Sexta-feira, 04.11.11

Carros elétricos: Renault escolhe Portugal para estreia mundial

 

As paisagens de Cascais, estão a ser pano de fundo da apresentação mundial dos novos modelos elétricos da Renault.

A Renault escolheu Portugal para a apresentação mundial dos seus modelos elétricos Fluence Z.E. e Kangoo Z.E., um evento que conta com mais de 750 jornalistas de todo o mundo e que terá como pano de fundo as paisagens de Cascais. O evento, que se iniciou a 29 de setembro, vai permitir que jornalistas de mais de 40 nacionalidades façam os primeiros testes dos carros elétricos do grupo francês num percurso entre o aeroporto de Lisboa e Cascais. Segundo informações veiculadas pela própria Renault, para a escolha de Portugal como palco mundial da apresentação dos carros elétricos contribuiu a aposta do país numa rede de postos de carregamento, um processo iniciado pelo anterior governo quando assinou acordos com o grupo francês no sentido de promover este tipo de automóvel.

Desenvolvimento e de envolvimento de Portugal sobre a mobilidade elétrico

Ricardo Oliveira, diretor de comunicação da Renault Portugal, afirmou à Lusa que este evento "também está ligado ao nível de desenvolvimento e de envolvimento de Portugal sobre a mobilidade elétrica", recusando, no entanto qualquer ligação "ao acordo assinado entre o anterior governo e a aliança Renault-Nissan". Na altura, o grupo automóvel lançou o Nissan Leaf, o primeiro carro elétrico de produção em massa, e anunciou um investimento de 160 milhões de euros numa fábrica de baterias de lítio em Aveiro, criando 200 postos de trabalho. Os jornalistas presentes em Portugal são provenientes de toda a Europa e outros países como China, Austrália, Rússia, Brasil, Índia, Singapura, Israel, Marrocos, Argélia, Argentina e México. O responsável da Renault refere que "a cidade de Lisboa, e de alguma forma Portugal, reúnem um conjunto de condições, como a hotelaria, boa rede rodoviárias, preços abaixo da Europa Central e clima ameno, muito adaptadas à realização deste tipo de ações".

Apresentação dos primeiros veículos elétricos da Renault

Ricardo Oliveira adianta que, no caso concreto desta ação de apresentação dos primeiros veículos elétricos da Renault "pesou a aposta que foi feita sobre os carros elétricos no nosso país", acrescentando que "Portugal é, neste domínio, claramente um dos países melhor preparados para a comercialização dos veículos elétricos". A aliança Renault-Nissan anunciou recentemente que espera vender 1,5 milhões de carros elétricos em todo o mundo dentro de cinco anos, sendo que, para Portugal, Ricardo Oliveira diz que a marca francesa tem como objetivo "liderar as vendas de veículos elétricos já a partir de 2012". A aliança Renault-Nissan já investiu mais de 4 mil milhões de euros nos carros elétricos e representa o eixo central de sua estratégia mundial.

Os dois novos modelos elétricos, que serão anunciados aos jornalistas portugueses na próxima segunda-feira, começarão a ser comercializados ainda durante o mês de novembro. Tanto o familiar Fluence como o comercial Kangoo terão um preço aproximado de 20 mil euros, a que acresce um pagamento mensal de 70 euros pelo aluguer da bateria.

 



publicado por olhar para o mundo às 17:41 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Carros elétricos: Renault...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
links
blogs SAPO
subscrever feeds