Domingo, 13.02.11

 

Imagem:  Javier Nuñez Gasco, Lisboa 2010

 

A crealidade construída a partir de uma imagem pode bem ser o ponto de partida para observar as melhores fotografias em competição na VIII edição do Concurso Bienal Purificación García 2010. Artistas residentes em Espanha e Portugal apresentaram 476 obras, das quais foram selecionadas 25 para a mostra itinerante, que pela primeira vez pode ser vista na Galeria do Palácio de Cristal, até dia 26. Entre elas encontram-se Público Incondicional, de Javier Núñez Gasco, que levou para casa o primeiro prémio, S/T, de Álvaro Negro, e Small Dreams, de Aleix Plademunt, segundo e terceiro, respetivamente.

 

Os artistas envolveram-se na relação do público com as artes performativas, traçaram um percurso pela cidade de Berlim sem rumo e analisaram o sonho americano. Uma construção da realidade, em três países diferentes. Assim, Javier Núñez Gasco, que viveu em Portugal durante alguns anos, produziu a obra Público Incondicional durante a realização do espetáculo Turbo-Folk no Teatro S. Luiz, em Lisboa. Captada a partir do palco, a fotografia revela uma plateia descontraída à espera do início da peça, onde apenas a mãe do fotógrafo, alertada para o que ia acontecer, se encontra de pé. Uma imagem "solene e silenciosa" fruto de uma ação sobreposta a outra "contrapondo o estatismo e o premeditado com o casual e o imprescindível", pode ler-se na apresentação.

 

O tríptico S/T, de Álvaro Negro, surge durante uma estada do fotógrafo em Berlim. É uma espécie de cadernos de viagem que revisita os locais de rodagem do filme Wings of Desire, de Win Wenders. Enquanto Aleix Plademunt viajou pelos Estados Unidos para captar pequenos sonhos que nos ultrapassam, mas também aqueles que ficam esquecidos ou em espera.

 

Depois do Círculo de Belas Artes de Madrid, da Universidade de Zaragoza, da Fundação Bilbao Arte e do Museu de Pontevedra, a exposição chega agora ao Porto. Entre as novidades deste ano está o caráter bienal do prémio que voltará em 2012, o aumento dos prémios e o reforço da itinerância. Tal como em edições anteriores, pretendem continuar a ser "um ponto de encontro para o mundo da arte e da fotografia, uma referência para a criação peninsular".

 

A fotografia como expressão artística é cada vez mais valorizada, embora continue a não dispor de grandes apoios. O prémio criado pela estilista espanhola Purificación García pretende colmatar essa lacuna reforçando o apoio e a divulgação dentro dos circuitos da arte. Fonte: Visão Online.

 

Via Disto e daquilo



publicado por olhar para o mundo às 14:37 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Bienal Purificación Garcí...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
links
blogs SAPO
subscrever feeds