Domingo, 18.09.11

sexo, não deixe a sua relação arrefecer

 

Você anda reclamando que seu marido ou namorado não tem te dado tanta atenção? Saiba que alguns detalhes podem ajudar a estimular o desejo sexual masculino. Mas lembre-se, é preciso ir com muita calma para não hostilizar o parceiro.

Publicidade

Afinal, diferente do que acreditamos os homens não respondem ao sexo da mesma forma do que as mulheres, uma vez que a ereção não acontece se a libido não estiver presente.

 

Para as mulheres que estão passando por um período de calmaria conjugal e querem dar uma esquentada no clima, as dicas são bastante simples, mas algumas vezes podem acabar encobertas pelas dúvidas e inseguranças causadas pela situação. No entanto, é preciso lembrar que muitas vezes a falta de interesse pode estar ligada a fatores emocionais, como insatisfação no trabalho, estresse, entre tantos outros.

 

Apimentar a relação e não deixar a relação esfriar não é uma tarefa masculina. Por isso, que tal se por bonita para o maridão e fazer a sua parte?

Valorize suas curvas - Homens adoram mulheres com femininas e sensuais. Por isso, capriche no modelito e invista naquele vestido que valoriza a sua cinturinha bem marcada ou que deixa a sua perna a mostra.

 

Mulheres no comando da situação - Essa história de que eles se sentem intimidados com mulheres no comando só pode ser aplicada aos homens muito inseguros ou tímidos, mas se o seu companheiro não se encaixar em nenhuma dessas categorias, a dica é tomar as rédeas da situação. Que tal convidá-lo para um jantar e esticar a noite em algum lugar especial?

 

Roupa íntima - Aposente a calcinha confortável de uma vez e renove a gaveta de lingerie. Ser sexy ser querer dentro da rotina do lar é uma arte e, muitas vezes, essas situações não são premeditadas. Já imaginou se o clima esquenta e você está com aquela calcinha da vovó? Convenhamos, não dá, não é mesmo?

 


Desligue a TV - Nada de cobrar a atenção do sujeito, mas lembrá-lo de que ele poderá assistir coisas mais interessantes do que o futebol ou conferir as últimas atualizações das redes sociais é uma ótima alternativa. Agora, se ele não se mostrar muito a fim, nada de insistir, ok?

Por Paula Perdiz



publicado por olhar para o mundo às 21:58 | link do post | comentar

Quarta-feira, 13.04.11

Dicas para aumentar o prazer sexual

 

Para mulheres:

 

Esteja disposta a sentir prazer – A mulher demora mais para ficar excitada do que os homens. A sugestão dos especialistas é começar a trocar carinhos mesmo sem muita vontade, já que na maioria das vezes o desejo aumenta na medida em que as carícias esquentam.

Tire o foco do orgasmo – O orgasmo dura apenas de 5 a 15 segundos.

 

“Colocar a definição de prazer sexual nesse pouco tempo é um sinal de desconhecimento e imaturidade”, avalia Gerson Lopes.

Não pense na beleza, mas na safadeza – Em vez de buscar um corpo perfeito, explore a sensualidade.

 

“As mulheres mais sensuais são aquelas que estão confortáveis com sua sexualidade e sabem seduzir com o corpo, os gestos e o olhar. Não adianta focar apenas na estética. Toda mulher fica mais interessante se sabe paquerar com uma dose de safadeza”, acredita Eliano Pellini.

Entenda as inseguranças do parceiro – Muitos fatores, como ansiedade, insegurança e o excesso de adrenalina na corrente sangüínea, prejudicam a ereção.

 

“O medo do fracasso pode desestimular os homens mais inseguros, que chegam a desistir de manter relações sexuais”, diz Gerson Lopes.

Mostre-se interessada em sexo – A dica dos médicos é conhecer bem seu corpo, ter coragem de sugerir novas posições na cama e assistir a filmes com um toque de erotismo, que estimulem a libido sem trazer eventuais constrangimentos.

 

Para os homens:


Invista nas preliminares – Adiar a penetração diminui o nervosismo e a ansiedade, comuns em homens com problemas de ereção.

“Nadar no raso pode ser tão satisfatório quanto ir para o fundo da piscina”, brinca Gerson Lopes.

 

Não dependa de remédios – Eles deixam a ereção firme por mais tempo e aumentam a confiança, mas não devem ser tomados por quem não precisa, principalmente pelos mais jovens.

 

“Esses remédios, embora não viciem, acabam virando uma muleta emocional e, no fim, podem acabar gerando um quadro de ansiedade”, alerta Gerson.

 

Não se assuste com a perda da paixão – Segundo Gerson Lopes, a relação se modifica e abre espaço para um amor amadurecido e mais íntimo, que não deixa de ser excitante.

 

Converse com um urologista – Problemas de ereção, ejaculação precoce e alterações no desejo podem ser sinal de outras doenças.

“A medicina está avançando muito no campo da saúde sexual masculina. Há solução para quase todos os problemas e o diagnóstico precoce é sempre a melhor solução”, lembra Eliano Pellini.

 

Invista na qualidade – Prezar a qualidade, em vez da quantidade das relações e de parceiras, é sinal de amadurecimento emocional.

“O sexo fica muito melhor quando o casal começa a se conhecer bem e o homem e a mulher trabalham juntos para satisfazer a necessidade de cada um”, resume Pellini.

 

Via Sexualidade



publicado por olhar para o mundo às 22:02 | link do post | comentar

Domingo, 10.04.11

Caricias na cama

 

O Oriente está na moda até no sexo. A última novidade é aplicar a filosofia Tao para melhorar sua vida sexual, buscando um equilíbrio por meio da dieta, da meditação, da respiração, com certos exercícios e, sobretudo, com uma forma especial de praticar sexo.


A filosofia taoísta vem da China, onde há mais de dois mil anos se tem a consciência de que a sexualidade é uma parte integral do ser humano. Para o taoísmo não existe a repressão ou a culpa. O sexo não é somente satisfação, mas algo saudável tanto física como psiquicamente e está relacionado com a beleza e a longevidade. Os orientais têm praticado a “arte sexual” durante milênios partindo dos princípios básicos do Tao. Os pontos mais importantes nos quais o Tao do sexo e do amor diferem da sexualidade ocidental são o controle de ejaculação, a satisfação plena da mulher e a diferença entre orgasmo masculino e a ejaculação.

Saúde física e mental

Os sexólogos do Ocidente estão descobrindo essas particularidades do Oriente. Tanto o Tao, quanto as teorias sexuais modernas, propõem que o objetivo da relação sexual não deve ser simplesmente o orgasmo e a ejaculação. O Tao vai além, indicando que o objetivo do sexo é a saúde mental e física tanto do homem como da mulher. Aplicando os príncipios do Tao você pode transformar sua sexualidade em uma experiência nunca antes imaginada.


Para o Tao, a harmonia existente entre o yin e o yang também se aplica no ato sexual, de maneira que, sem se importar com o cansaço, a energia e o tempo que se tenha, as pessoas possam levar a cabo uma união sexual satisfatória que envolva um alto nível de amor entre o casal, fortalecendo o vínculo entre as duas partes. O Tao convida os amantes a desfrutar do outro sem pressa.


Colocando em prática as técnicas e posições dessa filosofia oriental, os casais poderão desfrutar de níveis de sensualidade, afeto e erotismo nunca antes alcançados. As técnicas do Tao mostram um conhecimento profundo do funcionamento do corpo e das emoções humanas de cada sexo. Seu objetivo é cultivar o prazer, aumentando-o tanto na qualidade quanto na quantidade. Mas para isso não basta apenas carícias mútuas sem a satisfação dos sentido: tocar, ouvir, olhar e saborear o companheiro. O Tao te ajuda a ter idéias para preparar esta “arte de amar”.

 

Via Dicas de Mulher



publicado por olhar para o mundo às 21:57 | link do post | comentar

Sábado, 09.04.11

Sexo tântrico

 

O sexo tântrico identifica-se com a tradição esotérica indiana, que se dedica às práticas destinadas a desenvolver a mente. A palavra tantra pode ser traduzida como “instrumento de expansão”, ou seja, um instrumento de ligação entre a sua energia e a energia do universo.

 
O tantra visa celebrar o amor, não se atendo apenas a relação sexual, à penetração. Praticar o tantra significa celebrar o amor, mantendo-o vivo e vibrante.

 

Um dos princípios do tantra é curtir todos os passos de uma relação a dois. Se optarem pelo sexo tântrico, é preciso saber que haverá uma grande modificação na vida sexual, em que a atenção e concentração recaem sobre o parceiro, tudo sem pressa. O objetivo é dar prazer sem se preocupar se essa intimidade terminará em uma relação sexual completa ou se atingirão o orgasmo.

 

O tantra incentiva a veneração do relacionamento como se este fosse um espelho do relacionamento divino de Shakti e Shiva, deuses hindus. Shakti é a energia feminina, essencial no tantra porque simboliza a criação, e Shiva representa o masculino. O tantra faz você ver o seu parceiro como um deus, você o respeita como uma divindade e vice-versa. Por isso o ato do amor deve ser feito com consciência. Em uma relação com fortes laços afetivos, a sexualidade pode ser transformada em um modo mais integrado de ser, em que a energia sexual não é apenas sexo, mas representa também estar vivo.

 

No tantra, tanto o homem como a mulher têm os dois pólos, o masculino e o feminino. Quando a pessoa se une ao parceiro, se une com a outra metade de si mesmo - é o complemento, a formação de um todo. A prática dos rituais sexuais é do equilíbrio e da polaridade homem-mulher, unificando as energias do feminino e do masculino no corpo e alinhando-as com o cosmos.

 

As práticas sexuais envolvem a consciência de quem faz e por que razão faz. A união sexual tântrica é um meio de alcançar um êxtase divino. Os prazeres do orgasmo podem ser expandidos, unindo o sexo ao coração e ao espírito. No sexo tântrico, você focaliza a conexão das sensações genitais com o coração e o espírito, usando técnicas de respiração e meditação, que ligam centros de energia no corpo, os chakras. A chave para a compreensão do tantra é entender que temos um corpo físico e um corpo energético e o sexo é o encontro de energias, uma reunião de corpos físicos e energéticos.

 

No tantra existem vários exercícios: de meditação, respiração, energização e outros. Praticar o tantra exige concentração, disposição, intimidade e companheirismo.

 

Via Vila dois



publicado por olhar para o mundo às 23:01 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 21.02.11

 

Dores durante o sexo

Uma relação sexual consentida é sempre sinônimo de prazer, certo? Nem sempre. Por diversas questões, psicológicas ou patológicas, a mulher pode sim sentir dores durante a penetração.

 

 

Esses desconfortos são conhecidos como dispareunias e devem ser avaliados com detalhes pelo casal e por um especialista. Segundo a ginecologista Ângela Lopes Carvalho, a fase da excitação na mulher é fundamental para uma relação prazerosa e sem dores. "O clima de erotismo e as carícias preliminares, quando eficazes, levam ao relaxamento da musculatura das paredes vaginais e períneo e à lubrificação vaginal. Sem esses fatores, a mulher pode se queixar de dor na entrada (dispareunia superficial) e no fundo da vagina( dispareunia profunda)", explica.

Quando a mulher chega ao período de pós-menopausa, em que a função dos ovários declina, a lubrificação vaginal também é reduzida, a chamada "secura vaginal". "Nesta fase, deve haver o aprimoramento do erotismo, das carícias preliminares e, muitas vezes, o uso de medicamentos que melhorem a umidade vaginal. Quando bem orientada e medicada, a mulher pode manter uma vida sexual prazerosa, independente da idade", garante a ginecologista.

Dra. Ângela diz ainda que em determinadas posições a penetração do pênis é muito profunda, o que pode causar desconforto. "A sensação é a de que o órgão masculino toca em algo na região inferior do abdômen". E ressalta: "Em outros casos, o impacto dos movimentos é muito intenso, ocasionando o mesmo tipo de dor."

Para ajudar as vilamigas, a especialista enumerou algumas doenças que podem causar ou potencializar dores durante o ato sexual. Confira:

• Infecções genitais que levam ao ardor, prurido, corrimento vaginal e inchaço da vulva e vagina. Diante dessas queixas é importante procurar um ginecologista para obter um diagnóstico específico. Os tratamentos são simples e eficazes, geralmente com cremes vaginais e medicamentos via oral;

• Inflamatória pélvica, ou seja, infecções genitais que atingem trompas e ovários, provocando dor pélvica, corrimento geralmente purulento, mal-estar geral e febre. O tratamento pode variar de antibióticos via oral à injetável e, muitas vezes, há necessidade de internação hospitalar;

• Cistite (Infecção urinária): tem como principal característica a ardência para urinar e o aumento da freqüência e gotejamento de urina. O tratamento é com antibiótico indicado pelo médico;

• Tumores na região da vagina ou da pelve como bartholinite (infecção da glândula de Bartholin localizada na vulva), miomas (tumores benignos do útero), endometriose (patologia benigna que causa cólicas menstruais fortes e leva à proliferação do endométrio - camada interna do útero - para os órgãos vizinhos), cistos de ovários, etc;

 

• Vaginismo, definida como a contratura involuntária da musculatura vaginal e perineal no momento da tentativa de penetração. As causas geralmente são psíquicas e há necessidade de avaliação pelo médico e pelo psicólogo.
Dra. Ângela lembra que há outras formas de realização sexual, como o sexo oral e a masturbação, mas que não descartam a necessidade de diagnosticar e tratar as causas da dor. "Evite a acomodação e sempre procure a solução de qualquer aspecto diferente no seu corpo. Isto é fundamental para a sua saúde".

Por Juliana Falcão (MBPress)



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Sexo, não deixe a sua rel...

Dicas para aumentar o pra...

Sexo, A filosofia orienta...

Sexo tântrico

Dores durante o sexo

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
1 comentário
links
blogs SAPO
subscrever feeds