Quarta-feira, 25 de Abril de 2012

Mulheres bonitas fazem mal à saúde dos homens

Estudo da Universidade de Valência investiga o que acontece no corpo de um homem quando vê uma mulher bonita (não é o que estão a pensar)

Javier Bardem, Tom Cruise, Brad Pitt e Michael Douglas que se cuidem: segundo a Universidade de Valência, podem ter a vida em perigo apenas porque são casados com mulheres lindíssimas.

 

Segundo o estudo, passar cinco minutos ao pé de uma mulher bonita pode ter consequências desastrosas no organismo masculino, nomeadamente fazer aumentar a hormona cortisol, que eleva a pressão arterial e o nível de açúcar no sangue.

 

Em pequenas doses, esta hormona traz uma sensação de bem estar e euforia, mas em quantidades mais elevadas pode provocar sérios problemas cardíacos.

 

Felizmente que há sempre a crise dos 3 anos para salvar os pobres homens das suas paixões...

 

Infelizmente, não foi apresentada uma versão feminina do estudo, mas já há más línguas masculinas jurando que cinco minutos na presença de malas ou sapatos fantásticos teria muito mais efeito nas mulheres que um homem bonito...

 

Via Activa



publicado por olhar para o mundo às 21:45 | link do post | comentar



publicado por olhar para o mundo às 19:34 | link do post | comentar


Texto colocado no site da autarquia indica que o fim da permanência do projecto no edifício foi ditado pela ameaça feita ao autarcaTexto colocado no site da autarquia indica que o fim da permanência do projecto no edifício foi ditado pela ameaça feita ao autarca ()

 

Site da câmara refere que o vídeo no YouTube, atribuído ao Anonymous, e o ataque ao sistema informático do município só podiam ter esta resposta por parte da autarquia. A oposição socialista concorda.

 

O presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, não respondeu, ontem, às questões da oposição sobre o despejo do colectivo Es.Col.A da antiga escola do Alto da Fontinha, mas um texto colocado no site da autarquia indica que o fim da permanência do projecto no edifício foi ditado pela ameaça feita ao autarca, num vídeo colocado na Internet cuja autoria é atribuída ao grupo Anonymous. O mesmo texto indica que a autarquia pretende avançar com obras de reabilitação do edifício no segundo semestre deste ano.

O texto, que tem remissões para uma galeria fotográfica da escola desocupada e do vídeo com "a primeira ameaça feita ao presidente da câmara antes da desocupação", recorda que este foi seguido de "diversos ataques ao sistema informático" da autarquia, argumentando: "Em face a este lamentável comportamento, não restou à câmara qualquer outra solução que não fosse a reposição da legalidade, determinando o despejo coercivo dos ocupantes."

Uma justificação que parece ter apaziguado algumas dúvidas do PS que, numa declaração lida no início da reunião pública do executivo, criticava a "falta de capacidade, de parte a parte, em estabelecer um diálogo transparente e encontrar uma solução negociada", mas considerava o despejo "inevitável". "O facto de o grupo que ocupava a escola não se ter demarcado da ameaça pública ao presidente da Câmara do Porto realizada, via Internet, pelo grupo Anonymous é muito grave e tornou inevitável a desocupação", leu o vereador Correia Fernandes.

Ainda assim, para o PS, "o essencial está por resolver", uma vez que ainda não é conhecido qual o destino que será dado ao edifício que se encontrava abandonado há cinco anos, até à ocupação pelo Es.Col.A, em Abril de 2011.

O vereador da CDU Pedro Carvalho também pediu explicações a Rui Rio (que não obteve), lembrando que o executivo tinha aprovado uma proposta para que o despejo fosse suspenso. "A convicção que tive na altura é que a intenção era dar continuidade ao projecto. Não sei onde é que este desfecho cumpre esse objectivo", disse. 

O Es.Col.A tinha sido despejado pela primeira vez em Maio do ano passado, mas reocupou o edifício, com autorização autárquica, em Julho. O colectivo argumenta que a câmara nunca lhe apresentou o contrato de ocupação do espaço, prometido nessa altura, e a autarquia afirma que o grupo não quis assinar esse mesmo contrato, apresentado em Março deste ano, e que previa a permanência do colectivo no edifício até ao final de Junho, mediante o pagamento de 30 euros mensais. 

Ao PÚBLICO, o presidente da Junta de Freguesia de Santo Ildefonso, Wilson Faria, diz estar à margem de todo o processo, mas garante que a população da Fontinha já não apoia em bloco a presença do Es.Col.A. "Algumas pessoas queixam-se de barulho e a indicação que tenho é que as pessoas que lá estão nem são as mesmas que apresentaram o projecto há um ano", diz.

Num flyer destinado à população da Fontinha, o próprio Es.Col.A admite a existência de "alguns transtornos" na vizinhança, por causa do barulho, mas apela, ainda assim, ao seu apoio.

Ao final da tarde de ontem, cerca de 70 pessoas sentaram-se, durante cerca de 45 minutos, em posição de meditação, na Praça de Humberto Delgado. A seguir, formaram um grande círculo, de mãos dadas, durante cinco minutos. A calma com que tudo decorreu contrastava com os 12 carros da polícia estacionados no local. João Wandschneider explicou que a iniciativa pretende tratar a "raiva" que muitos sentem devido ao recente despejo do colectivo Es.Col.A da Escola da Fontinha. A meditação vai repetir-se, pelas 18h30, nas próximas terças-feiras.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 16:35 | link do post | comentar

 

Letra

 

Crazy

 Aerosmith

 

Come 'ere baby
You know you drive me up the wall
The way you make good on all the nasty tricks you pull
Seems like we're makin' up more than we're makin' love
And it always seems you got someone on your mind other than me
Girl, you got to change your crazy ways
You hear me

Say you're leavin on a seven thirty train
And that you're headin' out to Hollywood
Girl you been givin me the line so many times
It kind gets like feelin bad looks good

That kind lovin'
Turns a man to a slave
That kind lovin'
Sends a man right to his grave

(Chorus:)
I go crazy, crazy, baby, I go crazy
You turn it on
Then you're gone
Yeah you drive me
Crazy, crazy, crazy for you baby
What can I do, honey
I feel like the color blue. . .

You're packin up your stuff and talkin like it's tough
And tryin to tell me that it's time to go
But I know you ain't wearin' nothin' underneath that overcoat
And it's all a show

That kind lovin'
Makes me wanna pull
Down the shade, yeah
That kinda lovin'
Yeah, now I'm never, never, never, never gonna be the same

(Chorus)

I'm losin my mind, girl
'Cause I'm goin' crazy

I need your love, honey
I need your love

Crazy, crazy, crazy for you baby
I'm losin my mind, girl
'Cause I'm goin' crazy
Crazy, crazy, crazy for you baby
You turn it on, then you're gone
Yeah you drive me



publicado por olhar para o mundo às 11:33 | link do post | comentar

Terça-feira, 24 de Abril de 2012
A magia do futebol é isto, Barcelona para casa, Chelsea na final da Champions

O Chelsea foi a Camp Nou empatar 2-2, qualificando-se para a final da Liga dos Campeões, mesmo jogando mais de 50 minutos com menos um jogador, por expulsão de Terry. O campeão europeu Barcelona fica fora da final, dias depois de quase ter perdido a Liga espanhola para o Real Madrid.


Como seria expectável, o Chelsea entrou a defender e o Barcelona a atacar. Os ingleses aguentaram 35 minutos, altura em que Busquets empatou a eliminatória, após um cruzamento de Cuenca.

Dois minutos depois, o Chelsea ficou reduzido a dez elementos, por expulsão de John Terry.

O Barcelona colocou-se depois em vantagem na eliminatória, com um golo de Iniesta, após passe de Messi (43’).

Só que essa vantagem não durou mais do que três minutos: num dos poucos contra-ataques do Chelsea, Ramires apareceu isolado e fez um belo chapéu a Victor Valdés.

Reduzido a dez e na frente da eliminatória, o Chelsea voltou a apostar numa defesa fechada na segunda parte.

O Barça poderia ter voltado à vantagem na meia-final, mas Messi desperdiçou um penálti aos 48’, atirando à trave.

A equipa catalã ficou bastante afectada pelo falhanço da grande penalidade e só mais perto do fim conseguiu criar perigo real, quando Messi atirou ao poste (84’).

O ataque do Barça foi tão intenso que já nos descontos Fernando Torres aproveitou um contra-ataque para sentenciar a eliminatória, fazendo o 2-2 final.

O Chelsea, que terá vários jogadores castigados para a final (Terry, Ivanovic, Meireles e Ramires), defrontará Real Madrid ou Bayern Munique.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 22:02 | link do post | comentar

Miguel Portas cumpria actualmente o segundo mandato como eurodeputado
Miguel Portas cumpria actualmente o segundo mandato como eurodeputado ()

 Miguel Portas, eurodeputado pelo Bloco de Esquerda, morreu esta terça-feira, aos 53 anos, de cancro no pulmão, em Antuérpia.

Economista, durante vários anos jornalista, foi, ainda antes do 25 de Abril de 1974, militante e depois dirigente da União de Estudantes Comunistas. Foi activista contra a ditadura desde jovem, tendo sido preso quando tinha ainda 15 anos.

Já em adulto foi militante do PCP a partir de 1974, de onde saiu em 1989. 

Miguel Portas integrou então, desde 1989, a Terceira Via, grupo de militantes comunistas que se opunham à direcção e onde pontificavam figuras como Joaquim Pina Moura e Barros Moura. Após o golpe de Estado na União Soviética a 20 de Agosto de 1991, a maioria dos elementos que integravam a Terceira Via rompe e abandona o PCP, entre eles Miguel Portas, em protesto com o apoio que a direcção do partido deu aos golpistas. Neste processo seriam expulsos do PCP figuras como Barros Moura, Raimundo Narciso, Mário Lino, tendo José Luís Judas abandonado o PCP para evitar a expulsão e preservar a CTGP de que era dirigente.

Durante os anos 90 pertenceu ao grupo Plataforma de Esquerda, que integraria o MDP/CDE, partido que então muda para o nome Política XXI e que virá a integrar a formação do Bloco de Esquerda (BE).

Miguel Portas cumpria actualmente o segundo mandato como eurodeputado pelo BE. Foi eleito pela primeira vez nas europeias de 2004. Tinha sido cabeça de lista já em 1999, nas primeiras eleições em que o movimento foi a votos, mas não conseguira qualquer eurodeputado.

Segundo informação do BE, o eurodeputado faleceu por volta das 18h desta terça-feira, no Hospital ZNA Middelheim, em Antuérpia. 

“Encarou a sua própria doença como fazia sempre tudo, da política ao jornalismo: de frente e sem rodeios. Teve uma vida intensa e viveu-a intensamente”, recorda o partido em comunicado. Durante o período em que esteve doente “continuou sempre a cumprir as suas responsabilidades e estava, neste preciso momento, a preparar o relatório do Parlamento Europeu sobre as contas do BCE”.

Miguel de Sacadura Cabral Portas nasceu em Lisboa a 1 de Maio de 1958. É filho do arquitecto Nuno Portas e da economista Helena Sacadura Cabral e é irmão de Paulo Portas e de Catarina Portas.

Durante a sua carreira de jornalista, foi director da revista cultural Contraste e depois redactor e editor internacional do semanário Expresso. Fundou o semanário  e a revista Vida Mundial, dos quais foi director. Também foi cronista no Diário de Notícias e no semanário Sol. Actualmente tinha ainda uma crónica semanal na Antena 1.

É autor dos livros E o resto é paisagemLíbano, entre guerras, política e religião e Périplo. Estes dois últimos resultaram do seu fascínio pela região do Mediterrâneo, por onde fez diversas viagens.

Périplo - Histórias do Mediterrâneo começou por ser um documentário em quatro episódios realizado por Camilo Azevedo e escrito e apresentado por Miguel Portas. Filmado em 2002 e 2003 em longas viagens pelos países da bacia mediterrânica, acabou por só ser transmitido pela RTP em 2005, dando depois origem ao livro com o mesmo nome. A dupla tinha já feito em 2000 o documentário Mar das Índias, uma co-produção entre a RTP e a Comissão dos Descobrimentos que recebeu o Prémio Bordalo de melhor trabalho televisivo do ano, atribuído pela Casa da Imprensa.

Miguel Portas tinha sido operado a um cancro no pulmão em 2010.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 21:20 | link do post | comentar

Pesquisa constatou que as mulheres que usam vermelho charmaram mais a atenção dos homens do que as que vestiam azul, verde e branco. Foto: Getty Images

 

Pesquisa constatou que as mulheres que usam vermelho charmaram mais a atenção dos homens do que as que vestiam azul, verde e branco

Homens preferem mulheres que se vestem de vermelho. Isso porque acreditam ser mais provável que pretendentes com peças dessa cor façam sexo no primeiro encontro, de acordo com uma pesquisa da Universidade do Sul da Bretanha, na França. Os dados são do jornal The Telegraph.

 

Para chegar a essa conclusão, os psicólogos analisaram 120 estudantes do sexo masculino entre 18 e 21 anos, que foram divididos em quatro grupos. Cada voluntário teve de olhar por 30 segundos para a foto de uma mesma mulher de 20 anos, que aparecia com camiseta de cor diferente (vermelha, azul, verde ou branca) para cada equipe. Por meio de um questionário, constatou-se que a moça foi considerada mais atraente quando usava vermelho, seguido de branco, azul e verde.

 

Também foi julgada mais propensa a concordar com sexo no primeiro encontro quando vestia vermelho, azul, verde e, por fim, branco. "Estudos têm demonstrado que o vermelho está ligado ao amor romântico e desejo, assim como a fertilidade feminina", disseram os cientistas. "Mas a evolução biológica também poderia explicar a importância do vermelho. Durante sua fase de fertilidade, o períneo de fêmeas de babuínos e chimpanzés, por exemplo, se torna vermelho, provavelmente para atrair os machos", acrescentaram.

 

Via Terra



publicado por olhar para o mundo às 21:18 | link do post | comentar

Mourinho torce pelo Chelsea


José Mourinho espera que o Chelsea elimine o Barcelona nas meias-finais da Liga dos Campeões, no jogo que se realiza hoje (19h45) em Camp Nou.


“Se fosse o Barcelona com o Milan ou o Arsenal, seria indiferente, mas quando se trata do Chelsea ou do Inter toca-me. Não o escondo: gostaria que a sorte saísse ao Chelsea”, disse o treinador do Real Madrid, na conferência de imprensa de antevisão da outra meia-final, entre o Real e o Bayern Munique, agendada para quarta-feira.

O técnico português defendeu ainda que a sua equipa merece estar na final e que os jogadores estão tranquilos para o jogo com o Bayern, depois da derrota por 2-1 na primeira mão.

“Não tenho tido muita sorte nas meias-finais. Perdi uma com um golo que não existiu, porque a bola não entrou [Chelsea-Liverpool em 2005], perdi outra nos penáltis [Chelsea-Liverpool em 2007], que é uma questão de sorte, e na temporada passada perdi da maneira que todos se lembram [Barcelona-Real Madrid]. Espero ganhar esta, apesar de termos perdido o primeiro jogo com um golo em fora-de-jogo”, disse Mourinho, acrescentando, no entanto, que “o árbitro esteve bem mas se enganou”.

O português qualificou ainda o embate com o Bayern como uma “final antecipada” e voltou a dizer que nem sempre a melhor equipa vence a Champions.

Mourinho deixou ainda a ideia de que permanecerá no Real Madrid na próxima época, apesar de praticamente todas as semanas surgirem notícias do interesse de outros clubes,

“Tenho contrato e não há nenhuma razão para que não continue. Quando fizermos o último jogo, falaremos com os jogadores e os dirigentes e veremos o que é melhor para todos. Mas aqui o importante são os jogadores”, acrescentou o treinador.

 

Via Público

 



publicado por olhar para o mundo às 21:15 | link do post | comentar

 

Letra

 

Bed Of Roses

Bon Jovi

 

Sitting here wasted and wounded at this old piano
Trying hard to capture the moment this morning i don't know
'cause a bottle of vodka is still lodged in my head
And some blond gave me nightmares
I think that she's still in my bed
As i dream about movies they won't make of me when i'm dead

With an ironclad fist i wake up and french kiss the morning
While some marching band keeps its own beat in my head while we're talking
About all of the things that i long to believe,
About love, the truth and what you mean to me.
And the truth is, baby, you're all that i need.

I wanna lay you down in a bed of roses
For tonight i sleep on a bed of nails
I wanna be just as close as the holy ghost is
And lay you down on a bed of roses

Well I'm so far away
Each step that i take is on my way home
A king's ransom in dimes i'd give each night
Just to see through this payphone
Still i run out of time or it's hard to get through
Till the bird on the wire flies me back to you
I'll just close my eyes and whisper, baby blind love is true

(Chorus)

The hotel bar hangover whiskey's gone dry
The barkeeper's wig's crooked
And she's giving me the eye
Well i might have said yeah
But i laughed so hard i think i died

Now as you close your eyes know i'll be thinking about you
While my mistress she calls me to stand in her spotlight again tonight 
I won't be alone but you know that don't mean i'm not lonely
I've got nothing to prove
For it's you that i'd die to defend

(Chorus x2) 



publicado por olhar para o mundo às 11:31 | link do post | comentar

FMM Sines: Otis Taylor, Socalled, Lofti Bouchnak e L'Enfance confirmados no cartaz

 

Otis Taylor, Socalled, Lofti Bouchnak e L’Enfance são as mais recentes confirmações no cartaz do FMM Sines 2012 – festival que regressa a Sines nos dias 19, 20, 21, 26, 27 e 28 de julho.

Nascido em Chicago em 1948, o bluesman Otis Taylor é praticante de um estilo de blues criado por si - o “trance-blues” -, onde a crueza da canção negra americana se cruza com o rock psicadélico e o jazz e ganha uma componente não menos genuína mas mais hipnótica em palco.Cantor, guitarrista, banjista e tocador de harmónica, Otis Taylor é também um criador de canções, bebendo principalmente na riqueza da experiência histórica dos afroamericanos.

A sua carreira teve um interregno entre 1977 e 1995, mas, desde que se dedicou por completo à música, a sua produção discográfica tem sido impressionante, ao ritmo de quase um álbum por ano desde a estreia, em 1997, com “Blue Eyed Monster”.

“White African” (2001) foi o disco que o estabeleceu na cena blues norte-americana, acumulando, a partir de aí, prémios e nomeações para prémios, incluindo o mais prestigiado do género - o prémio W. C. Handy - e várias distinções da revista “DownBeat”. Em 2004, foi considerado o melhor entertainer de blues do ano pelos leitores da revista “Living Blues”, ex-aequo com a lendária Etta James.

“Contraband”, o seu 12.º álbum, lançado em fevereiro de 2012, é mais um testemunho dos blues como força contra a violência e como género capaz de se reinventar sem perder os princípios.

O artista canadiano Socalled (Josh Dolgin) não podia ser mais diversificado e inclassificável. A sua lista de ocupações criativas inclui pianista, acordeonista, produtor, compositor, arranjador, rapper, cantor, jornalista, fotógrafo, cineasta, mágico, cartoonista e construtor de fantoches.

Com formação clássica de piano, começou muito cedo a interessar-se pelo jazz e depois pelo hip-hop, um género que considera universal devido à elasticidade com que se funde com músicas de todas as origens e tradições.

A descoberta da sua voz aconteceu precisamente quando começou a misturar o rap com as músicas dos seus antepassados judeus.Hoje, ele, que trabalhou com um dos mestres do revivalismo klezmer, o clarinetista David Krakauer, situa-se neste território hebraico urbano, mas a sua música transpõe outros horizontes.

Colaborador prolífico com outros artistas e noutros projetos, tem quatro discos em nome próprio: “HiphopKhasene” (2003), “The So Called Seder” (2005), “Ghettoblaster” (2007) e “SleepOver” (2011).

O projeto At-tufuula al-hamra’ nasceu da iniciativa do cantor tunisino Lofti Bouchnak, quando viu a banda franco-italiana L’Enfance Rouge a atuar na televisão Al Jazeera e ouviu o seu álbum de fusão rock / música árabe “Trapani-Halq al Waady”(2008).

Lofti Bouchnak é um dos maiores, se não o maior cantor árabe vivo. Nasceu em 1952 e foi criado na medina de Tunis entre músicos de rua, encantadores de serpentes e cafés cantantes. Além do “malouf” tunisino, estilo musical com raízes andaluzas, domina a música de todo o mundo árabe como cantor, alaudista e compositor.

Com François Cambuzat (voz e guitarra), Chiara Locardi (voz e baixo) e Jacopo Andreini (bateria), L’Enfance Rouge é, desde 1995, um dos mais aclamados grupos de rock progressivo da Europa.

Presente já uma vez no FMM Sines, em 2009, a sua música tem uma componente política assumida e um interesse especial pelas relações Norte-Sul, sobretudo as relações entre as duas margens do Mediterrâneo (Europa e Norte de África).

Além destes, já está também confirmada a presença no festival de Marc Ribot, Astillero, Dhafer Youssef, Gurrumul e Narasirato, Mari Boine (Noruega), JuJu (Gâmbia/Reino Unido), Oumou Sangaré & Béla Fleck (Mali / EUA), Hugh Masekela (África do Sul), Fatoumata Diawara (Mali), Bombino (Níger – Cultura Tuaregue) e Jupiter & Okwess International (R. D. Congo).

Até ao momento, ainda não há informação sobre o preço dos bilhetes para o festival de world music, que comemora este ano a sua 14ª edição.
Sara Novais
Retirado de Sapo Música


publicado por olhar para o mundo às 08:39 | link do post | comentar

O ZX Spectrum faz 30 anos. Preto, teclas de borracha, muitas letras e pequenas palavras num inglês que mal conhecia. E as cassetes, que barulheira

Ficamos velhos de cada vez que fazemos anos. A menos que o aniversário não seja o nosso, mas de algo que nos atira para trás, tipo máquina do tempo. Um ZX Spectrum, hoje, é isso mesmo. Uma máquina a atirar-nos para um tempo em que os computadores eram ainda (quase) uma miragem.

 

Para mim, muito mais num lugar como as minhas Caxinas, onde, excluindo os donos da única farmácia da terra – desconfio, com a autoridade de um puto então com menos de dez anos numa comunidade de pescadores – ninguém saberia o que era isso. Foi a sorte de ser o melhor amigo do filho mais novo daquela gente que viera de fora que me pôs na rota desses objectos raros.

 

Nunca tive um, mas lembro-me dele como se ainda estivesse no “meu” sótão. Preto, teclas de borracha, muitas letras e pequenas palavras num inglês que mal conhecia. E as cassetes, que barulheira. Quando hoje, na "dock" que tenho ao lado desta folha do "word" em que escrevo, ponho um jogo a “correr” com um simples toque, uso um verbo que, naqueles dias, se me tornou familiar em informática. Pôr o jogo a correr implicava pôr uma cassete a correr – largos minutos às vezes – numa velocidade que não nos tirava a paciência, mas que hoje era capaz de deixar qualquer miúdo habituado às PSP com os nervos em franja.

 

O ruído nunca me desapareceu da memória, e as aplicações para "smartphones" ou a Internet, num dos vários emuladores disponíveis "online", estão ai para o perpetuar. Fui à procura deles quando o Amílcar Correia, director do P3, me desinquietou a folga para vir a esta festa. E na era em que o retro é "fashion", somos bem capazes de perdoar aqueles gráficos manhosos, de um Chuckie Egg – perdi três vezes enquanto não me lembrei de que teclas usar – ou de um Daley Thompson’s Decatlhon, só para celebrar uma infância longínqua.

 

Ao meu lado, a Raquel David, que, ainda nem chegada aos quatro anos, julgará que sempre existiram o iMac, o iPad ou o iPhone e os seus jogos de uma qualidade gráfica incomparável, atura-me uns minutos a tentar apanhar ovos, até se aborrecer e pedir para ver mais um episódio da sua série favorita do momento: "Conan, o Rapaz do Futuro". Um excelente trabalho de desenho animado do japonêsHayao Miyazaki, que a RTP passou nesses inícios de 80 e que remete para um tempo após uma guerra mundial que se passaria em 2008, o ano em que ela nasceu. Há passado que me deixa mesmo mais novo. E assim partilhado, apetece mesmo festejar. Vai um joguinho?

 

retirado do P3



publicado por olhar para o mundo às 08:33 | link do post | comentar

Salários em atraso... é a realidade do futebol que temos

 

Mário Figueiredo e os salários em atraso: “É uma realidade conjuntural”

 

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Mário Figueiredo, comentou nesta segunda-feira a situação de salários em atraso no futebol português, dizendo que está a trabalhar numa “solução no silêncio dos gabinetes”.


“Estamos a trabalhar para resolver os problemas não só do Leiria, mas de todos os clubes. Não queremos particularizar”, disse Mário Figueiredo, após uma reunião com Emanuel Medeiros, representante da Associação das Ligas Europeias de Futebol (EPFL) e da Associação de Ligas Mundiais (WLA).

Confrontado com o pré-aviso de greve hoje apresentado pelos jogadores da União de Leiria, Mário Figueiredo afirmou que os “problemas de salários em atraso não são um exclusivo de Portugal” e resultam de dificuldades “conjunturais”.

“Num cenário de crise profunda, de recessão, de aumento de impostos, incluindo o IVA nos bilhetes, com dificuldades de financiamento das autarquias que acabam muitas vezes por não cumprir os compromissos assumidos com os clubes e com as dificuldades de empresas em cumprir os compromissos publicitários com os clubes, parece-me que a realidade a que estamos a assistir é conjuntural, num país que está sob assistência financeira”, disse o líder da Liga.

Mário Figueiredo recusou, por outro lado, admitir que as situações de salários em atraso que se verificam em vários clubes sejam uma prova de que o sistema de licenciamento da Liga seja um fracasso.

“Podemos sempre melhorar o que existe, mas não podemos dizer que o sistema de licenciamento não tenha um nível, pelo menos, razoável”, respondeu Mário Figueiredo, para quem os “standards exigidos” aos clubes são “bastante elevados”.

O presidente da Liga admitiu, porém, que está a trabalhar em “formas de evoluir os mecanismos de licenciamento, de forma a que as regras de fair-play e de leal concorrência se verifiquem”.

Na mesma conferência de imprensa, em que anunciou a designação de António Laranjo (seu adversário nas últimas eleições) como alto representante da Liga junto da EPFL e da WLA, Mário Figueiredo revelou que o processo de alargamento da II Liga para 22 clubes (incluindo seis equipas B) está a decorrer normalmente e que um alargamento da I Liga voltará a ser discutido numa assembleia geral da Liga, provavelmente na próxima semana.

Desta vez, estará em cima da mesa uma proposta de alargar a I Liga para 18 clubes, subindo os dois primeiros da II Liga e disputando-se uma “liguilha” entre os dois últimos do campeonato principal e o 3.º e 4.º classificados da II Liga, para apurar as restantes duas equipas.

Mário Figueiredo salientou, no entanto, que mesmo que esta alteração seja aprovada pelos clubes terá depois de ser ratificada pela Federação Portuguesa de Futebol.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 08:30 | link do post | comentar

Segunda-feira, 23 de Abril de 2012
ser ou não sensual e atraente

Como conquistar o homem que deseja

 

Sermos ou não sensuais e atraentes para o sexo oposto é muito uma questão de atitude. Por vezes, mudar certas coisas faz toda a diferença..

 

Não interessa se só vai fazer umas compras ao supermercado ou se é Domingo e vai almoçar a casa dos pais. Ser sexy é uma questão que não se prende exclusivamente com ocasiões especiais, mas passa por você saber que, por debaixo daquelas calças de ganga, está simplesmente fantástica. Sem querer ou sequer tomar consciência, isso mudará a forma como se relaciona com o sexo oposto.

*Pinte os lábios de vermelho, que é como quem diz, maquilhe-se e realce o melhor que há em si, sejam os lábios ou os olhos.
*Faça uma massagem, ou vá ao cabeleireiro todos os meses ou não deixe crescer aquelas raízes brancas. Sinta-se bem na sua pele, sem complexos de culpa ou sem achar que assim as pessoas não a levam tão a sério só porque valoriza também o aspecto físico. O intelecto não é incompatível com a beleza.
*Compre 'aquele' vestido. Pode pensar 'mas quando é que o vou usar'. Não interessa Até pode ser em casa um jantar especial. O que tem de dizer a si mesma é que lhe pertence todo o direito de usá-lo.
*Provoque-o. Isto significa que não tem de estar à espera que ele dê o primeiro passo sempre que se trata de sexo. Por vezes, bastam umas palavras sopradas ao ouvido, um cruzar da perna mais lento ou um passar a mão pela perna dele para que a mensagem seja compreendida. Mas se quiser ir mais longe, diga-lhe mesmo o que gostava que ele fizesse consigo... ou você com ele.

 

*Treine em frente à objectiva de uma máquina: tímida quando posa para a fotografia? Combata essa ideia que não fica bem nas fotografias. Improvise uma sessão qual modelo profissional. O melhor é pedir a uma amiga, com quem se sinta à vontade, para participar também. E finja que é uma modelo, faça caretas, poses e tudo o mais que lhe apetecer. É uma boa forma de se libertar completamente de complexos e ganhar confiança em si e no seu corpo.



Via Activa



publicado por olhar para o mundo às 21:45 | link do post | comentar

A MIMA House ganhou um prémio do site ArchDaily

 

A MIMA House ganhou um prémio do site ArchDaily (DR)
Em poucos meses, o projecto da premiada MIMA House, de dois jovens arquitectos de Viana do Castelo, passou da fase experimental para a de comercialização. Graças a um acordo com uma fábrica da região, a dupla pode começar a dar resposta a centenas de encomendas destas casas prefabricadas de inspiração japonesa. Os pedidos, já com lista de espera, chegam de países como Brasil, Chile, EUA, Canadá, entre outros.

Após um período de sistematização de processos para definir a "forma mais rápida de produção" e o método "mais eficiente de transporte e montagem" foi encontrada a parceria certa. O conceito de habitação está em condições de começar a ser produzido, em série, em menos de dois meses, numa fábrica do Norte do país. Com o arranque da fase de produção os dois arquitectos admitem a necessidade de contratação de vários especialistas face ao volume de encomendas.

A MIMA House foi beber inspiração à arquitectura tradicional japonesa e com a arte e engenho de Mário Sousa e Marta Brandão, adequada ao estilo de vida das sociedades modernas. Os interessados em viverem a experiência de uma casa MIMA podem fazê-lo no primeiro showroom do país que os dois arquitectos abriram no fim-de-semana em Viana. "Será um quarto em que vão conseguir ter uma ideia do que será a casa, tocando, percebendo o que são as paredes internas e externas", explicou Marta Brandão.

O produto tornou-se famoso através da Internet. O sucesso do projecto foi consolidado, em Março, com o prémio Building of the Year, do famoso site de arquitectura ArchDaily. O conceito assenta num modelo com uma área de 18 a 36 metros quadrados, mas toda a concepção pode ser alterada, porque no interior da casa existem calhas metálicas que permitem colocar ou retirar paredes amovíveis, adicionando ou subtraindo divisões à casa ou oferecendo-lhe um carácter de open space

A MIMA é composta, sobretudo, por materiais de madeira maciça e por janelas de vidro duplo, assente numa estrutura de pilar e viga com um espaço fixo. Tudo o resto são paredes com painéis e peças modulares personalizadas pelo cliente. Sobre as janelas ou sobre as paredes podem ser colocados (e trocados) painéis coloridos, na mesma lógica de personalização.

O preço-base ronda os 39 mil euros. No entanto, o que pode fazer variar o custo final é, precisamente, a possibilidade de o cliente personalizar a casa. A dupla quer combater a ideia de que a "arquitectura é um objecto de luxo" a que poucos têm acesso. "Mantendo a qualidade arquitectónica, que para nós é o mais importante, tentámos criar um produto mais económico que mantivesse as qualidades espaciais e construtivas, contornando as questões do tempo e das legalizações, porque já responde aos parâmetros", explicou Marta Brandão.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 19:04 | link do post | comentar

Pinto da Costa, o que interessam são os títulos


O presidente do FC Porto diz que apenas terá a certeza que os portistas serão campeões nacionais quando “o árbitro apitar para o fim do último jogo que matematicamente” garanta o título aos “azuis e brancos”.


“O futebol é fértil em surpresas”, por isso Pinto da Costa ainda não dá como garantida a conquista de novo campeonato pelo FC Porto. Em entrevista ao Jornal de Notícias, o líder dos portistas afirma que “nada pode ser garantido” e que não se esquece da forma como perdeu o “único jogo”. Porém, salienta que a sua equipa apenas depende de si própria.

Num balanço dos 30 anos de presidência dos “dragões”, Pinto da Costa lembrou “um homem” com quem “aprendeu muito” e era um “amigo íntimo”: José Maria Pedroto. No entanto, o dirigente diz que nenhum treinador “superou as expectativas” e refere “o único caso “ que ficou “aquém daquilo que esperava foi o Quinito”.

Em relação a jogadores, Pinto da Costa destacou dois avançados. Sobre o polaco Mielcarski afirma que chegou a pensar que “estava ali um novo Van Basten” e considera o fracasso do jogador a principal “desilusão”. Jardel, que “não foi para o Benfica por uma diferença de 60 contos”, excedeu as “expectativas”.

O presidente “azul e branco”, que este ano adiou uma semana de férias no Brasil após o empate do FC Porto em Paços de Ferreira porque “as coisas tremeram” e “os abutres levantaram voo”, falou ainda sobre as escutas no caso “Apito Dourado”.

Pinto da Costa garante que se não tivesse escutas “ficava ofendido” e lembrou que teve “processos” e “julgamentos” e, em todos, foi “absolvido”. “Fui condenado muitas vezes, mas por jornais. Portanto, digo que tive processos, tive escutas, mas não tive nenhuma pena”, atirou.

 

Retirado do Público



publicado por olhar para o mundo às 19:01 | link do post | comentar

 

Letra

 

When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darlin' when I hold you
Don't you know I feel the same

'Cause nothin' lasts forever
And we both know hearts can change
And it's hard to hold a candle
In the cold November rain

We've been through this such a long long time
Just tryin' to kill the pain

But lovers always come and lovers always go
An no one's really sure who's lettin' go today
Walking away

If we could take the time
To lay it on the line
I could rest my head
Just knowin' that you were mine
All mine
So if you want to love me
Then darlin' don't refrain
Or I'll just end up walkin'
In the cold November rain

Do you need some time...on your own
Do you need some time...all alone
Everybody needs some time...
On their own
Don't you know you need some time...all alone

I know it's hard to keep an open heart
When even friends seem out to harm you
But if you could heal a broken heart
Wouldn't time be out to charm you

Sometimes I need some time...on my
Own
Sometimes I need some time...all alone
Everybody needs some time...
On their own
Don't you know you need some time...all alone

And when your fears subside
And shadows still remain
I know that you can love me
When there's no one left to blame
So never mind the darkness
We still can find a way
'Cause nothin' lasts forever
Even cold November rain

Don't ya think that you need somebody
Don't ya think that you need someone
Everybody needs somebody
You're not the only one
You're not the only one



publicado por olhar para o mundo às 11:26 | link do post | comentar

Não dizemos aos pais o mal que nos estão a fazer e quanto estamos a sofrer, assegura Ana

Não dizemos aos pais o mal que nos estão a fazer e quanto estamos a sofrer, assegura Ana (Foto: António Carrapato)

 

Com o divórcio de pais habituados a cuidar dos filhos, a tendência para o litígio pode acentuar-se. Associações alertam para fenómeno da "alienação parental", que alguns dizem não existir.

 

Sob a vigilância de uma funcionária, numa sala de um dos edifícios da Segurança Social em Lisboa, Luís, de 48 anos, manobra um carro telecomandado. Fá-lo seguir até ao compartimento contíguo, onde o seu filho está com a avó materna, e regressar, depois, à sala onde se encontra. Ele, Luís, não pode cruzar-se com a família da ex-companheira. Por isso pediu o carro a um sobrinho e o manobra, agora, entre uma e outra sala, a engolir as lágrimas e a humilhação. Tenta atrair Pedro, de quatro anos, que finalmente chega à ombreira da porta e, por uns segundos, levanta os olhos do carro para o pai. Nesse momento, a avó faz barulho com os sacos e o miúdo desaparece. Luís ouve: "Não vás embora, avó!". A visita terminou.

A descrição é feita com base no relato de Luís. É a sua versão de um drama cuja veracidade sustenta em documentos e estudos e relatórios e notificações do tribunal e contas de advogados – "um monte de papéis inúteis" sobre os quais chora. A relação de normalidade com o filho terminou dias antes de o bebé completar os dois anos de idade. Hoje, Pedro tem cinco anos e não voltou a estar com o pai sem a vigilância de terceiros. Luís tornou-se no retrato daquilo a que alguns chamam vítima de "alienação parental" – o termo utilizado para designar o comportamento, em casos de divórcio litigioso, do progenitor que tem a guarda física do filho e que, perante a criança, procede a uma permanente desqualificação do outro progenitor, ao mesmo tempo que procura obstar ao contacto entre ambos, com a intenção de provocar o corte dos vínculos afectivos que os unem.

Nas vésperas do dia Internacional de Consciencialização da Alienação Parental, que se assinala dia 25, o problema mobiliza várias organizações. Entre elas os dirigentes das associações Para a Igualdade Parental (APIP) e da Pais Para Sempre (APPS), que citam dados oficiais para lembrar que, só em 2010, houve 27.556 divórcios em Portugal e deram entrada nos tribunais 16.836 processos de regulação do exercício das responsabilidades parentais e 11.283 processos por incumprimento do regime acordado (de contactos ou de pagamento de pensões de alimentos). "Com o divórcio dos homens da geração pós-25 de Abril, que foram educados num ambiente de partilha, com as mulheres, das tarefas domésticas e dos cuidados dos filhos, a tendência é para que cada vez mais pais reclamem a sua guarda, o que pode potenciar os conflitos", afirma Ricardo Simões, da APIP.

 

Retirado do Público



publicado por olhar para o mundo às 08:35 | link do post | comentar

Sebastian Vettel obtém primeira vitória de 2012 e lidera o Mundial


Vettel partiu da “pole position” e concluiu a corrida à frente da concorrência. O alemão subiu ao primeiro lugar do pódio, com os dois Lotus a brilharem: Kimi Räikkönen foi segundo, a 3,3 segundos do vencedor, e Romain Grosjean ocupou o terceiro posto da classificação.


O companheiro de Vettel na Red Bull, Mark Webber, terminou no quarto lugar, à frente de Nico Rosberg (Mercedes). Fernando Alonso (Ferrari) foi sétimo, seguido por Lewis Hamilton (McLaren).

A vitória deste domingo coloca Vettel na liderança do Mundial de pilotos: o alemão soma 53 pontos, mais quatro que Hamilton e mais cinco que Webber.

GP do Bahrein
Classificação (top-10)
1. Sebastian Vettel (Red Bull)
2. Kimi Räikkönen (Lotus), a 3,3s
3. Romain Grosjean (Lotus), a 10,1s
4. Mark Webber (Red Bull), a 38,7s
5. Nico Rosberg (Mercedes), a 55,4s
6. Paul di Resta (Force India), a 57,5s
7. Fernando Alonso (Ferrari), a 57,8s
8. Lewis Hamilton (McLaren), a 58,9s
9. Felipe Massa (Ferrari), a 1m04,9s
10. Michael Schumacher (Mercedes), a 1m11,4s

Mundial de pilotos
1. Sebastian Vettel (Red Bull), 53 pontos
2. Lewis Hamilton (McLaren), 49
3. Mark Webber (Red Bull), 48
4. Jenson Button (McLaren), 43
5. Fernando Alonso (Ferrari), 43
6. Nico Rosberg (Mercedes), 35
7. Kimi Räikkönen (Lotus), 34
8. Romain Grosjean (Lotus), 23
9. Sergio Perez (Sauber), 22
10. Paul di Resta (Force India), 15

Mundial de construtores
1. Red Bull, 101 pontos
2. McLaren, 92
3. Lotus, 57
4. Ferrari, 45
5. Mercedes, 37
6. Sauber,31
7. Williams, 18
8. Force India, 17

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 08:34 | link do post | comentar

Domingo, 22 de Abril de 2012

Efeito Sá Pinto continua.

Sá Pinto deixou claro que a aposta do Sporting para o que falta jogar na temporada é a Liga Europa. E, a pensar na segunda mão das meias-finais frente ao Athletic de Bilbau, na quinta-feira, fez uma pequena revolução na equipa que defrontou o Nacional na Choupana.


Mas os “leões” não se ressentiram e chegaram à vantagem aos 11’: Diego Rubio rematou à meia-volta para o 1-0. Um grande pontapé de fora da área, por Renato Neto, resultou no segundo golo do Sporting (31’).

A reacção do Nacional surgiu poucos minutos depois. Mateus reduziu a desvantagem antes do intervalo.

O plano de Sá Pinto sofreu uma contrariedade no início da segunda parte, com a expulsão de Diego Rubio. O avançado chileno jogou a bola com a mão e viu o segundo cartão amarelo, deixando os “leões” em inferioridade numérica.

A equipa de Pedro Caixinha tirou partido disso para chegar ao empate. Após vários ressaltos, Keita – que tinha entrado minutos antes – rematou à entrada da área para o 2-2 (74’).

Mas o empate durou pouco. Logo a seguir, Wolfswinkel (que tinha entrado para o lugar de André Martins) foi derrubado na área pelo guarda-redes Marcelo. O avançado holandês não vacilou na conversão da grande penalidade, fazendo o 3-2 final.

Os “leões” voltaram a ganhar na Choupana, algo que não acontecia desde a temporada de 2006-07. A equipa de Sá Pinto mantém-se no quarto lugar, com 53 pontos – menos seis que o terceiro, Sporting de Braga.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 21:44 | link do post | comentar

Alguém quer o papel de

 

 

 

A pergunta é de duplo sentido porque ela deixa ainda outra dúvida: a diferenciação de "gênero" entre as mulheres realmente existe? É surpreendente, para não dizer, uma verdadeira perda de tempo que os homens e as próprias mulheres tentem construir alguns rótulos.

 

Da mesma forma que já falamos sobre o mosaico que toda mulher gostaria de montar de um homem ideal, os homens podem ter seus métodos de idealizar sua musa.


Mas pensar se uma mulher realmente é pra casar, é medir escalas morais, sentimentos e limitar a felicidade.

 

Mulher para casar pode ser a virgem, pode ser a boa dona de casa, pode ser adevassa, que faça o cara subir pelas paredes todas as noites, pode ser aquela mulher quer ser a mãe dos filhos dele, e pode ser aquela que ele paquera há uns 15 anos e que resolve baixar a guarda, depois de separada do primeiro marido. E pode ser aquela que ele nunca encontrou, ou quem sabe, nem vai encontrar, de tanto que idealiza essa musa.

 

E tem a mulher de verdade, bem real, que quer fazer uma coisa, mas detesta a outra, ou que é péssima em tanta coisa, mas consegue ter momentos de sabedoria, e faz seu gato rir bastante com seu bom humor.

 

mulher para casar existe sim, e essa sensação aparece quando os dois estão prontos, ou não! A mulher para casar é aquela que está ao lado, a namorada e companheira. Que provavelmente já errou muito, e vai errar mais, mas que desenvolveu jogo de cintura e bom humor para continuar mantendo o coração e olhos do seu homem sempre com ela.


Essa mulher passa longe da perfeição Vilamigas. Ela é você e todas nós.

 

Retirado de Vila Dois



publicado por olhar para o mundo às 21:38 | link do post | comentar

 

Há mais que futebol num Barcelona Real Madrid

 


Treinador conseguiu a primeira vitória em dez visitas a Camp Nou. Esta (1-2) bastou para estar a um passo do 32.º título do Real Madrid graças ao golo de Cristiano Ronaldo, que ofuscou Messi.


Pep Guardiola chegou ao Santiago Bernabéu a 2 de Maio de 2009 com quatro pontos de vantagem sobre o Real Madrid, a quatro jornadas do final da Liga espanhola. Tal e qual como agora. Na altura, admitiu que viajava ao estádio do grande rival para atacar o campeonato. Ganhou, goleou por 2-6 e saiu como grande vencedor. Nessa noite brilhou Messi (com dois golos) e o Barcelona regressou à Catalunha com o título praticamente na mão. Três anos depois, os papéis inverteram-se. O momento foi de Ronaldo e do Real.

José Mourinho pisou um relvado que lhe é maldito, ele que foi ali adjunto de Van Gaal nos primeiros passos da carreira. Mas os anos seguintes tornaram-no persona non grata em Camp Nou. Ontem, entrou em silêncio (um black out a que se auto-impôs achando-se perseguido pela impensa desde o dia 4 de Abril) e saiu calado, mas a celebrar por dentro com a vitória por 1-2. O Real bateu o seu próprio recorde de golos numa Liga (107 em 1989-90 com Toschak), leva agora 109, arrastado por esse monstro goleador que é Cristiano Ronaldo. O português atingiu os 42, um recorde na Liga espanhola, num território que estava vedado à festa blanca desde Dezembro de 2007. Mais: o avançado bateu a sua marca goleadora (54, contra os 53 de 2010-11) e está à beira de outro registo histórico - caso marque na última ronda ao Maiorca, alcançará o que nunca nenhum outro jogador alcançou, que é marcar a todos os adversários numa temporada. Ronaldo escolheu o palco do maior rival para atingir os 300 golos, menos de 10 anos depois do "bis" ao Moreirense (3-0), a 7 de Outubro de 2002, quando festejou os seus primeiros remates certeiros, estava ainda no Sporting.

O Real pode já celebrar o título de campeão na próxima semana, caso vença o Sevilha em casa e o Barcelona perca em Vallecas, com o Rayo. A quatro jornadas do fim e sete pontos de avanço (com 12 pontos em disputa), não há dúvidas sobre o êxito de Mourinho.

Guardiola desiste da Liga

A condição de líder dos madridistas mudou o habitual guião do clássico e o Barça saiu abatido e sem discussão na sua própria casa. Foi um triunfo indiscutível do Real, mais defensivo, que conseguiu neutralizar as ofensivas do rival. Os blancos foram a negação dos blaugrana: no primeiro golo Khedira aproveitou a desorientação da defesa para fazer o 0-1, na outra ocasião, Ronaldo desfez o 1-1, três minutos após o golo de Alexis, para mandar calar o Camp Nou, gelado com o golo do português. Cristano foi maior que Messi, e Ozil superior a Xavi ou Iniesta. 

Uma superioridade que se foi mostrando ao longo da Liga, mas que se engasgou nas últimas rondas. A diferença de 10 pontos que o Real tinha para o Barça foi-se esfumando para mirrar e ficar em apenas quatro. Uma vitória dos catalães, colocaria a luta pelo título ao rubro, com apenas um ponto de diferença. Mas Karanka disse que Mourinho pediu ataque durante o jogo. E foi isso que aconteceu. Guardiola desistiu de vez.

"Quero dar os parabéns ao Real Madrid pela vitória e pela Liga que vão ganhar", disse no final o técnico do Barcelona. Pep via uma série de 54 jogos sem perder no seu estádio interrompida. Foi a primeira vitória de Mourinho em dez visitas a Camp Nou, ele que se estreou com uma goleada por 5-0, sofrida numa das suas piores noites na carreira. Depois disso, tentou tudo. Jogou ultra-defensivo e voltou a perder, desta feita de forma "suja" como lhe chamou a imprensa. Parece, agora, ter encontrado o antídoto.

Não concedeu espaços ao adversário, sem hipóteses para as habituais transições rápidas. Só por uma vez, na primeira parte, conseguiu assustar Casillas, mas Xavi, com a baliza aberta, rematou ao lado. No segundo tempo, defendeu, Tello e Xavi estiveram perto, mas sem sucesso. Ao golo de Alexis, entrado um minuto antes, Ronaldo respondeu com outro. E aí tornou-se dono da noite. Ele e Mourinho, que saiu em silêncio.

Notícia substituída no dia 22 de Abril às 16h28


Veja o vídeo dos golos

 

Via Público




publicado por olhar para o mundo às 17:38 | link do post | comentar

 

Letra

 

Easy

 Faith No More

 

I know it sounds funny but I just can't stand the pain
Girl I'm leaving you tomorrow
Seems to me girl you know I've done all I can
You see I beg, stole, and I borrowed
Yeah!

That's why I'm easy
I'm easy like Sunday morning
That's why I'm easy
I'm easy like Sunday morning

I wanna be high
So high
I wanna be free to know the things I do are right
I wanna be free
Just me
Oh baby!

Ooh that's why I'm easy
I'm easy like Sunday morning
That's why I'm easy
I'm easy like Sunday morning

I wanna be high
So high
I wanna be free to know the things I do are right
I wanna be free
Just me
Oh baby!

That's why I'm easy
I'm easy like Sunday morning
It's why I'm easy
I'm easy like Sunday morning



publicado por olhar para o mundo às 11:23 | link do post | comentar

Sábado, 21 de Abril de 2012

O colectivo do Es.Col.A foi despejado pela PSP
O colectivo do Es.Col.A foi despejado pela PSP (Foto: Nelson Garrido)

Activistas do movimento Es.Col.A, que a polícia despejou na quinta-feira do Alto da Fontinha, no Porto, decidiram esta noite reocupar o estabelecimento de ensino no dia 25 de Abril.

 

A decisão foi tomada em plenário realizado no Largo da Fontinha, que reuniu 150 a 200 pessoas. A reunião terminou pelas 20h15 e muitos dos participantes dirigiram-se à escola na rua da Fábrica Social, a cerca de 300 metros de distância. Pouco antes das 20h30, alguns activistas chegaram a entrar no recinto da escola, saindo pouco tempo depois.

“O acto de revolta está feito”, disse um dos elementos do colectivo. Um carro da Polícia Municipal encontra-se no local mas não houve qualquer movimentação visível de agentes.

Outra proposta aprovada foi a realização de assembleias-gerais diárias até decisão em contrário. O plenário aprovou também propostas de realização de uma peça de teatro sobre o problema da escola e a outras iniciativas lúdicas e culturais no Largo da Fontinha.

Começou a ser feita uma recolha de fundos para ajudar a pagar o apoio legal às três pessoas que foram detidas nesta quinta-feira, após confrontos com a polícia, e que vão ser julgadas a 2 de Maio.

O movimento Es.Col.A foi despejado da escola da Fontinha, onde estava desde Abril de 2011 e dinamizava actividades como hortas, teatro, ioga ou cinema. A Câmara do Porto disse que estava disponível para permitir a ocupação do espaço até ao fim de Junho, desde que fosse formalizado um contrato de cedência e se fizesse o pagamento de uma renda simbólica de 30 euros, o que não foi aceite pelo movimento.

 

Retirado do Público



publicado por olhar para o mundo às 14:11 | link do post | comentar

Unidos com a mariana

 

A Mariana tem 11 anos. É uma criança com sonhos e com um sorriso que derrete os nossos corações. A Mariana é portadora do síndrome de dravet ou epilepsia mioclónica grave do lactente, o que tem vindo a dificultar a sua mobilidade. A casa onde a Mariana vive (com os pais e irmão) não tem elevador e subir até ao 3º andar tem vindo a revelar-se uma tarefa árdua.


Porque queremos que a Mariana continue a sorrir, gostaríamos de ajudar os seus pais, Carla e Miguel, na aquisição de uma cadeira elevatória eléctrica, que será instalada no prédio, para permitir que a Mariana suba e desça até ao 3º andar com conforto e segurança.

No dia 26 de Maio de 2012 iremos realizar um evento de solidariedade, Unidos com a Mariana. O evento terá lugar na Voz do Operário, em Lisboa, e toda a receita reverterá para a compra da cadeira.


Em breve divulgaremos os nomes dos artistas que voluntariamente estão connosco e, sobretudo, com a Mariana.


Estamos disponíveis para receber as vossas sugestões e apoios. Contactem-nos através do e-mailunidoscomamariana@gmail.com

 

Para contribuições e donativos disponibilizamos o
NIB: 0036 0028 991 000 5754716
Montepio Geral, em nome de Mariana Albuquerque Sousa

 

Retirado do Unidos com a Mariana



publicado por olhar para o mundo às 12:12 | link do post | comentar

 

Letra

 

I Feel Pretty/Unpretty

 Glee

 

 

I wish could tie you up in my shoes
Make you feel unpretty too
I was told I was beautiful
But what does that mean to you
Look into the mirror who's inside there
The one with the long hair
Same old me again today (yeah)

My outsides look cool
My insides are blue
Everytime I think I'm through
It's because of you
I've tried different ways 
But it's all the same
At the end of the day 
I have myself to blame
I'm just trippin'

You can buy your hair if it won't grow
You can fix your nose if he says so
You can buy all the make up 
That M.A.C. can make
But if you can't look inside you
Find out who am I too
Be in the position to make me feel 
So damn unpretty

I feel pretty
Oh, so pretty
I feel pretty and witty and bright! 

Never insecure until I met you
Now I'm bein' stupid
I used to be so cute to me
Just a little bit skinny
Why do I look to all these things 
To keep you happy
Maybe get rid of you 
And then I'll get back to me (hey)

My outsides look cool
My insides are blue
Everytime I think I'm through
It's because of you
I've tried different ways 
But it's all the same
At the end of the day 
I have myself to blame

You can buy your hair if it won't grow
You can fix your nose if he says so
You can buy all the make up 
That M.A.C. can make
But if you can't look inside you
Find out who am I too
Be in the position to make me feel 
So damn unpretty

I feel pretty, 
Oh, so pretty, 
I feel pretty and witty and bright! 
And I pity 
Any girl who isn't me tonight. 

Oh oh oh oh oh
Oh oh oh oh oh (oh)
Oh oh oh oh oh
Oh oh oh oh oh (oh)

You can buy your hair if it won't grow
You can fix your nose if he says so
You can buy all the make up 
That M.A.C. can make
But if you can't look inside you
Find out who am I too
Be in the position to make me feel 
So damn unpretty

I feel pretty
But unpretty



publicado por olhar para o mundo às 11:17 | link do post | comentar

Chico Buarque no Coliseu do Porto, em 2006
Chico Buarque no Coliseu do Porto, em 2006 (Foto: Paulo Pimenta)
Os cinco concertos de Chico Buarque anunciados para Portugal estão ameaçados por razões económicas, soube o PÚBLICO.

A sobrevalorização do real face ao euro obrigou os representantes do cantor brasileiro a procurar eventuais patrocínios junto de empresas portuguesas, para viabilizar os concertos, mas esses contactos, iniciados há cerca de três meses, não deram qualquer resultado.

A notícia foi confirmada pelo PÚBLICO junto do assessor de imprensa do artista, Mário Canivello, que adiantou que “se até ao início de Maio” não houver qualquer evolução, os concertos em Portugal serão cancelados.

Portugal seria o único destino internacional da tournée do espectáculo onde o cantor tem vindo a apresentar o seu mais recente disco, “Chico”, lançado em 2011. O espectáculo, que já foi visto no Brasil por cerca de 200 mil pessoas, em seis cidades, terá ainda mais quatro apresentações: Recife, Fortaleza, Natal e Brasília. Este último seria em Agosto, pouco antes dos cinco concertos em Portugal, planeados para a primeira quinzena de Setembro nos coliseus de Lisboa e Porto. Mas se estes acabarem por ser cancelados, o concerto de Brasília será antecipado para Junho e fechará definitivamente a tournée.

Chico Buarque de Hollanda, um dos maiores compositores da história da música brasileira, apresentou-se pela última vez em Portugal em 2006, no casino de Espinho e nos coliseus de Lisboa e Porto. Um total de nove concertos com lotações esgotadas onde, após 13 anos de ausência dos palco portugueses, apresentou o disco “Carioca”.

 

Retirado do Público



publicado por olhar para o mundo às 11:14 | link do post | comentar

Sexta-feira, 20 de Abril de 2012

Jesus: O Benfica ainda pode ser campeão

Apesar dos quatro pontos de atraso em relação ao FC Porto, Jorge Jesus acredita que o Benfica ainda está na luta pelo título e diz que os "encarnados" não irão facilitar no jogo deste sábado na Luz frente ao Marítimo.


"Faltam quatro jogos e ainda temos muitas responsabilidades nos objectivos que traçámos. Temos possibilidades de chegar ao primeiro lugar, é difícil mas ainda acreditamos", referiu o técnico benfiquista, classificando a formação madeirense como "a surpresa do campeonato" que, devido à final da Taça da Liga no último fim-de-semana, teve "o tempo necessário para se apresentar nas melhores condições".

Jesus não espera nem promete grandes surpresas no jogo deste sábado: "Estamos no fim do campeonato. As ideias das duas equipas já estão bem definidas. Vai ser um jogo difícil, mas não penso que alguém possa surpreender."

Após a conquista da Taça da Liga na final frente ao Gil Vicente, os jogadores "encarnados" enfrentaram alguma contestação por parte de alguns adeptos, uma situação que Jorge Jesus considerou normal: "O Benfica tem muitos adeptos, cada um tem o direito de se manifestar. Gostávamos que isso não acontecesse, mas temos de perceber."

Sem Witsel, castigado, e com Aimar em dúvida (mas foi convocado), Jesus admite que terá de fazer várias mudanças no meio-campo "encarnado". "Não sabemos se o Aimar vai estar em condições e, com o Axel [Witsel] de fora é normal que tenha de fazer alturações ao que é o meio-campo habitual do Benfica", observou.

A arbitragem voltou a ser um tema abordado por Jorge Jesus, mas não aprofundado. "Nos momentos certos falei sobre a arbitragem, mas sobre aquelas arbitragens que tiveram a ver com o Benfica. Não me quero alongar, nem preciso, gosto de falar do que vejo. Foi nesses momentos que tive criticas positivas e negativas. Também dei os parabéns quando entendi que devia dar."

 

retirado do Público



publicado por olhar para o mundo às 19:13 | link do post | comentar

Um dos novos meios de diagnóstico usados na prevenção do cancro da mama, aquele que afeta mais mulheres em todo o mundo

Identificação de 10 subtipos de cancro da mama, através dos códigos de ADN, permitirá evitar mortes assim como tratamentos desadequados e desnecessários. É uma investigação anglo-canadiana que conta com dois coordenadores portugueses. 

 

A investigação cientifica anglo-canadiana, publicada na revista "Nature ", promete revolucionar os diagnósticos e tratamentos do cancro da mama mas vai demorar ainda bastantes anos até a generalidade das mulheres poder beneficiar inteiramente das novas descobertas.

 

Pela primeira vez, cientistas conseguiram identificar 10 subtipos de cancro da mama, cada qual com uma identificação genética única, o que permitirá estabelecer tratamentos diferenciados mais eficazes para cada um dos casos.

 

Os novos dados surgem da análise de 2000 amostras congeladas de tecidos com cancro da mama, recolhidos em mulheres britânicas e canadianas nos últimos dez anos.

 

Levada a cabo pela Cambridge University e pela University of British Columbia de Vancouver, a investigação recorreu às novas técnicas de análise de ADN, o que permitiu ir muito para além da análise tradicional dos tecidos, que apenas determina uma condição geral de cancro da mama, com três ou quatro variedades.

 

A investigação anglo-canadiana conta com dois coordenadores portugueses: Carlos Caldas, da Cambridge University, e Samuel Aparício, da British Columbia.  

 

Novos tratamentos e novas drogas

 

A diferenciação em 10 subtipos permitirá aumentar significativamente as hipóteses de sobrevivência das mulheres afetadas, assim como evitar agressivos tratamentos desnecessários e desadequados, nomeadamente quimioterapia.

 

O Departamento de Saúde e Investigação do Cancro no Reino Unido deverá publicar ainda este ano uma análise do seu programa para o cancro da mama, que aponta para que até dez mulheres podem estar a ser submetidas a tratamentos desnecessários por cada vida que se salva.

 

A identificação de 10 subtipos de cancro da mama permitirá devenvolver novas drogas e tratamentos mais apropriados para cada um. "Não haverá já amanhã um teste para uma paciente que vá a uma clínica. O que (os novos dados) nos fornecem é um novo mapa do cancro da mama que nos ajudará a avançar para testes clinicos", afirmou Carlos Caldas ao "The Telegraph ". 

 

A investigação irá avançar assim nos próximos anos com tratamentos experimentais a efetuar em grupos específicos de pacientes


Retirado do Expresso



publicado por olhar para o mundo às 14:55 | link do post | comentar

D. José Policarpo diz que as orientações têm em conta o direito interno português
D. José Policarpo diz que as orientações têm em conta o direito interno português (Rui Gaudêncio)

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) pretende que os responsáveis da Igreja Católica sugiram às eventuais vítimas de abusos sexuais por parte de membros do clero que participem os casos “às autoridades civis competentes”.

 

A indicação faz parte de um documento aprovado pelos bispos e hoje divulgado. As normas incluem a “instauração imediata do procedimento canónico” e a avaliação das “medidas cautelares a adoptar, de modo a reparar o dano e a impedir a verificação de novos casos”. 

O documento foi aprovado na assembleia plenária da CEP, que terminou à hora de almoço, em Fátima. As directrizes pretendem abranger as diversas dioceses e as instituições católicas e incluem todos os servidores, “clérigos ou leigos, remunerados ou voluntários” que trabalham nessas instituições. 

Na conferência de imprensa final, o presidente da CEP, D. José Policarpo, afirmou que estas orientações, que respondem a um pedido da Santa Sé a cada conferência episcopal, têm também em conta o direito interno português. Neste tipo de casos, explicou o patriarca de Lisboa, “não há obrigação senão para os funcionários públicos” de denunciar os casos de eventuais abusos sexuais sobre menores. 

O problema pode surgir, disse ainda o cardeal, no caso das instituições particulares de solidariedade social (IPSS), já que os seus responsáveis são equiparados, para algumas situações, a funcionários públicos. 

“O denunciante normal é a vítima e quem denuncia o caso”, não deve ser um terceiro a quem a situação é apresentada, disse o presidente da CEP. Mas cada caso é um caso e deve ser ponderado em função da situação concreta, admitiu. 

Se vierem a acontecer estes casos, “a lógica é a do procedimento canónico e da colaboração com as autoridades civis”. A questão do denunciante “é delicada”, disse D. José Policarpo, já que no caso dos padres há ainda a ter em conta a “confidencialidade do ministério” por exemplo no caso da confissão. 

O patriarca referiu ainda que, no caso português, existe o respeito pela ordem canónica e concordatária”. 

D. José Policarpo garantiu que os casos de abuso são uma “situação muito triste” para os responsáveis da Igreja e garantiu que, para já, não há conhecimento de casos como os que têm aparecido em outros países da Europa. 

A realidade dos abusos sexuais em instituições tuteladas pela Igreja Católica em Portugal teve até agora o seu caso mais grave nas Oficinas de São José, do Porto. Estão em julgamento actualmente oito crimes de abuso sexual de crianças, três de acto sexual com adolescentes e três de recurso à prostituição de menores, cometidos entre 2004 e 2010 por utentes da instituição. 

Na conferência de imprensa, o patriarca considerou ainda que a situação dos abusos “é mais grave na família e dentro de outros contextos do que na própria Igreja”, mas admitiu que as pessoas esperam dos seus responsáveis comportamentos exemplares – uma ideia reafirmada também nas directrizes aprovadas. 

O patriarca disse ainda, a propósito da discussão sobre a extinção dos feriados, que a Igreja está preocupada com a diminuição dos feriados religiosos. “Pode significar a pouco e pouco a perda de referências na vida social”. Mas a posição dos bispos, assegurou, é de “não dificultar o trabalho à Santa Sé” nas negociações com o Estado português. “Dissemos que preferíamos que fosse possível manter, mas desde o princípio percebemos que não era essa a vontade do Governo”, acrescentou.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 08:50 | link do post | comentar

 

 

Letra

Limit To Your Love James Blake

There's a limit to your love 
Like a waterfall in slow motion 
Like a map with no ocean 
There's a limit to your love 
Your love, your love, your love 

There's a limit to you care 
So carelessly there, is it truth or dare 
There's a limit to your care 

There's a limit to your love 
Like a waterfall in slow motion 
Like a map with no ocean 
There's a limit to your love 
Your love, your love, your love 

There's a limit to you care 
So carelessly there, is it truth or dare 
There's a limit to your care 


publicado por olhar para o mundo às 08:42 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Morreu Eusébio

Unesco consagra Dieta Med...

Morreu Nelson Mandela: A ...

Alejandro Sanz: 'A música...

Dulce Félix vice-campeã e...

Teatro, Festival de Almad...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Curta portuguesa entre as...

ARRISCA DEZ ANOS DE PRISÃ...

Maioria das mulheres alem...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links
blogs SAPO
subscrever feeds