Quarta-feira, 07.03.12

Os benefícios de se comer peixe

 

Consumido pelo homem desde a Antiguidade, o peixe pode assumir um papel de relevo na alimentação. O seu consumo proporciona ao organismo grandes quantidades de material proteico de muito boa qualidade, usado para fabricar inúmeras estruturas, como músculos, pele, hormonas, indispensáveis à ocorrência de processos biológicos.

 

Os peixes fornecem quantidades apreciáveis de muitos minerais como cobre, zinco, potássio, magnésio, fósforo, iodo, ferro e selénio, e quando ingeridos com espinha, podem também ser uma boa fonte cálcio. Nas suas variedades mais gordas, os peixes podem apresentar quantidades apreciáveis de vitaminas A, D e E.

 

A gordura existente nos peixes, apresenta teores elevados de ácidos gordos polinsaturados da série ómega 3, nomeadamente ácido eicosapentaenóico (EPA) e ácido docosahexaenóico (DHA). Estes ácidos gordos têm um papel reconhecido na prevenção de doença cardiovascular, estando também associados a outras funções importantes. O óptimo desenvolvimento neuronal fetal, por exemplo, está dependente dos ácidos gordos essenciais da série ómega 3, em especial o DHA.

 

Este tipo de gordura apresenta um papel fundamental nas membranas das células, na construção dos tecidos do cérebro, sendo também muito importante para a visão. Sabe-se também que mais de metade do peso seco do cérebro consiste em AGPI de cadeia longa, dos quais o DHA é o ácido gordo ómega 3 mais abundante.

 

O aumento destes ácidos gordos no cérebro do feto, particularmente de DHA, parece ocorrer durante o pico de crescimento cerebral correspondente ao terceiro trimestre de gravidez, o que também confere ao peixe, um lugar de destaque na alimentação da grávida. Este rápido aumento de DHA nos tecidos neuronais pode diminuir após o nascimento, mas continua significativo até aos dois anos de idade.

 

Uma baixa ingestão de peixe durante a gravidez pode levar a insuficiência do feto em ácidos gordos da série ómega 3, podendo resultar em efeitos adversos no desenvolvimento neuronal e na função cognitiva. Os resultados de um estudo publicado em 2007 na revista Lancet, e que envolveu cerca de doze mil mulheres grávidas, concluiu que as mulheres com uma ingestão semanal inferior a 340 g de peixe, apresentavam uma probabilidade aumentada das suas crianças se situarem no quartil mais baixo do quociente de inteligência verbal, quando comparadas com as mães que consumiam mais de 340 g de peixe por semana.

 

Embora seja sabido que o metilmercúrio que o peixe possa ter acumulado tem efeitos adversos no desenvolvimento cerebral, a equipa de investigadores argumenta que o risco de consumir menos peixe e, por isso, de perder os benefícios nutricionais em termos de desenvolvimento neuronal, pode exceder o risco de exposição a concentrações residuais de contaminantes. Limitar o consumo de peixe pode, portanto, reduzir o aprovisionamento de nutrientes necessários ao óptimo desenvolvimento neuronal.

 

Para além destes benefícios, o baixo teor em tecido conjuntivo faz com que os tecidos dos peixes amoleçam rapidamente, permitindo reduzidos tempos de cozedura, mastigação fácil e tempos de permanência no estômago relativamente baixos. Esta reunião de características torna o peixe um alimento especialmente interessante para todas as idades. E quanto às espinhas, a indústria já disponibiliza inúmeras opções isentas de espinhas de óptima qualidade e sabor.

 

Mesmo submetendo o peixe a métodos culinários que possam modificar o conteúdo lipídico total, e respeitando a qualidade das gorduras utilizadas, a contribuição percentual de gordura saturada do preparado pode, ainda assim, ser menor do que a contribuição proveniente da ingestão de outras fontes, o que demonstra a qualidade do peixe e o torna tão importante em alimentação saudável, ao longo do ciclo de vida.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 08:45 | link do post | comentar

Sexta-feira, 11.03.11
Massagem Tântrica  dicas para esquentar a relação

 

Além das carícias e das preliminares, uma boa massagem pode aguçar ainda mais intimidade de um casal. E que tal recorrer ao Tantra para melhorar a vida sexual e aumentar o vínculo entre você e o seu parceiro?

Conforme explica Isabelle Moura, terapeuta da Cia Espaço do Ser, o toque lento da massagem tântrica, a sintonia na respiração e a atenção com o corpo, aliados às reações e sentimentos do outro, levam a uma relação mais profunda e intensa.

 

"O Tantra entende o sexo não só como um relacionamento em geral, mas também como uma forma de se nutrir junto ao outro. Diante disso, a massagem tântrica é capaz de trazer essa profundidade e o encanto entre o casal", afirma.

 

Além de relaxar, a massagem tântrica pode ajudar o casal a descobrir novas formas de experimentar o prazer. "Podemos desenvolver trabalhos para que as mulheres aprendam a ter orgasmos mais intensos e com mais frequência. No caso dos homens, é possível perceber uma melhora na capacidade de ereção e controle ejaculatório", conta a terapeuta. "A prática do dia a dia leva ao aumento da consciência corporal e previne disfunções sexuais. Dessa forma, o casal passa a ter uma vida amorosa e sexualmente ativa por mais tempo e com muito mais intensidade".

A terapeuta da Cia do Ser explica que um ambiente com velas, meia luz, música ambiente em som baixo, futton e aromas proporcionam o clima ideal. Para fazer em casa, Isabelle dá as dicas: "Apesar de a cama ser normalmente o lugar preferido para as massagens, se o colchão for muito mole pode causar dores nas costas. Portanto, sugiro colocar um ou mais edredons no tapete da sala ou do quarto, com um lençol cobrindo tudo".

Não se esqueça de preparar uma seleção agradável de músicas (de acordo com o clima que você quer criar), algumas velas, um incenso ou aromatizador de ambientes. "Tudo isso deixa o momento mais especial e demonstra um cuidado com o outro e com este momento reservado para a relação", afirma Isabelle. "Evitem também interrupções: desliguem campainhas e celulares por uma ou duas horas. São pequenos cuidados, mas que fazem toda a diferença!", completa.

 

Dicas de massagem:


Homem: dê atenção à pele da sua parceira por inteiro durante a massagem ou nas preliminares, tudo com muita calma, explorando todas as possibilidades. Assim, vocês verão que as sensações podem ser despertadas no corpo inteiro e que a possibilidade de descobrir mais sobre o corpo um do outro pode se tornar um exercício de prazer e intimidade.

 

Mulher: experimente, tanto durante a massagem como durante o sexo, indicar para o parceiro (através de sons, palavras ou gestos) o que mais lhe agrada. É muito importante que ele saiba o que você gosta ou não, só assim ele poderá ter idéia de como satisfazê-la. "As mulheres acham que os homens sabem intuitivamente como tocar e agir, sem que precisem falar nada. Mas tanto o corpo como o aprendizado da sexualidade é muito diferente para homens e mulheres. Então, se elas não ensinarem, eles nunca saberão se estão de fato deixando as parceiras satisfeitas!", alerta a terapeuta.

Exercício a dois: brinque de explorar, um da cada vez, o corpo do outro com toques novos, desde o dedinho do pé até a cabeça - evitando as carícias já conhecidas - para descobrir novos pontos de sensibilidade e prazer. A lentidão dos movimentos é essencial, e a respiração suave (que aos poucos ganha um ritmo em comum) também faz toda a diferença.

 

Via Vila dois



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar | ver comentários (1)

mais sobre mim
posts recentes

Os benefícios de se comer...

Massagem Tântrica

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags



comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
1 comentário
links


blogs SAPO
subscrever feeds