Domingo, 26.06.11
Quando eles não querem utilizar preservativo o que fazer?


O medo de ter o prazer comprometido ou de perder a ereção faz com que alguns homens tremam na base quando o assunto é colocar o preservativo. Em certos casos, a resistência tem base fisiológica. Mas em boa parte deles, é puramente emocional.

 

A psicóloga e terapeuta sexual, Arlete Gavranic, conta que até os anos 70 e 80 os preservativos causavam perda parcial da sensibilidade, porque possuíam uma espessura maior. "Mas hoje já é possível encontrar no mercado preservativos mais modernos e que não comprometem o prazer", afirma.

 

A especialista, que também é coordenadora do curso de pós-graduação em Terapia Sexual do ISEXP (Instituto Brasileiro Interdisciplinar se Sexologia e Medicina Psicossomática), lembra que alguns homens sentem desconforto porque não usam o preservativo corretamente.

 

"Uma parcela deles possui pênis com calibre mais grosso e deveria comprar preservativos de tamanho maior para não ‘estrangular’ o órgão, afinal de contas, existem três tipos: teen, normal e large. Da mesma maneira que o homem com pênis pequeno precisa usar o preservativo teen, para que ele não fique escapando com facilidade", orienta.

 

Sobre este tema, a psicóloga dá outro alerta: a grande maioria dos homens se atrapalha na hora de colocar o preservativo. "E não são pessoas ignorantes não! São universitários, profissionais bem estabelecidos, de 25, 30 anos de idade. Isso é um absurdo", lamenta. "Há 18 anos se faz campanhas sobre a importância do preservativo por conta da AIDS, mas não há instrução, nem mesmo nas escolas, de como colocar o preservativo corretamente".

 

A ansiedade e a insegurança pessoal também atrapalham o homem na hora de colocar o preservativo. "Só o medo de perder a ereção faz com que eles deixem de lado a proteção. Pode-se dizer que 99% deles não têm problemas fisiológicos. A procura pelo médico deve acontecer quando há meia ou nenhuma ereção durante toda a relação, inclusive nas preliminares", orienta Dra. Arlete.

 

O correto, afirma a terapeuta, é colocar o preservativo logo no início da relação. É comum que a proteção seja colocada somente depois das brincadeiras, mas se o intuito é evitar gravidez ou doenças sexualmente transmissíveis, é preciso lembrar que apenas uma gotinha de lubrificaçãoque sai da glande é suficiente para causar grandes dores de cabeça.

 

"Para não perder o clima, uma opção é a mulher estimular o pênis e fazer da colocação do preservativo uma brincadeira, um jogo sensual", sugere. Dra. Arlete comenta que há homens que não sabem lidar com a situação e chegam a acusar a parceira pelo mau desempenho. Ao mesmo tempo, eles também encontram mulheres que não entendem a ansiedade masculina e ficam bravas quando os parceiros brocham. "Um casal equilibrado sabe que a proteção é para ambos resolvem a situação por meio de uma boa conversa".

 

Via Vila Mulher



publicado por olhar para o mundo às 13:22 | link do post | comentar

Quarta-feira, 13.04.11
Preservativos para todos os gostos

Não usar preservativo é está tão fora de moda quanto preconceito, cigarro e falta de respeito.

 

Ela existe para ser (muito) usada e hoje, mais do que sua função primordial, que é proteger das Doenças Sexualmente Transmissíveisàs pessoas com vida ativa entre quatro paredes, tem tudo para apimentar qualquer relação. Isso porque os fabricantes resolveram investir em novidades de todo tipo. Fora de moda, mesmo, é usar apenas aquela tradicional, né?

 

O Vila Dois foi atrás das principais marcas disponíveis no Brasil e descobriu modelos super inusitados. Há opções para quem precisa de mais espaço, com mais volume ou para os que querem colocar cor e sabor na hora do sexo. As sensações de frio e calor também são potencializadas com algumas preservativos.

 

A Prudence, por exemplo, tem a "Fire", que em contato com o corpo, esquenta tudo. A Olla tem uma que esfria se encostar ao corpo, a "Ice", com sabor e efeito refrescante de hortelã.

 

A tradicional Jontex também inova e, esse ano, lançou o modelo "Sensation", com textura diferenciada para estimular o prazer. Nessa mesma linha, a Prudence tem a "Frisson", com formato anatômico em espiral, criando um movimento que estimula as áreas mais sensíveis; a "Wave", com textura ondulada, permitindo estímulo das áreas mais sensíveis na mulher; e a "Extreme", com listas e pontos que formam ondulações e relevos, proporcionando em um mix de prazer, principalmente às mulheres. O formato anatômico gera conforto, maior sensibilidade e liberdade para os homens também.

 

Quando o assunto é sabor, as marcas também abusam para estimular o paladar. A Lovetex, por exemplo, tem de chocolate, menta, morango, tutti-frutti e uva. A Prudence, que se diz única do Brasil com cor, amora e sabor de verdade, tem também chocolate, morango, tutti-frutti e uva, além de hortelã e banana. Esse sabor todo anula o maior empecilho para o sexo oral com preservativo: a aversão ao gosto do látex. "As variações de sabor provocam sensações estimulantes e sensuais durante a utilização, além de garantir a segurança dos usuários", afirma Denise Santos, responsável pelo marketing da DKT do Brasil, empresa detentora das marcas Prudences, Affair e L’Amour. "Investimos no fun porque queremos mostrar ao consumidor que sexo seguro não atrapalha a relação - ao contrário, pode até incrementá-la", explica Denise.

 

É também da Prudence o modelo que promete ajudar os homens que não querem deixar a parceira na mão na hora do clímax. A "Efeito Retardante" tem um lubrificante aditivo que proporciona mais controle ao homem. preservativo normalzinha pra quê, hein?

 

preservativos pelo mundo


O ser humano realmente não tem limites, né? Já pensou Papai Noel desenhado na preservativo? Pois o site americano "Ripnroll.com" coloca o bom velhinho, seus ajudantes e até Rudolph na estampa da embalagem do preservativo. Um caixa com 12 custa US$ 12,95 (ou R$ 22). Eles também oferecem a "MyFace Condom" que permite colocar uma foto (sua ou do gato) impressa na embalagem.

 

No Japão, a coisa fica ainda mais estilizada. O desenhista Junko Mizuno coloca suas estampas nas embalagens das preservativos da Mizuno Garden, empresa japonesa especializada em produtos eróticos de bom gosto. Kondo-chan, viciada em preservativos, e seu namorado Gaiko-Kun ficam fofíssimos nas embalagens. Uma caixa com 10 custa 1.500 yen (ou aproximadamente R$ 30).

 

Fora do Brasil é fácil encontrar as preservativos que brilham no escuro. Os modelos normalmente ficam luminosos durante 15 minutos e precisam ser recarregados expostos à luz por 30 segundos. A "Love Light" é da francesa Sugant Sas e pode ser comprado no site Condonia.com por 15 euros (cerca de R$ 35). Cuidado com elas porque nem todas são eficazes na preservação de doenças sexualmente transmissíveis. Verifique sempre o selinho do Inmetro, que certifica os produtos, inclusive os de fora aqui no Brasil, conforme os requisitos Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

Por Sabrina Passos (MBPress)

 

Via Vila Mulher



publicado por olhar para o mundo às 00:52 | link do post | comentar | ver comentários (1)

mais sobre mim
posts recentes

O que fazer quando eles n...

Preservativos para todos ...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links
blogs SAPO
subscrever feeds