Domingo, 15 de Abril de 2012

O trabalho de António Pedrosa retrata o quotidiano de uma comunidade de 120 ciganos do Bairro do Iraque, Carrazeda de Ansiães

 

O trabalho de António Pedrosa retrata o quotidiano de uma comunidade de 120 ciganos do Bairro do Iraque, Carrazeda de Ansiães (António Pedrosa)

 

Uma reportagem de António Pedrosa sobre uma comunidade cigana do Bairro do Iraque, na vila transmontana de Carrazeda de Ansiães, venceu o Prémio de Fotojornalismo 2012 Estação Imagem/Mora. O PÚBLICO venceu em quatro categorias, entre as quais um primeiro prémio para Pedro Cunha pelo trabalho "Surf em Portugal", na categoria Desporto.

 

Paulo Pimenta venceu o segundo prémio na categoria Artes e Espectáculos, com a reportagem "Portugal Fashion", Adriano Miranda ganhou também o segundo prémio na categoria Retratos, com trabalho "Meninos de Cabanelas" e Rui Gaudêncio conquistou o terceiro prémio em Vida Quotidiana, pelo trabalho "Tanatopraxia". 

O presidente do júri internacional que analisou os 452 trabalhos enviados a concurso, o italiano Emílio Morenatti, justificou o prémio máximo atribuído a António Pedrosa afirmando que “era a melhor história, muito fácil de entender e contada com forte dramatismo”. Citado pela organização do Estação Imagem/Mora, Morenatti sublinhou o “profundo trabalho de aproximação” à comunidade cigana retratada e o “estilo de fotografia muito clássico” em que o preto e branco foi trabalhado “de forma perfeita”.

Para além do Estação Imagem/Mora, o concurso está estruturado em seis categorias. João Carvalho Pina, do colectivo kameraphoto, ganhou o primeiro prémio da categoria Notícias, com a reportagem “Revolução Egípcia”. Nelson d’Aires, do mesmo colectivo português, conquistou o segundo prémio, com “Sobreviventes”, e Mário Cruz o terceiro, com “Campanha eleitoral: José Sócrates”.

Na categoria Vida Quotidiana, o trabalho “Curandeiros” de Miguel Proença venceu o primeiro prémio. Em Arte e Espectáculos, Rui M. Oliveira foi o vencedor, com “Uma ‘fábrica’ de teatro” e em Ambiente o trabalho distinguido foi "The last forest”, da autoria de Tommaso Rada.

O portefólio “Ocupações”, de Filipe Branquinho, conquistou a atenção do júri para o primeiro prémio na categoria Retrato e, por último, na categoria Desporto, o trabalho vencedor foi “Surf em Portugal”, do fotojornalista do PÚBLICO Pedro Cunha.

Nelson d’Aires, um dos fotógrafos já reconhecidos com o prémio máximo daquele é neste momento o único prémio de fotojornalismo em Portugal, foi o nome escolhido para a Bolsa Estação Imagem/Mora 2012 com a proposta “Álbum de família – a memória de Mora, como demora a fotografia”.

Para além do fotojornalista Emílio Morenatti, que trabalha para a agência Associated Press, fizeram parte do júri o fotojornalista, Pratick Baz, da Agência France Press, e três editoras de fotografia: Marion Duran, da revista “Newsweek”, Frédérique Babin, que, entre outras, trabalhou para a revista “Le Monde Magazine”, e “Arianna Rinaldo”, que dirige a revista de fotografia espanhola “Ojodepez”.

Morenatti explicou o ambiente que rodeou o processo de escolha dos trabalhos vencedores dando conta de “um debate intenso, nalguns casos acalorado, com diferentes pontos de vista em busca da ética do fotojornalismo”. O presidente do júri lamentou que entre as centenas de trabalhos enviados não houvesse nenhum sobre a actual situação de crise económico-financeira que atravessa Portugal e vários países da União Europeia. “Os fotógrafos contemporâneos têm que fiscalizar a crise social. Têm que fotografar o que se passa em frente às suas casas. É importante sair à rua e medir isso que se passa em Portugal e na Europa actual”. Citado pela organização, Emílio Morenatti deu um sinal de alerta em relação a trabalhos com demasiada pós-produção digital: “Havia trabalhos com excesso de recurso ao photoshop na pós-produção, que tiveram que ser excluídos”.

O Prémio Estação Imagem/Mora realiza-se pelo terceiro ano consecutivo. Na sessão de entrega dos prémios, o presidente da câmara, Luís Simão de Matos, prometeu continuar a apoiar a iniciativa “apesar dos constrangimentos financeiros”. “A Câmara Municipal de Mora sempre fez questão de continuar com o prémio. Não pode ser só construir estradas e jardins. É preciso que exista incentivo à cultura e à fotografia”.


O fotojornalista do PÚBLICO Paulo Pimenta foi o primeiro vencedor do concurso, com uma reportagem sobre o abandono da linha ferroviária do Sabor, e Nelson d’Aires o segundo, com um trabalho sobre o caso de “bullying” que poderá ter estado na origem do afogamento de um adolescente em Mirandela.


Lista de vencedores


Prémio Estação Imagem/Mora 2012
Iraquianos – António Pedrosa


Notícias
1º Revolução Egípcia - João Carvalho Pina
2º Sobreviventes – Nelson d’Aires
3º Campanha eleitoral : José Sócrates – Mário Cruz


Vida Quotidiana
1º - Curandeiros – Miguel Proença
2º - “Ninja” – José Ferreira
3º – Tanatopraxia – Rui Gaudêncio


Arte e Espectáculos
1º – Uma “Fábrica” de Teatro - Rui M. Oliveira
2º – Portugal Fashion – Paulo Pimenta
3º – Sonar – Miguel Riopa


Ambiente
1º - The Last Forest – Tommaso Rada
2º – Retratos de Rapinas – José Antunes
3º - A Time of Crocodiles: Humans and Nature Clash in Mozambique - Vlad Sokhin


Retratos
1º – Ocupações – Filipe Branquinho
2º – Meninos de Cabanelas – Adriano Miranda


Desporto
1º – Surf em Portugal – Pedro Cunha
2º – CSI Porto – Ricardo Meireles


Bolsa Estação Imagem/Mora 2012
Álbum de Família – A memória de Mora, como demora a fotografia
Nelson d’Aires

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 10:37 | link do post

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
posts recentes

Morreu Eusébio

Unesco consagra Dieta Med...

Morreu Nelson Mandela: A ...

Alejandro Sanz: 'A música...

Dulce Félix vice-campeã e...

Teatro, Festival de Almad...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Curta portuguesa entre as...

ARRISCA DEZ ANOS DE PRISÃ...

Maioria das mulheres alem...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links
blogs SAPO
subscrever feeds