Segunda-feira, 02.01.12
sexo, a primeira vez

A primeira experiência sexual de qualquer pessoa é muito importante e merece um planejamento, portanto nada de pressa e nem de precipitação. 

 

Antes do dia, vale a pena conversar bastante com a pessoa com quem você quer partilhar essa experiência. Algumas coisas são fundamentais para combinar: como vocês vão se proteger de uma gravidez? Sim, a primeira transa pode gerar um lindo bebê. 

 

E para ser pai e mãe, é melhor um pouco mais de experiência. Então é bom combinar pelo menos duas formas de prevenção integradas, como camisinha e tabelinha, ou espermaticida e camisinha. 

 

Se for a 1ª vez da garota é recomendável procurar um ginecologista e receber uma orientação esclarecedora sobre o funcionamento do seu corpo e cada um dos métodos anticoncepcionais. 

 

Se você é um garoto e é a sua 1ª vez, um urologista pode ajudar da mesma forma. Caso não tenha grana para o médico, o Sistema Único de Saúde (SUS) é para todas as pessoas e você, como qualquer cidadão e cidadã, tem direito a receber camisinhas e outros métodos anticoncepcionais de graça. 

 

Todas as regiões da cidade têm postos de saúde. Se você tem receio de discutir esse assunto com sua família saiba que os profissionais de saúde, pela lei, mantêm segredo sobre consultas de adolescentes. 

 

No dia, evite usar bebida para relaxar. Você pode perder os melhores momentos e até estragar tudo, pois a bebida tira muito da percepção. Quanto aos lugares, motéis e drive-in não permitem a permanência de pessoas com menos de dezoito anos. 

 

Algumas pessoas pensam em automóveis, mas quando se está distraído no interior de um veículo parado na rua o risco de assaltos é grande. Enfim, é muito para ser combinado e todos os detalhes são significativos. Então escolha com calma o local e as condições e se prepare com empenho, pois o momento merece. 

 

Via ragga drops



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

Domingo, 20.11.11

Sexo no primeiro encontro: ceder ou não à tentação?

 

Tema polêmico divide a opinião de homens e mulheres. Psicoterapeuta diz que cultura brasileira ainda valoriza comportamentos machistas

 

O tema é bastante polêmico e divide a opinião de homens e mulheres. Especialistas falam dos prós e contras desta atitude
Você conhece alguém e marca um encontro. O jantar foi ótimo, o papo, agradável, e, na hora de voltar para casa, os beijos ficam mais intensos e o clima esquenta. Aí, surge a dúvida cruel: transar ou não na primeira noite? 

O tema é bastante polêmico e divide a opinião de homens e mulheres. O agente de turismoBruno Rosa, de 23 anos, já passou pela experiência de transar no primeiro encontro. Para ele, o importante é fazer o que tiver vontade no momento. 

"Não acho que o sexo no primeiro encontro determine se eu namoraria ou não a menina. Há outras atitudes fundamentais que, se eu notar logo no primeiro encontro, me motivariam a pensar em um relacionamento mais sério", explica. 

De acordo com o psicoterapeuta sexual Oswaldo Rodrigues Júnior, membro do Instituto Paulista de Sexualidade, a cultura brasileira ainda valoriza aspectos de comportamento considerados machistas. Se para os homens o sexo no primeiro encontro em geral não é um problema, para as mulheres a questão é mais delicada: se elas se mostram favoráveis ou mesmo abertas a essa possibilidade, podem não ser vistas com bons olhos. 

"Apesar de haver variação de comportamentos em determinados segmentos da sociedade, muitos padrões dos tempos de nossos avós continuam em voga, embora tenhamos discursos diferentes", explica. 

Escolha consciente 

A bióloga colombiana Nathalia Mejia, de 28 anos, namora há seis anos o colega de profissão Julian Esteban. Eles se conheceram na Colombia enquanto faziam faculdade, e engrenaram o relacionamento depois de alguns meses de amizade. Para ela, é importante conhecer bem o parceiro antes de ter a primeira relação sexual. 

"Acho que, quando você tem relação sexual no primeiro encontro, está antecipando algumas fases. Antecipa tanto que, depois, o relacionamento acaba rápido demais, pois pulou etapas que fazem a verdadeira diferença entre um relacionamento sério e um simples encontro", ressalta. 

O psicanalista Edson Ribeiro, presidente da Associação Brasileira de Psicanálise Clínica, de Vitória, endossa a opinião da bióloga e afirma que, antes da primeira relação sexual, é necessário criar uma intimidade entre os parceiros. "Quando você faz sexo no primeiro encontro, nem mesmo sabe quais são as preferências da pessoa que está com você. Por isso, é mais difícil ocorrer uma entrega, mesmo que momentânea", defende. 

Já o especialista Rodrigues Júnior não vê problemas em transar na primeira noite. Ele diz que uma vantagem é já saber se o relacionamento, pelo lado sexual, pode dar certo. Segundo ele, muitos casais podem se formar partindo inicialmente da afinidade sexual, e depois se conhecer melhor. O importante é sempre respeitar seus próprios desejos e sentimentos. 

Preconceito 

Edson Ribeiro defende que, por mais liberais que sejam os novos conceitos, a sociedade ainda é bastante preconceituosa em relação ao sexo no primeiro encontro. "Tanto homens quanto mulheres ainda possuem valores, herdados das gerações anteriores, que enquadram o sexo por sexo como algo frustrante e vazio", conclui. 

Se você não sabe se deve transar ou não no primeiro encontro, reflita sobre o assunto e faça sua escolha com consciência. Curtir o momento é sempre melhor quando estamos à vontade com nossos sentimentos.

 

Via Bonde



publicado por olhar para o mundo às 21:20 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 21.09.11

sexo, como ser sensual na cama

 

Nem sempre o sexo de uma primeira vez é de primeira. Afinal, amantes que ainda não têm muita intimidade desconhecem as preferências do parceiro e aí bate aquela insegurança. 

Glene Rodrigues, ginecologista e professora de etiqueta sexual, e Claudia Matarazzo, consultora de etiqueta e autora do livro Amante Elegante - Um Guia de Etiqueta a Dois (Melhoramentos), dão dicas para não melar seu grande encontro por conta de micos - seus ou dele. 

Prepare-se para a primeira noite de sexo

. Ao escolher que lingerie usar, lembre-se de que esconder pode ser muito mais estimulante do que mostrar. Uma peça de seda bem cortada causa mais sensações do que um óbvio fio dental expondo pontinhos de celulite, por exemplo. 

. Depilação em dia, cabelo cheiroso, axilas limpas e hálito puro é básico. Se você sair do trabalho ou da faculdade direto para os braços de seu amor faça, no banheiro, uma higiene rápida nas axilas, pés e vagina com água e sabão. 

. Não exagere no álcool e nas drogas. Em estado alterado, o risco de vexame é alto. 

Antes e durante o sexo

. Desligue o celular: qualquer interrupção, principalmente nas preliminares, faz a mulher voltar à estaca zero. 

. Usar camisinha é sinal de respeito com o outro e com você. No sexo casual, se ele se recusar a colocar preservativo, seja firme e objetiva. Se vocês já estão saindo e a transa é apenas uma questão de dias aproveite para encaixar o assunto nos bate-papos, com naturalidade. 

. Se ele estiver com cheirinho desagradável convide-o sutilmente para tomar um banho com você. 

. Na primeira noite é melhor evitar ousadias, como posições inusitadas, e não exagerar nos gritos e gemidos. Preste atenção às reações: se ele parecer mais preocupado do que entusiasmado, contenha-se. 

. Há quem ache os palavrões estimulantes. Se você é assim, vá devagar e sinta a reação dele. 

. Não faça da cama um divã de analista. Nada de recordar amores passados! 

. Transar menstruada não é gafe desde que você avise o parceiro – se ele topar, tudo bem. Tire o absorvente no banheiro (e nunca na frente dele), faça uma higiene íntima e deite sobre uma toalha para não manchar o lençol. Ou melhor: transe no chuveiro. 

. Se ele falhar, nunca dê risada. Como, em geral, os homens se sentem na obrigação de justificar-se, ouça-o com atenção e diga que mais tarde vocês podem tentar novamente.

Depois do sexo

. Paga o motel quem convida. Mesmo assim, um cavalheiro nunca deve deixar que a mulher dê seu próprio cheque ou cartão. Se for o caso, ele paga e depois vocês se acertam. 

. Tudo bem ligar no dia seguinte. Só não pegue no pé. Se a noite foi boa faça a outra pessoa saber disso. É um passo para outros encontros maravilhosos. Ainda que não role, você, pelo menos, não vai ficar com a sensação de que deixou de fazer algo pela sua felicidade.

 

Via m de Mulher



publicado por olhar para o mundo às 21:15 | link do post | comentar

Sábado, 26.03.11

 

A primeira vez de  uma mulher

 

A primeira vez da mulher sempre vem cheia de dúvidas, e elas sempre estão atrás de dicas para acabar com a tensão deste dia

 

 

Se você procurar bastante por aí, vai ver pra todo lado várias opiniões de garotas sobre a primeira vez, se confrontando e sendo contraditórias. Algumas falando que dói e outras dizendo que não. Algumas dizendo que sangra contra outras dizendo que não sangraram. Existe alguma dica mágica pra resolver todos os problemas?

 

A mágica

Para fazer essa mágica acontecer, você vai precisar de: seu namorado.

Não quero dizer que ele precisa estar presente, quero dizer que vai precisar da ajuda dele para que isso aconteça.

Para não doer você precisa "treinar" isso. Nosso truque consiste em algumas semanas vocês se aquecerem esquecendo a penetração.
Durante este tempo, conheçam o corpo um do outro como se estivessem tendo uma lua de mel, como se estivessem realmente fazendo sexo:

1) Intimidade

Estejam íntimos para este aquecimento. Você e ele não devem ter vergonha de mostrar o corpo, e saiba desde já que isso deve ser quase que uma lei para que o sexo de vocês seja bom daqui pra frente. Depois que estiverem íntimos, tudo fica mais fácil, até mesmo dialogar.

2) Evite falar 

Durante os momentos de prazer, evite ficar falando sobre alguma coisa que não tenha a ver com sexo. O pior assunto para se tocar neste momento é "tenho medo que doa". Vocês não estão ali pra nenhuma penetração, mas sim para um "treinamento" antes do sexo, então relaxe literalmente e aproveite.

3) Carícias

As mãos serão as estrelas deste momento a dois. Nenhum dos dois deve proibir o outro de conhecer o corpo, embora já esperamos que vocês já se conheçam "melhor".
Deixe que seu namorado conheça seu corpo, você se sentirá muito mais segura quando ele souber o que está fazendo.

Nem sempre os homens em questão são experientes. Muitas vezes ambos perdem a "virgindade" juntos, e na maioria das vezes a menina é bem nova e o garoto não tem experiência. Vocês irão criar um "terreno" de experiência antes do sexo se tocando e se conhecendo por inteiro antes do dia definitivo.

4) Internet

A internet está aí, para vocês pegarem dicas de sexo. Basta abrir o google e procurar tudinho o que você têm dúvida. A menina deve ir ao ginecologista antes, vai ser muito melhor e ela terá todas as dúvidas esclarecidas para o corpo e psicológico dela.

5) Preliminares

Tudo isso que expliquei, não passam de preliminares que você terá durante semanas antes de transar. Pode ser que você tenha tanto desejo que decida se entregar antes do tempo, e isso é um sinal de que está funcionando. Faça quando estiver com vontade, e não quando "deve fazer". É muito importante que você esteja desejando muito que o sexo ocorra na hora, e que antes da penetração mesmo, vocês fiquem no mínimo meia hora em preliminares, além de todo o "aquecimento" que tiveram antes.

É muito importante que ambos se conheçam completamente e não tenham nenhuma vergonha ou medo para que a mágica da primeira vez perfeita aconteça. Acredite, se você não estiver lubrificada e estiver tensa com a tal suposta dor que pode acontecer, não terá milagre que te salve.

Não acredite quando uma mulher disser que vai sangrar muito e que vai doer, sempre existirá aquelas que irão dizer que não sentiram nenhuma dor e não houve sangramento  ou quase nenhum. Muitas delas sentem apenas um incômodo ou simplesmente nada (de ruim). O que você deve entender é que pra cada uma é diferente.

 

Via Paper Blog



publicado por olhar para o mundo às 23:35 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Sexo, a primeira vez

Sexo no primeiro encontro...

Sexo, como ser sensual na...

Como fazer a sua primeira...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links
blogs SAPO
subscrever feeds