Domingo, 17 de Julho de 2011
Faça um upgrade ao seu comportamento amoroso

 

O seu comportamento amoroso poderá necessitar de um upgrade! Nós temos um conselho novo para si...

Pense nisto: Não a iriam condenar se tivesse um telemóvel da era dos dinossauros ou usasse o mesmo corte de cabelo de quando tinha 10 anos, então porquê obriga-la a seguir regras de amor que já expiraram? A realidade dos relacionamentos está em constante mudança! Há muita sabedoria popular sobre relacionamentos que não se verificam mais. Para garantir que está armada com as informações modernas, nós vamos corrigir quatro elementos tradicionais de aconselhamento amoroso!

Sabedoria convencional: Não ter relações sexuais se não estiver com vontade...
Nova regra: Mantenha-se ocupada!
"A ideia de que tem de estar com vontade para o sexo é uma falácia", diz Sandra Leiblum, Ph.D., autora de Getting the Sex You Want: Um guia para que a mulher se torne orgulhosa, apaixonada, e realizada na cama. As mulheres pensam frequentemente que para ter sexo, os astros têm de estar alinhados na posição correcta, tem de ser no momento certo e no local ideal. Mas de acordo com Leiblum, são os jogos e as brincadeiras que aguçam o desejo. Estes actos fazem produzir oxitocina, uma hormona produzida pelo hipotálamo e armazenada na hipófise posterior (neuro-hipófise), e tem a função de promover as contrações uterinas durante o parto e a ejeção do leite durante a amamentação. Ela ajuda as pessoas a ficarem juntas por muito tempo. Esta hormona é responsável pela sensação de prazer quando a mãe tem o seu bebé e também quando o pai segura o seu filho nos braços. Vários especialistas a denominam hormona do amor. Assim como a prolactina, a concentração de oxitocina aumenta 400% depois do orgasmo.

A oxitocina e a testosterona, estimulam a excitação. Estudos demonstraram que os níveis de testosterona podem permanecer elevados nas mulheres após a relação sexual. Portanto, da próxima vez que ele se colocar à sua frente assim que for entrar no duche, opte por transpirar em vez do banho!

Sabedoria convencional: Precisam de dizer "eu amo-te" todos os dias...
Nova regra: Verbalizar os sentimentos deve ser mais do que um simples hábito
Quando estas palavras são pronunciadas enquanto mastigamos uma colherada de cornflakes todas as manhãs ou "tossidas" no final de cada chamada, a sua importância dilui-se no tempo. 
O truque para mantê-las significativas: Diga "Eu amo-te" só quando estiver realmente a sentir isso. Melhor ainda, inove e diga-o de forma diferente. Por exemplo, experimente um elogio: Tu és realmente o melhor marido à face da terra! Uma expressão de afecto: "Querido" ou "Lindo", ou uma declaração de apreço: "Seria tão amável da tua parte se atestasses o depósito do meu carro!" 

Sabedoria convencional: Se o enganar, deve confessar...
Nova regra: A honestidade nem sempre é a melhor política!
Enganar o seu parceiro é quase sempre um acto egoísta, assim como dizer-lhe. "Revelar um caso pode ser prejudicial para todos os envolvidos", diz Robi Ludwig, psicoterapeuta. Claro, poderia aliviar a sua culpa a curto prazo, mas tem de pesar as consequências: confessando pode fazer com que ele perca a confiança que tem em si e fazer com ele se sinta inseguro. Na maioria das vezes, isso resulta num rompimento bastante desagradável. 
Portanto, a menos que sejam apanhados com as calças na mão, tome uma atitude mais viável. "Se chegou a um ponto onde não consegue parar de enganar o seu parceiro e está pronta a assumir a sua insatisfação no seu relacionamento que  provavelmente provocou o seu afastamento, não precisa de sobrecarregar o seu parceiro com as suas impulsivas e lamentáveis escolhas", diz Ludwig.    

Sabedoria convencional: Nunca deveria fingir um orgasmo...
Nova regra: Até pode de vez enquanto...
Aqueles que têm relações sexualmente gratificantes estão perfeitamente habilitados a fingir um orgasmo de tempos a tempos. "A mulher geralmente finge um orgasmo, porque está cansada e quer dormir, e isso é bom, de vez em quando", diz Fulbright. É também uma forma conveniente de agradar o seu parceiro, sem criar uma situação potencialmente complicada e a desculpa de que apesar de estar apreciar o "passeio", não há a menor possibilidade de "ver estrelas" esta noite!

"Mas se não tem orgasmos numa regularmente, nunca finja", diz Fulbright. Tem apenas de incentivá-lo e mostrar-lhe que se ele continuar a fazer o que está fazer nunca irá resultar. Em vez disso, mostre-lhe como chegar até lá, guie a sua mão até aos seus hot spots durante o sexo ou sugira uma posição que lhe agrade.

 

Via Ser Mulher



publicado por olhar para o mundo às 21:05 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Morreu Eusébio

Unesco consagra Dieta Med...

Morreu Nelson Mandela: A ...

Alejandro Sanz: 'A música...

Dulce Félix vice-campeã e...

Teatro, Festival de Almad...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Curta portuguesa entre as...

ARRISCA DEZ ANOS DE PRISÃ...

Maioria das mulheres alem...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links
blogs SAPO
subscrever feeds