Quinta-feira, 31 de Março de 2011

Vamos Falar de sexo?


Conversar sobre sexo não é uma prática tão comum assim entre os casais brasileiros. Assim como certas pessoas encontram dificuldades na hora de verbalizar sentimentos, há quem fique bem corado quando o tema do diálogo é desempenho sexual.

 

Este obstáculo que impede muitos casais de levarem uma vida sexual satisfatória foi estudado pelo instituto Tendencias Digitales. A pesquisa realizada com 13 mil homens e mulheres de 11 países da América Latina constatou que menos da metade dos casais têm coragem de bater um papo sério sobre sexo. E só aqui no Brasil, 58% dos entrevistados disseram ter esse problema.

Na opinião da psicóloga, sexóloga e coordenadora do Projeto AmbSex, Carla Cecarello, os casais não abordam este assunto por medo de magoar o parceiro. "A mulher, ao manifestar o que não gosta ou o que gostaria que o outro fizesse, dá a entender que ela não está feliz com a vida sexual que está levando", explica.

Por outro lado, são elas que lotam os sex shops atrás de novidades para apimentar a relação. "Isso chega a ser um pouco contraditório, mas são momentos diferentes. Como dialogar é difícil, a mulher prefere comprar algum ‘adereço’ para que o parceiro possa entender o que ela quer", comenta Carla.

A sexóloga conta também que o homem nem sempre tem tempo ou paciência para ouvir a parceira. Desse modo, o ‘brinquedo’ facilita a comunicação verbal. "Ela pode comprar o objeto e depois faz uma sondagem, procura saber o que ele achou e se há chance de dar continuidade. Ou seja, ela mesma cria a oportunidade de mostrar o que gosta de fazer".

O estudo revelou ainda um dado alarmante: das quase 5.000 mulheres solteiras e casadas entrevistadas, 81% delas afirmaram praticar sexo casual para descobrir a própria sexualidade. Carla se mostra impressionada com o fato. "A mulher só vai fazer este tipo de descoberta quando começa a tocar o próprio corpo. Só assim vai conhecer as sensações que mais gosta e como gosta de ser tocada. Sair de um relacionamento e entrar em outro não vai ajudar a resolver a situação", afirma.

Avaliando as pessoas que passam pelo seu consultório, Carla garante que a mulher raramente reclama da posição sexual adotada, a menos que não goste. O que ela tem mesmo vergonha de pedir é um pouco mais de romantismo por parte do parceiro. "Ela gosta que o homem prepare o ambiente, que proporcione um clima mais especial, sabe? Como uma penumbra, vela, música, uma roupa. Outro pedido é que o homem capriche e demore um pouco mais nas preliminares, por meio de toques e da fala", revela.

Mas, infelizmente, na maioria dos casos, Carla conta que os parceiros preferem permanecer frustrados. E quando decidem dialogar, o conteúdo da conversa costuma ser bastante pobre. "Os mais jovens apresentam mais abertura para debater sobre sexo. Já os que têm mais tempo de relacionamento se acomodam, acham que a companhia do outro é o bastante", critica.
Os casais que procuram pelas orientações de Carla são convidados a participar de jogos. A sexóloga propõe diferentes situações, como se fossem tarefas. E na sessão seguinte, todos se sentam para conversar sobre a atividade e apontar a parte da tarefa que mais gostou. "Por meio dessas iniciativas, o diálogo passa a ser um hábito", conta.

Para quem quer motivar o diálogo sem sair de casa, Carla dá as dias: "Leiam juntos uma revista erótica, façam brincadeiras para descontrair, peguem um filme para assistir juntinho - não necessariamente um pornô, mas que aborde a sexualidade - ou ainda um programa que fale sobre o tema. Depois discutam sobre o que viram."


A sexóloga finaliza com um comentário: "Acho engraçado os casais não sentirem vergonha na hora de tirarem a roupa, mas terem dificuldade para verbalizar o que sentem. Sem roupa, ficamos muito mais expostos!". E lembra: "O diálogo é importante em um relacionamento e o empobrecimento dele é a principal causa das dificuldades sexuais nos relacionamentos."

 

Via Vila Mulher



publicado por olhar para o mundo às 21:04 | link do post

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
posts recentes

Morreu Eusébio

Unesco consagra Dieta Med...

Morreu Nelson Mandela: A ...

Alejandro Sanz: 'A música...

Dulce Félix vice-campeã e...

Teatro, Festival de Almad...

Festim recebe Kimmo Pohjo...

Curta portuguesa entre as...

ARRISCA DEZ ANOS DE PRISÃ...

Maioria das mulheres alem...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links
blogs SAPO
subscrever feeds