Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2012

As mulheres a que os homens não resistem

 

* A menina da recepção. Ponto 1: tem de ser loira. Ponto 2: tem de ter 'disponível' escrito na testa. Se for uma rapariga igual a todas as outras que têm a particularidade de estar no atendimento ao público, tratam-na como se fosse invisível. Se for loira e com 'disponível' escrito na testa, nenhum escapa aoseu fascínio. É um fascínio difícil de perceber para as outras mulheres: afinal, ela não é gira nem bem vestida, nem esperta, nem sequer simpática, nem sequer magra. E, no entanto, TODOS a adoram, do patrão ao estafeta, do intelectual ao outro menino da recepção. Adoram-na sem se darem conta disso, adoram-na inconscientemente, sem forças para resistir (e resistir para quê, pensariameles, se pensassem nisso) e um a um lá vão caindo alegremente na teia de pastilha elástica cor-de-rosa. É como se falasse uma língua de ultra-sons como os golfinhos, só perceptível pela camada masculina da população.

 

* A cabeleireira de bairro . Claro que há cabeleireiras e cabeleireiras, há bairros e bairros. Mas há uma delas que até os convence a depilar o peito, se estiver para aí virada. Tem em comum com a menina de recepção as madeixas loiras (mais bem feitas) e aquele ar de quem ainda acha que os homens são o supra-sumo da Humanidade, apesar de serem as mulheres quem lhes paga. A cabeleireira, geralmente, é mais simpática do que a menina da recepção, que só é simpática para os homens. A cabeleireira é simpática para toda a gente, acha é que os homens mandam no mundo. É esta aura def ragilidade e de admiração que os fascina. É o último reduto ainda não invadido pelas teorias feministas que dizem que um homem também tem deveres e que uma mulher também tem direitos. A cabeleireira de bairro (tal como com a menina da recepção) nunca lhe vai exigir nada, nem que case com ela, nem que pague a mesada aos filhos, nem que ponha o lixo lá fora, nem que saiba discutir cinema francês. Acham eles, claro. Quando descobrem que as mulheres, como os homens, são todas iguais, pode ser tarde demais.

 

* A 'barmaid' . É a 'menina da recepção' arraçada de bomba sexual, que lhes serve cocktails com nomes que eles não sabem dizer e passa um pano pelo balcão sem lhes dar cavaco, com os olhos e o cabelo pintados de azul-tutankamon. Eles acham que, como foi contratada para estar ao balcão de um bar ou de uma discoteca, é porque os outros homens também a acham gira, e se há coisa a que um homem não resiste é a uma mulher que outros homens acham gira. Esta não costuma ser simpática, aliás, quanto menos simpática for, mais lhes alimenta a paixão. .

 

*A vocalista no grupo das festas de Verão . Pode ser feia como os trovões e cantar pior que o Zé Cabra, mas nunca subestimem o poder de uma mulher com um microfone na mão, principalmente se rodeada de outros homens. Também irresistívelé a bailarina que está lá atrás a girar e a dar à anca, com aquelas micro-saias de roda, muita maquilhagem e poucos anos, mas não se compara à mulher que segura o microfone.

 

*A prima oferecida. É verdade que é um fetiche que tem o seu auge lá pelos 15 anos, mas prolonga-se, mais ou menos adormecido, mais ou menos activo,durante toda uma vida masculina. 'Prima' e 'oferecida' é uma combinação fatal. O lado 'prima' dá-lhe a segurança da família e a emoção de um quase-incesto,sem ser, de facto, incesto, mas o suficiente para não se esperar que casem comela. O lado 'oferecida', bem, o lado 'oferecida' não precisa de explicações. Curiosamente, a prima oferecida não tem que ser loira nem que ter madeixas. Só tem que ser prima e, bem, oferecida.

 

* A imigrante de Leste. Desde os anos 90 que os sítios que promovem noivasrussas se têm espalhado pelo mundo inteiro, especialmente, por estranho que pareça, na América, e especialmente dedicados aos home ns que querem constituir família. A explicação que os sociólogos oferecem para o fascínio pelas russas vai muito para além do seu exotismo: são apresentadas como o último reduto da feminilidade, mulheres tradicionais, submissas e dedicadas à família, mulheres a quem Estaline e a Segunda Guerra roubaram 20 milhões de homens, cuja falta se sente até hoje. Na Rússia, afirma-se, uma mulher sente-se incompleta sem uma famíliae um homem é o seu prémio mais cobiçado. Ah, claro, e são loiras... .

 

* A Sueca do Algarve . É uma versão da russa, mas sem o futuro familiar implicado, sem o sonho de alguém para lhe trazer as pantufas e o jornal, sem o exotismo, ou seja, não tem nada a ver além de ser loira. A sueca do Algarve é o fenómeno mais banal: uma edição limitada com sabor a vodka-limão, dura o tempo que duram as férias e, depois, vai à vidinha dela lá para Estocolmo e ele nunca mais pensa nela a não ser 20 anos mais tarde, quando a mulher lhe dá com os pés e acorda de noite a pensar "que será feito da, ai como é que ela se chamava, Karen?".

 

*A modelo escanzelada . Não importa que fiquem ridículos ao lado de uma mulher com mais meia perna do que eles, importa que todos os outros homens olham quando ela passa.

 

*A mãe do melhor amigo . Claro que não é aquela mãe que faz pastéis de bacalhau e arroz de tomate, não é, nem a mãe que ralha e vai buscar à escola e proíbe de jogar mais 'playstation'. É a mãe que vai ao cabeleireiro e pinta as unhas de cor-de-rosa e usa saltos altos que fazem barulho pelo corredor fora e quer ser a melhor amiga do filho. É a mais proibida nesta lista. Sonham com ela de noite com um sentimento de culpa que só lhe aumenta o encanto.

 

* A mulher dos outros. Pode ter a cara do Incrível Hulk e o tamanho da orca do 'Libertem Willy'. Não interessa. Desde que já esteja incluída em qualquer forma de comprometimento, é linda. Todos os homens são Maria-vai-com-as-outras em versão Manel, q uer dizer, adoram tudo aquilo que os outros também amam. Portanto, mulher que já teve a aprovação de outro macho é, logicamente, desejável.

 

Via Activa



publicado por olhar para o mundo às 21:48 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Morreu Eusébio

Unesco consagra Dieta Med...

Morreu Nelson Mandela: A ...

Alejandro Sanz: 'A música...

Dulce Félix vice-campeã e...

Teatro, Festival de Almad...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Curta portuguesa entre as...

ARRISCA DEZ ANOS DE PRISÃ...

Maioria das mulheres alem...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links
blogs SAPO
subscrever feeds