Segunda-feira, 25.06.12

OS TRUQUES DOS PORTUGUESES PARA GASTAR MENOS NAS FÉRIAS

Os portugueses vão viajar menos e para destinos mais próximos este verão, gastando menos e passando menos dias fora, na confirmação de tendências dos últimos meses, disseram à Lusa vários elementos do setor das agências de viagem.

«É verdade que os portugueses estão a gerir o menor rendimento disponível indo para férias mais baratas, concretamente optando por períodos mais curtos, mais do que quebras de quantidade e, portanto, optam por períodos mais curtos para pagarem menos», disse à Lusa o presidente da Associação Portuguesa de Agências de Viagem e Turismo (APAVT), Pedro Costa Ferreira, que admite que as quedas destas empresas podem vir a atingir os dois dígitos.

Ainda assim, Pedro Costa Ferreira acredita que a redução vai ser mais ao nível da faturação do que ao nível de passageiros, o que significa que as pessoas vão continuar a fazer férias, mas vão escolher destinos ou formas mais baratas, algo a que as agências têm estado sensíveis, apresentando propostas «com preços mais razoáveis».

Não deixam de ir de férias, mas vão para mais perto e por menos tempoFonte da Agência Abreu explicou, em resposta a questões colocadas pela Lusa, que se está a assistir «à confirmação de tendências que emergiram nos dois últimos anos, menos tempo de viagem e maior procura do turismo interno», do Algarve à Madeira e Açores.

Por seu lado, a Top Atlântico, em respostas escritas, afirmou que, de 2011 para este ano, as alterações de comportamento sentiram-se «no reajustamento das férias dos portugueses, tanto ao nível do número de viagens por ano (uma em vez de duas ou três), como ao nível do crescimento de procura de destinos de proximidade, não tão procurados anteriormente, como as ilhas espanholas».

Porém, a mesma fonte da Top Atlântico realçou não estar a verificar um crescimento do destino Portugal «em detrimento de destinos no estrangeiro».

A Abreu disse estar «praticamente em linha quanto ao número de reservas, o que não deixa de ser relevante», tendo em conta a situação conjuntural.

«Parece haver uma tendência grande, que nós saudamos, para escolhas de destinos em Portugal, que é também uma tendência expectável. Isso pode provocar uma menor quebra na hotelaria nacional, sendo certo que os números que existem de turistas nacionais registam, neste momento, quebras muito grandes», explicou Pedro Costa Ferreira.

A nível de destinos, depois da experiência que foi a Páscoa, há oferta para os vários gostos, explicam os diversos intervenientes, desde o Algarve ao sul de Espanha, passando por Marrocos e Tunísia (em «franca recuperação», segundo a Abreu), até Cabo Verde, que continua «líder» no médio curso, disse o presidente da APAVT.

«Nota sublinhada também, «puxada» pelos preços baixos, para a procura de cruzeiros (sobretudo no Mediterrâneo), circuitos europeus (nalguns casos combinando com cruzeiros) e cidades europeias», acrescentou a Agência Abreu, sublinhando que Miami, através da TAP, e destinos como a Índia têm também despertado interesse no mercado nacional.


Retirado do Push



publicado por olhar para o mundo às 08:37 | link do post | comentar

Sábado, 11.02.12

Passeios de mão dada por um Portugal romântico

 

O romance está no ar. Com o Dia de São Valentim em mente, escolhemos ideias românticas para passear a dois. Uma lista em contínua actualização com novas sugestões e propostas de última hora.

Cruzeiros no Douro
Preço: desde 45€ por pessoa. A Cenários d'Ouro organiza vários programas a bordo de cruzeiro para comemorar o Dia dos Namorados. Cruzeiro Cais de Gaia/Porto com jantar (45€) ; Cruzeiro Marina do Freixo/Porto com jantar (85€); Programa Seduction, cruzeiro com a duração de duas horas no Douro, com embarque no cais de Caldas de Aregos e jantar 130€ e com estadia 165€.
www.cenarios.pt


Ria de Aveiro: Passeio de moliceiro

Preço: 25€ para duas pessoas. Passeio romântico de moliceiro pela Ria de Aveiro com a duração de 45 minutos de navegação, oferta de espumante e ovos moles.
www.cenarios.pt


Aveiro: Passeio de Carroça

Preço: 49,90€. Divirta-se neste passeio de aproximadamente 1h30 pelos locais mais característicos da cidade de Aveiro, conhecida como a Veneza Portuguesa. 
avidaebela.com

Serra da Estrela
Preço: 189€ por pessoa em quarto duplo. Celebre o dia de S. Valentim rodeado pela natureza da Serra da Natureza, no H2otel. Inclui uma noite de alojamento, pequeno-almoço, "grand buffet", espumante no quarto, massagem e livre acesso ao Aqualudic (ginásio, jacuzzi, piscinas e circuito celta com sauna, duche 360º, banho turco e hamman). O jantar será afrodisíaco, com selecção de bebidas da garrafeira do hotel.
www.h2otel.com.pt

Penhas Douradas
Preço: desde 230€ para duas pessoas em quarto duplo (noite extra a partir de 165€). Apaixone-se nas Penhas Douradas" assim se chama o programa especial para esta data. Alojamento de uma noite, massagem de casal com óleos aromatizados com ervas da serra, cocktail, jantar gourmet e utilização de piscina quecida, sauna e hidromassagem. A opção noite extra, no dia 13 ou 15, inclui ainda um piquenique a dois.
www.casadaspenhasdouradas.pt


Lamego

Preço: 66,90€ por pessoa em quarto duplo. O Hotel Lamego propõe para o dia 14 o programa "Breakfast in Bed", com estadia de uma noite, um jantar romântico à luz das velas com menu do chefe Carlos Pires, espumantes com morangos e mimos de chocolate no quarto e pequeno-almoço revigorante servido no quarto. Os casais têm ainda ao seu dispôr da utilização gratuita do health club e ginásio.Aproveite para visitar a cidade de Lamego e o Alto Douro Vinhateiro.
www.hotellamego.pt


Évora

Preço: a partir de 150€  em quarto duplo, para estadia de uma noite no Convento do Espinheiro -  A Luxury Collection Hotel & Spa, em Évora. O hotel sugere, além do alojamento, massagens (para eles e para elas) a partir de 150€ para o casal, ou individuais, usufruir do banho turco, sauna, jacuzzi e piscina interior. Descubra ainda os sabores da gastronomia alentejana num jantar romântico, restaurante Divinus pelo preço de 45€ por pessoa.
www.conventodoespinheiro.com

Lisboa: Passeio de GoCar e Sidecar
Preço: 49,90€. Deixe-se conduzir pela cidade de Lisboa de forma inovadora, descontraída e divertida, no chamado GoCar: um carro que assobia, conta anedotas, vibra numa descida e ainda serve de guia sempre bem humorado. Uma experiência para duas pessoas com a duração de duas horas. Pode também optar por um passeio, de uma hora, num Sidecar, uma réplica da mítica BMW R17 dos anos 40.
http://avidaebela.com


Sintra: Peddy paper

Preço: 19,90€ para duas pessoas.Se está mais "virado" para actividades ao ar livre, então aproveite esta sugestão e vá até Sintra, a capital do romântismo, para um peddy paper divertido e romântico, por entre trilhos verdejantes, miradouros e recantos de histórias de reis e rainhas. A duração é de aproximadamente três horas e o programa está disponível de 14 a 18 de Fevereiro.
www.muitaventura.com


Sagres
Preço: 159€ por pessoa em quarto duplo. O pacote especial para o Dia dos Namorados no Martinhal Beach Resort & Hotel, luxuoso complexo turístico, situado na praia do Martinhal e rodeado pelo parque natural, oferece uma noite de estadia com pequeno-almoço, jantar romântico para dois e um tratamento de spa por pessoa.
www.martinhal.com

Vila Nova de Santo André: Passeio a cavalo
Preço: desde 60€ em quarto duplo para alojamento de uma noite; 90€ se optar pela estadia com jantar e 122€ caso compre o pacote completo, estadia, jantar e um passeio a cavalo. O convite é feito pelo Hotel Rural Monte da Lezíria, situado no litoral alentejano, entre o oceano e a Reserva Natural das Lagoas da Sancha e de Santo André. 
www.montedaleziria.com


Montargil: Passeio de canoa
Preço: 24,90€. E que tal um passeio de canoa a dois? Goze da tranquilidade do Alentejo e viva um dia cheio de emoções e aventuras num passeio de canoa na barragem de Montargil, no distrito de Portalegre. Inclui o passeio, briefing e acompanhamento.
www.odisseias.com


Mértola
Preço: desde 53€ por pessoa. Ofereça à sua "cara metade" um fim-de-semana em Mértola, com um jantar romântico marroquino, onde vai poder escolher alguns pratos tradicionais, como tagine de borrego com passas e canela, tagine de vitela com ameixas pretas ou ainda cuscus dos sete legumes. Inclui alojamento de sexta a domingo, com pequeno-almoço e jantar. Para namorar a Ecoland sugere um passeio ao Pulo do Lobo ao entardecer ou até à pitoresca aldeia do Pomarão. Ecoland. Contacto: 286611111


Pousadas da Juventude
Preço: desde 20€ em quarto duplo s/wc e 25€ c/wc. Namorar nas Pousadas da Juventude é uma boa opção para este dia romântico, com preços e vários programas especiais, nas cerca de 50 unidades que existem por todo o país. Passeios de barco e em comboio turístico na Pousada de Faro, massagens na Pousada de Tavira, prova de vinho do Porto com chocolate em Alijó e jantar em restaurante típico na pousada de Guimarães, são alguns mimos desta proposta. Este programa não é válido para as pousadas de Almada, Lisboa, Penhas Douradas e Porto.
www.pousadasjuventude.pt


Pousadas de Portugal
Preços: desde 141€ para duas pessoas em quarto duplo. Escapada a dois nas Pousadas de Portugal, por alguns dos lugares mais românticos do país. Escolha as várias ofertas pensadas para assinalar a data, desde uma estadia num quarto de sonhos, ou um quarto temático e jantar romântico.
www.pousadas.pt 

 

Via Público

 



publicado por olhar para o mundo às 17:39 | link do post | comentar

Carnaval no Brasil

O monumental Carnaval do Recife com multidões em cortejos de rua comandados por orquestras de frevo. Gigantones e super-heróis na vizinha Olinda. E legiões de mascarados em Bezerros. Eis o melhor do Carnaval no Estado de Pernambuco.

No Recife o divertimento chama-se "arrastão" e consiste em seguir na cauda de camiões com orquestras a tocar lá em cima. Quem dá música ao povo são agremiações, troças e todo um sortido de colectividades lúdicas, a maior das quais é o Bloco Galo da Madrugada, que "arrasta" para cima de dois milhões de foliões. Toda a gente dança frevo, mas só se mascara quem quer e o improviso está consagrado como parte integrante da diversão. É um carnaval urbano, cem por cento brasileiro, mas inclusivo e plural, como não há mais nenhum.

Enquanto isso, a vizinha Olinda é invadida por batalhões de Zés Pereiras e super-heróis brincalhões. Mais para o interior, em Bezerros, o ponto alto dos festejos é o concurso de máscaras papangus, enquanto em Nazaré da Mata os reis da festa são os agrupamentos de maracatus rurais. As distâncias são relativamente curtas entre essas cidades e o ideal é passar a quadra a circular entre os seus pólos festivos.

Aos olhos do forasteiro acabado de aterrar em terras de Pernambuco, o seu leque de carnavais encanta pela  diversidade e certamente também pelo exotismo. Outras vantagens são a confortável margem de segurança das ruas, a qualquer hora do dia ou da noite, a gratuitidade de todos os eventos, ou ainda a simpatia contagiante da maior parte dos foliões locais. Desvantagens? Para nós que somos de fora há coisas difíceis de compreender e sobretudo de assimilar. Por que é que eles estão sempre a cantarolar as mesmas canções, que até nós já sabemos de cor? Como é que eles têm a lata de se queixarem que cinco dias de folia bestial não chega e ainda arranjam pretextos e andamento para prolongarem a farra até ao fim-de-semana seguinte?


Recife na rua

Há ensaios de cortejos e bailes pelo menos 15 dias antes, mas o arranque oficial dos festejos no Recife acontece com o Desfile Inverso, na noite de sexta, prévia à quarta-feira de Cinzas. É uma espécie de chamada às armas para as tropas de foliões, num desfile que integra um exército de 500 batuqueiros, em representação de uma dezena de nações de maracatus urbanos. Estes maracatus-nação tocam ritmos saltitantes de inspiração africana, nessa medida distintos dos maracatus rurais de matriz indígena, dominantes em festejos como os de Nazaré da Mata, de que falaremos mais à frente.

Depois dessa espécie de aquecimento que é o Desfile Inverso, o Recife atinge o êxtase no dia seguinte, com o Galo da Madrugada. Começa logo de manhã e dura o sábado inteiro, animado por uma mão-cheia de orquestras de frevo, que desfilam à vez pelas principais avenidas do centro histórico, o chamado Recife Antigo, ou Bairro do Recife. O frevo é o ritmo mais emblemático das festividades e remonta a finais do século XIX, quando se popularizou como declinação dançante do som das fanfarras militares, a que depois se veio juntar o swing localmente conhecido como ginga. Hoje o que mais se vê no Carnaval pernambucano são bandas de frevo instrumental, num estilo decididamente dançante e febril (vem daí o nome), mas também se cruzam formações de frevo-de-bloco mais melódico, ou até de frevo-canção.

O Galo da Madrugada é sobretudo isso, uma longa sucessão de orquestras de frevo montadas em trios eléctricos, camiões TIR localmente mais conhecidos por "freviolas". Este corteja só por si chega e sobra para "arrastar" multidões de "passistas" (como se chamam os dançarinos de frevo), sem recorrer a cordões super-organizados, nem a luxuosos carros alegóricos. Nesse aspecto o Carnaval do Recife contrasta, e muito, com os seus homólogos mais encenados e endinheirados da Baía, do Rio ou de São Paulo. É por certo uma festa gigantesca, onde a capital de Pernambuco mais genuinamente se retrata.

Quando acaba o Galo ainda há muito Carnaval para gozar, mas a diversão muda de registo e também de cenário. Passa a haver uma espécie de zona demarcada de folia, correspondendo a cerca de 12 km2 do centro histórico da cidade, onde se encontram montados oito pólos de animação, a que se acrescentam mais nove palcos descentralizados, disseminados pelo resto da cidade. O programa de festas inclui quatrocentos espectáculos gratuitos, dos quais participam 800 agremiações locais, mas há também shows mais convencionais a cargo de uma longa lista de artistas profissionais.

O Marco Zero - ampla praça com o nome oficial do Barão do Rio Branco, onde arrancam as estradas de Pernambuco -, fica reservado para as grandes estrelas da música brasileira e um punhado de celebridades internacionais. No Cais da Alfândega decorre anualmente o Rec Beat, festival dedicado a artistas mais jovens e alternativos, enquanto o Pátio do Terço acolhe manifestações de raiz africana. É neste último, justamente, que acontece a Noite dos Tambores Silenciosos, apoteose mística do Carnaval do Recife.

Durante a noite de segunda-feira, as estreitas ruelas do Bairro de São José são invadidas por nações de maracatus com os seus batalhões de tambores e gaitas, mas também cortes inteiras vestidas algures entre a realeza africana e a nobreza europeia do Barroco. O seu destino é só um, a Igreja de Nossa Senhora do Terço, onde à meia-noite em ponto se calam os tambores e a iluminação pública é cortada, sendo os maracatus encaminhados por tochas até à porta da igreja. O silêncio é finalmente quebrado pelas rezas em coro das mães-de-santo, num ritual de uma enorme intensidade dramática.

Há muito mais do que isso no Carnaval do Recife, cuja programação também inclui cortejos de candomblé de rua ou afoxé, e actuações de grupos especializados em danças de roda, como a ciranda e o coco, e escolas de samba procedentes de outros lados. No meio disto tudo, entre espectáculos e pólos de animação, é quase forçoso cruzar algum dos blocos líricos, que desfilam em contínuo e mais provavelmente sem plano pelo centro histórico da cidade, recriando sonoridades e fantasias de outras épocas.


Super-heróis em Olinda

Há quem prefira o Recife, há quem prefira Olinda, há até quem passe o Carnaval inteiro a fazer io-iô entre as duas cidades litorais, entre si separadas por apenas sete quilómetros de distância. Claro que se notam semelhanças e até coincidências, incluindo blocos que desfilam em ambas. Mas o Entrudo de Olinda é um negócio à parte, logo a começar pelo "salão" de festas em que se converte o seu centro histórico - uma das jóias coloniais mais bem preservadas do Brasil, "tombado" pela UNESCO em 1982.

No centro de Olinda não há avenidas largas, mas um colar de ladeiras sulcadas por ruas empedradas, muitas vezes estreitas e tortuosas. Mal arranca o programa de festas são como o metro em hora de ponta e é frequente os cortejos andarem no empurra do para cá e para lá, demorando uma eternidade para avançar meia dúzia de metros. Um impasse que, já se sabe, também faz parte da brincadeira. Os banhos de multidão justificam-se por outra peculiaridade que o evento tem vindo a ganhar nos últimos anos: as férias de Carnaval são a altura que muitos pernambucanos disseminados pela diáspora escolhem para voltar a casa, convertendo Olinda num grande ponto de (re)encontro, meio programado, meio fortuito. Reúnem-se as famílias, reveêm-se paixões e compinchas de longa data e isso é já meio caminho andado para fazer a festa.

Ao longo da quadra desfilam cerca de 500 agremiações e troças, que são agremiações mais curtas - grupos de amigos que entretanto vão crescendo e podem chegar aos 300 filiados. Dão sobretudo nas vistas os chamados "blocos debochados", caso por excelência do bloco Enquanto Isso na Sala de Justiça, que lidera os folguedos de domingo com toda a gente vestida de "super-qualquer-coisa", desde Super Homem a supermercado. Outro ponto alto é o Encontro dos Bonecos Gigantes, que na Terça-Feira Gorda invadem as ruas do centro histórico. Os bonecos são feitos de modo artesanal com o corpo em fibra de vidro e a cabeça e as mãos em esferovite. Têm em média dois metros de altura (cerca de quatro quando erguidos) e podem pesar até 50 kg.

O gigantone mais antigo a sair à rua é o Homem da Meia-Noite, criado em 1932. Cabe-lhe abrir oficialmente o Carnaval de Olinda de chaves da cidade em punho, enquanto o seu bloco arrasta uma multidão na ordem dos 400 mil. A tradição dos Zés-Pereiras é anterior ao Homem da Meia-Noite, mas só ganhou a ribalta nos anos 80 e hoje há mais de uma centena de bonecos a desfilar nas ruas da cidade durante o período carnavalesco. Essa recente profusão de gigantones tem muito a ver com o culto mediático da celebridade, uma vez que políticos e outras figuras públicas locais ganharam o hábito de encomendar duplos XL de si próprios aos melhores artesãos locais, para depois poderem desfilar ao seu lado pelas ruas. É um seguro motivo de orgulho, mesmo se a exposição pública conduz fatalmente a piadas trocistas, como manda a lei do Rei Momo.

Carnaval irreverente por vocação, o evento de Olinda também não respeita o calendário convencional, oferecendo como pico suplementar a quarta-feira de Cinzas. É nessa manhã que desfila o bloco Bacalhau do Batata, criado em 1962 por um garçon que por razões profissionais só podia festejar depois de os outros voltarem a casa. A resposta da cidade vizinha surgiu sob a forma dos Irresponsáveis de Água Fria, agremiação que agora comemora trinta anos de existência. Desfilam na Zona Norte do Recife com sete trios eléctricos e três carros alegóricos, arrrastando para cima de 250 mil.


Folias campestres

O Carnaval contagia todo o estado de Pernambuco, mas os rituais de folia são muito diferentes nas cidades do interior. Os Entrudos rurais são em geral mais tradicionais, menos comerciais e, pelo menos num par de casos, realmente únicos. Para o turista oferecem a mais-valia de abrirem a porta a um Brasil profundo e a uma demografia campestre com que, de resto, dificilmente contacta. Recomendam-se, assim, como alternativas ou complementos às festas de Olinda e Recife, até porque os melhores ficam a uma hora ou menos de carro dessas cidades litorais.

É o caso por excelência de Bezerros, cidade do Agreste nas margens da BR 232, a cerca de 100 quilómetros do Recife. Pelo menos desde os inícios do século passado, os homens ganharam o hábito de sair à rua com máscaras de folha de papel de embrulhar carne e roupas andrajosas, de forma a não poderem ser identificados pelas mulheres. Também aproveitavam para invadir em semelhante preparo as casas dos vizinhos e pedir que lhes servissem angu de milho (polenta), daí derivando a designação de Festa dos Papangu. O arraial manteve-se, mas o guarda-roupa alterou-se, primeiro com a introdução de máscaras em papel machê e mais recentemente em gesso, a combinar com caftas, batas longas e estampadas.

Os festejos arrancam dez dias antes do Carnaval, com o Bloco Acorda Bezerros a desfilar em pijama ou babydoll às três da madrugada. Mas o dia mais forte é o Domingo de Entrudo, dia do Concurso dos Papangus, que nas últimas edições tem tido uma média de dois mil inscritos em toda a espécie de categorias (individuais, de grupo, duplas e tradicionais). Bezerros tem menos de 60 mil habitantes, mas recebe nesse dia cerca de 200 mil foliões. Concorrentes, blocos, orquestras e meio mundo converge para a rua principal dessa cidade de província que, obviamente, fica a rebentar pelas costuras.

A Folia do Papangu seria uma espécie de Carnaval de Veneza transposto para um cenário tropical não fosse a alegria transbordante e o desmando caótico das suas legiões de mascarados. É, em qualquer dos casos, o único Carnaval temático do Brasil, o terceiro maior de Pernambuco, o maior do interior do estado e não pára de crescer. Também a crescer está o Entrudo de Nazaré da Mata, a 65 quilómetros do Recife com acesso pela BR-408. Aqui o prato forte é maracatu rural ou de baque solto, que remonta aos inícios do século XIX e terá resultado da fusão de várias manifestações folclóricas locais (bumba-meu-boi, pastoril, cavalo-marinho, caboclinho, folia-de-reis).

As orquestras empregam um arsenal de instrumentos artesanais tais como o gongê, o ganzá, o surdo, o tarol e a zabumba, enquanto os mestres de cerimónias declamam versos improvisados ou loas.  Destaque especial no Carnaval de Nazaré da Mata merece a extensa galeria de personagens da corte, incluindo reis, rainhas, damas da corte, embaixadores, vassalos, porta-estandartes e caboclos de lança, que se juntam para desfilarem na segunda e na terça de Carnaval,  sempre vestidos com fantasias aparatosas e cintilantes. Na edição do ano passado desfilaram 36 nações de maracatus, 22 da própria cidade e as restantes de municípios vizinhos da Zona da Mata. Tão populares são as fantasias dos caboclos de lança com as suas golas bordadas, perucas reluzentes e lanças coloridas, que são também chamados a actuar regularmente nos carnavais de Olinda e do Recife.

 

Programação 2012

A inauguração oficial do Carnaval do Recife será, como de costume, assinalada com um desfile de batuqueiros dirigido por Naná Vasconcelos, na noite de sexta-feira, 17 de Fevereiro. Na manhã seguinte sai o Galo da Madrugada, que desta vez irá homenagear o nascimento de Luís Gonzaga (1912-1989), lendário Rei do Baião. O festival Rec-Beat vai para a 17.ª edição no Cais da Alfândega entre 18 e 22 de Fevereiro, com presenças confirmadas (para já) de Criolo de São Paulo e da cubana Yusa. No palco do Marco Zero passarão artistas mais consagrados como Mayra Andrade, Lenine, Seu Jorge, Beth Carvalho, Elba Ramalho e Alceu Valença. No capítulo das chamadas "prévias carnavalescas", destaque para o Olinda Beer, a 12 de Fevereiro, ou seja, no domingo anterior ao de Carnaval, onde actuam Ivete Sangalo e Chiclete com Banana, entre outros. O famoso bloque Enquanto Isso, Na Sala de Justiça também tem prévia de Carnaval nesse dia, no Centro de Convenções de Olinda, onde a festa será animada pelo cantor Otto. O cartaz completo dos festejos está disponível emwww.programaçãocarnavalrecife.com.br

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 08:37 | link do post | comentar

Quinta-feira, 02.02.12
Há um Portugal mágico para redescobrir
Estrelas de cinco pontas, monolitos sacrificiais, quadros ecuménicos, montanhas sagradas e até carvalhos justiceiros: há todo um país por descobrir nos bastidores das belezas do costume. Seguimos Paulo Loução numa viagem com alma pelos "lugares inesquecíveis" de Portugal.

Ser bonito costumava ser um bónus, não a qualidade principal. Não o suficiente para uma montanha, um castelo ou um mosteiro entrarem para O Melhor de Portugal. A popularidade desses sítios adveio quase sempre de luzes espirituais e chaves simbólicas. Toda uma mística acumulada através dos tempos, que hoje tende a perder significado e já raramente é mencionada nos guias como mais do que anedota turística.

 

Quer isto dizer que, se visitamos e até votamos cada vez mais maravilhas de Portugal, muito provavelmente também percebemos cada vez menos a verdadeira génese desse deslumbramento. Jóias naturais e patrimoniais são reduzidas a uma atenção estritamente superficial, sem dar crédito às razões profundas que levaram à sua celebração. Há, nesta perspectiva, um país inteiro que conhecemos sem realmente conhecer, que muitos estão fartos de percorrer, mas com que (quase) mais ninguém comunica intimamente. Nesta perspectiva, em Portugal está tudo por (re) descobrir.

 

Dar a conhecer o país para além dos postais é a missão assumida por Paulo Alexandre Loução (Lisboa, 1964) no recentemente editado Lugares Inesquecíveis de Portugal. Ele é professor na Escola de Filosofia Nova Acrópole, investigador no Instituto Hermes, coordenador do Círculo de Estudos de Matemática e Geometria Sagradas Lima de Freitas, vice-presidente da Associação Cultural Luso-Persa e, paralelamente, tem uma série de ensaios publicados sobre a história e os mistérios de Portugal. É nesta sequência que aparece Lugares Inesquecíveis de Portugal, com o subtítulo Viagens com Alma, e enriquecido com a colaboração de nove autores convidados.

 

A revisitação de monumentos e mais atracções clássicas do país, interpretados num prisma místico/esotérico, alterna com a sugestão de outros destinos nacionais a que atribui magia similiar, mas que não constam em nenhum panfleto turístico do país. Lugares Inesquecíveis é, portanto, um guia de sítios que dimanam uma vibração especial, capaz de induzir no visitante experiências místicas, ou, como dizia Fernando Pessoa, fazer sentir os símbolos. Loução é dos que acredita que há paisagens com o condão de transformarem o visitante, reconduzindo-o ao âmago do ser interior. Para ele, tal como para Teixeira de Pascoaes, toda a viagem genuína é dupla, no sentido de ser ao mesmo tempo exterior e interior.

 

 

 

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 08:52 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sábado, 14.01.12

destinos de sonho

Entre capitais da cultura, design ou desporto. De Portugal ao fim do mundo. De destinos de milhões, como Londres, a destinos de muito poucos, como Erevan. Eis 12 destinos em foco em 2012 por muitas e boas razões (e más, a crer nos maias...).

 

1. PORTUGAL, Guimarães
{Capital Europeia da Cultura}

Portugal até "nasceu" ali, mas no século XXI Guimarães é uma das mais jovens cidades do país, com uma grande percentagem de habitantes com menos de 30 anos. Essa mescla de história e juventude já era um atractivo que não passava despercebida lá fora: o artigo do New York Times em Julho do ano passado é disso sintomático e em 2012 a cidade minhota é presença recorrente na imprensa especializada nas listas de destinos a visitar. O factor decisivo é a sua investidura como Capital Europeia da Cultura - no dia 21 de Janeiro, Guimarães torna-se a terceira cidade portuguesa palco da Europa.

E na abertura oficial conte-se com muita música (sob a designação deAfectos, desfilarão desde o guitarrista vimaranense Manuel d'Oliveira, o mestre-de-cerimónias, a Rão Kyao, dos Danças Ocultas ao Grupo de Caixas e Bombos Nicolinos), seguida de teatro (Berço de uma Nação servido pelo Centro de Criação para o Teatro e Artes da Rua e pelos catalães La Fura Dels Baus) e festa popular a invadir bares e ruas do centro histórico.

E este é apenas o primeiro dia do resto do ano de Guimarães, que terá uma agenda de mais 600 eventos entre música, teatro, fotografia, cinema, artes plásticas, dança, arquitectura, literatura, pensamento e artes de rua. E tudo isto terá por cenário uma cidade com um centro histórico Património Mundial da UNESCO, único na preservação das características medievais que se harmonizam com a vida agitada de ponto de encontro de gerações.

E são muitas as que cruzaram as pedras desta cidade, donde houve Portugal e onde tanto nos remete para os primórdios da nacionalidade. Do castelo ao Paço dos Duques de Bragança, na Colina Sagrada, onde D. Afonso Henriques continua a olhar o país que fundou, do Parque de São Mamede onde Portugal se forjou a ferro e fogo à Penha sacralizada em grutas-santuários, da românica Capela de São Miguel onde o primeiro rei foi baptizado à gótica Igreja de Nossa Senhora da Oliveira, "herança" de Aljubarrota, percorremos séculos de História e de fé.

E aproveitamos ali mesmo o Padrão do Salado para começarmos a viagem pelas ruas e praças do casco antigo, do Largo da Oliveira à Praça de Santiago, passando sob os arcos dos antigos Paços do Concelho, entre casas com alpendres, traves de madeira e sardinheiras, esplanadas e lojas, para nos descobrirmos fora de tempo - mas a caminho do futuro.

E, sublinhe-se, mesmo ao lado (a 25km), a capital de distrito, Braga, é Capital Europeia da Juventude 2012.

Guimarães 2012 | Turismo de Guimarães | Braga 2012

[Sábado, 14/01, Especial Guimarães na revista Fugas]

 

2. ESLOVÉNIA, Maribor
{Capital Europeia da Cultura 2012}

 

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 10:09 | link do post | comentar

Terça-feira, 13.12.11

Conheça alguns dos melhores destinos de neve, segundo o site sporski. Aproveite o descanso natalício e tire férias da crise.




Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 17:02 | link do post | comentar

Quarta-feira, 31.08.11

Escapadas às vindimas

"Até ao lavar dos cestos é vindima!", já diz o provérbio. Chega o tempo da colheita e não faltam propostas, um pouco por todo o Portugal vinhateiro, para acompanhar e festejar as vindimas, para celebrar o vinho. Às uvas, cidadãos!

TEJO  

Palmela | Festa das Vindimas
De 1 a 6 de Setembro a cidade de Palmela comemora esta época com a Festa das Vindimas e várias actividades: cortejos alegóricos, largada de touros, concursos e provas de vinho, concertos de música e fogo-de-artifício. Os festejos, prestes a comemorar o meio século de existência - assinalam o encerramento de um ciclo de trabalho na terra e homenageiam a vinha, o vinho e os homens que se dedicam a esta actividade.
www.festadasvindimas.org

Portas Abertas 
Um grupo de 20 produtores da Região Vitivinícola do Tejo lança pelo segundo ano a iniciativa Portas Abertas do Tejo, para atrair turistas às vindimas. No fim-de-semana de 10 e 11 de Setembro os produtores convidam as famílias, turistas e fãs do vinho a participarem na apanha da uva, pisa a pé em lagar e provas de vinhos. O programa é enriquecido com actividades como passeios de charrete pela vinha, a cavalo e passeios fluviais. Mais infos: Tel. 225323550.
www.cvrtejo.pt

Azambuja | Vila Museu
Setembro é mês de vindimas na "Vila Museu do Vinho" em Aveiras de Cima, concelho de Azambuja. Nos dias 10, 11, 17, 18, 24 e 25 os vitivinicultores da região recebem os visitantes nas suas vinhas com várias actividades, desde a vindima, preparação do almoço tradicional, visita ao centro de Interpretação da Vila Museu do Vinho e prova de vinho conduzida por um enólogo. Preço: 25€ por pessoa, com chapéu, tesoura para vindimar, almoço, prova de vinho conduzida e uma garrafa de vinho. Tel.: 263400476.
www.cm-azambuja.pt

 
ALENTEJO

Montemor-o-Novo | Vindimas nocturnas no L'AND
"Vindima sob as Estrelas" é a proposta do luxuoso L'AND Vineyards Resort. E é literal: são vindimas "sob a luz da lua e das estrelas", seguidas de ceia e festa de vinhos. O programa, válido de 21 a 25 de Setembro, inclui duas noites de alojamento (em View Suites, com 1 a 3 quartos, pátio privado, jacuzzi exclusivo opcional, terraço com lareira e sala de estar), pequeno-almoço, a participação nas vindimas, degustação de vinhos L'AND, ceia com bebidas incluídas, as bebidas da wine party e outros mimos. Preço por pessoa em ocupação dupla: desde 290€ (single: 475€) - noite extra: 199€.
www.l-andvineyards.com

Arraiolos | Monte da Comenda Grande
Um dia de aprendizagem e diversão para toda a família é o que promete a Wine Academy para um dia nas vindimas no Monte da Comenda Grande, situado a 10 minutos de Arraiolos. Preço: 45€ para participar na vindima, lanche, piquenique e duche. Se optar pelo programa completo o valor a pagar é 90€ por pessoa e 120€ para uma criança e um adulto e inclui também o transporte de Arraiolos para o Monte da Comenda e vice-versa, um minicurso sob o tema "O vinho e os seus aromas" e jantar. www.wineacademyportugal.com

Beja | Vila Galé
Acompanhe todo o processo da vindima, da apanha da uva à prova de vinhos na companhia do Hotel Vila Galé Clube Campo e da Casa de Santa Vitória, a cerca de 25km de Beja. Preço 45€ por pessoa e desconto de 50% para crianças dos 4 aos 12 anos. Válido para um mínimo de seis pessoas, com visita à adega e zona de vinificação e à cave, corte e pisa da uva, almoço e brincadeiras para os mais pequenos. O eventual alojamento no Vila Galé Clube Campo é contratado à parte.
www.vilagale.pt

Vidigueira e Reguengos | Ervideira 
A operação Vindimas 2011 já arrancou na adega da Ervideira. As herdades do Monte da Ribeira e da Herdadinha, estendem-se por 160 hectares de vinhas, na região da Vidigueira e em Reguengos e convidam o público a testemunhar o processo de laboração da adega e apreciar os néctares que aqui se produzem. Preço: 10 euros por pessoa. 
www.ervideira.pt


DOURO

Até ao parar do Comboio é vindima
Nos fins-de-semana de 11, 18 e 24 de Setembro e 1 de Outubro a CP sugere um programa de lazer, com a duração de um dia, "Até ao parar do Comboio é vindima", para celebrar esta época, na Quinta de Campanhã, em Peso da Régua. Além de poder desfrutar de toda a tradição da vindima ainda vai poder apreciar nesta viagem de comboio pela Linha do Douro as belas paisagens do Douro Vinhateiro. Preço: 49€/adulto e 29€/crianças dos 4 aos 8 anos. Inclui a viagem de comboio especial, transfer de ida e volta de autocarro entre a estação e a quinta, cálice de vinho do Porto à chegada, almoço e animação.
www.cp.pt

Celeirós, Sabrosa | Quinta do Portal
Situada no coração da ímpar Região Demarcada do Douro, em Celeirós, Sabrosa, a Quinta do Portal, preparou o programa "Vindimas no Douro". Preço: entre os 220€ e os 275€ com alojamento numa das unidades de enoturismo da quinta (Casa das Pipas e Casa do Lagar). Inclui duas noites, pequeno-almoço, visita às vinhas e participação no corte da uva, visita à adega da quinta, prova de vinhos, jantar, uma almoço gourmet, um jantar vínico e participação nas tradicionais lagaradas. Caso não queira pernoitar o preço é 55€ por pessoa, com participação no corte da uva, almoço, visita à adega, prova de vinhos, jantar gourmet e a Lagarada. Informações: Tel. 222087421. 
www.quintadoportal.pt

Favaios | Quinta da Avessada
O pacote especial de Vindimas na Quinta da Avessada, em Favaios, inclui circuito em autocarro de turismo com partida do Porto, alojamento de uma noite em regime de pensão completa, guia, passeio pelos vinhedos, corte das uvas e o transporte para o lagar, provas de vinho assistida por enólogos, almoço, início da pisa das uvas ao ritmo de cânticos tradicionais e lanche. O passeio continua pela vila de Sabrosa, Foz do Tua, Alijó, Vila Flor e Mirandela. Preço: 185€por pessoa em quarto duplo. Dias 17 e 18 de Setembro.
www.pintolopesviagens.com

Favaios | Mais Quinta da Avessada
A empresa MuitAventura organiza também um programa para a Quinta da Avessada, em Favaios, mas só para um dia. Com visita aos jardins da Enoteca, participação na vindima, prova de vinhos assistida pelos enólogos da quinta e aperitivos, almoço tradicional com animação cultural, pisa da uva com grupo de cantares, prova documentada de vinhos licorosos e lanche típico. A realizar todos os dias de 11 de Setembro a 10 de Outubro. Preço: 60€ por pessoa.
www.muitaventura.com

Lamego | Quinta do Vale de Abraão
Visite o Aquapura Douro Valley, na Quinta do Vale de Abraão, em Lamego, durante as vindimas e conheça as tradições e as novas formas de viver a cultura do vinho. Preço: desde 400€ para duas noites de alojamento com pequeno-almoço, um tratamento SPA de 55 minutos, um jantar de cinco pratos acompanhado de vinho, oferta de duas garrafas de vinho e um dia de apanha e pisa de uva com almoço e prova. Válido até 9 de Outubro. 
www.soltropico.pt

Léguas no Douro Vinhateiro
Aqui fica uma sugestão um pouco diferente, para de alguma maneira participar nesta festa. A Papa-Léguas propõe um fim-de-semana para conhecer o Douro Vinhateiro com passeios pedestres através das suas encostas pelas aldeias emblemáticas do Douro, como Celeirós e Provosende, vinhas e miradouros. Ainda contempla visitas a adegas, ao Museu do Vinho e provas de vinhos. Preço: desde 195€ por pessoa, com duas noites de estada, pequeno-almoço, um jantar, dois piqueniques, passeios com guia, chá e café durante os percursos. Partida a 30 de Setembro em Sabrosa. 
www.papa-leguas.com


DÃO

Nelas | Feira do Vinho do Dão
Decorre de 2 a 4 de Setembro, com a XX Feira do Vinho a propor eventos vários, relacionados com a vinha, a gastronomia e o artesanato. Ao longo da Praça do Município. No programa: provas orientadas de queijo da Serra da Estrela e de vinho do Dão por conceituados escanções.
feiradovinhododao.cm-nelas.pt

Penalva | Casa da Ínsua

O Hotel Casa da Ínsua, em Penalva do Castelo, promove no fim-de-semana de 9 a 11 de Setembro um programa de enoturismo para dar a conhecer aos seus hóspedes um pouco da sua tradição centenária na produção de vinhos de excelência da região do Dão. Preço: desde 133 euros por pessoa, com duas noites de alojamento, pequeno-almoço, prova de vinhos e todas as actividades associadas às vindimas.
www.casadainsua.pt


MADEIRA  

Funchal | Festa do Vinho  
Está a decorrer até 4 de Setembro, a Festa do Vinho da Madeira, no Funchal, uma iniciativa integrada no cartaz de animação turística da ilha. Espectáculos de música e de teatro, recreações históricas sobre vários episódios marcantes da história deste vinho no mundo, prova de vinho e outros produtos regionais, Festival de Cocktails de Vinho da Madeira e a Quinta da Pinheira servirá de palco à festa da vindima, com a apanha e pisa da uva, seguida do tradicional cortejo etnográfico.
www.turismomadeira.pt 

 

Via Público

 



publicado por olhar para o mundo às 08:11 | link do post | comentar

Sexta-feira, 22.07.11
Patrícia Carvalho estreou-se nas caminhadas pela montanha com 35 quilómetros em dois dias. Sofreu um bocadinho, é verdade, mas as paisagens inesquecíveis das Astúrias, com desfiladeiros fantasmagóricos e prados com tapetes de verde fresco, compensaram todas as dores nas pernas. Uma longa caminhada pelos Picos da Europa.

Mesmo que a perspectiva de chuva nos deixe o sobrolho um pouco mais franzido. Não há-de ser nada. Dissemos que sim, que íamos experimentar fazer duas caminhadas em dois dias nos Picos, depois de nos garantirem que a maior parte dos participantes já tinha passado os 50 e que as caminhadas eram fáceis apesar de a primeira ser bastante longa.

"Mas não tem grandes desníveis, é planinha", dissera o senhor Freitas. Acreditámos, calçámos as botas, metemos o impermeável na mochila, ao lado do chapéu e do protector solar, vestimos uma camisola polar por cima da t-shirt (porque, se não sabemos muito sobre os Picos da Europa sabemos, pelo menos, que o tempo lá em cima muda de forma brusca) e juntamo-nos ao grupo. Não há-de ser nada, suspiramos.


Poncebos Caín Poncebos | 24 km

A primeira parte do caminho não custa nada: é de camioneta. De Cangas de Onís até Poncebos, com uma breve paragem em Arenas de Cabrales, para algumas pessoas comprarem mantimentos para o dia, vamos confortavelmente sentados, a observar a paisagem pela janela. O caminho é uma amostra perfeita das Astúrias.

Verde e mais verde, a desenrolarse em prados molhados e nas encostas de montanhas enrugadas, encavalitadas umas sobre as outras. Pequenos povoados de casas de dois pisos e sardinheiras a enfeitar varandas e janelas. Rios baixos de seixos redondos e águas límpidas a cortar os campos.

 

Em Arenas de Cabrales ninguém arrisca abastecer-se do produto que tornou a localidade "mundialmente conhecida", conforme garante uma das brochuras distribuídas no posto de turismo local o queijo. Diz-se dele que é forte e muito, muito mal cheiroso. Para nós, a vila é usada pela sua outra característica mais famosa, a de ser "uma das principais entradas dos Picos da Europa, um dos parques nacionais mais visitados em Espanha", como elucida a mesma brochura.

 

A pé pelos Picos da Europa

 

Apesar de nos termos levantado às 7h30, só começamos a caminhar três horas depois e, por essa altura, já toda a gente está ansiosa por pôr os pés ao caminho.

 

A camioneta deixa-nos perto do início do trilho, e logo ali, refastelado na berma da estrada, junto a um sinal de perigo com a imagem de pedras a desprenderse da rocha (e que irá ser uma companhia constante ao longo de todo o trilho), está um rebeco, espécie de cabra montês, que é também o símbolo dos Picos da Europa. Deixa-se estar, impassível, enquanto passam por ele os primeiros grupos de caminheiros.

 

O mesmo faz outro membro da espécie, quando espreitamos o rio Cares, verde-azul-turquesa, a correr a umas dezenas de metros abaixo do nível da estrada. O rebeco olha-nos, patas assentes na encosta escarpada como se fosse uma planície, e não se mexe um milímetro.

 

Começamos a andar, cheios de energia, e vamos em frente, por onde o caminho é plano. Mas o senhor Freitas chama-nos, com um grito. "Ei, é por aqui. Temos de estar atentos aos sinais." Nós temos desculpa. Afinal, ele dissera que o caminho era longo mas planinho e o sítio por onde quer que nos embrenhemos é uma estrada estreita de pedra, que sobe numa inclinação um pouco aflitiva. E que tem na base uma grande placar a avisar "Atenção! Rota Perigosa. Desprendimentos e queda de pedras em todo o percurso, ao longo de barrancos sem protecção lateral. Proibido circular de bicicleta." Ora bem.

 

Ver Texto Completo no PÚblico



publicado por olhar para o mundo às 17:15 | link do post | comentar

Quinta-feira, 21.07.11

Praias de sonho em Portugal

O calor a apertar, a vontade de praia a despertar... Para começarmos a aquecer os motores para a grande Operação Fugas de Verão, recordamos cinco praias portuguesas algo afastadas de multidões e naturalmente belas na sua diversidade: uma no Norte, uma no Sul, uma na Madeira, uma nos Açores e ainda uma praia fluvial.

MAIS fugas/praias


Praia do Castro de São Paio | Fora do mundo, à beira-mar

{Labruge, Vila do Conde, 28km a norte do Porto}
...Se piscássemos os olhos, perdíamos a praia, um pequeno areal, meia-lua de pele rochosa - e um mar que chega saltitando rochas também, para se adormecer em terra...


por Andreia Marques Pereira, 12.06.2010


Granja do Tedo | Entre lendas
{Tabuaço, Viseu, a 153km do Porto}
...nestas coisas há sempre segredos: e na Granja do Tedo chama-se Poço de Ferro...
por Andreia Marques Pereira, 12.06.2010


Algarve | Tavira | Terra Estreita | Atrás do biombo das dunas
{Algarve, Santa Luzia, Tavira - acesso por barco da carreira regular}
...convida a respirar fundo para melhor sentir o cheiro que anda no ar, ao caminhar no passadiço sobre as dunas - o biombo atrás do qual se esconde o mar...


por Idálio Revez, 12.06.2010


Garajau | A primeira reserva marinha exclusiva de Portugal
{Costa sul da Madeira, Santa Cruz, entre o aeroporto e o Funchal}
...A temperatura da água anda na ordem dos 24º nesta praia "vigiada", no topo de uma colina que se precipita em ravina em direcção ao mar, pela imponente estátua do Cristo Rei...
por Tolentino da Nóbrega, 12.06.2010


Ferraria | Elogio do que é pequeno
{Açores, costa oeste de São Miguel, Ponta Delgada, perto de Ginetes}
...O que distingue este local de todos os outros - tem um pôr do sol magnífico - é a elevada temperatura atingida pela água do mar numa piscina natural...
por Carlos Pessoa, 12.06.2010


+ E ainda na FerrariaO spa das águas milagrosas por Luís Maio, 08.05.2011

 

Via Fugas



publicado por olhar para o mundo às 08:46 | link do post | comentar

Quinta-feira, 23.06.11
descrição

 


Não faltam campanhas nas companhias aéreas para voar nos próximos tempos. Para o Verão já não é fácil encontrar pechinchas mas se esperar por Setembro, o caso começa a mudar de figura. Seleccionámos promoções de uma dezena de companhias aéreas. De Faro ao Porto por pouco mais de 10 euros ou Funchal em redor dos 20 por cada voo. Um salto a Barcelona em redor dos 20€ ou um voo a Nova Iorque em redor dos 500€.

TAP

De Lisboa:
Reino Unido: Londres a 65€ (5/10 a 31/12) e Manchester a 81€ (15/9 a 28/12) por voo
Praga: 118€/voo. Viagens de 18/08 a 31/12
Estocolmo: 98€/voo. Viagens de 1/09 1/12
Munique: 75€/voo. Viagens de 9/11 a 31/12
Veneza: 94€/voo. Comprar até 7/7
Zagreb: 102€. Tarifa válida de 22/09 a 29/12
Paris: 63€/voo. De 3/10 a 10/11
A Corunha: 99€/voo. Tarifa válida a partir de 17/09

Lisboa ou Porto
 - Nova Iorque desde 529€ ida-e-volta. Comprar até 30/06, viajar de 22/08 a 30/11

Do Porto:
Zurique desde 103€. Viagens de 4/10 a 24/12
Caracas desde 2482€. Tarifa válida até 28/12


SATA

Lisboa - Funchal
. Ida desde 35€

Lisboa - Ponta Delgada. Ida e volta desde 88,5€
Mínimo de estadia dois dias ou de sábado para domingo.

Lisboa - Açores. Ida e volta desde 88,5€

Porto - Toronto
: 734€ i/v. Para partidas até 04/07 e regresso até 24/07 (menos cerca de 200€ se voar de 14 a 28 Julho e voltar de 21/08 a 28/09)

Faro - Ponta Delgada: 176€ i/v

Faro - Funchal: 213€ 

Ryanair

Até 5.ª, o preço mínimo do bilhete na Ryanair 9,99€ por voo (mais "taxa de administração" de 6€ por voo se não pagar com o cartão pré-pago da MasterCard). Isto para voos em Agosto.

Desta feita, nas rotas lusas há poucas rotas a este valor: Porto - Faro e ainda do Porto a Madrid, Paris Vatry, Tours e Valência. Quase todos os outros voos do Porto e Faro custam entre 20/33€.


easyJet

Lisboa - Barcelona custa desde 19/22€ por voo a partir de Setembro. No Verão paga-se no mínimo 30/40 por voo (e pode mais que duplicar conforme datas)

Lisboa - Funchal por 22/25 mínimos por voo a partir de Setembro. No Verão já ronda os 65 a 97 euros por voo.

Lisboa - Roma: se apontar para o Outono consegue voos desde 27/30 mínimos por voo.

Porto - Genebra: No Outono, fica desde 27/30€ por voo (Lyon também com valores similares

Porto - Milão: no Verão, ainda há alguns voos a 22€ mas o geral é acima dos 50/60€. No Outono desce a 21/22€

[na easyJet paga-se taxa de 8€ por uso de Visa - o cartão de débito Visa Electron não paga taxa]


Transavia

Porto - Nantes desde 45€, Funchal - Porto desde 85€, Porto - Paris desde 40€ - com alguma consegue encontrar alguns voos ao preço mínimo, mas em pleno Verão é mais complicado, a partir de Setembro há mais hipóteses. 

Vueling

O único voo luso da companhia: Lisboa - Barcelona pode encontrar-se a partir de Setembro desde 19,99€ por voo. No Verão ainda encontra algum a 35€ ou pelos 40/45€ mas pode duplicar conforme datas. A partir de Espanha conseguem-se voos para vários destinos por preços similares  

Aer Lingus

Está a promover voos de Lisboa e Faro a Dublin desde €44,90/ida para viajar de 1 de Outubro a 15 de Dezembro.
  

Lufthansa

Em destaque, voos para Joanesburgo desde 654€, Bangalore desde €694 ou Banguecoque desde €774 | Lagos desde 739€ | Calcutá desde 794€. Reservas até 30 de Junho para viajar de Novembro a Março.  

Ainda: Nova Iorque desde 559€, para reservar até dia 30 e voar de Agosto a Março (regresso até Junho 2012)

Pela Europa, Milão continua a 49€/ida e há várias cidades europeias desde 79€/ida: Budapeste, Estocolmo, Londres, Paris, Varsóvia. Reservas até 30/06.

Air Berlin

Os destinos Air Berlin, via Palma de Maiorca, no Verão, não ficam por menos de 50€/voo. Tirando Palma, que tem o preço tradicional de 29,99€ como mínimo, pode conseguir bilhetes mais económicos com escala naquela ilha para várias cidades alemãs desde 64,99€ (na Air Berlin o truque é comprar o mais cedo possível, sendo que já estão à venda voos até Abril)


Iberia

Via Madrid, para Recife ou Fortaleza desde 846€ i/v 

Para Espanha, encontravam-se há momentos voos para Madrid desde 57€ i/v (Lisboa); Barcelona (desde Lisboa) desde 78€; outras cidades espanholas na sua maioria entre 132€ e cerca de 200€.


Air Europa

Lisboa/Porto - Nova Iorque desde 558€ i/v (+ gastos de reserva).Para voar até 26 de Junho e de 22 de Agosto a 7 de Setembro

Desde Madrid, a Air Europa está a promover voos para o México desde - preço por trajecto 404€, Miami a 321€, Nova Iorque a 283€ ou Lima a 493€

(os preços referidos são os preços mínimos)  

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 10:27 | link do post | comentar

Segunda-feira, 20.06.11
Verão no Alentejo, as novidades do ano
O Alentejo prepara-se para um Verão pleno de novidades. Seleccionámos algumas das estrelas turísticas da temporada, tanto para quem quer a tradicional calma da região como para quem não passa sem alta adrenalina. De novo casino a aeroporto, de hotéis 5* a casas zen no campo ou casas design na cidade, de esplanadas de praia a centro de pára-quedismo, de novos museus a novas formas de surfar no Alqueva ou passeios de 300km.

MAIS Fugas | Alentejo: Beja | Évora


Pelos ares

Ferreira do Alentejo | Saltos no Skydive
O primeiro centro internacional de pára-quedismo em Portugal foi inaugurado no final de Maio no aeródromo de Figueira dos Cavaleiros, Ferreira do Alentejo. O Skydive Europe é um projecto da Get High e do pára-quedista Mário Pardo, uma celebridade da modalidade - também por ser considerado o primeiro "base-jumper" português (saltos de prédios, pontes e outras estruturas elevadas com pára-quedas adequado a tal). O centro internacional tem um avião, marcado com o símbolo da Fénix, certificado para a modalidade e a escola garante todo o tipo de aprendizagem para mergulhos aéreos e saltos nas nuvens. O Skydive acolherá equipas em treinos e quer ser palco de campeonatos internacionais de pára-quedismo. Além da qualidade da infra-estrutura do aeródromo, as condições meteorológicas são também consideradas excelentes para a modalidade, permitindo inclusive saltar no Inverno, o que não sucede no resto da Europa. No aeródromo, existe a escola de pára-quedismo Queda Livre, criada por Pardo há mais de uma década e que oferece "formação em pára-quedismo, com os melhores equipamentos e elevada segurança na escola com mais alunos formados em Portugal". Se desejar apenas um saltinho, custa desde 118,90€ - experimente um salto tandem: sensação de queda livre, pura adrenalina; é só escolher o nível, de 3000m, de 4,200m ou de 5000m... (de 118,90€ a 200€).
Monte da Azinheira Grande | Figueira de Cavaleiros | GPS N 38º 04' 29'' - W 08º 14' 04'' | www.skydiveeurope.eu (em construção - www.quedalivre.pt)


Beja | O aeroporto
E falando em altos voos, temos, claro, por fim, o aeroporto alentejano. O aeroporto de Beja foi estreado com um voo em Abril (destino Cabo Verde, promovido pela autarquia de Ferreira do Alentejo) mas só a 23 de Maio recebeuo primeiro voo comercial (de Londres, com muitos convidados e apenas quatro turistas). Agora, há voos todos os domingos Londres Heathrow - Beja, integrados em pacote turístico do operador turístico Sunvil Discovery. Pelo menos até meados de Outubro, podem ver-se os aviões. Posteriormente, poderão abrir-se outros mercados. A Ryanair admitiu já estar aberta a propostas do aeroporto para negociar rotas. Fica a cerca de 12km da cidade, na antiga Base Áerea de Beja, e inclui no terminal um posto de Turismo do Alentejo (aberto aos domingos, dia de voo).
www.edab.pt | Tel.:  284327411 


O Casino

Tróia | O primeiro Verão do Casino 
O casino do Tróia Design Hotel, da Amorim Turismo, vive o seu primeiro Verão, após ter sido inaugurado no primeiro dia do ano. São 4000m2, que incluem mais de 200 máquinas slot e 16 mesas de jogo. Pretende ser um "pólo de dinamização cultural da região" e dispõe de um centro de espectáculos com agenda cheia de concertos e eventos. O grande ponto do arrojo arquitectónico é um ecrã de 170m2 e três esferas multimédia. O centro da animação é o bar central, Estratosphera. Na agenda, há festas com DJ e música ao vivo.  
Casino de Tróia | Tróia Design Hotel | Marina deTróia | Tel.: 265498007 |www.troiadesignhotel.com/casino

Nova hotelaria 5*

 

 

Via Fugas

 



publicado por olhar para o mundo às 08:50 | link do post | comentar

Quarta-feira, 11.05.11

ideias para viagens de aventura

 

Para quem gosta de umas férias com um pouco mais de adrenalina (ou com muito mais), eis uma lista de viagens com dias imparáveis: dez propostas para aventurar-se nos próximos tempos, com idas aos Açores, aos Picos da Europa, ao Kilimanjaro ou às Dunas de Erg Chebbi, ao Kruguer Park ou mesmo às maravilhas subaquáticas das Filipinas.

PORTUGAL

Açores | Pico, Faial e S. Jorge
Difícil é escolher nos Açores qual das suas nove ilhas é a mais bonita. Nesta viagem o convite fica-se pelo Faial, S. Jorge e a ilha do Pico, o ponto mais alto de Portugal (2353 m.). O programa propõe subida ao Pico, onde o esforço será recompensado por uma das mais sublimes paisagens portuguesas, com pernoita no cume, observação de cetáceos, visita as Faial com passeio pedestre pela Caldeira e outro na área dos Capelinhos e caminhada da Fajã de Santo Cristo na ilha de S. Jorge. Preço: desde 1245 euros com voo, transferes, algumas refeições, cinco dias de alojamento e guia profissional. Partidas a 8 de Julho e 10 de Agosto 
www.papa-leguas.com

Estuário do Sado | Na Rota das Cegonhas
Um Jipe Safari pela Reserva Natural do Estuário do Sado é a sugestão da Mil Andanças para uma manhã ou uma tarde em contacto com a natureza. Passagem pela Herdade da Comporta e arrozais e possibilidade de observação de cegonhas, garças, flamingos, corvos marinhos e outras espécies de aves. Preço: 35 euros para adulto e 22 euros para crianças dos 4 aos 12 anos 
www.mil-andancas.pt


Castro Laboreiro | Ecoturismo em território do lobo
Goze um fim-de-semana em pleno contacto com a Natureza, num agradável passeio pedestre em território do lobo, entre Portugal e Espanha. Com partida de Castro Laboreiro, o programa "A Nova Transibérica", leva-o por trilhos de montanha outrora calcorreados por contrabandistas e gerações de povos habituados aos desafios da vida na montanha. Preço por pessoa: 167 euros, com dois dias de actividades, uma dormida em casa de turismo rural com pequeno-almoço, um jantar e seguro. Datas: 10 3 11 de Junho e 27 e 28 de Agosto 
www.ecotura.com


+EUROPA

Picos da Europa
Desfrute de toda a imensidão e beleza paisagística dos Picos da Europa, um dos maciços montanhosos mais importantes da Península Ibérica e descubra as pitorescas e históricas povoações e a hospitalidade das suas gentes, nesta caminhada de quatro dias que se realiza de 23 a 26 de Junho. Destacamos no itinerário a passagem por Potes, Fuente Dé, subida de teleférico ao miradouro mais emblemático dos Picos da Europa, Prados de Aliva, aldeias de Sotres e Bulnes. O custo por pessoa é de 150 euros, com seguros, monitor, guia, transporte em viatura de nove lugares ou mini-bus
Email: geoeventus@gmail.com; Tel.: 912105954


Navegação e caminhadas na Dalmácia
É na Dalmácia, uma região da Croácia com vista prestigiada do Adriático, que a Rotas do Vento sugere para ir gozar uns dias de férias. São 11 dias de navegação através de águas azul-turquesa, entre ilhas, pequenas baías e canais, amenas caminhadas por aldeias perdidas nos montes em paisagens de vinhas e de olivais para conhecer a população nativa. O preço ronda os 1180 euros por pessoa, com voos, alojamento em hotel com pequeno-almoço em Zagreb e alojamento em cabine dupla no barco em regime de meia pensão, acompanhamento de guia durante toda a estadia a bordo e nas actividades em terra. Próximas partidas: 26 de Maio; 9 de Junho; 15 e 29 de Setembro; 9 de Outubro
www.rotasdovento.com

 
ÁFRICA

Uganda e Ruanda
Aventure-se durante 12 dias através de dois países do coração de África - Ruanda e Uganda - por regiões dos lagos, montanhas, parques naturais repletos de vida selvagem e povoações típicas. O itinerário reserva-lhe safaris à procura dos chimpanzés, assim como leões, búfalos e elefantes, passeio de barco pelo canal Kazinga para ver os búfalos e uma enorme variedade de aves. Preço: desde 3570 euros por pessoa. Inclui passagens aéreas, taxas, transferes, alojamento, transporte em mini-bus/van, pensão completa durante o safari, condutor, guia
www.4x4viagens.com


Moçambique | Safari
Num safari em viatura 4x4, veja ao vivo e a cores os "big five"- leões, leopardos, elefantes, búfalos e rinoceronte - no Kruguer Park e de barco parte em busca dos tubarões-baleia, dos golfinhos e da baleia Jubarte nas praia de Bilene e Tofo. Preço: a partir de 2292 euros por pessoa, passagem aérea, taxas, duas noites de estadia no Kruger Park em regime de meia pensão, uma noite na praia de Bilene, três noites na praia de Tofo e uma noite na cidade de Maputo. Próximas partidas a 22 de Junho e 6 de Julho
www.soltropico.pt

Marrocos em todo-o-terrenoUma expedição em veículo todo-o-terreno por Marrocos, que parte de Leiria no dia 10 de Julho, com destino às aldeias mais remotas do país, por vales deslumbrantes, lago Iriki, Dunas de Erg Chebbi, Marraquexe, Casablanca e Rabat. Preço: 775 euros por pessoa em quarto duplo; 300 euros suplemento em quarto single e 300 euros por veículo 4x4. Inclui reunião preparatória no dia 21 de Maio, estadia em hotéis e albergues com meia pensão e três acampamentos em autonomia, equipa médica, equipa de mecânica, gorjetas aos guarda-nocturnos das viaturas e café durante as etapas. A 12ª Grande Expedição do Clube Leirivida TT termina a 25 de Junho.
www.leirividatt.com

Tanzânia | Ascensão ao Kilimanjaro
Qualquer apaixonado pelo trekking sonha um dia subir ao cume gelado do Kilimanjaro, o ponto mais alto de África, com quase 6000 m. de altitude. São 11 ou 15 dias de viagem com cenários que vão desde a savana, floresta tropical, charneca, tundra e cenários alpinos. Preço: desde 1450 euros por pessoa e mais 590 euros se optar pela extensão a Zanzibar. Inclui todas as refeições, guias de montanha, cozinheiro e carregadores durante o trekking, transportes locais e alojamento em hotéis e acampamentos. O voo internacional tem um valor aproximado de 1220 euros
www.nomad.pt

 

ÁSIA

Filipinas | Expedição de mergulho
Um programa de viagem aliciante para quem gosta de actividades aquáticas, em particular o mergulho. Embarque nesta expedição de 10 dias até Tubbataha, nas Filipinas, com mergulhos diurnos e nocturnos em Bird Island, Amos Rock, Malayan Tugboat e Jesse Beazely. O Parque Nacional dos Recifes de Tubbataha, classificado como Património Mundial, é um santuário marinho, habitat de mantas gigantes, tartarugas marinhas e tubarões. Conheça ainda o Parque Nacional do Rio Subterrâneo de Puerto Princesa, por onde corre um rio subterrâneo navegável, que se estende por oito quilómetros, classificado Património da Humanidade. Preço: desde 2277 euros por pessoa em cabine dupla, com passagem aérea, estadia de seis noites a bordo com pensão completa, estadia de duas noites em hotel e excursão ao rio subterrâneo. De 26 Maio a 4 Junho
www.escapetravel.pt  

 

Via Fugas

 

 



publicado por olhar para o mundo às 08:18 | link do post | comentar

Sexta-feira, 29.04.11
Onde ir em Londres
Com o casamento do príncipe William e Kate Middleton no centro das atenções do mundo, Londres é também a capital mundial do romance e da monarquia. Para agora ou para depois, deixamos-lhe dez locais intimamente relacionados com a monarquia britânica para um passeio global pela história real do país.

Abadia de Westminster
William e Kate casam-se na histórica abadia, seguindo o exemplo de outros membros da realeza, incluindo a Isabel II (avó de William). Desde Guilherme, o Conquistador, todas as coroações ocorreram na Abadia (com apenas duas excepções). Também foi aqui o funeral da princesa Diana, mãe de William, e é onde estão enterradas várias figuras históricas.
http://www.westminster-abbey.org
(Está encerrada ao público desde dia 27 devido ao casamento real e só reabre dia 30)

Palácio de Buckingham
É a actual casa da família real. Todos os anos, uma parte do palácio abre ao público durante o Verão, enquanto a família se ausenta para férias. Podem ainda ser visitados espaços como a Galeria da Rainha. A não perder: o famoso render da guarda.
http://www.royal.gov.uk | http://www.royalcollection.org.uk
(Só reabre ao público no dia 23 de Julho - e até 3 de Outubro)

Catedral de São Paulo
A Catedral é um dos edifícios religiosos mais importantes de Londres. Os príncipes Carlos e Diana - pais de William - casaram-se nesta igreja; foi o cenário escolhido para as celebrações dos jubileus da rainha Vitória, da rainha-Mãe e de Isabel II. A cripta, localizada na cave, alberga os túmulos de várias figuras britânicas importantes.
http://www.stpauls.co.uk
(Mantém-se a funcionar normalmente no dia 29)

Torre de Londres
A Torre de Londres, localiza no centro da cidade, guarda 900 anos de história e já foi fortaleza, palácio e prisão. É também onde estão guardadas as Jóias da Coroa ou a armadura de Henrique VIII. Existem várias exposições interactivas que contam a vida dos monarcas britânicos, mas também a morte dos traidores.
http://www.hrp.org.uk/toweroflondon

Palácio de Kensington
É mais conhecida por ter sido a antiga residência da princesa Diana, mas a rainha Vitória e a princesa Margaret também aqui viveram. No palácio, estão em exposição alguns dos vestidos de Diana, assim como várias exibições inspiradas por outros membros da realeza e da história do palácio.
http://www.hrp.org.uk/kensingtonpalace

Hampton Court Palace
Este enorme palácio de tijolos vermelhos era o preferido de Henrique VIII e Shakespeare representou aqui pela primeira vez para Jaime I. Poderá visitar os quartos, as cozinhas, os jardins, incluindo o famoso labirinto de Hampton Court.
http://www.hrp.org.uk/hamptoncourtpalace

Banqueting House
Com o seu tecto pintado por Rubens, foi desenhada por Inigo Jones e é o que resta do Whitehall Palace dos Tudor. Hoje em dia, ainda é usada para eventos e festas particulares, mas também está aberta ao público.
www.hrp.org.uk/banquetinghouse
(Vai estar encerrado no dia do casamento) 

Palácio Kew

 

 

Via Público

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 17:35 | link do post | comentar

National Geographic elege Açores como um dos dez melhores destinos de Verão
Os Açores estão entre os dez melhores destinos para o Verão, segundo a "National Geographic Traveler". A revista de viagens da conceituada instituição seleccionou locais "fora do comum", "escondidos" em vários pontos do mundo.

A "National Geographic Traveler" colocou os Açores na 8.ª posição, descrevendo-os como um "arquipélago intocado", onde a "remota localização ajudou a limitar o turismo e o desenvolvimento". O destaque vai para os ex-líbris naturais das ilhas açorianas, onde se podem encontrar "verdes montanhas vulcânicas, termas, montes cobertos de hortênsias e vinhas", mas não se esquecem as típicas cidades de casas brancas, os moinhos de vento e as estradas de paralelos.

 

National Geographic dá ainda especial destaque a três ilhas - Terceira, Faial e São Miguel, e relembra o cozido das Furnas e a época das festas açorianas, com "numerosas procissões religiosas e eventos culturais".

 

O texto é ilustrado como uma imagem de banhistas nas piscinas naturais de São Lourenço, Vila do Porto, Santa Maria.

 

lista contempla ainda Muskoka Cottage Country (Canadá), Patagónia (Argentina), Cardiff(Reino Unido), Arquipélago de Estocolmo (Suécia), Roatan (Honduras), Ístria (Croácia), Ilhas de San Juan e Mineápolis (ambos nos EUA).

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 08:00 | link do post | comentar

Segunda-feira, 18.04.11
Ideias para as férias da Páscoa
 
A Páscoa dá-lhe uns dias livres, até pôs de lado algum dinheiro para as merecidas miniférias e, porém, deixou tudo para a última hora? Eis dez ideias para já.
 

PENEDA GERÊS
Preço: 255 euros por pessoa, com três noites de alojamento em turismo rural, três almoços, actividades com guia especializado e seguro. "Páscoa com Lobos" é a sugestão da Ecotura para as suas mini-férias. São quatro dias de actividades em território de lobo para conhecer e aprender mais sobre a vida natural da Serra da Peneda, com saídas de orientação com pistas e bússola, sempre na "peugada" do lobo, prospecção de flora e avifauna.  De 22 a 25 de Abril. 
www.ecotura.com

 

RIBATEJO
Preço: 199 euros por pessoa. De 23 a 24 de Abril vá "Pelo Rio Acima" num cruzeiro ao longo do rio Tejo na região da lezíria ribatejana, com paragem em aldeias Avieiras e oportunidade para observação de cavalos e aves. Para o segundo dia está reservada uma visita ao Fluviário de Mora e um passeio pelas praias da região, passando pela cidade de Constância e pelo castelo de Almourol e ainda pela Reserva Natural do Paul do Boquilobo, habitat da maior colónia de garças do país. O valor inclui passeio de barco, almoço em restaurante regional, uma noite de estadia em turismo rural, entrada no Fluviário, transporte desde Lisboa, guia e seguro.
www.natuga.net

 

ALGARVE | Lagoa
Preço: a partir de 140 euros por pessoa em ocupação dupla. Três noites de alojamento no Hotel Vale D'el Rei, em Lagoa, pequeno-almoço, tratamento Vip de boas vindas no quarto, oferta de um jantar, acesso diário ao Day Spa (jacuzzi, banho turco, sauna, hidromassagem), uma hora por dia de utilização de court de ténis e utilização de ginásio, transporte gratuito do hotel para a Praia da Marinha e Carvoeiro, oferta de alojamento e refeições das crianças até 12 anos de idade e baby-siting com actividades temáticas. 
www.topatlantico.pt

 

ALGARVE | Praia dos Salgados
Preço: desde 200 euros. Aproveite o sol do Algarve no Dunas Suite Hotel, com localização privilegiada sobre a Praia dos Salgados, próximo de Albufeira. Inclui três noites de 22 a 27 de Abril, em quarto duplo, com pequeno-almoço, água e chá no quarto, jantar de Domingo "Especial Páscoa" com bebidas e utilização gratuita das piscinas, ginásio e aulas de grupo no  Health Club e Spa.  
netviagens.pt

 

MADEIRA | Porto Santo
Preço: desde 492 euros por pessoa. Programa especial Páscoa, com partidas a 22 e 24 de Abril, avião à saída de Lisboa, taxas e sete noites em hotel com pequeno-almoço. Dias inteiramente livres para desfrutar da longa praia de Porto Santo, reconhecida pelas propriedades terapêuticas das suas areias.
www.intertours.com.pt

 

ESPANHA | Andaluzia selvagem
Preço: 325 euros por pessoa. Quatro dias de caminhada na Serra Morena na Andaluzia, para apreciar a diversidade da paisagem, flora e fauna e observação de espécies como a lontra, o lince, o abutre-negro e outros, é a proposta da Natuga para os dias 22 a 25 de Abril. Inclui três noites de alojamento, transporte desde Lisboa em mini-bus, guias e seguro. 
www.natuga.pt

 

ESPANHA | Palma de Maiorca
Preço: desde 311 euros. Promoção válida para sete noites com partida do aeroporto de Lisboa, taxas  e estadia em hotel com pequeno-almoço, em Palma de Maiorca, a maior das ilhas Baleares e um dos destinos mais procurados em Espanha para férias, pelas suas praias e animada vida nocturna. Válido de 24 a 30 de Abril.  
www.cwt.pt

 

CABO VERDE | Ilha do Sal
Preço: desde 609 euros por pessoa com pequeno-almoço ou a partir de 828 euros em regime de tudo incluído. Passe as suas férias de Páscoa, na ilha do Sal ao ritmo da morna e do funaná. São sete noites de estadia no hotel e regime escolhido, passagem aérea e taxas. Partida a 23 de Abril. 
www.abreu.pt 

 

TURQUIA | Circuito
Preço: desde 1190 euros por pessoa. Circuito de oito dias com transporte aéreo, taxas, estadia em hotéis com algumas refeições, circuito em autocarro de turismo com guia e visitas a Istambul, Ankara, Tróia, Capadócia, Pamukkale, Kusadasi e Éfeso. Próxima saída a 19 de Abril. 
www.grantur.com

 

MARROCOS | Marraquexe
Férias num riad: promoção válida para duas noites em riad até final do mês (sujeito a disponibilidade). Em voo TAP. A partir de €413
CWT

 

Via Fugas



publicado por olhar para o mundo às 08:03 | link do post | comentar

Quinta-feira, 07.04.11
Campanha acabou com mito de que férias nos Açores são caras
 
A campanha turística VisitAzores com voo incluído , que gerou 3.470 dormidas na época baixa, atingiu o objectivo de desmistificar o custo das férias nos Açores, afirmou hoje Sandro Paim, presidente da Câmara de Comércio e Indústria dos Açores.
 

«A campanha permitiu desmistificar no mercado nacional a questão do elevado custo das férias nos Açores, tendo também permitido aumentar o fluxo de reservas através da Internet», frisou Sandro Paim, num balanço desta campanha, que decorreu entre 15 de Outubro e 31 de Março.

 

Os dados hoje divulgados indicam que, entre as 3.470 dormidas que gerou no arquipélago, «99 por cento foram compradas através da Internet», o que representa um enorme aumento num mercado onde as reservas online representam apenas cinco por cento do total.

Para Sandro Paim, esta campanha também permitiu «acabar com a mistificação» de que as férias nos Açores na época baixa só podiam durar um fim de semana, tendo a sua realização levado alguns operadores turísticos a disponibilizar pacotes de cinco e sete noites.

 

«Foi muito positivo», considerou o presidente da Câmara de Comércio e Indústria dos Açores (CCIA), apesar de admitiu que o número de dormidas obtido nesta campanha «ficou aquém» do que se pretendia, que era atingir cinco mil dormidas.

 

Entre os turistas que vieram aos Açores no quadro desta campanha, 79 por cento eram oriundos de Lisboa, 17 por cento do Porto e quatro por cento de Faro.

 

Relativamente aos destinos destes turistas, 81 por cento ficaram em S. Miguel, 12 por cento na Terceira, cinco por cento no Faial, um por cento em S. Jorge e um por cento no Pico.

 

Por outro lado, em S. Miguel e na Terceira, cerca de 90 por cento ficaram alojados em hotéis de cidade, enquanto apenas 10 por cento ficaram em alojamento rural.

 

Pelo contrário, em S. Jorge e no Pico, a quase totalidade dos turistas optou pelos hotéis rurais.

 

Sandro Paim salientou que todos estes dados vão ser analisados por um grupo de trabalho para perceber onde pode esta campanha ser melhorada em próximas edições.

 

O presidente da CCIA admitiu que, na próxima época baixa, poderá ser lançada uma nova campanha deste género, voltando a lançar o desafio aos operadores turísticos para aderirem à iniciativa.

 

A campanha turística VisitAzores com voo incluído incluía viagem aérea e alojamento, disponibilizando pacotes de viagens a partir de 260 euros por pessoa para cinco noites nos Açores.

 

Esta iniciativa da CCIA contou com a participação das transportadoras aéreas TAP e a SATA e pretendeu aumentar o fluxo turístico nos Açores durante a época baixa, altura em que as unidades hoteleiras registam habitualmente taxas de ocupação muito baixas.

 

«Conseguimos atingir os objectivos de aumentar o notoriedade do destino turístico Açores e o fluxo de turistas na época baixa», frisou Sandro Paim.

 

Via Sol



publicado por olhar para o mundo às 17:50 | link do post | comentar

Sexta-feira, 18.03.11

HostelBookers elegeu os 21 melhores alojamentos para as mulheres segundo o grau de conforto, segurança e privacidade. Uma boa opção para umas férias diferentes e mais económicas em tempo de crise e que até podem ser mais divertidas. E lembre-se que com esta poupança pode investir mais em souvenirs e nas compras - como os os saltos altos adoram!!

Veja as fotos dos melhores hostels para viajar sozinha ou com as amigas e escolha o seu destino. Boas férias!

 

 

 

Via A vida de Saltos Altos



publicado por olhar para o mundo às 16:59 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

OS TRUQUES DOS PORTUGUESE...

Passeios de mão dada por ...

Um arco-íris de carnavais...

Viagens, Há um Portugal m...

Viagens, 12 distinos para...

Os melhores destinos de f...

Escapadas às vindimas

A pé pelos Picos da Europ...

Cinco praias portuguesas ...

Férias, promoções para v...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags



comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links


blogs SAPO
subscrever feeds