Segunda-feira, 24 de Outubro de 2011
Maratona, um mundo bizarro em que qualquer um pode ser herói

Empenhado em mostrar ao filho Kyle, decidido a abandonar o basquetebol, que os homens não desistem, um Jim completamente fora de forma inscreve-se na maratona. Ciente das suas limitações físicas (leia-se excesso de peso), entra num cabeleireiro, com o intuito de sair pela porta traseira, colocada estrategicamente perto da linha de meta, faz horas enquanto faz as unhas e sai para a rua mesmo a tempo de ser coroado vencedor.


Aquilo que, para os mais cépticos, nunca sairia do guião que Tracy Newman e Jonathan Stark criaram e James Belushi interpretou em According to Jim é apenas uma caricatura de um episódio da vida real criado, produzido e realizado por Rob Sloan. Não se sabe se o inglês se inspirou no episódio número 111 da série cómica norte-americana, mas as semelhanças são mais do que muitas: como Jim, também Sloan usou um "atalho" - neste caso, a boleia de um autocarro - para subir ao pódio como dono da medalha de bronze da maratona de Kielder. Tal como a personagem da ficção, também o atleta real ficou com os louros, queixando-se da dureza da prova. 

A "batotice" do antigo mecânico, de 31 anos, só foi descoberta, porque testemunhas viram-no apanhar o autocarro, viajar dentro dele, descer junto a um bosque e apanhar a frente da corrida para cortar a meta em duas horas e 51 minutos, um tempo 21 minutos melhor do que o seu anterior registo em Kielder. 

Sloan, que, depois de qualificar como "ridículas" as acusações, admitiu o erro e se desculpou junto da organização, juntou-se assim a Rosie Ruiz que, em 1980, na maratona de Boston ganhou a prova depois de se juntar aos outros atletas apenas no último quilómetro.

Um parto à chegada

Mas os curiosos casos da maratona nas últimas duas semanas não acabam por aqui. Antes de Sloan, foi notícia Amber Miller, a mulher que decidiu participar na prova de Chicago grávida de 39 semanas. Ela correu, andou durante seis horas, 25 minutos e 50 segundos. Com as contrações a aparecerem na recta final dos 42,195 quilómetros, Miller teve tempo para repor energias antes de ser transportada para o hospital, onde deu à luz June. 

"Tive uma conversa com os meus pais e perguntei-me: "Por que não participar? Não tenho intenções de acabar"", começou por contar aos jornalistas, enquanto aguardava para saber se as contrações eram mesmo sinal inequívoco de trabalho de parto. O plano era correr metade do percurso, dirigir-se para o final e atravessar a linha. Mas Miller continuou. "Não foi assim tão mau, sabem?", disse. Complicado para a mulher de 27 anos foi mesmo o trabalho de parto: "Foi mais difícil que correr a maratona."

Uns dias depois, mais acima no hemisfério Norte, mais concretamente em Toronto, Fauja Singh tornava a especialidade novamente motivo de notícia. Afinal, foi a primeira vez que um centenário terminou uma maratona. 

O "Tornado de Turbante", movido a chá, caril e boas energias - "O segredo é não ter stress. Se há algo que não conseguimos mudar, então por que ficar incomodado? Sê agradecido por aquilo que tens, afasta-te das pessoas que são negativas, sorri e continua a correr" -, precisou de oito horas, 26 minutos e 16 segundos, para correr a distância. E, rumo ao livro do Guinness, o britânico nascido na Índia, em 1911, ainda se pode orgulhar de, não só ter batido o seu objectivo pessoal (as nove horas), como também de não ter terminado em último lugar (foi 3850.º , à frente de cinco participantes).

Antes dele, já outros "veteranos" tinham tentado a sua sorte: o britânico Wilf Cooper, de 90 anos, escapuliu-se de casa (e da mulher) para participar em maratonas e a norte-americana Gladys Burrill, de 92 anos, demorou nove horas, 53 minutos para completar a maratona de Honolulu, no Havai, em Abril, tornando-se na mais velha mulher de sempre a fazê-lo. 

No entanto, há mais curiosidades genéticas além da idade. Exemplo disso é Kelly Gneiting, o campeão norte-americano de sumo, que, com 182 quilos, quebrou a marca de homem mais pesado de sempre a completar a maratona, na de Los Angeles, e entrou no Guinness.

 

Via Público




publicado por olhar para o mundo às 14:03 | link do post

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
posts recentes

Morreu Eusébio

Unesco consagra Dieta Med...

Morreu Nelson Mandela: A ...

Alejandro Sanz: 'A música...

Dulce Félix vice-campeã e...

Teatro, Festival de Almad...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Curta portuguesa entre as...

ARRISCA DEZ ANOS DE PRISÃ...

Maioria das mulheres alem...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links
blogs SAPO
subscrever feeds