Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012

O navio Costa Allegra, da empresa Costa Cruzeiros
O navio Costa Allegra, da empresa Costa Cruzeiros (DR)

Um navio da empresa Costa Cruzeiros, a mesma a que pertence o Costa Concordia que naufragou a 13 de Janeiro em Itália, ficou à deriva ao largo das Seychelles, após um incêndio. O Costa Allegra tem cerca de mil pessoas a bordo.

 

O incidente foi confirmado pela guarda costeira italiana. O navio de cruzeiro partiu de Madagáscar e tinha como destino as Seychelles, onde deveria chegar nesta terça-feira. Segundo o comandante do navio “houve um incêndio esta manhã na sala dos geradores, que já foi extinto”. 

Os passageiros, adiantou a guarda costeira, “estão todos de boa saúde e informados sobre os acontecimentos”. Foram encaminhados para as zonas do navio onde se devem juntar em caso de emergência, por precaução. Os meios de comunicação continuam a funcionar normalmente.

“Não há mortos nem feridos”, adiantou a Costa Cruzeiros. Foi lançada uma mensagem de alerta, o navio ficou sem propulsão, à deriva no Oceano Índico, mas as chamas que deflagraram pelas 9h40, hora de Lisboa, terão sido rapidamente extintas. 

A bordo estão 636 passageiros e 413 membros da tripulação. A guarda costeira italiana alertou as autoridades das Seychelles, que têm “competência territorial para as operações de socorro” e já foram identificados outros navios que se encontram na região e poderão ajudar. Os primeiros deverão chegar perto do Costa Allegra na noite desta segunda-feira.

“O navio está absolutamente em segurança”, garantiu o comandante Cosimo Nicastro, porta-voz da guarda costeira. O Costa Allegra foi construído em 1992, tem 29 mil toneladas, 187 metros de comprimento e a capacidade de albergar 1400 passageiros.

Este incidente ocorre mês e meio depois de o Costa Concordia ter embatido em rochas e naufragado ao largo da ilha italiana de Giglio, num acidente em que morreram 32 pessoas. Desde então, muitos sobreviventes apresentaram acusações contra a empresa proprietária do navio, cujo comandante, Francesco Schettino, está em prisão domiciliária acusado de múltiplos homicídios por negligência e abandono do navio.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 20:11 | link do post

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
posts recentes

Morreu Eusébio

Unesco consagra Dieta Med...

Morreu Nelson Mandela: A ...

Alejandro Sanz: 'A música...

Dulce Félix vice-campeã e...

Teatro, Festival de Almad...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Curta portuguesa entre as...

ARRISCA DEZ ANOS DE PRISÃ...

Maioria das mulheres alem...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links
blogs SAPO
subscrever feeds