Quinta-feira, 09.06.11
http://www.sempretops.com/wp-content/uploads/Ausencia-de-Orgasmo-Feminino-Tratamento-FOTO-449x300.jpg

É impressionante o número de mulheres que sofrem de anorgasmia, que nunca tiveram um orgasmo. Se você é uma delas, preste atenção nesses passos e fique de bem com sua sexualidade.

 

1. O orgasmo é biológico. Por mais que o fator psicológico influencie muito, a função do orgasmo é fazer com que a mulher ovule na hora certa, ou seja, ele tem como finalidade a procriação. E nosso corpo é programado para procriar, portanto, é interesse supremo do nosso corpo que gozemos.

 

2. Não é possível gozar com um parceiro que você não considere no mínimo interessante. Se você acha seu namorado feio e chato, precisa fantasiar que ele é gato e muito legal. Se não der pra fantasiar fudeu… vai ter que achar outro parceiro pra te satisfazer. Pra que ficar com um parceiro feio e chato? Vc merece coisa muito melhor.

 

3. Grande parte do mérito de gozar é do parceiro. Se você tem problemas em atingir o orgasmo, vai ser difícil gozar por si própria, isso acontece, mas é muito mais fácil gozar com um parceiro.

 

4. Você precisa ter um parceiro interessado e muito paciente. No início é muito demorado gozar, se você é uma mulher comum. Talvez ele precise ficar uma hora te estimulando e sem te fazer sentir entediada, o que é bem difícil, mas com vontade e treino eles conseguem.

 

5. Você tem que estar se sentindo gostosa. Vc tem que sentir que é uma gosotosa poderosa que faz seu parceiro morrer de tesão por vc. Isso não é difícil, pois qualquer mulher é extremamente gostosa para um homem hetero. Se ele vai pra cama com vc é pq te acha uma delícia.

 

6. Você precisa ter paciência e saber que, por mais que leve tempo, meses ou anos, você vai chegar lá, o que não pode acontecer é se sentir a mulher mais assexuada que existe. Algumas vezes temos questões interiores de sexualidade que precisam ser resolvidas, muitas vezes levam tempo, mas só dependem de ti para superá-las.

 

7. Não pense ser a única. Praticamente 50% das mulheres não tem orgasmo ou não sentem vontade de fazer sexo. Nosso desejo é diferente dos homens, precisamos de uma história para nos dar tesão. Não nos excitamos ao ver um pinto, mas sim com a situação que envolve o sexo.

 

8. Você treina em casa? Não precisa ser uma masturbação direta, mas coisas que te fazem sentir bem, confiante e gostosa. Podem ser filmes eróticos, românticos, fotos de saradões ou que sua imaginação quiser.

 

 

9. Nunca conte para seu parceiro que vc nunca gozou, pois ele provavelmente irá se acomodar. Se ele achar que nenhum homem te fez gozar, vai ficar tudo bem, mas se ele achar que você só não goza com ele, isso vai mexer com seu ego e o deixa-ra dando o melhor de si até conseguir.

 

10. O orgasmo não é uma obrigação da mulher e o orgasmo não é uma sensação que irá mudar sua vida. A mídia coloca uma grande pressão sobre nós, dizendo que o homem só se sente completo se gozarmos e que se vc não gozar não é mulher. Isso é a pior coisa que se pode pensar a respeito de sexo. Você tem q gozar pra você e não para o parceiro. É uma sensação gostosa, mas não é o fim do mundo se vc não gozar. Seu parceiro tem que entender isso.

 

11. Aproveite enquanto não goza. A relação sexual em si da muito prazer, o orgasmo é consequência.

 

Via Dicas Mulher Moderna



publicado por olhar para o mundo às 21:17 | link do post | comentar

Quarta-feira, 20.04.11

 

 

 

A anorgasmia - dificuldade na obtenção do orgasmo - pode ser vista em três fases. A primária diz respeito às mulheres que, desde o início da vida sexual não obtiveram orgasmo. A secundária diz respeito às mulheres que já experimentaram o orgasmo algumas vezes e, por algum motivo (muitas vezes não aparente), deixaram de tê-lo. A situacional refere-se às mulheres que tiveram orgasmos uma ou mais vezes, mas só sob certas condições. 


O orgasmo é uma descarga de tensão muscular numa série de contrações. Não tem uma expressão única: difere de um sexo para outro, de uma pessoa para outra e de uma experiência para outra. Não existe um tipo ou tempo certos para o orgasmo. Cada mulher experimenta diferentemente o tipo e intensidade de estimulação que leva ao orgasmo. 

O diagnóstico do transtorno orgásmico é fundamentado no julgamento clínico de que a capacidade orgásmica da mulher é menor do que se poderia esperar para sua idade, experiência sexual e o tipo de estimulação sexual que recebe. 

 

O transtorno orgásmico feminino não possui causas físicas, isto é, não existe no corpo feminino normal nada que possa explicar a ausência de orgasmos 


E não está ligado a nenhum outro transtorno mental, a não ser a outras disfunções sexuais. Este transtorno está ligado a questões psicológicas da mulher que o vivencia, sendo: educação sexual adquirida, moléstia sexual, repressão, falta de conhecimento de seu próprio corpo, inexistência de comunicação ou intimidade adequada entre o casal. 

O orgasmo é um fato complexo em que intervêm fatores fisiológicos, endócrinos e predominantemente, fatores psicológicos. 

A mulher que apresenta esta dificuldade revela características marcantes: é desconfiada, controladora (consegue saber sobre tudo que passa à sua volta), dominadora, tem medo de ser abandonada, medo de afirmar a independência, sentimento de culpa frente à sexualidade, hostilidade em relação ao parceiro, medo de perder o controle sobre sensações e comportamento, apresenta como mecanismo de defesa o supercontrole. 

A mulher de hoje sabe do direito ao orgasmo, porém, muitas vezes esquece que assim como andar e escrever, o orgasmo é aprendido. 

Mitos e conceitos distorcidos sobre o orgasmo se perpetuam em nossa cultura deixando muitas mulheres sentirem-se desconfortáveis por não se enquadrarem neste atual padrão imposto. Você, mulher, tem o direito de viver sua sexualidade de forma plena. 

 

Via Bonde



publicado por olhar para o mundo às 21:04 | link do post | comentar

Sexta-feira, 18.02.11

prazer, PORQUE É DIFÍCIL LÁ CHEGAR?

 

 

Atingir o orgasmo numa relação sexual não é privilégio de todas as mulheres.

 

De acordo com estudos da ProSex - Projeto de Sexualidade da USP, 50% das mulheres encontram dificuldades para atingir o clímax da relação sexual.

 

E para algumas mulheres sexualmente ativas, a penetração não costuma ser o melhor meio de se atingir o orgasmo, por isso muitas delas acabam recorrendo ao sexo ral e à masturbção. "O orgasmo por penetração é uma questão de aprendizado da mulher", garante a terapeuta sexual Sylvia Manzano.

A falta de conhecimento do próprio corpo também pode dificultar o processo. Por isso, a mulher não pode ter vergonha ou medo de se estimular, de tocar nas próprias genitais. "Muitas mulheres, por falta de conhecimento, acham que o orgasmo acontece sem o mínimo esforço - sem conhecer o seu corpo, sem explorar suas sensações - esperando que o parceiro lhe dê esse prazer", explica Sylvia.

A terapeuta não descarta a possibilidade de o parceiro ter sua parcela de culpa. "Ele pode contribuir para que não ocorra um orgasmo vaginal. Por exemplo, um homem com ejaculação precoce não dará tempo para que a mulher, que é mais lenta na excitação, consiga atingir o clímax".

Questões psicológicas
Sylvia conta que as queixas sobre a dificuldade para atingir o orgasmo começaram a aparecer depois que a mulher entendeu que ela tinha direito ao prazer e teve coragem de reivindicar seus direitos. "Por isso, sabemos que várias delas não sabem o que é ter um orgasmo", afirma.

Diferentes fatores levam a mulher a não "chegar lá", e podem ser tanto físicos como psicológicos. "Dos físicos destacamos o uso de medicamentos para outras doenças, além de cirurgias e dores pélvicas", diz a terapeuta. "Porém, a maior causa é psicológica: desconhecimento do corpo, educação repressora, abusos ocorridos desde a infância, inadequação do casal por brigas frequentes, ciúmes, cobranças, e assim vai", completa. Mas Sylvia garante: "É muito difícil existir uma mulher anorgásmica, ou seja, que não consegue ter orgasmo de forma alguma". Ufa!

Para mudar essa situação, o ideal é procurar um terapeuta sexual. Ele poderá trabalhar os lados intrapsíquico (cognições, crenças errôneas e limitantes) e inter-psiquico (como ela se relaciona com os outros). "Há um grande trabalho de psicoterapia sexual, primeiro individual, depois com a parceria, para que a mulher se permita sentir prazer", explica Sylvia.

A falta de prazer
Apesar dessa dificuldade, a terapeuta afirma que há mulheres que vivem muito bem desfrutando do prazer da relação sexual com o parceiro, sem se importar em saber o que é orgasmo. "Mas aquelas que o buscam e não o encontram, podem passar a se "encolher" no sexo, ou seja, fazer com que o ato não seja importante e até fugir dele, alegando dor de cabeça ou falta de tempo".

O fato de a parceira se preocupar apenas com o prazer do homem também pode não facilitar o orgasmo. "Existe um grande mito de que os parceiros tenham que ter orgasmo simultaneamente. Não é assim. Ao fazer com que o outro tenha prazer, se excite e atinja o ponto alto da relação, a mulher se perde no caminho, não conseguindo chegar lá também", explica.

 

A dica mesmo é nunca fingir um orgasmo, pois além de estar enganando o parcerio, você estará se enganando também. Isso pode causar ansiedade na performance e angústia que desequilibram o relacionamento, alerta Sylvia. "O que deveria ocorrer com os parceiros é um diálogo franco de tudo que sentem", completa.

 

Via Vila dois



publicado por olhar para o mundo às 13:35 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Anorgasmia, 11 dicas para...

Falta de orgasmo nas rela...

O difícil caminho do praz...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
links
blogs SAPO
subscrever feeds