Quarta-feira, 30 de Março de 2011
 

O Principezinho”, personagem criada por Antoine de Saint-Exupéry, já fala mirandês. “L Princepico” é o título da edição nesta língua, feita pela editora ASA, disponível nas bancas a partir da próxima semana.

O clássico de Antoine de Saint-Exupéry, de 1943, já vendeu mais de 50 milhões de exemplares em todo o mundo e, segundo a editora francesa Gallimard, é “o livro mais traduzido em todo o mundo depois da Bíblia”, com versões “em cerca de 200 línguas ou mais (incluindo dialetos europeus, asiáticos e africanos)”.

Em declarações à agência Lusa, Maria José Pereira, responsável pela edição do livro e editora da divisão de banda desenhada da ASA, explicou que o objetivo da edição de “L Princepico” é, “por um lado, dar a conhecer a língua mirandesa, que as pessoa geralmente ouvem falar mas que não têm visto escrita e, por outro lado, tornar conhecidos os personagens numa outra versão”.

Reconhecendo que a edição em mirandês desta “obra emblemática do século XX” tem um público reduzido de interessados e colecionadores, Maria José Pereira recorda que esta não é a primeira incursão da ASA pelo mirandês, tendo, há alguns anos, editado dois livros do Astérix nesta língua.

A editora adiantou ainda que surgirão novidades sobre “O Principezinho” num “futuro muito próximo”, que passam por “outras edições que estão a ser ultimadas” e por “uma série de desenhos animados”, em fase de produção, mas que, sabe-se já, passará em Portugal, embora ainda não haja uma data precisa.

A obra foi traduzida para mirandês por Ana Afonso (juntamente com Domingos Raposo), que falou à Lusa do “desafio” de traduzir um clássico “cheio de valores” para a sua língua materna. Esta foi a primeira tradução para mirandês de Ana Afonso, a convite do cônsul de França no Porto, que, em cada lugar que passa, procura línguas ou dialetos para os quais possa traduzir “o seu livro preferido”.

A edição mirandesa de “L Princepico” será apresentada publicamente no dia 15 de abril, no Instituto Franco-Português, em Lisboa, pelo tradutor Domingos Raposo. Na mesma ocasião será apresentada uma exposição de livros e objetos associados ao universo de “O Principezinho”, pertencentes ao ator e apresentador Pedro Granger, colecionador e fã do clássico da literatura francesa.

 

Via Ionline



publicado por olhar para o mundo às 19:02 | link do post

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
posts recentes

Morreu Eusébio

Unesco consagra Dieta Med...

Morreu Nelson Mandela: A ...

Alejandro Sanz: 'A música...

Dulce Félix vice-campeã e...

Teatro, Festival de Almad...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Curta portuguesa entre as...

ARRISCA DEZ ANOS DE PRISÃ...

Maioria das mulheres alem...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links
blogs SAPO
subscrever feeds