Sexta-feira, 01.07.11
Festival começa esta quinta-feira
Festival começa esta quinta-feira (Daniel Rocha/arquivo)

A terceira edição do Festival ao Largo, organizado pelo Opart (entidade que gere o Teatro Nacional de São Carlos e a Companhia Nacional de Bailado) tem início hoje, às 22h00, com um programa centrado no imaginário das 1001 Noites, composto por árias de Mozart, Verdi, Dvorák, Bizet e pela emblemática Scheherazade, de Rimsky-Korsakov.

 

A interpretação cabe à Orquestra Gulbenkian, dirigida por Martin André, e à cantora Susana Gaspar. Actualmente membro do National Opera Studio, em Inglaterra, esta jovem soprano portuguesa encontra-se entre os cinco cantores, seleccionados entre mais de 300 candidatos, que a partir de Setembro passam a integrar o prestigiado Estúdio Jette Parker, da Royal Opera House de Londres.

Pelo palco ao ar livre do Largo do Teatro de São Carlos, em Lisboa, passarão até dia 31 de Julho 19 espectáculos de acesso gratuito com dez programas musicais diferentes e duas propostas ao nível da dança a cargo da Companhia Nacional de Bailado: Uma Coisa em Forma de Assim, obra criada por nove coreógrafos portugueses com música de Bernardo Sassetti (27 e 28 de Julho) eNoite de Ronda, de Olga Roriz (dias 30 e 31).

No plano musical destaca-se o miniciclo Diálogos, Pianos & Percussão com a participação dos pianistas Artur Pizarro e Vita Panomariovaite e dos percussionistas Elizabeth Davis e Richard Buckley na interpretação da magnífica Sonata para dois pianos e percussão, de Bela Bartók (dia 13) e o diálogo entre Mário Laginha, Bernardo Sassetti e os percussionistas Elizabeth Davis e Pedro Carneiro num programa que inclui a estreia absoluta dePercussionistas IV, peça da autoria dos próprios pianistas.

A Orquestra Gulbenkian, dirigida por Pedro Neves, volta a actuar no dia 2 (com as obras Pulcinela, de Stravinsky, e O Amor Bruxo de Falla) e a Orquestra Sinfónica Portuguesa apresenta ao longo do festival os programas Estrelas e Planetas, Baile Vienense e Noites de Ópera: Grandes Aberturas. Este último complementa a apresentação do dia 19 do Coro do São Carlos dedicada a coros de óperas famosas.

À Orquestra Metropolitana de Lisboa (dirigida por Cesário Costa) cabe a Noite Italiana dos dias 9 e 10 de Julho (com obras de Rossini e Respighi e a Sinfonia Italiana, de Mendelsshon) e as músicas do mundo encontram-se representadas pelo Ensemble Tuva, oriundo da Rússia e especialista no canto difónico, técnica que permite a emissão conjunta de dois sons pelo mesmo cantor (4 e 5 de Julho).

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 29.06.11
Edição deste ano foi apresenta esta manhã no Porto
Edição deste ano foi apresenta esta manhã no Porto (Manuel Roberto)

O cartaz completo para a 19.ª edição do Festival de Paredes de Coura, a realizar-se entre 17 e 20 de Agosto, foi anunciado. Kings of Convenience, The Joy Formidable e Linda Martini foram as últimas bandas anunciadas para o palco principal, que terá o nome de Ritek, empresa angolana que patrocina o festival.

 

João Carvalho anunciou ainda a restante programação do palco secundário, o after-hours e o Jazz na Relva, e um novo palco, o palco JN, uma parceria entre o jornal e o festival que promove um concurso de bandas para procurar novos talentos musicais na área do pop- rock. As bandas vencedoras actuarão neste espaço entre os dias 17 e 20 de Agosto.

A praia fluvial do Tabuão recebe este ano mais uma edição do Festival Paredes de Coura abrindo oficialmente as portas aos campistas a 17 de Agosto, dia em que actua Vladimir Dynamo, Crystal Castles, Wild Beasts e Omar Soleyman, no palco dois, também conhecido como secundário e no fim da noite como after-hours. 

No palco after-hours, para o qual ainda não havia nomes atribuídos, actuam Riva Strarr e Delorean (dia 18), Mixhell e Metronomy (dia 19), Terry Hooligan Vs Rico Tubbs e Orelha Negra (dia 20). 

No dia 18 o palco principal recebe Pulp, Blonde Redhead, Warpaint, Twin Shadow e Crystal Stilts enquanto Esben & the Witch, We Trust, Here We Go Magic e Murdering Tipping Blues actuam no palco secundário. 

Kings of Convenience e The Joy Formidable foram as grandes novidades anunciadas. As bandas juntam-se aos Deerhunter, Marina & the Diamonds e Battles no dia 19 de Agosto. 

Os portugueses You Can’t Win, Charlie Brown sobem ao palco no dia 19, juntando-se a Jamaica, Le Butcherettes e Chapel Club nas actuações do palco secundário. 

No dia 20 o palco principal recebe Linda Martini, para o qual já estavam confirmados Dead From Above 1979, Two Door Cinema Club e Foster the People. No mesmo dia mas no palco secundário mais uma banda portuguesa. Peixe Avião sucedem aos confirmados No Age, Viva Brother e Kurt Vile. 

Os bilhetes para esta edição estão à venda nos locais habituais e têm o preço de 40 euros (um dia) e 75 euros (passe 4 dias).

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 19:53 | link do post | comentar

Segunda-feira, 27.06.11
Educação ambiental é objectivo do Musa
Educação ambiental é objectivo do Musa
"Preocupas-te?" Essa é a pergunta que se impõe e quem a faz é a organização do Festival Musa, que pretende levar para o palco, nos dias 2 e 3 de Julho, a importância dos problemas ambientais. Para o fazer opta por dar música, junto à praia de Carcavelos, ao mesmo tempo que passa a mensagem. Tudo em boa onda. 

O objectivo não é apenas musical: passa por alertar e fazer pensar sobre o ambiente, principalmente sobre a importância do mar na vida humana: "Temos como parceiro social o SOS - Salvem o Surf, que dá enfoque à preservação das ondas. A nossa perspectiva acaba por recair nos oceanos", conta Pedro Guilherme, presidente da Associação Criativa, grupo juvenil de voluntários que organiza o evento.

"A maioria das pessoas não sabe, mas mais de metade do oxigénio que respiramos vem dos oceanos", explica Pedro Guilherme. É por isso que a organização convida o público a participar em provas de surf, longboard e bodyboard, com largada às 15h de 2 de Julho na praia da Baía, em Cascais. Por volta das 17h prevê-se que todos os participantes já tenham regressado. Nessa altura, os atletas vão formar "um cordão humano no mar com uma mensagem ambiental", diz.

Sustentabilidade O Musa sabe que um festival implica emissão de carbono, mas está preparado para isso: "Tentamos fazer com que o evento seja sustentável ao máximo", esclarece o presidente. Como o evento não tem fins lucrativos, os recursos financeiros são uma barreira: "Ainda não conseguimos usar biodiesel e temos geradores." Para contornar a poluição, a organização tenta compensar o ambiente plantando árvores em Carcavelos. Pedro Guilherme afirma que a maior parte das emissões de carbono produzidas no Musa vêm do público: "Muita gente traz carro." A associação criou então o carpool, opção que permite aos espectadores inscreverem-se para dividir transporte. Basta aceder a festivalmusa.org, onde também se encontra o programa do evento.

"Há uma comunidade musa muito forte. Juntamos música e cidadania por um planeta saudável". Há praia, surf, e concertos de reggae unidos pelo ambiente: "É uma forma ligeira para alertar, com diversão, pelo preço simbólico de 10 euros", conclui Pedro Guilherme.


publicado por olhar para o mundo às 17:25 | link do post | comentar

Segunda-feira, 21.03.11

Doze produções portuguesas integram festival de Buenos Aires

 

Doze produções de cinema português foram seleccionadas para o Festival Internacional de Cinema Independente de Buenos Aires (BAFICI)

 

O festival começa no dia 6 de Abril e exibirá mais de 400 filmes, entre os quais um ciclo das obras do realizador e produtor Sandro Aguilar.

Serão mostradas a longa-metragem "A Zona" e cinco curtas-metragens de Sandro Aguilar, convidado para estar no festival também como júri na secção competitiva de curtas-metragens argentinas.

 

Para a competição internacional foi seleccionada a primeira longa-metragem de João Nicolau, "A espada e a rosa", produzida por O Som e a Fúria, e que estreará comercialmente em Portugal em Abril.

 

Com a "audácia e o suspense das melhores telenovelas", escreveu a organização, em Buenos Aires será também exibido "Mistérios de Lisboa", do chileno Raúl Ruiz, rodado em Portugal, com produção de Paulo Branco, a partir do romance homónimo de Camilo Castelo Branco.

"Guerra Civil", filme de Pedro Caldas, premiado em 2010 no IndieLisboa, e o documentário "Parto", de António Borges Correia, também integram o festival.

 

A investida portuguesa na Argentina incluirá também "Fantasia Lusitana", retrato documental de João Canijo sobre o Portugal de Oliveira Salazar, e "Swans", ficção de Hugo Vieira da Silva, ainda inédita em sala em Portugal, que se estreou em Fevereiro em Berlim.

 

O festival BAFICI, que teve a primeira edição em 1999, decorrerá de 6 a 17 de Abril em Buenos Aires.

 

Em 2010 somou cerca de 245 mil espectadores.

 

Via Ipsilon



publicado por olhar para o mundo às 08:07 | link do post | comentar

Segunda-feira, 14.03.11

Santo Tirso, 14 mar (Lusa) -- O festival "A Poesia Está Na Rua" decorre este ano durante nove semanas e meia para cumprir o tema desta edição, que será inspirada no clássico do cinema erótico "Nove Semanas e Meia".

Durante 66 dias, o festival, que foi hoje apresentado, oferecerá ao público múltiplas actividades, em poesia ou em prosa, eventualmente eróticas.

Neste encontro erótico em Santo Tirso, há uma personagem invisível mas sempre ativa, a imaginação, e um lote variado de convidados e participantes, tais como Albano Martins, o escritor que será homenageado em 2011 pelos seus 80 anos de idade e 60 de andanças literárias, Mário Augusto, a quem coube selecionar os nove filmes eróticos a passar durante o evento), Marta Crawfort, que conduzirá uma "conversa sem tabus", ou Rui Zink, que vai demonstrar como é que o erotismo "contaminou" as artes.

 

Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 19:57 | link do post | comentar

Sexta-feira, 11.03.11

Transexual volta a representar Israel no Festival da Canção Eurovisão

 

A cantora transexual Dana International, que venceu o Festival Eurovisão da Canção em 1998, vai voltar a representar Israel, o seu país, na festa de música popular europeia mais famosa da televisão.

 

A artista, que também participou no festival em 1995 e que compôs a sua própria canção para a edição de 2008, volta a dar voz a Israel em Maio, em Dusseldorf (Alemanha), com a canção Ding, Dong.

 

O tema foi escrito e composto por Tzvika Pik, que também colaborou com o êxito de 2008, Diva.

 

Dez anos antes, quando venceu a Eurovisão, Dana tornou-se no primeiro transexual a participar no concurso europeu.

 

Via ionline



publicado por olhar para o mundo às 10:09 | link do post | comentar

Quinta-feira, 17.02.11

 

Festival de Jazz de Portalegre

 

O programa da 9ª edição do Festival Internacional de Jazz de Portalegre (Portalegre JazzFest), irá mais uma vez privilegiar o jazz tocado em Portugal, na Europa e Estados Unidos, continuando deste modo uma tradição do Festival, desde a sua génese em 2003. A 9ª edição abrirá com um projecto nacional bem conhecido do público, e a apresentação do novo disco do Trio de Bernardo Sassetti, “Motion”. Em relação a “visitas” internacionais, o Grande Auditório do CAEP irá receber os muito aclamados Mostly Other People do the Killing e o lirismo do jazz de câmara pelo Daniel Levin Quartet, ambos projectos vindos dos Estados Unidos. Para terminar em beleza o JazzFest, teremos a visita do quarteto do genial saxofonista Sueco, Jonas Kullhammar. São muitas razões para não perder pitada da edição deste ano do JazzFest.

 

No espaço do café-concerto (afterhours), a exemplo da edição de 2010, será dada primazia aos projectos nacionais de vanguarda, mostrando desta forma ao exigente público que nos visita as linguagens mais contemporâneas do jazz com sabor nacional, mas também um projecto estrangeiro, o do trio alemão, residente em Nova Iorque, HNH, liderado pelo baterista Joe Hertenstein.

 

Para esta edição do JazzFest, apresenta-se como novidade a parceria entre o CAEP e a editora Clean Feed, no intuito de promover, divulgar e conquistar novos públicos. É o jazz como forma livre de expressão musical.


Como tal, na compra de uma entrada para qualquer um dos concertos em auditório, o espectador poderá escolher 1 CD de entre um variado leque de edições da Clean Feed, de forma totalmente gratuita. Por sua vez, na compra de um livre-trânsito para acesso a todo o festival, poderão ser escolhidos 4 CD’s de edições da Clean Feed, também totalmente gratuitos.

 

Para alem desta novidade, irão manter-se as tradicionais Feiras do Disco (responsabilidade da Clean Feed/Trem Azul) e a Mostra de produtos regionais alentejanos, no Foyer do CAEP.

Joaquim Ribeiro (Direcção Artística)

 

Programa

 

 

 

Via Portalegre Online



publicado por olhar para o mundo às 10:14 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Semana da Juventude em Ca...

Primeira atracção do Opti...

Festival de cinema dedica...

Rock in Rio Lisboa regres...

Rock in Rio: 74 mil na no...

Peter Gabriel no Super Bo...

FITEI reduz dias de festi...

Antony and the Johnsons, ...

Festival i, as artes por ...

FMM Sines: Otis Taylor, S...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
links
blogs SAPO
subscrever feeds