Quinta-feira, 02.02.12

UEFA pede investigação à transferência de Walter para o FC Porto

 

A UEFA pediu às autoridades inglesas que investiguem duas empresas que financiaram a compra do passe do avançado brasileiro Walter pelo FC Porto, noticia a “Bloomberg”.


A Gool Co e a Pearl Design ajudaram a adquirir o passe do brasileiro ao clube uruguaio Atlético Rentistas, a quem o FC Porto pagou seis milhões de euros por 75% dos direitos económicos.

A Gool ficou com direito a 10% de uma futura mais-valia e a Pearl Design detém 25% do passe do jogador, que foi entretanto emprestado ao Cruzeiro.

“Estamos a pedir às autoridades para verificarem”, disse Gianni Infantino, secretário-geral da UEFA, “porque somos uma empresa privada, uma associação, e não podemos ir a uma empresa e dizer: ‘digam-nos quem são e o que fazem’. Eles respondem: ‘quem são vocês para perguntar isso?’”.

As duas empresas estão sediadas em Inglaterra e não há muita informação sobre elas. Nem Mark Quirk, co-proprietário da Gool, nem Mário Jorge Queiroz Castro, gestor da Pearl Design, responderam aos emails da Bloomberg, que cita preocupações dos responsáveis da UEFA com o uso de empresas com morada em Inglaterra mas sem qualquer aparente actividade lá.

O PÚBLICO já pediu explicações à UEFA e aguarda resposta.

Os fundos de jogadores e as parcerias são um tema no topo da actualidade, depois de em Inglaterra e França ter sido proibido que os clubes partilhem os direitos económicos dos jogadores com terceiros.

Pelo contrário, em países como Portugal, Espanha e Turquia, esta partilha é permitida e tem sido cada vez mais frequente, sendo uma importante forma de financiamento dos clubes, numa altura em que o acesso ao crédito bancário é cada vez mais complicado.

O tema dos fundos e parcerias foi, por exemplo, debatido num recente congresso organizado pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional (“Football Talks”), com as opiniões a dividirem-se entre os que pensam que são um instrumento fundamental no financiamento dos clubes e o que colocam reservas, nomeadamente quanto à transparência dos negócios e a origem do dinheiro.

Os clubes ingleses e franceses têm também feito pressão junto da UEFA, por causa do possível efeito dos fundos e parcerias nas novas regras do “fair play financeiro”.

 

Via Público



publicado por olhar para o mundo às 09:20 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

UEFA pede investigação à ...

arquivos

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Dezembro 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

comentários recentes
Ums artigos eróticos são sempre uma boa opção para...
Acho muito bem que escrevam sobre aquilo! Porque e...
Eu sou assim sou casada as 17 anos e nao sei o que...
Visitem o www.roupeiro.ptClassificados gratuitos d...
então é por isso que a Merkel nos anda a fo...; nã...
Soy Mourinhista, Federico Jiménez Losantos, dixit
Parabéns pelo post! Em minha opinião, um dos probl...
........... Isto é porque ainda não fizeram comigo...
Após a classificação de Portugal para as meias-fin...
Bom post!Eu Acho exactamente o mesmo, mas também a...
links
blogs SAPO
subscrever feeds