Sexta-feira, 14.10.11
Cortes vão afectar os principais teatros nacionais
Cortes vão afectar os principais teatros nacionais (Miguel Madeira)

Os cortes de 20% no orçamento comunicados na quarta-feira aos trabalhadores do Teatro Nacional de São Carlos e da Companhia Nacional de Bailado (CNB), entidades geridas pelo Opart, vão afectar também o Teatro Nacional São João (TNSJ), no Porto, e o Teatro Nacional D. Maria II (TNDMII), em Lisboa.

 

Em comunicado, a secretaria de Estado da Cultura (SEC), que na quarta-feira não quis comentar a situação, explica hoje que os cortes anunciados não são apenas para a cultura. 

“Por decisão tomada pelo Governo, todas as empresas incluídas no sector empresarial do Estado reflectirão obrigatoriamente uma redução de 20% no seu orçamento para 2012”, pode-se ler na nota da SEC emitida esta quinta-feira.

Segundo o gabinete de Francisco José Viegas, na sequência destes cortes no teatro de ópera e na CNB vão ser tomadas medidas que “incluirão uma indispensável redução da massa remuneratória e uma diminuição dos montantes envolvidos nas produções de espectáculos”. 

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 08:16 | link do post | comentar

Terça-feira, 11.10.11
“Provavelmente vamos reservar um dia por mês”, diz Francisco José Viegas
“Provavelmente vamos reservar um dia por mês”, diz Francisco José Viegas (Foto: Paulo Pimenta)
O secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, afirmou que vai acabar com a entrada grátis nos museus ao domingo, admitindo reservar apenas um dia por mês para as visitas gratuitas.

“Provavelmente vamos reservar um dia por mês”, disse ontem à noite Francisco José Viegas em entrevista à SIC Notícias, questionado sobre a revisão do regime de gratuitidade dos museus.

O secretário de Estado sublinhou que a percentagem de entradas pagas nos museus é actualmente 36 por cento e que o nível ideal para a sustentabilidade destas instituições seria 80 por cento.

Segundo Francisco José Viegas, as entradas pagas são “necessárias para conservar” os museus e permitiriam que estes obtivessem mais receitas para financiar horários mais alargados de abertura ao público.

Na entrevista à SIC Notícias, o secretário de Estado falou várias vezes na necessidade de poupar, considerando que “o facto de haver menos dinheiro é uma oportunidade para administrar melhor o dinheiro do contribuinte”.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 17:08 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Cortes de 20% afectam tam...

Museus vão deixar de ser ...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
links
blogs SAPO
subscrever feeds

Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: