Quarta-feira, 2 de Maio de 2012

As aparências iludem

 

O homem brasileiro fala em ritmo de Bossa Nova, melado, carinhoso e... malandro. Já o francês tem o dom de nos fazer ouvir sons de acordeão quando passeamos por Monmartre, já que para ele somos uma pintura, uma forma de arte e algo ingénuas. O inglês diverte-nos, faz-nos beber uns copos e cai mais depressa que nós. O italiano faz de nós deusas, conta-nos histórias enquanto divide um prato de pasta e mira a ragazza da mesa ao lado. O homem português é tudo isto com o toque de macho latino, com ciúme e devoção, mesmo que não queira que ninguém o saiba verdadeiramente, porque tem dificuldade em mostrar sentimentos.  

 

Entre todos e singularmente em cada um deles a dúvida instala-se, e perfeito perfeito seria o que reúne todas estas características (umas mais que outras) e nos acorda ao som da Bossa Nova, com o pequeno-almoço, uma flor, um vestido perfeito e um passeio inesquecível. Ei! Psst! Acorda lá, para Bossa Nova é melhor pôr o Tom Jobim, ou João Gilberto, porque na realidade ninguém vive nem de Samba a vida inteira, e os príncipes encantados estão todos presos numa cidade enfeitiçada nuns EUA imaginários (já gostei mais da série "Once upon a time").

 

Nos últimos tempos tenho-me dedicado a um estudo sociológico muito pessoal, do qual concluo que é impossível, ou pelo menos deveria ser, julgar a unidade pelo total, até Jobim dizia que "menos com menos dá mais", e a vida não é um cálculo integral, nunca se sabe quando é que um sapo nos salta para o colo e nos transforma em "sapa", ou nos aparece um "príncipe" cujo bólide foi adquirido em leasing, ou vai ser confiscado em breve por falta de pagamento.

 

Deste meu estudo pessoal concluí que não vale demasiado a pena a embalagem (embora esta tenha a sua quota parte de interesse), se o conteúdo está fora de prazo e nos arranja uma indigestão. Por exemplo, devo ser um caso perdido em Portugal, não ligo a grandes carros, eu própria conduzo um chasso com mais de 20 anos e mais facilmente empenharia a casa para dar a volta ao Mundo, do que para ter um grande plasma e um topo de gama à porta da grande casa que jamais conseguiria pagar, ou então perder tempo à procura de um velho rico que não se aguenta nas "canetas".

 

Por falar em carros velhos, chateia-me não poder entrar com o meu Nissan 1400 slx durante a semana em Lisboa. É que este menino tem catalizador, não gasta muito e com gasolina sem chumbo 98 anda que é um mimo e não polui assim tanto. Tudo bem, está velho e não faz virar as cabeças, mas está pago, e exemplifica a nata do parque automóvel português. Parece quase uma analogia, mas só porque é feio e velho envergonha os postais very typical da cidade de Lisboa, que quer mostrar que o resto da Europa que afinal não somos assim tão pelintras, e temos todos carros ulteriores a 96, mas que continua a viver à custa da imagem da bela sardinha assada e do manjerico (ai que nunca mais chega o Sto.António).

 

Isto chateia, garanto que me chateia, até porque preciso de usar o meu carro em Lisboa, mas o raio da forma humana precisa de manter esta velha maniazinha das aparências, o não assumir a realidade de um povo que não tem de facto dinheiro para comprar carros novos, porque já mal dinheiro tem para pagar os passes.

 

E a culpa é nossa, e é por estas e por outras que pelos lados da Gália ainda pensam que a mulher portuguesa é gorda, baixa, peluda e de bigode, e que em alguns locais do Brasil ainda pensam que a música portuguesa mais alegre é a cantada pelo Roberto Leal.

 

Agora desculpem-me mas tenho de ir aparar o meu bigode e editá-lo em Photoshop, enquanto danço um vira ao som de Roberto Leal, porque não quero que os meus amigos do Facebook me vejam nestes preparos...ou então não!


Retirado de A Vida de Saltos Altos



publicado por olhar para o mundo às 17:56 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Morreu Eusébio

Unesco consagra Dieta Med...

Morreu Nelson Mandela: A ...

Alejandro Sanz: 'A música...

Dulce Félix vice-campeã e...

Teatro, Festival de Almad...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Curta portuguesa entre as...

ARRISCA DEZ ANOS DE PRISÃ...

Maioria das mulheres alem...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links
blogs SAPO
subscrever feeds