Segunda-feira, 10.10.11

Quantas vezes diz "sim" quando quer dizer "não"? Talvez já lhe tenha perdido a conta. E as consequências são nefastas para si e para os outros, verdade? Arrepende-se, sente-se mal, culpa os outros, provoca conflitos... Então, porque insiste em manter esse comportamento?

 

Recusa-se a negar porque receia decepcionar os outros, ferir os seus sentimentos ou criar situações desagradáveis. Aprendeu a dizer "sim" por educação e depois fica a sofrer, faz o que não gosta e até compactua com situações que considera injustas.

 

Tem de libertar-se do peso negativo do "não" e perceber que ele também tem uma parte positiva. Um não pode revelar honestidade, objectividade, segurança, auto-estima e até fazer aumentar o respeito que os outros têm por si. Além disso, pode ser um dos maiores economizadores de tempo da sua vida. De certeza que consegue identificar situações concretas em que o "não" teria facilitado a sua vida.

 

Obviamente, dizer um "não" a quem espera ouvir um "sim" é sempre delicado. Por isso, deve preocupar-se menos com o "não" que tem que dizer (porque tem mesmo que ser) e mais com a forma como o vai dizer e o momento em que vai dizê-lo.

Ficam aqui algumas dicas para dizer um "não" com elegância e assertividade:

Ser amável

É mais fácil aceitar um "não" dito com suavidade e educação do que aos gritos e com maus modos. Muitas vezes as pessoas perdem a razão não pelo que afirmam mas pela forma como o fazem.

Agir com firmeza

Depois de estabelecer os limites próprios e alheios apenas há que garantir o seu cumprimento. Se o outro não respeitar esses limites pode demonstrar que não está na disposição de aceitá-lo de todo.

Deixar clara a situação

Não vacile, não dê mil e uma desculpas quando quer dizer "não" e evite dizer "talvez", dessa forma o outro fica com a esperança do "sim" e dá-lhe espaço para voltar a insistir. Diga o que quer ou pensa e explique porquê.

Encontrar o momento adequado

Escolha o lugar e a hora certa. Para falar de coisas importantes deve sentar-se, olhar o outro, olhos nos olhos, e falar sem interrupções.

Experimente. Vai ver que não custa nada.


Via Expresso



publicado por olhar para o mundo às 08:55 | link do post | comentar

Quinta-feira, 10.03.11
Phil Collins
 
O músico inglês anunciou no seu site oficial que pôs termo à sua carreira, após mais de 40 anos.

Numa carta publicada na sua página oficial, Phil Collins pôs termo às recentes incertezas que rodeavam o seu futuro.

«Retiro-me para poder ser diariamente um pai a tempo inteiro para os meus dois filhos», pode ler-se na carta.

O músico inglês pôs termo à controvérsia que vinha sendo veiculada nas últimas semanas. «Muitos dos artigos publicados nos últimos meses formaram uma imagem minha muito distorcida», afirma.

Phill Collins revelou também que não se vai retirar devido «às críticas da imprensa» ou por «não se sentir amado».

O artista inglês iniciou a sua carreira musical em 1969 com a bandaFlaming Youth, com a qual apenas obteve um sucesso moderado.

Em 1970 responde a um anúncio de jornal para uma banda que necessitava de um baterista, e esta decisão fez com que integrasse os Genesis, uma das bandas de referência na década de 70 e 80.

Em 1976 Collins torna-se vocalista da banda - após a saída de Peter Gabriel -, e o primeiro álbum editado nesta condição representa o início do sucesso dos Genesis em solo norte-americano.

Na década de 80 começa a apostar na sua carreira a solo. Obtém o primeiro sucesso à escala mundial com o tema Against all odds(Take a look at me now), editado em 1984.

Em 1996 deixa os Genesis para se focar unicamente na sua carreira a solo.

A sua prestação musical a solo valeu-lhe um Grammy, um Globo de Ouro e um Óscar pela canção You ll be in my heart que compôs para o filme da Disney Tarzan .

Phil Collins lançou o seu último projecto em Setembro de 2010 com o álbum Going Back , que atingiu o primeiro lugar no ranking de vendas britânico uma semana após o seu lançamento.

Entre os Genesis e a sua carreira a solo, Phil Collins vendeu mais de 200 milhões de álbuns em todo o mundo.

 

Via Sol



publicado por olhar para o mundo às 14:15 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Aprenda a dizer "não" com...

Phil Collins termina carr...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
links
blogs SAPO
subscrever feeds