Terça-feira, 8 de Novembro de 2011

 

As mulheres dos Estados Unidos, aparentemente, entraram na onda dos vibradores. Uma pesquisa, feita com 3.000 americanos, mostrou que as pessoas têm uma visão geral com relação a esse objeto sexual. O vibrador foi sempre tido como um instrumento que deixa os homens intimidados, mas o estudo revela justamente o contrário: eles podem levantar o astral da intimidade de um casal.

 

Uma pesquisa sobre o assunto foi coordenada por pesquisadores da Universidade de Indiana (EUA). Eles recrutaram 2.056 mulheres e 1.047 homens, com idades entre 18 e 60 anos, para participar de testes baseados em uma pesquisa de opinião sobre produtos de sex-shop, feita em 2008.

A pesquisa foi conduzida a partir de um questionário composto de premissas positivas e negativas, a respeito dos vibradores. As positivas incluíam frases como “o vibrador faz a mulher chegar mais facilmente ao orgasmo”, ou “é uma parte importante na saúde sexual da mulher”.

 

Entre as sentenças negativas, estavam ideias como “o vibrador faz a mulher ficar dependente desse instrumento”, ou “o uso do aparelho intimida o parceiro sexual da mulher”.

 

Para cada premissa, os participantes deveriam concordar ou discordar. O índice de concordância, entre as premissas positivas, foi de aproximadamente 50%, enquanto apenas 10% do número total de premissas negativas foram consideradas verdadeiras. Mulheres que haviam usado vibrador no mês anterior à pesquisa relataram maiores índices de lubrificação genital, excitação e orgasmos, e menos dor no ato sexual, em comparação com as que não o usaram.

 

A maior surpresa da pesquisa é justamente o fato de que o vibrador parece ter sido feito para uma vida de casal. As mulheres pesquisadas que o usavam sozinhas, como meio de masturbação, revelaram sentir menos satisfação sexual em relação àquelas que o usavam com o conhecimento, a concordância, e na presença do parceiro. Ou da parceira.

 

Mulheres homossexuais também apresentaram alto índice de aprovação ao vibrador. Estudos médicos recentes vão ainda mais longe, afirmando que o vibrador pode ajudar a diminuir dores e irritações na vagina. Ou seja, colabora não apenas na satisfação, mas na saúde sexual da mulher.

 

Um dos principais tabus em relação ao uso de vibradores por parte de mulheres é a aparente intimidação que o homem sofre, ao ser “trocado” por um brinquedo sexual. Segundo a pesquisa, se trata de um engano: 70% dos homens afirmaram não se sentir incomodados com a adoção do instrumento por parte de suas parceiras. O vibrador, conforme explicam os pesquisadores, é capaz de levar segurança e tranquilidade à vida íntima de um casal.

 

Via HypeScience



publicado por olhar para o mundo às 21:44 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Morreu Eusébio

Unesco consagra Dieta Med...

Morreu Nelson Mandela: A ...

Alejandro Sanz: 'A música...

Dulce Félix vice-campeã e...

Teatro, Festival de Almad...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Curta portuguesa entre as...

ARRISCA DEZ ANOS DE PRISÃ...

Maioria das mulheres alem...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links
blogs SAPO
subscrever feeds