Sexta-feira, 2 de Setembro de 2011

 

Em dias quentes há vinhos que refrescam

 

Brancos, rosés ou espumantes: os vinhos ideais para refrescar um dia de calor e para tomar em boa companhia
O Verão, com os seus dias longos e temperaturas altas, é um convite a estar numa esplanada em boa companhia, ao som de boa música e a beber algo refrescante. Seja para almoçar seja para jantar, nesta altura do ano muitas vezes optamos por refeições mais ligeiras e frescas, e para acompanhar o isugere- -lhe que troque as cervejas e os refrigerantes por um bom vinho de Verão.

Costuma dizer-se que há um vinho certo para cada ocasião e que o importante é saber escolher aquele que reúne as melhores características. Vinhos brancos, frescos e leves, vinhos rosé ou espumantes, qualquer destes é indicado para aproveitar os dias de Verão que ainda estão para vir.

Portugal é orgulhosamente conhecido pelo vinho que produz. A região do Douro é visitada todos os anos por milhares de turistas atraídos pelas vinhas a perder de vista, talhadas nas encostas dos vales ao longo do rio. Além de terem sido consideradas Património da Humanidade pela UNESCO em 2001, dão origem ao que é um dos vinhos mais famosos em todo o mundo, o vinho do Porto. A península de Setúbal é outra região muito procurada para a produção vinícola. Com um clima influenciado pela proximidade do mar e dos rios Tejo e Sado, é conhecida pelos vinhos moscatel de Setúbal e pela casta Fernão Pires, que dá origem a excelentes vinhos brancos. É aqui, e também no Alentejo, que uma das maiores empresas portuguesas vai buscar as uvas para produzir aquilo que melhor sabe fazer: vinhos. A José Maria da Fonseca conta com quase dois séculos de existência, pautados por uma filosofia de trabalho que alia o permanente desenvolvimento à preocupação com a tradição. O negócio familiar, que começou em 1834, oferece um vasto leque destas bebidas, incluindo a marca de vinhos de mesa mais antiga de Portugal e um dos ícones da casa, o Periquita Branco. Utilizando as melhores castas das regiões onde tem as suas vinhas, a José Maria Fonseca é hoje uma referência incontornável no mercado vinícola português. 

Se a enologia não é o seu forte, ou seja, se não percebe muito de vinhos, aproveite as nossas sugestões e siga o nosso conselho: beba com moderação.

 



publicado por olhar para o mundo às 10:41 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Morreu Eusébio

Unesco consagra Dieta Med...

Morreu Nelson Mandela: A ...

Alejandro Sanz: 'A música...

Dulce Félix vice-campeã e...

Teatro, Festival de Almad...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Curta portuguesa entre as...

ARRISCA DEZ ANOS DE PRISÃ...

Maioria das mulheres alem...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links
blogs SAPO
subscrever feeds