Quarta-feira, 2 de Março de 2011

 

 

Sexo bom é antes do casamento

 

O sexo antes do casamento era ótimo. Essa é uma das queixas de homens e mulheres que mais cresce nos consultórios. Mas quais seriam as mudanças, que acontecem geralmente após cinco anos de convivência, que tornam o sexo ruim ou menos prazeroso?

Além da rotina diária, dos compromissos chatos e das dificuldades pessoais, outro fator interfere significativamente no relacionamento e na queda de qualidade do sexo: a falta do "namoro", que é geralmente negligenciado pelo casal.

Na época do namoro, ambos chegavam motivados para a intimidade. Durante o dia, as mensagens e os telefonemas construíam um campo fértil para as expectativa e fantasias do encontro. O ritual de preparação - como escolher a roupa, tomar um banho caprichado e passar um perfume especial - aumentava ainda mais o desejo para viver o momento. As carícias, os toques e o jeito cauteloso de falar aumentavam a excitação e o longo beijo anunciava um momento mais íntimo.

E depois de casados, como o encontro acontece? Não acontece! Como as pessoas já estão juntas, todo o ritual deixa de existir, e, nas ocasiões em que alguma produção acontece, normalmente tem a ver com encontros com amigos ou parentes e compromissos de trabalho. E para o outro? Raríssimas vezes, apenas em datas comemorativas.

No dia a dia faltam atitudes de carinho, olho no olho, sentar juntinhos e, principalmente, o fator surpresa. As pessoas se esbarram e prestam pouca atenção no outro - quando o fazem, muitas vezes é para criticar. O cuidado no trato e a flexibilidade começam a desaparecer, pior ainda é quando falta o respeito. Atitudes de submissão, controle, dependência e poder aparecem comprometendo o relacionamento e o sexo. Os pedidos durante o namoro viram reclamações. A transa que brotava naturalmente, agora somente se dá por meio de cobranças. Fazer amor passa a ser um dever. Que chato!

A mulher que antes se excitava só de olhar e tomava a iniciativa passa a esperar o momento da sedução, que muitas vezes não acontece. Já o homem quer que ela responda sexualmente com o mínimo estímulo. Resultado: cobranças e justificativas prorrogam o encontro para o outro dia. E, se rola uma transa, ela já está impregnada de insatisfação ou raiva. Com o tempo, ela se torna rápida e automática.

Muitas coisas mudam e outras se perdem pelo caminho. Isso acaba com o mistério que mantinha o desejo aceso em cada um para a conquista do amor e do sexo. Para que o seu relacionamento não caia na mesmice, que tal reavaliar o seu relacionamento e resgatar algumas coisas importantes para que o sexo volte a ser muito bom?!

 

Via Midia News



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Morreu Eusébio

Unesco consagra Dieta Med...

Morreu Nelson Mandela: A ...

Alejandro Sanz: 'A música...

Dulce Félix vice-campeã e...

Teatro, Festival de Almad...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Curta portuguesa entre as...

ARRISCA DEZ ANOS DE PRISÃ...

Maioria das mulheres alem...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links
blogs SAPO
subscrever feeds