoncelo para o filme de Marco Martins, a música soberba composta para acompanhar o filme mudo Maria do Mar, de Leitão de Barros, que chegou a gravar com a Orquestra Sinfonietta de Lisboa dirigida por Vasco Pearce de Azevedo – e que muitas vezes dizia ter sido a mais bela que alguma vez fizera –, um projecto chamado Songs Around Circles para grande orquestra a ser cantado por um crooner ao género de Nick Cave e um disco triplo de piano solo com peças inéditas e releituras do seu reportório. Dizia não ter tempo a perder, queria era gravar discos. Gostava, aliás, mais dos discos que dos concertos. Porque quando falhava a energia de lá para cá, do piano para as cadeiras, ficava uma coisa estranha, desconfortável. E as ideias eram demasiadas a atropelar-se para não estar sempre a pensar em registar umas e passar a outras.

Motion é um parceiro visual de Ascent, álbum de 2005 para um trio aumentado (ao piano, ao contrabaixo e à bateria juntavam-se violoncelo e vibrafone), dedicado originalmente ao cineasta José Álvaro Morais, para quem Sassetti compusera a banda sonora de Quaresma. Parte da sua discografia, aliás, é feita de música para cinema: do minimalismo de Alice ao tom orquestral de Second Life e ao dramatismo enlevado de Um Amor de Perdição. Com Mário Laginha e Pedro Burmester partilhou também o projecto 3 Pianos, juntando o mundo do jazz ao da clássica, temas originais a arranjos para Bartók, Samuel Barber, Bach, Poulenc e Ravel. 

A quatro mãos, as duas outras de Laginha, gravou ainda um disco de adaptação de canções de José Afonso, Grândolas. E a José Afonso voltaria no seu último álbum publicado, em 2011, uma parceria com Carlos do Carmo, para que fora desafiado pelo fadista. Em visita às canções mais marcantes na vida de Carlos do Carmo, Sassetti encontrava um inesperado companheiro de improvisação, uma alma gémea no jogo de gato e rato de tempos e respostas que desenvolveram ao olhar-se e ouvir-se no momento, gravando enquanto se descobriam.

A solo gravou Livre/Índigo, marcado pela sua admiração por Thelonious Monk. Indirectamente, o músico norte-americano apareceria também em 2006 no livro-disco, Unreal – Sidewalk Cartoon, obra singular, carregada de surrealismo e do humor que sempre arranjava maneira de se lhe infiltrar nas teclas do piano, que dizia ter aprendido a ouvir Monk. Actualmente, ia partilhando vídeos de piano solo na sua página de Facebook, com reinterpretações da sua obra mas também de temas do momento, pelos quais se apaixonava, do cabo-verdiano Bau ao italiano Ennio Morricone. Tudo isto depois do tal disco de viragem.

Em 2002, após uma prolongada ausência dos estúdios – antes houvera Mundos e Salssetti, sob a fortíssima influência do fascínio pela música latino-americana –, Sassetti levou o trio para Belgais e naquela casa feita estúdio nasceu Nocturno, um disco de assombro marcado por um respeito imenso pelo silêncio. O silêncio que, esperemos, não se siga agora. Há toda uma obra de infindável brilhantismo para e por ouvir. Resta-nos a música. Morreu-nos o melhor de todos.

 

Retirado do Público



publicado por olhar para o mundo às 19:53 | link do post | comentar

Letra
Rain Over Me (feat. Marc Anthony) Pitbull
[Marc Anthony]
Girl my body don't lie, I'm outta my mind
Let it rain over me
I'm rising so high, out of my mind
So let it rain over me

Ay ay ay, ay ay ay
Let it rain over me
Ay ay ay, ay ay ay
Let it rain over me

[Pitbull]
Always a new million, always a new vodka
Forty is the new 30, baby you're a rockstar
Dale veterana, que tu sabe, mas de la cuenta, no te hagas
Teach me baby or better yet,
Freak me baby, yes, yes
I'm freaky baby, I'mma make sure that your peach feels peachy baby
No bullshit rods, I like my women sexy classy sassy
Powerful yes, they love to get the middle, nasty ow
This ain't a game you'll see, you can put the blame on me
Dale muñequita ahora ahi, and let it rain over me

[Marc Anthony]
Girl my body don't lie I'm outta my mind
Let it rain over me
I'm rising so high, out of my mind
So let it rain over me

Ay ay ay, ay ay ay
Let it rain over me
Ay ay ay, ay ay ay
Let it rain over me

[Pitbull]
Always a new million, always a new vodka
Light is the new majority, ya tu sabe
Next step la casa blanca
No hay carro, no vamo en balsa
Mami you know the drill, they will know what I got 'til they read the will
I ain't tryin', I ain't trying to keep it real
I'm trying to keep wealthy that's for real
Pero mira que tu estas buena, y mira que tu estas dura
Baby no me hables mas, y tiramelo mami chula
No games you'll see, you can put the blame on me
Dale muñequita ahora ahi, and let it rain over me

[Marc Anthony]
Girl my body don't lie I'm outta my mind
Let it rain over me
I'm rising so high, out of my mind
So let it rain over me

Ay ay ay, ay ay ay
Let it rain over me
Ay ay ay, ay ay ay
Let it rain over me

Mr worldwide, Marc Anthony, tu sabe
I was playing with her, she was playing with me
Next thing you know, we were playing with three
Oh oh oh oh oh oh

I was playing with her, she was playing with me
Next thing you know, we were playing with three
Oh oh oh oh oh oh
Rain over me

[Marc Anthony]
Girl my body don't lie I'm outta my mind
Let it rain over me
I'm rising so high, out of my mind
So let it rain over me

Ay ay ay, ay ay ay
Let it rain over me
Ay ay ay, ay ay ay
Let it rain over me


publicado por olhar para o mundo às 12:22 | link do post | comentar

Semana académica de SetúbalA Semana Académica de Setúbal 2012 está a chegar. De dia 17 de Maio a 27 de Maio para mais uma semana inesquecível em Setúbal no Campus do IPS.

A Semana Académica de Setúbal assume-se como o maior evento académico das cidades de Setúbal e Barreiro. Realiza-se habitualmente em finais de Maio, de modo a fazer coincidir a imponente Queima das Fitas e Bênção das Pastas com o último domingo deste mês.

 

O esforço dos organizadores traduz-se numa semana de tradição académica, música, cultura e muito divertimento, na qual os estudantes do Instituto Politécnico de Setúbal se unem às cidades que os acolhem e com elas constroem o maior evento Setubalense.

Também destacada pelo simbolismo da Bênção das Pastas e Queima das Fitas, é com as Serenatas que a cidade é embalada no primeiro dia, nas vozes de que canta, a esperança de quem chega… e a saudade de quem vai embora. Esta décima quarta edição da Semana Académica de Setúbal possui o objectivo de ultrapassar a meta dos trinta mil participantes desenvolvendo para isso um programa audaz.

 

Cartaz / Programa

Dia 17 Maio
Serenatas

Dia 18 Maio
Orxestra Pitagorica
Rouxinol Faduncho
DJ Vibe
DJ Nuno da Silva

Dia 19 Maio
UHF
Blasted Mechanism
Expressive
Tim Royko

Dia 20 Maio
Mercado Negro
Aurea
Gregor Salto
Expressive

Dia 21 Maio
The Balls Band
Jorge Nice
Emanuel
Expressive
Funkyou2

Dia 22 Maio
Wind Koala
Morangotango
Boss AC
DJ Monchike
Mastiksoul

Dia 23 Maio
Arraial em Setúbal

Dia 24 Maio
Noite Académica

Dia 25 Maio
Garraiada

Dia 27 Maio
Benção dos Finalistas
Queima das Fitas

Localização

Dia 17 de Maio de 2012
Junto á Igreja de Santa Maria da Graça (Quebedo), Setúbal.
Serenatas

Dias 18, 19, 20, 21 e 22 de Maio de 2012 - Campus do IPS (Instituto Politécnico de Setúbal), Setúbal.

Dia 23 de Maio de 2012 - Largo José Afonso, Setúbal.
Arraial Académico

Dia 24 de Maio de 2012 - Avenida Luísa Todi, Setúbal.
Animação e convívio nos bares de Setúbal

Dia 25 de Maio de 2012 - Escola Superior de Tecnologia do Barreiro, Barreiro.

Dia 27 de Maio de 2012 - Largo de Jesus, em Setúbal.
Queima das Fitas

Bilhetes

Sócio AAIPS 18euros (Semanal) - Pré-venda na AAIPS
Estudante 13euros (Diário) - Disponivel para todas as escolas, mediante apresentação do Cartão de Estudante
Não Estudante 15euros (Diário) - 30euros (Semanal)

 

Retirado de Destinos Lusos



publicado por olhar para o mundo às 09:07 | link do post | comentar

Quinta-feira, 10.05.12

 

letra

 

Duas Metades

 Jorge e Mateus

 

Pra falar do amor de verdade,
Vou começar pela melhor metade
E te mostrar tudo de bom que tenho,
E se for preciso eu desenho;
Que eu amo você, que eu quero você.

A outra metade é defeito,
Você vai saber de qualquer jeito
Anjo ou animal, suave ou fatal;
O que de um grande amor se espera
É que tenha fogo;
Que domine o pensamento
E traga sentido novo.

Que tenha paixão, desejo,
Que tenha abraço e beijo,
E seja a melhor sensação;
Que preencha a vida vazia,
Mande embora a agonia,
E que traga paz pro coração.

É você, é você...
Que preenche a vida vazia
Manda embora a agonia
E que trouxe paz pro coração;

Que preenche a vida vazia,
Manda embora a agonia,
E que é dona do meu coração... é você

E pra falar do amor de verdade,
Vou começar pela melhor metade
E te mostrar tudo de bom que tenho,
E se for preciso eu desenho;
Eu amo você, eu quero você.

E a outra metade é defeito,
Você vai saber de qualquer jeito
Anjo ou animal, suave ou fatal;
O que de um grande amor se espera
É que tenha fogo;
Que domine o pensamento
E traga sentido novo.

Que tenha paixão, desejo,
Que tenha abraço e beijo,
E seja a melhor sensação;
Que preencha a vida vazia,
Mande embora a agonia
E que traga paz pro coração.

É você, é você...
Que preenche a vida vazia
Manda embora a agonia
E que trouxe paz pro coração;

Que preenche a vida vazia,
Manda embora a agonia,
E que é dona do meu coração... é você

E pra falar do amor de verdade,
Vou começar pela melhor metade



publicado por olhar para o mundo às 12:18 | link do post | comentar

Quarta-feira, 09.05.12

 

Letra

 

Mulher de 40

 Roberto Carlos

 

Sorriso bonito, olhar de quem sabe, um pouco da vida

Conhece o amor, e quem sabe uma dor, guardada escondida

Por experiência, sabe a diferença, de amor e paixão

O que é verdadeiro caso passageiro, ou pura ilusão

É jovem bastante, mas não como antes, mas é tão bonita

Ela é uma mulher, que sabe o que quer, e no amor acredita

Não quero saber, da sua vida, sua história, nem do seu passado

Mulher de quarenta, eu só quero ser o seu namorado

Não importa a idade, a felicidade, chega um dia que vem.

Se ela vive feliz ou espera de novo encontrar outro alguém

Se ela se distrai uma lágrima cai ao lembrar do passado

Seu olhar distante vai por um instante a um tempo dourado

Retoca a maquiagem, cheia de coragem, essa mulher bonita

Que já não é menina, mas a todos fascina e a mim me conquista

Não quero saber da sua vida sua história nem do seu passado

Mulher de quarenta, eu só quero ser o seu namorado



publicado por olhar para o mundo às 12:15 | link do post | comentar

Terça-feira, 08.05.12

 

 

Letra

 

Mulheres

 Martinho da Vila

 

Já tive mulheres de todas as cores
De várias idades de muitos amores
Com umas até certo tempo fiquei
Pra outras apenas um pouco me dei


Já tive mulheres do tipo atrevida
Do tipo acanhada, do tipo vivida
Casada carente, solteira feliz
Já tive donzela e até meretriz


Mulheres cabeças e desequilibradas
Mulheres confusas de guerra e de paz
Mas nenhuma delas me fez tão feliz como você me faz


Procurei em todas as mulheres a felicidade
Mas eu não encontrei e fiquei na saudade
Foi começando bem mas tudo teve um fim
Você é o sol da minha vida a minha vontade
Você não é mentira você é verdade
É tudo que um dia eu sonhei pra mim. 


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 07.05.12

 

Letra

 

Eu sou nuvem passageira 
que com o vento se vai, 
eu sou como um cristal bonito 
que se quebra quando cai

Não adianta escrever meu nome numa pedra 
pois esta pedra em pó vai se transformar
Você não vê que a vida corre contra o tempo 
sou um castelo de areia na beira do mar....

..... 

A lua cheia convida para um longo beijo 
mas o relógio te cobra o dia de amanhã
Estou sozinho, perdido e louco no meu leito 
e a namorada analisada por sobre o divã....
.... 

Por isso agora o que eu quero é dançar na chuva
Não quero nem saber do que fazer, vou me matar
Eu vou deixar em dia a vida e a minha energia 
sou um castelo de areia na beira do mar...
.....

Eu sou nuvem passageira 
que com o vento se vai, 
eu sou como um cristal bonito 
que se quebra quando cai



publicado por olhar para o mundo às 12:09 | link do post | comentar

Domingo, 06.05.12

 

letra

 

Longe Demais 

Vanessa da Mata

 

Beijei seu rosto e guardei 
Achei sincero e sem dúvida 
Era quase de manhã, era madrugada 
A noite esconde a cidade e você some 
Será que é cria da noite e eu não sei?
As horas cessaram naquela manhã 
Que vem é outro dia, outro dia 
Será um desencontro e eu vou sozinha
Ele não dá um sentimento
Será um jogo intenso que se anuncia
Ele ri e sabe o que faz 
Te quis pra minha vida, todo tempo esperei 
E a vida agora está em torno de você 
Amanhã é longe demais 
Pra quem não tem 
Pra quem não sabe
Amanhã é longe demais 
Pra quem não tem a eternidade.

 



publicado por olhar para o mundo às 12:14 | link do post | comentar

 

Letra

 

Mais Que a Mim - Ana Carolina & Maria Gadú

 

Ouvi dizer que você tá bem
que já tem um outro alguém
Encontrei moedas pelo chão
Mas não vi ninguém pra me abraçar
me dar a mão

Eu chorei sem disfarçar
Quando vi seu carro passar
Vi todo o amor que em mim ainda não passou
Eu já não sei bem aonde vou
Mas agora eu vou.

Tentei falar mas você não soube ouvir
Tente admitir!
Tentei voltar e pude ver o quanto errei
Te amei mais que a mim, bem mais que a mim.

Ouvi dizer que você tá bem
que já tem um outro alguém
Encontrei moedas pelo chão
Mas não vi ninguém pra me abraçar
me dar a mão

Eu chorei sem disfarçar
quando vi seu carro passar
Vi todo o amor que em mim ainda não passou
Eu já não sei bem aonde vou
Mas agora eu vou.

Tentei falar mas você não soube ouvir
Tente admitir!
Tentei voltar e pude ver o quanto errei
Te amei mais que a mim, bem mais que a mim.



publicado por olhar para o mundo às 12:07 | link do post | comentar

Sábado, 05.05.12

 

Letra

 

Faz, que desse jeito 
Só você sabe fazer 
Olhos nos olhos 
Tanta vida pra viver 
Charminho doce 
Pedacinho de você

 

Diz a frase certa 
Só você sabe me abrir 
É só assim 
Que eu consigo descobrir 
Como é gostoso 
Me entregar e te sentir

 

É, quando se ama 
A gente finge que não vê 
Que o tempo passa 
E mais um pouco de você 
Melhor assim. 
Bom pra você, melhor pra mim

 

E amanhã 
Quem sabe a gente outra vez 
Só mais uma vez 
Amanhã talvez 
Só mais uma vez 
O amor que a gente fez



publicado por olhar para o mundo às 18:01 | link do post | comentar

Sexta-feira, 04.05.12
Cascais Music Festival
Erykah Badu estreia-se em Portugal no dia 19 de Julho DR

Dez concertos entre 16 e 29 de Julho

 

Antony and the Johnsons, Morrissey e Erykah Badu são algumas das confirmações para o Cascais Music Festival, um novo festival que entre 16 e 29 de Julho vai apresentar dez concertos, anunciou esta quinta-feira a promotora Everything is New.

 

O festival marca assim o regresso de Antony Hegarty e a sua banda a Portugal, depois de ter actuado em em 2009 em Lisboa, Porto e Braga. A novidade para o concerto do dia 25 de Julho é que ao lado de Antony and the Johnsons estará a Orquestra Sinfonietta de Lisboa.

 

Também de regresso aos palcos portugueses está Morrissey, o vocalista e letrista dos lendários The Smiths, que em 2006 actuou em Paredes de Coura. O britânico, que se lançou numa carreira a solo depois do fim dos Smiths e que já conta com nove álbuns de originais, tem concerto marcado para o dia 24 de Julho. 

 

Pela primeira vez em Portugal, Erykah Badu actua no dia 19 de Julho. A norte-americana, conhecida pelo seu estilo único, que passa pelo R&B, Hip-Hop e Soul, vem apresentar a Cascais os álbuns “Baduizm” ou “Mama's Gun”.

 

Em comunicado, a organização anunciou ainda o concerto dos Keane a 16 de Julho, o primeiro dia do festival, e Melody Gardot actua no dia a seguir, 17. A cantora de jazz norte-americana, vem apresentar o seu último trabalho, o álbum “The Abscence”, inspirado em Lisboa, onde viveu durante algum tempo.

 

No dia 20 de Julho é a vez do fadista Carlos do Carmo subir ao palco e para o dia 22 foram anunciados os Manu Chão. Xavier Rudd e Donavon Frankenreiter actuam no dia 23 de Julho e, para terminar, o dia 27 fica a cargo dos Pink Martini e a fadista Mariza fecha o festival.

 

Todos os concertos do festival vão acontecer no Hipódromo Manuel Possolo. Os bilhetes estão à venda nos locais habituais e o preço varia entre os 20 euros e os 55 euros, dependendo do espectáculo e dos lugares. A organização criou ainda pacotes turísticos que incluem “Bilhete Espectáculo + Hotel” e “Bilhete Espectáculo + Jantar”.

 

retirado do Ipsilon



publicado por olhar para o mundo às 17:22 | link do post | comentar

 

Letra

 

É Isso Aí (the Blower's Daughter)

 Ana Carolina e Seu Jorge

 

É isso aí
Como a gente achou que ia ser
A vida tão simples é boa
Quase sempre
É isso aí
Os passos vão pelas ruas
Ninguém reparou na lua
A vida sempre continua

Eu não sei parar de te olhar
Eu não sei parar de te olhar
Não vou parar de te olhar
Eu não me canso de olhar
Não sei parar
De te olhar

É isso aí
Há quem acredite em milagres
Há quem cometa maldades
Há quem não saiba dizer a verdade

É isso aí
Um vendedor de flores
Ensinar seus filhos a escolher seus amores

Eu não sei parar de te olhar
Não sei parar de te olhar
Não vou parar de te olhar
Eu não me canso de olhar
Não vou parar de te olhar 


publicado por olhar para o mundo às 12:11 | link do post | comentar

Os Dead Combo actuam hoje na Aula Magna, em Lisboa
Os Dead Combo actuam hoje na Aula Magna, em Lisboa (Rui Soares)
Não se pode dizer que seja um concerto de consagração – os Dead Combo há muito que são consagrados – mas é mais um momento especial no percurso da dupla Tó Trips e Pedro Gonçalves.

Desde o início que foram capazes de desenvolver uma sonoridade singular, assente em ambientes e climas de fado, adicionando-lhe elementos de tango, flamenco, música africana ou bandas-sonoras de Ennio Morricone. Esta multidão de referências, poderia contribuir para a perda da sua voz, mas isso não aconteceu, tendo arquitectado um género à parte, assente também ele num imaginário visual peculiar, obscuro e mediterrânico. A sua música é predominantemente instrumental, criada a partir de guitarra e contrabaixo, mas de vez em quando, não dispensa vozes. No último álbum, Lisboa Mulata, editado o ano passado, participaram Sergio Godinho, Camané ou Marc Ribot. E também a Royal Orquestra das Caveiras e as Víboras do Chiado. 

Na Aula Magna, em Lisboa, hoje (22h), e também no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, sábado, vão fazer-se acompanhar pelo fadista Camané, pelo baterista Alexandre Frazão e pela Royal Orquestra das caveiras e as Víboras do Chiado. Uma formação irrepetível que irá abordar o mais recente álbum, que contém temas inspirados pelas mornas de Cabo Verde ou pelos climas da América do Sul. 

Recentemente o duo esteve em Toronto, no Canadá, depois de já ter actuado em países como a Hungria, Checoslováquia, Estónia ou Turquia, um trajecto internacional que não espanta, porque a música da dupla filia-se numa ideia de portugalidade, sem deixar de conter um evidente apelo universalista. 

 

Retirado do Público



publicado por olhar para o mundo às 08:15 | link do post | comentar

Quinta-feira, 03.05.12
letra
Lanterna Dos Afogados
 Maria Gadú
Quando tá escuro e ninguém te ouve
Quando chega a noite e você pode chorar
Há uma luz no túnel dos desesperados
Há um cais no porto pra quem precisa chegar
Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando, vê se não vai demorar

Uma noite longa pra uma vida curta
Mas já não me importa basta poder te ajudar
E são tantas marcas que já fazem parte
Do que sou agora mas ainda sei me virar
Tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando vê se não vai demorar

Uma noite longa pra uma vida curta
Mas já não me importa, basta poder te ajudar
E são tantas marcas que já fazem parte
Do que sou agora mas ainda sei me virar
Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando ve se nao vai demorar


publicado por olhar para o mundo às 12:08 | link do post | comentar

Quarta-feira, 02.05.12
Letra
Do Fundo do Meu Coração
 Adriana Calcanhotto
Eu, cada vez que vi você chegar
Me fazer sorrir e me deixar
Decidido eu disse: nunca mais
Mas novamente estúpido provei
Desse doce amargo, quando eu sei
Cada volta sua o que me faz
Vi todo o meu orgulho em sua mão
Deslizar, se espatifar no chão
Eu vi o meu amor tratado assim
Mas basta agora o que você me fez
Acabe com essa droga de uma vez
Não volte nunca mais pra mim
Eu, toda vez que vi você voltar
Eu pensei que fosse pra ficar
E mais uma vez falei que sim
Mas já depois de tanta solidão
Do fundo do meu coração
Não volte nunca mais pra mim
Se você me perguntar se ainda é seu
Todo meu amor, eu sei que eu
Certamente vou dizer que sim
Mas já depois de tanta solidão
Do fundo do meu coração
Não volte nunca mais pra mim


publicado por olhar para o mundo às 12:06 | link do post | comentar

Terça-feira, 01.05.12

 

letra

 

Sozinho

 Caetano Veloso

 

Às vezes no silêncio da noite
Eu fico imaginando nós dois
Eu fico ali sonhando acordado
Juntando o antes, o agora e o depois

Por que você me deixa tão solto?
Por que você não cola em mim?
Tô me sentindo muito sozinho

Não sou nem quero ser o seu dono
É que um carinho às vezes cai bem
Eu tenho os meus desejos e planos secretos
Só abro pra você, mais ninguém

Por que você me esquece e some?
E se eu me interessar por alguém?
E se ela de repente me ganha?

Quando a gente gosta
É claro que a gente cuida
Fala que me ama
Só que é da boca pra fora

Ou você me engana
Ou não está madura
Onde está você agora?



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar | ver comentários (1)

mais sobre mim
posts recentes

Alejandro Sanz: 'A música...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Semana da Juventude em Ca...

São Carlos aposta nas par...

Três anos depois da morte...

Caetano Veloso comemora 7...

Festival Músicas do Mundo...

Primeira atracção do Opti...

Rock in Rio Lisboa regres...

Rock in Rio: 74 mil na no...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags



comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links


blogs SAPO
subscrever feeds