Quarta-feira, 12.10.11
Os complementos de ferro figuram entre os que mais preocupam os investigadores
Os complementos de ferro figuram entre os que mais preocupam os investigadores (Foto: Paula Abreu/arquivo)
Os complementos vitamínicos são inúteis para a maioria das pessoas e alguns podem mesmo acarretar risco de vida para mulheres mais velhas, segundo um estudo publicado na segunda-feira nos Estados Unidos.

Os complementos de ferro figuram entre os que mais preocupam os investigadores, enquanto os de cálcio parecem estar ligados a uma redução do risco de mortalidade refere o estudo dos Archives of Internal Medicine, uma publicação da Associação Médica Americana. 

“Descobrimos que diversos complementos vitaminados ou minerais frequentemente utilizados, como os produtos multivitaminados, as vitaminas B6, ácido fólico, ferro, magnésio, zinco e cobre, estão relacionados com riscos mais elevados de mortalidade”, dizem os autores. 

As conclusões foram obtidas por uma investigação realizada no Estado de Iowa, no centro dos Estados Unidos, incluindo questionários preenchidos por 38.772 mulheres com uma idade média de 62 anos. Depois de consumirem complementos vitamínicos em 1986, 1997 e 2004, a taxa de mortalidade passou de 66 por cento em 1986 para 85 por cento em 2004. 

De acordo com o estudo, o ferro está “fortemente” ligado ao aumento da mortalidade, em função das doses absorvidas. Os autores notam, no entanto, que não têm condições para determinar se as razões que levaram estas mulheres a absorver ferro podem explicar o aumento da taxa de mortalidade e adiantam que são necessárias mais investigações. O cálcio, em contrapartida, esteve ligado a uma redução da mortalidade. 

Estas descobertas “reforçam a [nossa] convicção que certos complementos antioxidantes, como a vitamina E, e vitamina A ou de betacaroteno, podem ser perigosos”, referem os médicos num comentário que acompanha o estudo, adiantando que não recomendam o consumo preventivo de tais complementos, “sobretudo quando se trata de uma população bem alimentada”. 

Cerca de metade da população norte-americana toma complementos vitamínicos, que representam um mercado de 20 mil milhões de dólares (14,6 mil milhões de euros).

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 20:14 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sábado, 16.04.11

 

Comer bem é mais barato

Esta campanha centra-se em dois pontos fundamentais: contribuir para a mudança de atitudes e comportamentos alimentares das famílias portuguesas e conseguir ter uma alimentação equilibrada e saudável, por menos dinheiro.

 

 

"Há dois milhões de pessoas com fome em Portugal. São pessoas com grandes dificuldades económicas. Mas não é só uma fome de quem não come, é uma fome de quem come mal. São carências de ferro, cálcio, iodo, vitaminas e outros nutrientes essenciais para o bom funcionamento do nosso corpo. É uma fome que nasce das más escolhas alimentares e que mata aos poucos.

 

Destrói o aproveitamento escolar, causa diabetes, complicações cardiovasculares, facilita infecções, obesidade e outros problemas de saúde. Mas o mais curioso é que esta fome é mais fácil de matar do que parece. Mata-se com uma alimentação equilibrada, não comendo só doces e gorduras e não exagerando nos refrigerantes. Mata-se com  os nutrientes que estão na comida caseira. Comida que até é mais barata pois sai mais barato fazer uma refeição completa em casa do que comprar um pacote de bolachas. E é a comer bem que se pode ajudar a acabar com esta fome." (retirado do site Comer bem é mais barato )

 

Partilho esta iniciativa e recomendo que visitem o site, encontram lá toda a informação, receitas e vídeos que podem consultar.

Congratulo, também, todos os que contribuíram para esta iniciativa: Fundação Gulbenkian, Fundação EDP e a SIC, com o apoio da DECO e da Associação Portuguesa dos Nutricionistas.

 

 

 

Via A Vida de saltos altos



publicado por olhar para o mundo às 17:29 | link do post | comentar

Sexta-feira, 25.03.11
A vida de saltos altos - O mito da banana

 

É um dos alimentos prontos a comer mais soberbos que a natureza nos dá, e é injustamente rotulado como hipercalórico. Tantas dúvidas, questões e desconfianças se criaram em torno deste fruto. Vamos desmistificar este assunto.

É muito recorrente em prática clínica colocarem questões dos mais variados temas, sendo a fruta, e em especial a banana, a que levanta mais dúvidas.

 

A banana é um alimento muito rico, especialmente em potássio, magnésio e fibra, para além de conter outras substâncias, tais como, ferro, vitamina B6, vitamina C, zinco e ácido fólico.

1. A banana engorda ?

Não. O que irá engordar será o consumo diário de calorias da dieta (desde que acorda até quando se deita), e não a caloria individual de cada alimento. De entre as várias frutas, a banana pode ser uma das mais calóricas, mas não é necessário ser eliminada da nossa dieta, o importante na fruta é variar o mais possível, e optar pelas frutas da época, de modo a conseguir um aporte de vitaminas e minerais bastante interessantes. Se é daquelas pessoas que lhe apetece uma banana mas em vez disso vai optar, por exemplo, por um iogurte de aromas normal, que podem rondar as 140 calorias.

 

Em termos práticos se olharmos para as calorias de várias frutas, temos:

 

 

2. Qual a fase de maturação da banana mais recomendada?

O ideal é consumir a banana, ou qualquer outra fruta, no seu estado mais verde. Isto porque, quando ela está nesta fase mais é essencialmente constituída por água e amido (proporciona mais saciedade e controla melhor a fome), e à medida que a fruta vai amadurecendo, o amido vai-se transformar em açúcares mais simples (frutose - açúcar da fruta).

3. É verdade que os sumos de banana (ou outros frutos) engordam mais do que comer a própria fruta ?

Sim. Isto porque, normalmente, para fazer um sumo colocam-se várias peças de fruta, por exemplo, se fizer um sumo de laranja e este levar 3 laranjas estamos a falar de aproximadamente de 250 calorias, enquanto se comer uma laranja grande apenas ingere 84 calorias. Assim sendo, vai ter um produto rico em açúcar de fruta (frutose, glicose ou sacarose), com pouca fibra (a maior parte fica no espremedor), e se não consumir o sumo de imediato vai encontrar uma redução do teor de vitaminas, nomeadamente da vitamina C, que é facilmente oxidada.

4. É verdade que comer banana à noite não é recomendado ?

Não existe horários melhores ou piores para consumir fruta, esta pode ser consumida em qualquer horário, tudo depende do seu dia alimentar, o que já consumiu durante todo o dia, se irá logo dormir, mas acima de tudo há que ter em atenção se sofre de alguma patologia, nomeadamente a diabetes, o que será desaconselhado.

5. Comer banana reduz as cãibras ?

Sim pode reduzir, mas não evitar totalmente, isto porque as cãibras podem surgir por vários motivos: falta de cálcio, produção de ácido láctico (quando se faz força muscular), má hidratação durante o exercício físico, ou pela falta de potássio. A banana sendo uma fonte bastante rica em potássio pode realmente contribuir para o desaparecimento de cãibras (se este for o motivo das mesmas).

Esta fruta é um bom alimento para se consumir antes de fazer exercício (cerca de 40 a 50 minutos antes), pois a presença de amido vai aumentar a energia de uma forma mais prolongada, ao passo que outras frutas apresentam apenas frutose, que é um hidrato de carbono simples, de rápida absorção, com a libertação de energia momentânea.

Pode, por exemplo, fazer um batido antes dos treinos com: 1 banana pequena (tipo da madeira) + Frutos secos (cerca de 15 g, por exemplo, 3/4 nozes) + 200 ml de bebida de soja natural = 300 calorias

E esclarecendo alguns mitos sobre este maravilhoso fruto, penso que será altura de o deixar de culpar pelos quilinhos a mais na balança, tal como citou Antoine de Saint-Exupéry "A verdade não é, de modo algum, aquilo que se demonstra, mas aquilo que se simplifica".

 

Via A vida de saltos altos



publicado por olhar para o mundo às 19:24 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Estudo diz que complement...

Comer bem é mais barato

O Mito da banana

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
Posts mais comentados
links
blogs SAPO
subscrever feeds