Sexta-feira, 15.06.12

Automobilismo  Rali de Portugal confirmado no calendário WRC 2013


O Rali de Portugal foi confirmado no calendário do Mundial da especialidade para 2013, na sequência do Conselho Mundial da Federação Internacional do Automóvel, realizado esta sexta-feira em Paris. A prova portuguesa, que continua a ter a Vodafone como patrocinador principal, integra a lista de 13 ralis que definirão o título mundial WRC.


As datas de cada prova não foram ainda definidas, uma vez que o calendário terá de ser acertado de forma a que o WRC não coincida com outros campeonatos. Mas já se sabe que os 13 países visitados pelo escalão máximo da especialidade serão, por ordem alfabética, Alemanha, Argentina, Austrália, Espanha, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Grécia, Itália, México, Mónaco (Monte Carlo), Portugal e Suécia.


No comunicado emitido pelos serviços de imprensa do Rali de Portugal, o presidente do Automóvel Club de Portugal (ACP), entidade responsável pela organização da prova, diz que esta é “uma excelente notícia”. Carlos Barbosa considera ainda que esta manutenção no calendário constitui um “justo prémio, não só para o trabalho que toda a equipa do ACP tem desenvolvido, mas sobretudo para os patrocinadores, entidades oficiais e autarquias” que têm apoiado a organização da prova, “hoje em dia, uma das referências do WRC”.

 

Noticia do Público



publicado por olhar para o mundo às 21:42 | link do post | comentar

Segunda-feira, 02.04.12

Mikko Hirvonen desclassificado do Rali de Portugal

O piloto finlandês Mikko Hirvonen foi desclassificado do Rali de Portugal, que venceu neste domingo, porque a embraiagem do Citroën DS3 WRC foi considerada ilegal. Mads Ostberg (Ford) foi declarado vencedor, embora a classificação esteja suspensa, porque a Citroën recorreu desta decisão.


"Mikko Hirvonen e Jarmo Lehtinen foram desclassificados desta edição do Vodafone Rally de Portugal, depois de terem concluído a prova na primeira posição no final das 22 classificativas. A decisão dos comissários desportivos surgiu na sequência do relatório apresentado pelos comissários técnicos que detectaram situações não conformes com a ficha de homologação do Citroen DS 3 WRC", confirmou a organização, em comunicado.

Os comissários alegam "que a embraiagem montada no carro nº 2 não está em conformidade com a ficha de homologação A5733 e por isso excluem o carro nº 2 da classificação do evento", tendo ainda verificado que "o turbo (turbina) montado no carro nº 2 parece não estar em conformidade". "No entanto, os comissários suspendem a decisão nesta matéria e pedem ao delegado técnico da FIA [Federação Internacional do Automóvel] para proceder a um exame mais detalhado, ficando a aguardar esse relatório para uma futura decisão", acrescentam os comissários.

A Citroën, entretanto, recorreu desta decisão. “A nossa intenção não foi fazer batota e a sanção parece desproporcionada. Tendo em conta que os pontos assinalados não nos beneficiaram, decidimos recorrer desta decisão”, afirmou Yves Matton, diretor da Citroën Racing, em declarações ao site oficial da marca francesa na Internet.

Horas antes, Hirvonen tinha-se mostrado aliviado por finalmente ter conseguido vencer o Rali de Portugal, numa prova em que também ajudaria a sua equipa no campeonato.

“Sentimo-nos aliviados. Foi um início de rali difícil (sexta-feira), as condições eram difíceis devido ao nevoeiro e à cuva, mas mantive-me calmo e tentei não cometer erros. Valeu a pena”, disse o piloto nórdico, na conferência de imprensa que encerrou a 46.ª edição do Rali de Portugal.

“É fantástico vencer um rali em Portugal ao fim de tantos anos”, disse ainda Hirvonen, que, sobre o facto de tanto ele, como os segundo e terceiro classificados, não terem ganho uma prova especial, se limitou a dizer: “Fomos espertos”.

Hirvonen acrescentou ter sido o Rali de Portugal mais difícil que enfrentou e só encontrava paralelo num Rali da Argentina, em que o nevoeiro lhe colocou inúmeros problemas.

Caso esta decisão seja confirmada, Hirvonen perde a vitória no Rali de Portugal e não consegue, por consequência, subir ao primeiro lugar do Mundial de pilotos.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 00:50 | link do post | comentar

Domingo, 01.04.12

Hirvonen venceu o Rali de Portugal


Sempre a controlar, o finlandês Mikko Hirvonen, em Citroën, venceu a edição 2012 do Rali de Portugal e, graças aos 25 pontos amealhados, assumiu o comando do Mundial com 75. A segunda posição é ocupada pelo seu companheiro de equipa, o francês Sébastian Loeb, que nesta quarta prova do calendário WRC não somou qualquer ponto aos 66 que já tinha.


Com os Ford do norueguês Mads Ostberg (2.º) e do russo Evgueny Novikov (3.º, o primeiro pódio da sua carreira) nas posições seguintes da prova portuguesa, a grande reviravolta trazida pelos quilómetros finais foi a luta pelo quarto lugar, que acabou nas mãos de Nasser Al-Attiyah (Citroën) após uma luta com o checo Martin Prokop (Ford) que só se decidiu na última classificativa, Sambro 2.

Este troço tinha o estatuto de powerstage, pelo que atribuía pontos extra aos três mais rápidos. Com as condições meteorológicas a degradarem-se à medida que os pilotos foram saindo para a estrada, o espanhol Dani Sordo (Mini) foi o mais rápido, batendo o finlandês Jari-Matti Latvala (Ford) e o estónio Ott Tanak(Ford).

O português Armindo Araújo, em Mini, foi sétimo na powerstage e terminou o rali na 16.ª posição.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 20:59 | link do post | comentar

Sexta-feira, 30.03.12

Rally de Portugal: A lama em vez de pó


A organização do Rali de Portugal anunciou que as três classificativas previstas para esta tarde foram canceladas.


“Por motivos de segurança, a secção quatro do Rali de Portugal foi cancelada. Não haverá segunda passagem em Tavira, Alcarias e S. Brás de Alportel”, anunciou a organização.

A chuva que caiu ao longo da manhã causou inúmeros problemas aos pilotos, tendo se registado muitos abandonos e ocorrido muitos despistes. Na classificativa de São Brás de Alportel, alguns pilotos ficado retidos, obrigando a organização a parar a prova.

Os pilotos só voltarão a competir na manhã de sábado, com a realização de mais três classificativas: Almodôvar, Vascão e Loulé. À tarde, está prevista uma segunda passagem nos mesmos locais.

No final do segundo dia de prova, o finlandês Mikko Hirvonen (Citroën) lidera a classificação, com 36,3 segundos de vantagem sobre o russo Evgeny Nevikov (Ford) e 41,8s sobre o norueguês Mads Ostberg (Ford).

Hirvonen aproveitou os despistes dos dois pilotos oficiais da Ford, Jari-Matti Latvala e Petter Solberg, para assumir a liderança.

Armindo Araújo é o melhor português, ocupando o 11.º lugar, a 5m58,9s do líder.

Classificação no final do segundo dia

1.º Mikko Hirvonen-Jarmo Lehtinen (FIN/Citröen DS3), 1h20m01,7s
2.º Evgeny Novikov-Denis Giraudet (RUS-FRA/Ford Fiesta RS) a 36,3s
3.º Mads Ostberg-Jonas Andersson (NOR-SUE/Ford Fiesta RS) a 41,8s
4.º Patrik Sandell-Maria Andersson (SUE/Mini) a 3m07,2s
5.º Martin Prokop-Zdenek Hruza (CHE/Ford Fiesta RS) a 3m25,8s
6.º Nasser Al Attiyah-Giovanni Bernacchini (QAT-ITA/Citröen DS3) a 3m46,9s
7.º Peter Van Merksteijn-Eddy Chevaillier (HOL-BEL/Citröen DS3) a 3m50,8s
8.º Dennis Kuipers-Robin Buysmans (HOL-BEL/Ford Fiesta RS) a 4m41,1s
9.º Sébastien Ogier-Julien Ingrassia (FRA/Skoda Fabia 2000) a 5m45,1s
10.º Jari Ketomaa-Mika Stenberg (FIN/Ford Fiesta RS) a 5m52,3s
11.º Armindo Araujo-Miguel Ramalho (POR/Mini) a 5m58,9s
12.º Petter Solberg-Chris Patterson (NOR-GBR/Ford Fiesta RS) a 7m35,9s
13.º Dani Sordo-Carlos Del Barrio (ESP/Mini) a 8m45,0sm
14.º Jari-Matti Latvala-Miikka Anttila (FIN/Ford Fiesta RS) a 11m24,6s
15.º Ott Tanak-Kuldar Sikk (EST/Ford Fiesta RS) a 11m40,3s

 

Via Público

 



publicado por olhar para o mundo às 19:31 | link do post | comentar

Rally de Portugal, Classificativas nocturnas deixam Loeb de fora da prova

A grande surpresa do primeiro dia do Rali de Portugal foi o abandono de Sébastien Loeb. O octocampeão mundial despistou-se na terceira especial e o seu Citroën DS3 ficou muito danificado, após um múltiplo capotamento.

“Não sabemos quantas vezes o carro capotou, mas foi o suficiente para não recomeçar amanhã”, anunciou Yves Matton, chefe da equipa francesa.

Loeb, que não sofreu ferimentos, saiu de estrada no troço de Santa Clara, correndo agora o risco de perder a liderança do Mundial para Mikko Hirvonen ou Petter Solberg. Dani Sordo (Mini) também desistiu, por causa de problemas eléctricos.

O português Armindo Araújo saiu de estrada, na primeira especial nocturna (Gomes Aires), mas conseguiu regressar, embora com algum tempo perdido. O piloto da Mini fechou o dia a mais de seis minutos do líder, o finlandês Jari-Matti Latvala. 

Os pilotos da Ford, aliás, dominaram: Solberg venceu nos Jerónimos e a classificativa de Gomes Aires, Latvala ganhou em Santa Clara e Tanak foi o mais rápido em Ourique. O Citroën de Mikko Hirvonen é agora a única ameaça aos Ford. 

No final do primeiro dia, Latvala tem 2,6s de vantagem sobre Solberg e cinco segundo sobre Mikko Hirvonen.

Nesta sexta-feira, realizam-se seis classificativas, com passagens duplas em Tavira, Alcarias e São Brás de Alportel.

Classificação provisória no final do primeiro dia

1.º J.M. Latvala/M. Anttila (Ford) 25m04,6s
2.º P. Solberg/C. Patterson (Ford) a 2,6s
3.º M.Hirvonen/J. Lehtinen (Citroën) a 5s
4.º O. Tanak/K. Sikk (Ford) a 15,7s
5.º T. Neuville/N. Gisoul (Citroën), a 34s
6.º M. Ostberg/J. Andersson (Ford) a 53,3s
(..)
23.º P.Meireles/M. Castro (Mitsubishi) a 4m41,7s
30.º M. Barbosa/J. Reis(Mitsubishi), a 5m32,2s
32.º A. Araújo/M. Ramalho (Mini) a 6m14,5s

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 08:57 | link do post | comentar

Segunda-feira, 13.06.11

Peugeot de Pedro Lamy foi segundo nas 24 Horas de Le Mans

 

Marcel Fasselr, André Lotterer e Benoit Treluyer, em Audi, voltaram hoje a vencer as 24 Horas de Le Mans, com um total de 354 voltas, deixando o Peugeot, que tinha Pedro Lamy como um dos pilotos, na segunda posição.

No circuito de La Sarthe, o sobrevivente Audi número 2 deixou o Peugeot número 9, de Sébastien Bourdais, Simon Pagenaud e Pedro Lamy, a 13,854 segundos, e conquistou o nono triunfo para a marca alemã desde 2000. 

“Estivemos muito perto, andámos muito rápido, mas acabámos por perder um carro e acabou por não ser possível. Estávamos a tentar chegar à frente, perdemos por pouco, acho que por pouco mais de dez segundos. Eu acabei por não conduzir muito. Gostava de ter conduzido mais, mas foi uma decisão da equipa”, afirmou Pedro Lamy, após a corrida. 

A marca francesa colocou ainda mais três carros nas posições imediatas, com Stéphane Sarrazin, Franck Montagny e Nicolas Minassian, a duas voltas, Anthony Davidson, Marc Gene e Alex Wurz, a quatro, e Nicolas Lapierre, Loic Duval e Olivier Panis, a 16. 

Já a Audi ficou reduzida a apenas um carro, após as desistências do Audi número 3, de Tom Kristensen, Rinaldo Capello e Allan McNish, e do número 1, de Mike Rockenfeller, Romain Dumas e Timo Bernhard. 

O segundo melhor português em prova foi João Barbosa, na 10.ª posição da geral, a 36 voltas do líder, ao volante de um Lola Coupe-Honda, que obteve o terceiro lugar na categoria LMP2, ganha pelo Nissan, de Karim Ojjeh, Thomas Kimber-Smith e Olivier Lombard. 

A equipa de Rui Águas, no Ferrari 458, acabou por abandonar, tal como a formação de Tiago Monteiro, em Pescarolo-Judd. A única equipa portuguesa em competição, a Quifel-ASM, do piloto Pais do Amaral, já tinha desistido no sábado com o motor partido, após quatro horas de corrida, quando seguia no 10.º lugar da respetiva categoria (LMP1). 

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 17:02 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Automobilismo . Rali de P...

Mikko Hirvonen desclassif...

Hirvonen venceu o Rali de...

Rally de Portugal: Veio a...

Rally de Portugal, Classi...

Peugeot de Pedro Lamy foi...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags



comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
links


blogs SAPO
subscrever feeds