Sexta-feira, 08.04.11

Porque é que elas não querem sexo?

Dentre as diversas disfunções sexuais no HC a mais frequente é a diminuição do desejo sexual

Elas se queixam , eles não entendem. O fato é que a falta de apetite sexual tem representado cerca de 70% dos casos no Ambulatório de Sexualidade do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). Estas mulheres estão entre os 30 e 50 anos de idade, mas não pense que as novinhas escampam desta estatística. As jovens também apresentam problemas ligados às disfunções sexuais. “Quando o sexo deixa de proporcionar prazer, é sinal de que algo está errado”, disse a coordenadora do ambulatório, a médica ginecologista Elsa Gay. Para esclarecer o assunto, o Terra convidou o médico ginecologista e especialista em sexologia e integrante da equipe do HC, Théo Lerner, a responder questões do por que as mulheres estão perdendo a vontade de fazer sexo.


Por que a falta de libido domina as queixas no HC?
Théo Lerner: A associação da falta de conhecimento sobre a resposta sexual e suas variações ao longo das diferentes fases da vida, as noções culturais de gênero que dificultam a autonomia na busca da satisfação sexual e as contradições entre informações sobre o desempenho sexual recebidas de diferentes fontes contribuem para que um número cada vez maior de mulheres apresente dificuldades na esfera sexual.

Qual faixa etária destas mulheres?
As queixas atingem mulheres sexualmente ativas de todas as faixas etárias. Em nosso serviço predominam as pacientes entre 30 e 50 anos.

Os homens também sofrem com a falta de desejo sexual?
Sim. Em um primeiro momento, as necessidades masculinas referentes à sexualidade estavam mais voltadas para o desempenho, ou seja, para a capacidade de obter uma ereção que possibilite a penetração. O advento das drogas facilitadoras de ereção permitiu que muitos homens passassem a se questionar quanto ao desejo sexual. Assim como as mulheres, os homens também sofrem grandes pressões quanto ao desempenho em diversas áreas e muitas vezes os esforços para dar conta destas pressões acabam por comprometer a disponibilidade para o desejo sexual.

Então, esta é uma patologia da modernidade, decorrente de todo estresse do cotidiano?
Pode ser considerado um problema moderno, considerando de que a ideia de que a mulher tem direito ao prazer e a satisfação sexual é relativamente recente. O estresse cotidiano e as pressões sociais contribuem para o surgimento do problema.

A falta de apetite sexual tem mais relação com um fator físico ou psíquico?
Embora fatores orgânicos como doenças crônicas, endocrinopatias ou depressão possam contribuir para a diminuição do desejo sexual, os fatores psicológicos associados são fundamentais para o surgimento da disfunção. É fundamental uma avaliação médica completa de todos os casos de queixa de diminuição de desejo.

Qual é o tratamento aplicado?
Ele é baseado na terapia cognitivo comportamental. Após a avaliação inicial, as pacientes participam de encontros em grupo onde são propostos exercícios e técnicas que a paciente realiza em casa, com o objetivo de desenvolver habilidades para a compreensão e solução de seus problemas na esfera social.

 

Via Dicas da mulher Moderna



publicado por olhar para o mundo às 21:03 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Porque é que elas não que...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
links
blogs SAPO
subscrever feeds